Tite, Cássio e a entrevista do Koff

Acordei mais cedo, fiz um chimarrão e fui para frente da TV. Antes, havia ligado o rádio. A Guaíba ignorou a decisão do mundial. Estranho. Será porque era o Corinthians? No horário, o Mendelski relembrando a Jovem Guarda, Deny e Dino cantando O ciúme. Desliguei.

Na TV, optei pela Band, pela emoção do corintiano Neto e do Luciano do Vale.

Assisti ao jogo com frieza, sem qualquer emoção.

Não torci, mas queria que o Corinthians não vencesse.

Torcia pelo Cássio, de quem sou admirador desde seu início no Grêmio, e pelo Tite, o treinador que venho sugerindo ao Grêmio há cada começo de temporada.

Mas não podia torcer por um clube tem que como seu maior torcedor, e benfeitor, um sujeito chamado Lula Inácio.

Não podia torcer por um clube que herdou do governo federal um moderno estádio de futebol enquanto o Grêmio teve que entregar os dedos, os aneis e a alma para ter a sua Arena, a majestosa Arena.

Além do mais, como torcer por uma clube que a TV empurra em canal aberto a cada rodada e que ganha muito mais verba que os demais clubes – exceção do Flamengo -, e que, portanto, se encaminha para ser favorito em todas as competições disputadas no país?

Como torcer por um clube que agora está comemorando o bi mundial graças a tão valorizada – pelos colorados – Fifa, que validou um título ‘mundial’ obtido pelos paulistas num torneio caça-níquel, numa final com o Vasco? Pelamordedeus! E tem gente que gosta de adicionar Fifa ao seu ‘campeão do mundo’…

Realmente, colocando na balança, não poderia mesmo ficar ao lado do Corinthians. Mas também não torci contra. Não tenho como explicar isso, o que eu posso fazer?

Mas, agora que o título mundial – este realmente um título mundial que merece e deve ser festejado pelos corintianos como tal – foi conquistado, fico contente pela consagração do Tite, um profissional sério e competente, que conseguiu ser campeão com uma equipe sem grandes estrelas.

O Corinthians não tinha, por exemplo, um cara como Renato Portaluppi. Nem um cara do nível de Gabirú, o herói do título obtido pelo Inter e que muito orgulha a nação vermelha.

O Corinthians é um time homogêneo. Nota oito, em média, em todos os setores. Mas que tem pelo menos dois jogadores nota 10:

Cássio e Paulinho. O goleiro da Seleção Brasileira não pode ser outro. Não tem pra ninguém.

E Paulinho é o mais titular do meio-campo.

Depois, tem alguns jogadores nota 9, como o Émerson e o Danilo, que fez uma partida simplesmente espetacular técnica e taticamente. Outro do mesmo nível: Guerrero, uma aposta de Tite. Outro que eu gosto: Chicão.

O restante são jogadores médios, dos quais Tite conseguiu extrair o máximo.

No time do Chelsea, que poderia ter largado na frente não fosse a barreira chamada Cássio, não vi nenhuma de suas estrelas milionárias brilharem. Até agora estou procurando o festejado Oscar.

Não era pra ele, titular da seleção na gestão Mano, assumir o jogo, chamar pra si a responsabilidade, se ele é tão talentoso como apregoam seus fãs? Sumiu.

Então, parabéns ao Tite, que deveria ser o treinador da Seleção, e ao Cássio, o melhor goleiro brasileiro.

A ENTREVISTA

Muito boa a entrevista da ZH com o Fábio Koff. Reveladora do que realmente pensa o novo presidente gremista.

Resumindo: se essa entrevista tivesse ocorrido antes da eleição, Odone seria reeleito.

Koff deixou muito evidente sua satisfação com a Arena, mas não tapou o sol com a peneira, deixando claro que não foi um bom negócio para o clube esse contrato com a OAS.

Mas a Arena está aí, e é preciso agora tirar o máximo proveito do seu potencial.

ELEIÇÃO

A oposição venceu a eleição para alteração no Conselho Deliberativo. Os sócios votaram e manifestaram sua insatisfação com a diretoria, reeleita sem passar pelo crivo dos torcedores. Dos 150 nomes, 112 são de oposição.

Os números apontam que Luis Antônio Lopes e Piffero teriam vencido a disputa, que acabou decidida no CD.

GOLEIROS

Cássio é hoje o maior nome oriundo da fábrica de goleiros do Grêmio, que tem o Marcelo Grohe, o Fernando Prass e outros que não lembro agora. O clube deve parar de pensar em contratar goleiro, e apostar nos da casa.

O dinheiro que seria destinado a um Dida, por exemplo, pode servir para reforçar o time em outras posições, quem sabe um lateral direito para colocar na reserva o preferido de Luxemburgo?

Se gostou, compartilhe!

  • cornetado rw

    Recomendo um vídeo de Luis Henrique Benfica.Interessante como as coisa se movimentam no futebol gaúcho
    http://www.cornetadorw.blogspot.com.br/2012/12/poderia-vir-titemas-veio-caio-jr.html

    Sobre a entrevista de koff eu fiquei intrigado.
    Porque não se uniu com dourado e demais conselheiros para IMPEDIR um mau négócio.
    Se realmente é uma mau negócio…não resta alternativa.
    Fechem o Conselheiro Deiliberativo do Grêmio.
    Tem homens qualificados paras analisarem um contrato desta magnitude.
    Se não fizeram nada presumo que o contrato era bom.
    Se sabiam que era ruim e deixaram Dourado isolado…..teriam que se afastar do Conselho.
    É o que eu penso.
    rw

  • Ricardo de Cruzeiro

    Concordo inteiramente contigo quanto ao Corintias…O Tite sim merecia.Mas quanto a entrevista do Koff ser muito boa eu só diria muito INFELIZ.Faz o seguinte troca a arena(assim com a minúsculo) pelo Estrelāo que esta desocupado…e aí é um bom negócio.desculpe o exagero mas fiquei meio desnorteado com esta entregada pra imprensa vermelhha.Já tomeii duas flautas
    Hoje mesmo,ah ! O estádio nāo é de voces,blabla.

  • Ilgo

    Olá Ricardo, a entrevista é boa, porque esclarece algumas coisas, e infeliz, porque realmente dá armas para os colorados.
    Tem horas que a gente precisa omitir certas coisas.

  • Viviano

    Achei inoportuna a entrevista de Koff.
    Em outubro tinhamos um jogador contratado no cofre.O grupo de investidores e um plano feito gestores de dar inveja ao Barcelona.
    em menos de 2 meses passamos de um cenário otimista para um quadro desalentador.
    a entrevista do presidente foi decepcionante.

  • Entrevista do Koff: Típica entrevista de um político depois de ganhar a eleição. Tá tudo ruim, nada que foi feito presta, fizeram um contrato péssimo, etc…

    Com essa, ele inicia o “governo” dele de “sangue doce”. Se der tudo errado, foi culpa do antecessor. Se der certo, foi ele que arrumou.

    Lamentável. Essa não é uma posição de quem quer “unir” o clube. Esperava um posicionamento mais “altruísta” do presidente Koff.

  • walter borba

    Esse mesmo Tite hoje campeão do Mundo poderia já ter treinado o Grêmio umas duas vezes após 2001…
    Contudo, preferiram o “professor” Paixão….Onde o Paixão tá o Tite não pode ficar….
    Quanta palhaçada…
    se continuarmos assim, voltaremos a ser campeao no dia do são nunca..

  • Francisco Coelho

    Tem site defendendo Koff antecipadamente como o PT que vê o REI de smoking ou fraque enquanto os demais o vêm NU ou pelado frente as mais diversas denuncias.
    O Corinthians venceu e sagrou-se campeão sem ter nenhum CRAQUE em campo embora alguns vejam no Douglas e o Paulinho como sendo más foi o goleiro que não marcou gol que impediu a derrota.
    Claro que craque não se faz dizendo que fulano será ou vai ser e sim com as qualidades e habilidades necessárias para ser chamado como tal. Temos o caso de um craque do futebol de salão que não consegue se firmar no campo alternando bons e maus momentos e não é o primeiro.
    Um grupo vencedor nem sempre necessita de craques, mas sim de jogadores com boa capacidade técnica e polivalentes que possam cumprir funções táticas e superarem o que deles se espera.
    Olhando pelos campinhos das vilas do interior como Alegrete, Quarai, Uruguaiana, Bagé… podem surgir sim alguns craques. Eu não levo muita fé nas ditas escolinhas que cobram muito dos pais e pouco entregam.

  • Francisco Coelho

    Não vejo como nomes de ex-jogadores posam captar bom jogador só pelo passado. Irão eles aos mais remotos cantos do estado ou ficarão na região metropolitana esperando? Tem de olhar e observar com cuidado até anonimamente para ver se tem futebol no couro e não jogar ou tentar jogadas de efeito para chamar a atenção. Depois de efetivado cabe aos “professores” entregar jogadores prontos nos fundamentos e não fisicultores que não sabem cruzar uma bola ou acertar 9 chutes no gol em 10 chutados. Se formos contar a maioria anda acertando 4 ou 5. Kkkk
    Se ex-jogadores é o melhor para captação o Pelé, Gérson, Zico ou Rivelino seriam os reis da captação.

  • Olá Ilgo!
    Quer dizer q so agora, em entrevista à ZH, o presidente koff, vem dizer o q “realmente” pensa? Q lamentável! Eu, só esperando as faixas, os títulos e tudo mais do supermegacampeoníssimo…ahan. Dessa dor eu não morro.

  • R Fernando

    Ilgo, perfeito texto. Quanto ao Corinthians não precisa ser profético que se os clubes que da série A não fizerem nada, o timão vai se tornar um barcelona não por méritos mas por favorecimentos federais qué muito diferente do que o Barcelona representa como clube e histórico.
    Quanto ao Koff, fiquei triste, porque falou em pacificação do clube se reuniu de forma amistosa e agora alimenta a imprensa vermelha com este tipo de noticia sensacionalista. Eu discordo de algumas coisas, e outras eu questionei como o Grêmio não teve sociedade do mesmo tipo quanto ao destino do Olimpico. Mas é evidente que quando não se tem dinheiro pra se construir alguma coisa uma agremiação se associa a o outra e a experiência de uma serve para outra. Agora é no mínimo deselegante o que o Koff fez quanto aos que sairam e principalmente aos que ficam da gestão anterior. Porque o Koff pelo visto, tem só político ao seu lado e pouca gente competente. O Antoninni e o Koeller poderiam pegar os seus Bonés e dizer: Chega de queimar o filme da instituição velho. O Grêmio é mais importante do que Odone, Koff, Cacalo e Outros beneméritos que esqueci aqui. Os morangos estão enchendo o saco e começaram cedo, domingo depois da maravilhosa entrevista do Koff. Eu sei que no modelo de negócio dos vermelhos as novas areas sao 100% da AG. Durante 20 anos. O negócio do grêmio por tudo o que eu li é meia boca pensando na atração de recursos extras. É complicado é, mas não é o fim do mundo. Assim como o do cocô irmão não é uma brastemp é o contrato possível pra quem nao tem as tetas da dilma/lula alimentando times de futebol. Deveriam ser todos, mas só os queridinhos do Luis Inacio “nao sei de nada”.
    Quanto a eleição do conselho do coirmão “clube mais povo do rs” a eleição nunca chega ao povo ou agora ao patio como falam, parece que desta vez eles reformaram mesmo.
    “Colorados” a democracia é boa, contudo, no grêmio falta continuidade de gestão pra não ter ex presidente queimando a casa e falando bobagem nos jornais vermelhos. “Seu Petri” dizia assunto de economia interna. Que tempos. Odonistas e Koffistas o objetivo tem que ser o grêmio só pra lembra-los. Fiquei chateado com o Koff mesmo.

  • ilgo

    Bom ou ruim, o negócio com a OAS está fechado.
    Resta agora administrar bem e falar menos.
    é o que penso.
    Mas não sei se Koff não tinha algum objetivo, quem sabe criar um clima para a OAS
    aceitar rediscutir certas coisas, quem sabe?
    Koff, pra bobo não serve.

  • Luciano Castro

    Koff nao está acima de tudo, Nao tem nada de bobo não, concordo. O respeito muito, mas a verdade é que pisou na bola, e até agora não estou gostando nada do que estou ouvindo.

  • R Fernando

    Na realidade ele jogou contra o patrimônio. Ele é conselheiro porque não discutiu na hora. Ao que me conste ele nunca participou das reuniões. Queria um tapete vermelho ? Eu respeito a biografia mas seus últimos discursos não tem sido muito bons, ruins eu diria. Agora a imprensa isenta vermelha vai ter o que falar pois nosso presidente vive dando pano pra manga. ELE SIMPLESMENTE ESTÁ DEPRECIANDO O PATRIMÔNIO. Este não é o velho Koff ou sempre foi.

  • Luciano Castro
  • Ricardo de Cruzeiro

    Mas nāo se enganem,se tem alguém que pode fazer a gente gritar Campeāo de novo é o sr FABIO ANDRE KOFF.Viva o GRÊMIO!

  • Francisco Coelho

    Ilgo; será que amanhã teremos algum anuncio de jogador(s)?

  • Diego

    Não gostei de 3 pontos da entrevista do Koff – Ao dizer que a Arena não é do Grêmio e temos que pagar.
    – Ao comentar do Inter e parecer que o plano deles foi melhor
    – Ao dizer que será difícil os ganhos nos primeiros anos com a Arena.

    Bom, de restante foi mt editada a entrevista dando margem sempre para o pior ao Grêmio…pra variar…O Olímpico dá prejuízo a Arena no mínimo, eu disse NO MÍNIMO, dará 7,8 Mi de lucro…isso já é um negócio fenomenal…sem contar a estrutura para jogos e demais oportunidades inéditas de arrecadação…então é isso que importa.

    No mais tenta fazer um discurso de a situação tá difícil…se fazendo de leitão vesgo para mamar em duas tetas…malandro que é!

    Confio nele e tenho certa esperança em 2 nomes até o Natal da envergadura de Lugano e Vargas…tomara que não me frustre!

  • MAZEMBIANO

    Ilgo e amigos, vejo a coisa assim, acho que Koff que é experiente mas nessa hora deixou passar e se perdeu no assunto Arena provocado pelos jornalistas que querem tirar o “brilho magnífico” que foi a inauguração para não menosprezar o Beira rio que coitado esta la de lado, sendo de vez em quando falado e só sendo usado para abrir buracos…sabe-se lá se conseguirão deixar pronto pra Copa, tenho minhas dúvidas…Comprar algo novo e pagar em 20 anos não é melhor do que renovar algo e pagar também por 20 anos? Koff tem sua opinião, acho errado ficar pronunciando ela nesse momento, talvez pra fugir das questões de contratação, mas que a imprensa consguiu mais uma vez tirar o foco do lado de lá,isso sim conseguiu…Quanto ao Corintians foi uma das finais mais “tosca” que eu vi, sem brilho nenhum, talvez perdendo pra do Santos que foi um passeio,esse time do Chelsea é muito fraco, e alguém sabe me dizer qual é a média dos times ingleses em mundiais? É bem fraco…

  • Getulio

    Avisa o Reche que a ultima pesquisa Datafolha mostra o Grêmio com o DOBRO de torcedores do inter dele, o DOBRO, e não é Ibope, é DATAFOLHA!

  • Não sei qual Koff vai presidir o tricolor?
    O que nos deu grandes titulos?
    ou o homem que reelegeu o Presidente Guerreiro?
    O Presidente Koff patrocinou um dos piores episódios eleitorais na campanha Martins X Duda.
    Um bate-boca de péssimo níve.
    Agora concede uma entrevista vexatória lembrando os piores momentos de Flávio Obino.
    Votei em Antonini.
    Não queria o Odone
    <Mas não sei qual Koff vai assumir.
    O Koff dos anos 90 ou o dos últimos anos.
    Preferi não arriscar.
    Agora é torcer queum incendiarios pacifique o Grêmio.
    Só me resta rezar
    Ronaldo

  • Francisco Coelho

    SUB-15 CONQUISTA ESTADUAL NOLIGAFI EM SANTA MARIA
    Tricolor empatou com o Novo Horizonte e comemorou 3º título da temporada.
    Além das conquistas dos estaduais da FGF, Noligafi e BH Cup, a Categoria 97 ficou com o vice-campeonato da Copa Votorantim, o terceiro lugar na Copa Nike e o quinto da Taça Brasil.
    O Tricolor foi campeão com: Dida; Raul (Luiz Felipe), Lucas, Tiuí e Liverson (Matheus); Alef, Nathan e Lincoln (Vico); Erick (Maceió), Nicolas Careca (Pedro Henrique) e Pietro (Conrado). Técnico: Luiz Gabardo Júnio

  • Denigelson da Rosa Ismael

    E quanto a reforços Ilgo, sabes de alguém que pode chegar a qualquer momento?

  • Francisco Coelho

    Segundo me consta amanhã dia 18/12/2012, Koff Koff assume a presidência do Grêmio. Depois da entrevista tão comentada vamos ver o que virá no discurso da posse alem das providencias já tomadas como a renovação do Luxemburgo, Zé Ciscador e pré-temporada em Londrina. Ai vamos saber a cor do cenário para 2013, pois até a eleição era de um azul anil profundo.

  • cornetado rw

    Passados 48 horas da entrevista surpreendente de fabio Koff custo a acreditar nas palavras do futuro Presidente.
    Andei pela cidade.Conversei com várias pessoas.Colegas de trabalho.
    Enfim.com muita gente.
    o sentimento é o mesmo.
    não tem fundo de investimento.
    Não tem jogador no cofre.
    não tem o projeto miraculoso.
    O que temos é o carisma de Koff.O pensamento mágico.
    o Gr~emio precisa de lideranças novas.
    Antonini.Belini.Vontobel.
    Estou cansado como gremista.
    A politica do Grêmio é mais enojante do que a política dos partidos políticos.
    Com qualquer Presidente a conquista da Libertadores é muito dificl.
    Os aspones que cercam Koff propagandearam que a Libertadores era uma mera formalidade.
    O próprio Koff transmitiu isto.
    Hoje não temos projeto.O fundo de investimentos.
    Temos o carisma.A história do passado.
    Será suficiente?
    Quem ouviu Koff em Setembro está perplexo com o Koff de dezembro.
    Só resta torcer.Mas foii um triste domingo

    RW

  • rauru

    Da série perplexidades: nenhum dos ilustres entrevistadores podia fazer pergunta de verdadem, ou nenhum deles teve a “ousadia” de perguntar: “Tudo bem, Dr. Koff, tudo bem. Mas, se não tem dinheiro pra nada, por que desprezar a pré-temporada em Bento, onde parece que é tudo por conta de quem convida, e insistir com Londrina, onde, pela lógica até de ser um lugar tão concorrido, é tudo muito mais do que bem pago? “

  • Roque Fernando

    Ainda li agora a noite a reportagem na qual o Odone menciona que a OAS é responsável unica pelo pagamento junto ao BNDS…. http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/esportes/gremio/noticia/2012/12/odone-rebate-fabio-koff-o-torcedor-pode-se-orgulhar-a-arena-e-sua-e-nossa-3984969.html (advinhem quem fez a reportagem)…só não vê quem não quer, não existe fundo, não existe nada. O Koff foi um estelionato eleitoral…o pensamento mágico contra o pragmatismo do Odone, Antoninni, Vontobel, e até Grendene. Os aplausos ao Odone fizeram muito mais mal aos apoiadores do Koff pelo visto. E parece que a vaidade dele (koff) não permite divisão dos holofotes. Cansei do Grêmio e deste senhores que poderiam estar cuidado dos netos….paciência,

  • MAZEMBIANO

    Amigos, não vamos esquecer que aqui o político é o Odone, e que não sabemos da “missa um terço” sobre esse contrato…quando derrubarem o Olímpico talvez cairá a nossa ficha, quando tivermos que pedir autorização pra OAS de jogo em mesmo dia de evento…Não precisamos concordar com Koff, mas ele sabe de muita coisa que foi feita nesse contrato que o Odone não menciona, sobre o dinheiro que ele já tinha pego da Globo antecipado, sobre os contratos de jogadores com altos salários por 5 anos como o Kleber e que nem joga…na VERDADE NÃO TEM MOCINHO NESSA HISTÓRIA E QUEM SOFRE É SEMPRE O TORCEDOR…

  • luis

    com a verdade nao ofendo nem temo, acaso o koff mentiu em algo do que disse?
    o resto é sonho de quem acha que vive no melhor dos mundos

  • R Fernando

    Mazembiano…tudo é politica, até eleição do Grêmio, desculpem, mas o Grêmio deveria ter politicas e pilares mínimos e únicos a serem seguidos em matéria de politica de futebol, formar (se especializar) somente em atacantes, goleiros e laterais, o resto, zagueiros e volantes buscar no interior e no resto do brasil. De 20 atacantes bons, um clube forma na melhor das hipóteses 2 ou 3 pra fazer dinheiro.

  • Francisco Coelho

    Não entendi o Koff Koff. Depois da entrevista reclamando de tudo as gentilezas de ontem me deixaram com a cara de molho pois não tenho barba. O que terá ocorrido para tanta mudança. Ficou um nó na minha cuca e me lembrei do Lula x Collor e Lula x Maluf.

  • Francisco Coelho

    Claro que não chamo nenhum de Lula ou de Maluf mas sim pelo antes e depois.
    Falando em depois o Grohe casou e já vai ter de dividir a meta com o Dida.

  • A round of applause for your blog post.Much thanks again. Great.