Biscateiro de pequenas alegrias

Eu ando me sentindo como o biscateiro da minha zona. Ele vive de pequenos serviços para sobreviver. Arruma um trabalho aqui e outro ali, e vai levando a vida.

Hoje, sou um biscateiro emocional, ao menos no futebol. Vivo, ou sobrevivo, de pequenas alegrias.

São pequenos momentos que me deixam muito feliz, eufórico até.

São momentos que fazem-me acreditar que posso deixar as trevas de frustrações onde mergulhei nos últimos doze anos para ganhar a superfície luminosa das vitórias e das grandes conquistas.

Assim, quando o Grêmio belisca um título importante, conquistando um vice com muito sacrifício, jogando com bravura e indignação que sobravam na década coruscante de 90 e que Renato conseguiu resgatar, embora sem o mesmo futebol rutilante daqueles anos, eu sinto essa pequena alegria.

Agora, quando esse lampejo de felicidade é seguido de ações que apequenam o Grêmio com a desculpa de que não há dinheiro – e daí, nunca houve mesmo e ainda se esbanjou dinheiro como se as cédulas nascessem em pés das pitangueiras que abundam, ops, em Porto Alegre – aí  a depressão é inevitável. No meu caso, depressão acompanhada de revolta e indignação.

Foi tão difícil conquistar a vaga direta na Libertadores que é revoltante ouvir as vozes conformadas que oriundas do velho Olímpico dos discursos inflamados de um Hélio Dourado e até mesmo do Fábio Koff denunciando o esquema Parmalat, hoje anunciar um técnico sem a estatura de um clube que sempre entra – ou entrava – na Libertadores para brigar, e brigar mesmo, pelo título.

Quando aquele Grêmio do Felipão seria expelido da Libertadores da maneira apática como ocorreu neste ano com o glorioso Luxemburgo? Nunca. Jamais. Não aquele Grêmio.

A vida é mesmo como uma montanha russa. Em meio ao processo depressivo, eis que o Raja Casablanca me surpreende e elimina o time do RG. Quando liguei a TV, não sabia o resultado: só deu tempo de ver a bola chutada entrando e o narrador dizendo que o jogo estava em 1 a 1.

Vibrei no fundo do abismo emocional onde me encontrava. E parei para ver o resto do jogo. RG deu um balãozinho tipo foca amestrada no meio do campo, bem longe da área. Depois, errou meia dúzia de passes seguidos. Cada erro, um sorriso meu.

Por outro lado, o ‘Montauri’ acabava com o jogo com vitalidade, categoria, visão de jogo, talento.

No final, a derrota de RG. Só não fiquei mais feliz porque a imagem do Cuca com expressão de incredulidade e frustração foi tocante.

Mesmo assim, foi mais uma pequena alegria.

Uma alegria que aumentou quando o narrador da TV lembrou Mazembe e Inter em 2010, esta sim uma imensa alegria, tanto que criei as cervejas Mazembier e Kidiaba.

O fato é que o narrador foi cruel, muito cruel com os colorados.

Mas foi outra pequena alegria, talvez a última que terei no futebol por um bom tempo.

Grandes alegrias, então, só por milagre.

Não dizem que acontecem milagres no Natal?

Se gostou, compartilhe!

  • Gabriel

    JC Baldi aí está o vídeo

    http://mais.uol.com.br/view/d8c139bvd63t/14784823?types=A&

    QUER UM DEPOIMENTO TAMBÉM, ASSINADO E PROTOCOLADO EM 3 VIAS???

    Acho que devemos esquecer 2014 e focar 2015, quanto ao Renato “O das 7 vitórias em 8 jogos ou o que bateu o recorde de falta de gols na história do Grêmio?”, pois é mesmo sem fazer gols, com um dos atacantes um turno INTEIRO sem balançar as redes, ele foi VICE CAMPEÃO!!! Mais argumentos me dão do BELO trabalho.

    Merecia uma estátua, não um linchamento público executado pelos próprios gremistas!!!

  • Leonardo Soares

    Poxa Ilgo, assim tu desestimula o Enderson sem mesmo o cara treinar! Deixa o homem trabalhar!! Quem sabe aí não esteja um novo Tite!! Fala mansa, mas que entende muito!

  • Gabriel

    Parbéns Ilgo, hoje no programa fostes o ÚNICO a peitar a bancada, sem que fosse colocado por parte deles um argumento ponderável!!!

    Quando te acusaram de estar os chamando de colorados, me lembrei de uma regra básica da 5ª Série: APELOU, PERDEU!!!

    Até Paulo Bonamigo seria um nome aceitável, trago uma lista de ex gremistas, mas contrataram o Enderson + Luis Fernando (camisa 10 dos colorados nos anos 80), somados ao assessor colorado, MEU DEUS!!!!!

    Quem os defende aposto que é a favor da volta do JUDAS!!!

    Que aliás, em mais uma decisão PIPOCOU!!!!!!!!!!

  • Rafael M.
  • MAZEMBIANO

    Talvez essa modificação do plantel e de comissão técnica seja a forma adequada para um clube que esteja muito individado pela sua próprio conselho, por erros e mais erros, afinal, alguém tem que começar, e se a hora é agora em Libertadores que se faça, porque com o “especialista” nesse ano e contratações caras perdemos vários jogos inclusive para um tal de Achipato, e no passado fomos VICE-Campeão da América em 2007 com um time fraco, mas com bravura e só perdemos a final porque do outro lado tinha um time melhor…
    Então, acho que um meio termo deva ser usado, e tenho certeza de uma coisa, ele erra, mas Koff sempre pensa no Grêmio, e por pensar e amar o clube não vai fazer loucuras que outros fizeram, esta na hora de limpar a casa!!!

  • MAZEMBIANO

    Fiquei triste pelo Cuca, pelo Rever, e pelo Victor, mas adorei ver a frustação do PILANTRA que não fez nada, mais uma vez!!!
    Agora, não se entende, se luta tanto pra chegar lá e quando chega, fazem um jogo de respeito, de toque e não matam o jogo de vez…e isso cobra o resultado! O Bayer, fez o certo, respeitou o outro time, mas mostrou quem manda, resolveu o jogo…
    Fica a dica pro Enderson,!!!He,he,he te liga quando chegar lá hein!!! Pés no chão!

  • Henrique Freitas

    Ilgo, assim como tu, quando liguei a TV o jogo já estava 1×1. Não pretendia assistir, mas a curiosidade foi maior e fiquei torcendo contra o R10 e companhia.. Isto que eles empataram com gol de pênalti. Não pude deixar de lembrar do Mazembe (mas essa é uma prerrogativa dos colorados). Logo mais, Casablanca vibrava e celebrava sua vitória!!! E EU TAMBÉM!
    Escutei um grande foguetório perto de onde moro…hehehe…. deviam ser os co-irmãos para ter
    um aliado na sua desgraça…

  • Ilgo

    Gabriel, saí do programa muito irritado, cheguei a sair antes, mas o apresentador me chamou, não sei se tu ouviu.

    Mas esse teu reconhecimento entra pra galeria das minhas pequenas alegrias do cotidiano.
    Parecida com a de um sujeito que dias desses atravessou a cidade de ônibus pra comprar uma cerveja. Levou duas e um copo, de graça.
    A felicidade é isso, uma colcha de retalhos composta de pequenas alegrias.

  • Sigo minha senha e só miro os meus elencados 10 mandamentos para encerrar bem o ano.
    Porem não poderia deixar de constatar e não sei se os demais amigos do blog também constataram que a I.V.I. esta indo animadamente para a Goethe, agora a noite, após o fim do jogo do Atlético MG.
    No mesmo instante já começaram e estão tentando passar o vexame adiante. E é assim aqui no RGS, onde a IVI reina absoluta e sem adversário.

  • Gabriel

    Aos que condenam o trabalho do Renato devem lembrar que em 2010 ele assumiu o time em 18ª colocação e levou ao 4º e que em 2013 arrancou do 10º lugar para a vice liderança.

    Colocou o Ramiro no time, deu oportunidade a vários jovens, que se não fixaram raiz no time foi por sua falta de qualidade.

    Gostaria de saber o porquê da ojeriza ???

  • Gabriel

    Ilgo segundo o Darci Filho http://www.futebolsemoff.com.br/wordpress/?p=13765 , o Enderson pode representar a volta do Hélio dos Anjos…

    Acho que fica 3 meses, só estou em dúvida se começo a contar desde dezembro, pré – temporada ou início do gauchão…

  • Ilgo

    Qual o prazo de validade de um suco de caixinha depois de aberto?
    Não sei se fui claro, Gabriel, eheheheh

    Mas vamos torcer para que estejamos errados.
    Foi isso que eu fiz quando Luxemburgo foi contratado.
    Foi isso que fiz quando renovaram com ele.
    Foi isso que fiz quando Caio Jr foi contratado e Tite estava disponível.
    Foi isso que fiz quando Julinho Camargo foi contratado.
    Ah, sem esquecer o pastor Silas.
    Todas essas contratações eu critiquei e disse que não dariam certo.
    Infelizmente, acertei. É só procurar nos arquivos.
    As vezes acho melhor não ser tão sabichão, ehehehehe

  • Fabio

    Tem o video do programa em algum lugar, Ilgo?

  • Moretto

    Ilgo tb não vi o jogo somente fiquei sabendo do resultado mas só de ver a cara do dentuco já valeu. Queria ver o vídeo do programa, alias tem como ver online o programa? Quanto ao enderson e a tese do Ilgo colocaram o bode na sala e questão de tempo, infelizmente será outra libertadores onde seremos figurantes. Toda regra tem exceção tomara que o enderson seja 1, o que nos resta e torcer.

  • Francisco Coelho

    Hoje no estádio Antônio Vieira Ramos – 19/12/2013 20:00
    Palmeiras x Grêmio pelo sub 20.
    O Palmeiras vem sendo um time rápido e de ataques fulminantes. Vamos ver a solidez de nossa defesa e a força de nosso ataque confrontada. É jogo de tudo ou nada.

  • Francisco Coelho

    Gripen virá com suecas?

  • Francisco Coelho

    Rafael M.; eu ouvi, li e assisti jornalistas e radialistas falando muito bem do Pierre. Assisti algumas partidas do Galo onde jogou muito bem. Pergunte a 10 porcos e vais ver que eles gostam do cara e tentaram a volta.

    Perto do que temos me serve. É uma questão de gosto como diria uma senhora mascando fumo.

  • Gabriel

    Ilgo faço coro ao Fábio, não há um local na rede para baixar o programa???

  • ilgo

    Amigos, o programa é da rádio Guaíba, o Ganhando o Jogo.
    Não sei se tem em algum lugar.
    Mas nem vale a pena ouvir os meus gritos, ehehehe.

  • marcio

    O Renato não quis ficar???? Tite de férias. Vc contrataria qm??????????????????

  • Francisco Coelho

    Alguém vai assistir ao sub 20 no estádio?

  • ilgo

    Marcio, infelizmente o Grêmio não me tem no seu quadro de dirigentes.
    Respondendo a tua pergunta/provocação, ficando só em nomes que não seriam caros:
    Mais ou menos pela ordem::
    – Ney Franco, que começou a carreira como técnico profissional vencendo o mineiro pelo glorioso Ipatinga e quase foi bi, perdendo a final para o Cruzeiro por 1 a 0.
    – Adilson, apesar de carreira irregular, é uma liderança, um sujeito forjado em grandes batalhas e grandes títulos como jogador. Tem grande identificação com o Grêmio e carisma para uma Libertadores. Num momento muito difícil do clube ele veio trabalhar quase de graça porque não havia dinheiro em caixa e ajudou o Grêmio a não cair pra segundona.
    – Valdir Espinosa. Ele poderia trabalhar lado a lado com Roger, que conhece muito bem o grupo gremista. Passado e Presente juntos na Libertadores com dois caras vitoriosos.
    – Bonamigo, que é quase rei lá nos emirados. Também identificado com o Grêmio e treinador que sabe armar times.
    – Mancini, se é pra pegar alguém que foi relativamente bem no Brasileirão, antes o Mancini, que armou um time forte e competitivo sem estrelas.
    – Por último, Roth, se ele aceitasse trabalhar por menos do que ele pensa que vale, ainda tem mais currículo e experiência que o técnico contratado.

  • Gabriel

    Tirando o Burroth, (favor não citar seu nome 3 vezes que ele aparece hehehe) boa lista Ilgo!

    Sobre o Adilson, alguns gremistas o acusam de ter empurrado o tricolor rumo a série b . Entretanto, esquecem (ou omitem) que ele assumiu o time na lanterna em 2003 com 23 pontos e quando saiu, aquele time horrível de 2004, estava em 15º lugar.Sua demissão ocorreu após a eliminação no gauchão frente a Ulbra, se não me engano. Portanto mais uma mentira contada a exaustão que virou verdade.

    Falo isto pois tenho medo que o mesmo ocorra com o Renato; que gerações mais novas, no futuro quando perguntarem sobre sua passagem, não venham dizer inverdades e ocultem que em 2 brasileiros ele foi 4º colocado em 2010 e vice em 2013.

  • Gabriel

    Aos críticos do volante Souza este mais o Telles aparecem na lista dos 100 jogadores brasileiros mais valiosos em 2013, ocupando respectivamente 79º e 75º posição.

  • Gabriel
  • Francisco Coelho

    Parece que tem gente me lendo ou com pensamento e visão semelhante. Está no CP a noticia do Rafael Pfeiffer a saída do Souza e a contratação do volante Edinho (30). É um volante de contenção e com raros gols.

  • walter borba

    Eu já falei aqui…
    O Grêmio deveria tira um ano sabático.

    Falam em: Pedro Geromel…
    De onde veio isso????

    Os dirigentes do grêmio são cegos ou incompetentes???
    Porque não trocam o Elano e o Leandro pelo Henrique do Palmeiras.
    Porque não fazem um “bem bolado” entre Vargas e Cicero.
    Porque não mandam Moreno e o Zé para o São Paulo pelo Rodolfo.

    Apesar de tudo essa burrice, quer crer que vai dar certo.

  • Diego Mata

    A atual direção já mostrou que trabalha em silencio. Este ano os reforços surgiram do nada, quando a imprensa nem imaginava o que estava acontecendo. Ta certo que muitos deram errado, mas isso é outra história. Minha maior preocupação não é quem estão contratando, e sim quem vão dispensar. Espero que estejam silenciosamente mandando o Kleber para o futebol uzbeque, chinês ou árabe.

  • Francisco Coelho

    Estava faltando uma postura melhor no plano tático por parte do Grêmio e aparentemente será trabalhado este item pelo que falam das consultas e prováveis contratações. O Geromel apesar do nome indicar o contrário é brasileiro que a muito joga na Europa. O Grêmio segundo falam acompanha o mesmo constantemente. Claro que só poderemos avaliar após uns 3 a 4 jogos a montagem do time 2014 e mesmo que alguma peça inicialmente possa causar desanimo tem de ser olhada no desempenho conjunto. São os carregadores de piano que liberam os que tenham mais habilidades. Como já anunciou o Enderson ele não se prende a números ( 424,343) e sim em aproveitar a característica de cada jogador num time equilibrado.
    Na parte de preparação física não li nem escutei qualquer contestação ao nome anunciado pelo Ilgo.

  • Mauro Antônio Pandolfi

    É um texto tardio. Relutei em enviá-lo. Mas… vamos lá! O Ilgo perguntou algo sobre Renato. O que ele fez? Uma coisa assim. Poxa! Juntei os meus botões, li textos, parei, reli, tentei analisar, reanalisar o Grêmio de 2013. Dida foi discutido o ano inteiro. Ora, falhava e Marcelo Grohe ressurgia. Quando salvava, tornava-se personagem do gênio-idiota da penúltima página. Pará foi tosco, bisonho e Alex Telles – ganhou a Bola de Prata e eleito o melhor do Brasileirão – não sabia cruzar. Sacrificamos zagueiros a temporada toda. Salvou-se Rodolfho. Quando Fernando foi embora – sofreu com várias críticas neste boteco – abriu-se um caminho antes nunca percorrido. Entraram vários. Adriano sucumbiu com sua limitação. Sousa, Riveros e Ramiro tentaram suprir a ausência com dedicação, qualidade tática e técnica. Porém, foi difícil ser volante meia o tempo todo. Zé Roberto e Elano provocaram duelos verbais neste espaço. Foram mais eficientes fora do que no campo. Os guris, tentaram, apagaram, não deixaram rastros. Onde estão os Bitecos e o Calyson? E, o ataque! Ataque? Existiu? Deram uma frota por Barcos que naufragou. Era o craque, foi tratado como tal, o símbolo de uma era. E, do pirata sobrou apenas o tapa olho, o olho de vidro e a caveira. E, a perna de pau? Não vou fazer esta maldade. O gladiador bateu, caiu, deu bundada, caiu, brigou, caiu, xingou o juiz, caiu, chutou, caiu. Foi assim o ano inteiro. O veloz, criativo Vargas fez turismo em Porto Alegre. Máxi virou esperança. Lucas Coelho, Mamute, Paulinho foram motivos de piadas, chacotas, culpados pela eliminação da Copa do Brasil neste boteco. Sobrou pouco, muito pouco, quase nada no elenco do time. É isto que deduzi pelas colunas, comentários, pitacos neste espaço.
    Agora, o time? Foi do moderno, ao comum, passou pela falta de padrão e acabou na retranca. Um sistema que preferia defender, utilizando triangulações pelos lados, com cruzamento medidos. Alguns – poucos, verdade! -, viram assim. A maioria enxergou um time mal escalado, defensivo e só atacava a base do chutão. Um timeco igual aquele da turma do lago. Na segunda-feira acompanhei o julgamento da virada de mesa. Pelo que li no boteco, achei que o tricolor beneficiado era o Grêmio. Mostraram a tabela na tevê. Nós fomos vice-campeão! Segundo! Tratamos o nosso time como se fosse rebaixado ou segurado numa ponte que quase partiu. O que queremos? A Arena parecia um estádio europeu, lotado, com cânticos, vaias. Parecíamos o Bayern ou o Barcelona. Nunca vi Messi ou Ribery. No banco não estava Guardiola ou Mourinho. Na arquibancada, aqui no boteco, eramos torcedores destes times. Cobramos, exigimos desempenho na altura de Barcelona e Bayern. Estamos longe, muito longe, distante demais. Quero título. Mas reconheço os nossos limites.
    Renato é o meu ídolo. O ponta moderno, destruidor é o meu preferido da história gremista. Aprendi a gostar do treinador. Não é um mero motivador. Está em transformação. Mudou muito nas duas passagens. Mostrou-se mais tático. Fez um trabalho espetacular no Grêmio. Entretanto, leio nos blogs, nos comentários, nas colunas, escuto nas rádio, críticas exacerbadas sobre o trabalho. Não treina e levou um nó tático de vários técnicos. Mancini, disseram muitos, foi um deles. Na decisão contra o Flamengo, a câmera flagrou Mancini orientando o time: “Vamos, porra!!” Ótimo, este Mancini! Péssimo o Portaluppi e sua falta de esquematização. Renato tornou-se um pária nos comentários. Um Celso Roth – este, também, exageradamente demonizado – com grife. Ele nos deu uma bela lição na carta de despedida. Agradeceu, nos elogiou e disse até algum dia. Nós, os gremistas, estamos dizendo: “até nunca”! Boa sorte, Renato.
    Não conheço Anderson Moreira. Estou como um gremista goiano quando o Grêmio buscou o Silas. E, Silas era ótimo. Não suportou a pressão, o desespero, a intolerância e o mau humor dos gremistas. Perdeu-se e foi devorado, sem dó, nem piedade.Tenho confiança no Moreira. Espero que a direção, também, tenha confiança. Boa sorte, Moreira!
    A vida, meu caro Ilgo, tem as pequenas alegrias. A felicidade está no sorriso do filho, no beijo da mulher amada, na derrota de um canalha. Torci pelo Raja. Vibrei com a vitória. Porém, fiquei impressionado com a idolatria do Ronaldo Assis. Nunca tinha visto isto. A derrota do Galo é um recado ao futebol brasileiro. Estamos longe, perdido no tempo e espaço, suspiramos por um futebol ultrapassado, equivocado e sem futuro. Renato tentou ser moderno no Grêmio. Compactou o time, armou triangulações, buscou velocidade e esbarrou “nos detalhes tão pequenos” do ataque: os gols que Barcos, Kleber e Vargas sonegaram. Sonhamos, ainda, com um dez. Estão por aí. Ganso, Zé Roberto, Ronaldo Assis encantam. Não participam do jogo, flutuam, aparecerem, somem e escondem-se nos momentos decisivos. Não há mais lugar para o velho dez. O jogo pede intensidade, bravura, empenho e decisão. O time precisa de um jogador de noventa minutos. O de um lance só, acabou. Você só o encontram nos livros antigos, nos velhos manuais ou na memória de um saudosista. O tempo é devastador. Nada sobra quando o novo sai debaixo do sol. Agora, o velho dez só é destaque nos jogos perdidos do you tube. Cruel? Sim, muito cruel! Mas, é o futebol, a vida.
    Estou saindo de férias. Um Feliz Natal para todos os botequeiros e um 2014 vitórioso para o nosso Grêmio. Tenho fé, esperança no renascimento do futebol. Agradeço o espaço, as palavras, os comentários sobre meus texto. Obrigado!
    Responder, Responder a todos ou Encaminhar | Mais

  • Daniel Marcelo de S. Scherer

    Edinho no Grêmio? Tô começando a achar que 2014 não vai ser um bom ano realmente. Geromel não conheço não vou opinar, mas Edinho é demais, não pode contratar um jogador desta qualidade em detrimento da gurizada da base. Tem que ter um guri, até o seu “fulano” da manutenção deve jogar o mesmo que o Edinho joga, e por muito menos $$$$. Tô fora, essa contratação se acontecer não tem como apoiar.

  • Francisco Coelho

    http://www.gremio.net/news/view.aspx?id=16930&language=0&news_type_id=4

    Com o objetivo de reforçar ainda mais seu setor defensivo para Copa Libertadores de 2014, o Grêmio está contratado o volante Edinho, ex-Fluminense, pelo período de um ano. O jogador, de 30 anos, será apresentado oficialmente hoje à tarde, a partir das 17h30, na sala de conferência do Estádio Olímpico.
    Edimo Ferreira Campos, o “Edinho”, surgiu para o futebol em 1999 atuando pelo Boavista de Saquarema/RJ, de onde foi contratado pelo Internacional. Passou também pela Lecce/ITA e pelo Palmeiras/SP em 2009 e 2010. No ano seguinte foi contratado pelo Fluminense, onde conquistou o Campeonato Brasileiro de 2012. Pela equipe carioca, atuou em 163 oportunidades marcando um gol.

  • Daniel Marcelo de S. Scherer
  • ilgo

    O que mais tem no Grêmio é volante, e volante que aparece bem na frente e acerta passes.
    Edinho, cabeça de área dos antigos, nada a ver.
    Com certeza indicado e/ou aprovado pelo novo treinador, um estrategista segundo alguns e que vai ensinar Renato como se faz um time de futebol bonito e vencedor.
    Parem com essa cachaça.
    Se foi à revelia do técnico, pior ainda.
    Assim como técnico não pode atropelar dirigente, o inverso também não pode

  • Grande Mauro, ótimo texto novamente!
    Boa viagem! Saudações a todos os botas amarelas que encontrar por lá!
    Na volta, não esqueça de passar lá na praia para tomarmos aquela Jacutinga’s…
    Abraço!

  • Moretto

    Bah Ilgo que noticia triste, edinho, antes foi o enderson, cara por favor, vão conseguir piorar o time e meio campo bom nada, zagueiro bom, nada………
    Olha essa libertadores o Gremio cai na 1 fase, torço pra estar errado, juro, sempre torcerei pelo tricolor independente de quem esteja la.
    Agora é inegavel que com essas contratações só deixa a torcida sem esperanças…………..

    OREMOS………..

  • Hillary

    Olha, não acreditei quando li a noticia, achei que era piada….um dos mais toscos jogadors que já vi jogar e foi contratado!

    Quanto achei que ja tinha visto tudo em matéria de más noticias e total falta de perspectiva para o futuro do Gremio, tinha mais ……….

  • Roberto

    quem critica a contratação do Edinho me diga, qual é o nosso 5, quebrador de bola, que chega junto, bota o dedo na cara, impõe respeito? souza, ramiro, riveros, os bitecos? me apontem qual o último carrinho que eles deram, que sujaram a bunda na grama? preferem o time anêmico, sem grito, sem força, que é eliminado e diz “bola pra frente”
    a depender dessa execração atual sobre o que vem sendo feito no grêmio, troquem de time, sinceramente
    vejo muita torcida pra esse ou aquele jogar, pra esse ou aquele técnico, mas me digam, o que importa? um nome ou o time?

  • marcio

    Na boa Ilgo, todos esses treinadores que vc citou seriam apostas tb…. Nenhum tem experiencia de libertadores.

    Dos que vc falou, acho o Mancini um bom nome, mas tem contrato com o furacão e vai pra LA (acho que só com mta grana (rescisão e salario alto) pra tirar ele de lá.

    Ney Franco é o mesmo caso do Mancini(multa rescisória e salario).

    Espinosa tá aposentado faz tempo.
    Avaliar o trabalho do Bonamigo no “forte” campeonato arabe é dose heim hehehehe

    Adilson é bom nome, porém vc não é mto diferente do Enderson.

    Entendo sua tristeza, mas acho um pouco exagerada.

    Abraço e Feliz Natal e 2014!!!

  • I SAY NUKE THEM !!!

  • I’m not much of a man who thinks in so deeply about internet design but I feel your post had some valid factors in it. Like designers are pressured to design stuff inside the limited code available and not transcend it, their innovation is fairly limited however still I think Net Design might not die! I agree that Amazon and other some enormous sites may not have a weblog but now a days it’s totally important to have some form of choice accessible so folks can shortly communicate their thoughts. I think Amazon if desires to shift it to that, they can get a customized CMS for themselves.There are certainly a lot of particulars like that to take into consideration. That may be a good thing to convey up. I provide the thoughts above as normal inspiration but clearly there are questions like the one you convey up where the largest thing will be working in honest just right faith. I don?t know if most interesting practices have emerged around issues like that, but I’m certain that your job is clearly identified as an excellent game.

  • Nice post. I be taught one thing tougher on completely different blogs everyday. It would all the time be stimulating to learn content from different writers and practice just a little one thing from their store. I’d prefer to make use of some with the content on my blog whether you don’t mind. Natually I’ll give you a link in your web blog. Thanks for sharing.