Uma análise dos reservas que deram susto no Santos

Gostei do time B/C (formado por reservas e jovens da casa) que enfrentou o Santos titular em plena Vila Belmiro e acabou batido, injustamente, por 1 a 0. Portanto, não estou entre aqueles que não conseguem ver nada de bom nessa equipe emergencial, que lembra muito aquela que foi derrotada pelo Sport, em Recife, nas primeiras rodadas, e que virou símbolo dos críticos da decisão da diretoria de focar na Copa do Brasil e Libertadores.

Vi qualidades e defeitos em todos os jogadores, mas a média geral foi boa. O setor defensivo, com Bressan e Thiery na zaga, deu conta do recado. O Santos poucas vezes levou perigo, isso que tem Ricardo Oliveira de centroavante, jogador que era objeto de desejo de nove entre dez gremistas nem faz muito tempo.

Não sei se é o espírito de finalista da Libertadores, mas consegui ver qualidade até no lateral Leonardo, que teve alguns bons lances entre outros menos felizes. Claro, não é jogador para o Grêmio. Assim como esse Conrado, que tem boa técnica. É possível que com mais experiência ele evolua, é possível, mas não levo fé.

O goleiro Paulo Vitor mais uma vez teve atuação segura, provando que é mesmo um reforço, um ótimo reserva para o Grohe.

O paizão do time foi o veterano Cristian. A maioria das bolas passava por ele. Os jovens meias do time não assumiram a responsabilidade da criação. Com isso, restou o toque de bola improdutivo no meio e a bola longa passando sobre o meio de campo.

O jovem Batista, ao menos para mim, continua sendo uma incógnita. Vejo nele potencial, embora tenha feito de novo uma partida irregular, com altos e baixos. Mostrou que bate bem na bola.

Patrick, de quem espero muito como a maioria dos gremistas, meio de que se escondeu. Teve um grande lance ao livrar-se de forte marcação na risca da pequena área e chutar para grande defesa do Vanderlei. Foi a melhor chance do Grêmio, que teve uma bola na trave, num chute colocado do Dionathã, outro com bom potencial.

Mais na frente, Jael. Muita luta, muito esforço e pouco resultado. De novo teve alguns bons lances. Recebeu dois cruzamentos na medida para fazer de cabeça e não aproveitou. Mas é centroavante, fica sempre perto da goleira inimiga. Quem sabe, como diria o Baltazar, Deus não está guardando algo melhor pra ele? Quem sabe?

A lamentar um pênalti no final, quando Jael foi puxado dentro da área numa cobrança de escanteio. Meia dúzia de árbitros trabalhando e nenhum viu lance tão escandaloso? Ou esse pessoal tem olhar seletivo?

 

Se gostou, compartilhe!

  • Heraldo

    Corroboro contigo e acrescento que o mais chamou a atenção , foi a mesma forma de jogar dos titulares em atacar e defender, pecando na qualidade e experiência destes que jogaram. Quando soube da escalação, fiquei curioso com os nomes que estariam no banco.

  • gremiocampeaomundial

    Campeonato decidido. Se fosse eu a única utilidade desse jogo seria dar a renda pro Santos.

    Não critico NINGUEM. Se esforçar nesse jogo é tipo… sei lá o que pode ser analogia a algo tão bizarro.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Final de temporada e 3 jogos para cumprir tabela. Um já foi.

  • gremiocampeaomundial

    Pessoal, sobre o Lanus

    É IMPERATIVO que o Renato levante por mera hipótese, é claro, o exemplo do próprio Lanus

    Se tomarmos por azar ou o que for, digamos 0x2 no primeiro tempo, nada de jogar a toalha

    Dá pra diminuir, empatar ou virar.

    Obviamente nao espero sofrer esse tanto mas na hora das adversidades é que os campeões se diferenciam dos vices

    Bem, tem vezes que os campeões só contam com a incompetência de quem está no encalço. Só ver o Coelho.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Meu caro, é 2×0 aqui e 0x1 lá com duas vitórias. Qualquer coisa diferente disso, é ZEBRA absoluta. Mas …..
      Meu caro, é 1×0 aqui e 0x2 lá com duas vitórias. Isso também é possível.

  • Deny Camargo

    Jael não pode jogar no Grêmio. É o pior atacante que já vi no Grêmio junto com o Adriano Chuva. Quase 20 jogos jogados e nenhum gol. A essa altura se fosse jogador de futebol no mínimo teria feito aquele gol que a bola bateu nele e entrou. É questão de estatística.

    Por outro lado Dionathã diferentemente do Jael com poucos minutos em campo já fez gol. É um jogador moderno, com ousadia, boa técnica, e se movimenta bem. Acho que ta aí o substituto do Pedro Rocha…

    Aliás se o Gauchão pode ter alguma utilidade é a de preparar o Dionathã e o Patrick para entrarem no time principal

    • Fábio Rübenich

      Jael só é menos ruim que o SILVA e o DAURI.
      O primeiro teve uma passagem rápida pelo clube sem anotar um gol sequer.
      O segundo idem, marcando apenas um gol, que na verdade foi contra.

      • ATÉAPÉ

        Contra? Kkkk!

  • Daniel Scherer

    O que havia para ser dito a respeito de poupar ou não poupar já foi dito, faz muito tempo que não bato mais nesta tecla. Sobre este assunto, dia 29/11 lá pelas 23:50 mais ou menos teremos de fato a conclusão final: ou valeu e pena e tudo foi certo, ou tudo errado, ano jogado no lixo. Não é o que eu penso, mas é o que vai acontecer. Para mim, independente do que aconteça, o saldo é positivo mesmo que eu ache um erro priorizar copa do brasil em detrimento do campeonato brasileiro
    Sentei para ver o jogo de sangue doce. Não havia nada a fazer melhor as 19:00 de domingo. Sangue doce porque:
    1 – Era time reserva;
    2 – Era time reserva com alguns reservas dos reservas;
    3 – Era time reserva com alguns reservas dos reservas e com alguns que nem podiam sequer entrar no vestiário para fardar.
    Diante disso, a expectativa era mínima.
    E o que se viu? Um primeiro tempo onde, na minha opinião, o crime aconteceu. Este time absolutamente sem ritmo algum, sem entrosamento algum deu um calor no Santos, e sofreu um gol em contra ataque onde poderiam ter matado o lance na origem, primeiro Christian (que está sem ritmo de jogo nitidamente) e depois Kaio poderia ter matado mas não o fez pois seria expulso pelo segundo amarelo. Enfim, o primeiro tempo me agradou, muito em parte pela expectativa baixa que eu tinha.
    Já o segundo tempo foi um horror. O Santos se resguardou e ficou só esperando pelos erros do jovem time tricolor, e estes vieram em profusão, proporcionando diversos lances de contra ataque que o time paulista não soube aproveitar. Não chutamos uma bola a gol, só uma troca de passes irritante, mas normal pelo time que foi colocado em campo.O segundo tempo foi o que eu esperava. A surpresa foi o primeiro tempo.
    Enfim, deu para ver que alguns jogadores podem perfeitamente disputar a porcaria do gauchão (por mim não disputava nunca mais esta porcaria, nem colocava time em campo, perdia todas por W.O, mas isso é outro assunto) para ganhar cancha e ver se vai ou racha. Já tem outros que nem precisavam fardar para saber no que ia dar, fardam e estamos vendo que não dá mesmo.
    No mais é torcer para que o Palmeiras não ganhe o jogo de hoje contra o Avaí para não perdermos o 2º lugar e depois o grande momento da quarta a noite, iniciarmos a grande decisão com o pé direito.

    • Ricardo Gomes

      Intercalei esse amistoso com espalhar brita no pátio. Mas as crianças, ah as crianças! Meu filho de 6 anos (já Gremista dos quatro costados), mas cujo interesse maior ainda é naturalmente brincar de carrinho e ver desenho, desembestou em querer assistir esse jogo, kkkk. Ficou muito chateado e irritado com o gol do Santos. E como convencer o garoto que essa partida não valia nada, era mero passatempo, que o negócio era quarta? O guri não gosta de perder nem par ou ímpar! Mas expliquei a ele didaticamente o que é a Libertadores, instruí a mãe a pôr no Sportv quarta às 21:45 e prometi lá de cima da Geral acenar para ele na TV. Ficou entusiasmado 🙂

      • ATÉAPÉ

        O meu piá, q hj tem 10, qdo tinha uns 7 anos não se conformava qdo o TRIcolor perdia. Ameaçava mudar de time, torcer pela raposa, SP, até passar para o lado negro, os vermelhos(!!!). Tive q conversar muito para mantê-lo torcedor tricolor, sendo q ele foi recompensado pela conquista da CB. Aí, parou de questionar se valia a pena ser gremista, rs.

  • Ricardo Gomes
    • Ilgo Wink

      Essa espera é angustiante

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Estou tranquilo, feliz e muito confiante. Um pouco ansioso, mas muito seguro pelo bom trabalho que a gestão administrativa, financeira e técnica do clube faz até aqui neste ano tão positivo de nossa história.

  • Lucio

    Adivinha quem esta acusando o Grêmio de espionagem??? Claro ela a ESPN
    http://espn.uol.com.br/noticia/744582_exclusivo-gremio-usou-drone-para-espionar-rivais-durante-o-ano-veja-flagra-em-treino-do-lanus

    E a IVI coloca as manguinhas de fora para tentar desestabilizar o Grêmio antes da decisão.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Lucio, a UOL/ESPN será eternamente contra o Grêmio, isso é histórico.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Ilgo, final de temporada bem planejada devido ser a 1ª vez com Libertadores longa (janeiro à dezembro) anexa ao brasileirão (Maio à Dezembro), e ainda temos 3 jogos para cumprir tabela no G4. Um já foi.