Roger, minha eterna gratidão

A demissão de Roger Machado era pedra cantada. Apesar de ter ganho o regional mineiro, Roger não conseguiu implantar no Galo, nem de longe, o futebol que o consagrou no Grêmio.

Técnico festejado pela mídia nacional por alguns meses, Roger acabou naufragando em sua primeira experiência longe da Arena. Roger não caiu, na verdade, apenas tropeçou.

Sinceramente, eu já previa que Roger teria muita dificuldade no Atlético. Jamais acreditei que ele poderia incutir em jogadores tipo cobra-criada, como Fred e Robinho, o tipo de futebol que implantou no Grêmio.

Se fosse fácil, outros times estariam jogando como o Grêmio, com muita troca de passes, muita posse de bola e paciência para furar bloqueios e vencer a marcação, que é cada vez mais forte e implacável.

Roger teve a felicidade de encontrar no mesmo time jogadores como Douglas, Maicon e, principalmente, Luan, jogadores cerebrais e muito técnicos.

Não sei se eles compraram a ideia de futebol do Roger ou foi o Roger que comprou a ideia deles. Acho que foi uma construção coletiva, que aflorou ao natural depois do insucesso de Felipão.

Roger teve o grande mérito de extrair o melhor do grupo que dispunha e que Felipão não soube aproveitar, talvez muito ancorado no futebol mais verticalizado e com o time voltado a apenas um jogador, o centroavante, o aipim fincado na área a espera de cruzamentos.

Roger disse que nunca armaria um time para jogar para um jogador, no caso o centroavante cabeceador.

No Atlético, foi o que ele encontrou, um centroavante renomado, decadente mas renomado. Ao lado dele, um Robinho também descendo a ladeira.

Mas o principal é que eles precisariam aderir à proposta de jogo de Roger. Pelo que se vê não aderiram. É um sistema que exige muito de cada jogador, muita dedicação, muito empenho, muito esforço físico.

O fato é que Roger foi demitido, e me surpreendi ao ver que um bom número de gremistas ficaram felizes com a queda do cara que montou essa estrutura de jogo, os alicerces de um time que hoje por vezes encanta.

Tudo começou com Roger, que só não foi adiante porque chegou ao seu limite como técnico iniciante, e de reluzente futuro.

Importante registrar que enquete feita com torcedores do Galo apontou que o grupo de jogadores é o culpado pelo mau momento do time, com 53,15%. Roger e a direção dividem o restante da culpa.

É claro que Roger, agora, precisará tirar um tempo para avaliar exatamente o que aconteceu para poder iniciar outro trabalho com mais possibilidade de sucesso.

Eu estarei aqui torcendo para que ele encontre o caminho certo para seguir em frente. No mais, serei eternamente grato ao Roger pelos momentos felizes que ele me proporcionou como técnico gremista.

Só espero que daqui a pouco ele não acabe no Inter, que, pelo jeito, logo estará trocando de treinador.

 

Se gostou, compartilhe!

  • Walter Luis Borba

    Ilgo,

    Falta ao Roger um Espinosa, já falava isso quando ele treinava o Grêmio. Inclusive, sugeri Renato como coordenador técnico dele.

    Você, deve saber mais que nós, as coisas de bastidores. Mas, dizem que Roger não aceita opiniões.

    No futebol tem que ser flexível, ainda mais para um iniciante.

    O Roger teve momentos de Guardiola, assim como teve momentos de Roth.

    Tens razão quando afirmas que ele terá que procurar um caminho certo.

    Espero que ele volte um dia….
    E que não se repita o Tite que nunca mais voltou a treinar o Grêmio…

    • Ilgo Wink

      Walter, o Roger recém tá começando. Um dia ele deve voltar, sem dúvida

      • Fernando

        Nunca vou me esquecer que o cinco a zero aplicado nos atuais gurizinhos da B foi pelas mãos do Roger.

        • Cleiton dos Santos

          Nunca vou me esquecer que 0-4 no agregado pro Central, 0-4 pro Coxa e 0-3 pra Ponte foram pelas mãos do Roger.

          To vendo “gremista” secando o Renato e nem com vergonha ficam.. Piada

          • Ilgo Wink

            Acho que os secadores do Renato agora são poucos, até o final do ano zera a conta

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Sim, até abriram um Blog para isso com ”estatuto para críticas”. Oremos.

          • Lucas Eduardo Pavão

            Pois eu torço que os caras que eles não gostam (Renato,pessoal da Direção) continuem se dando bem, quero comemorar e não ter razão na minha TESE. O Sábado começou bem lá pelos sábados de Goiania, segunda com os titulares vamos pra cima dos filhotes do SCI

  • Humbertosm

    Dirigentes tentaram bastante o dialogo com o Roger, mas ele não aceitava sugestões e morreu com seus conceitos equivocados da zaga quando estava no Grêmio.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Ilgo !!!!!

    É evidente que a maioria dos Gremistas gostaram demais do acerto que foi a gestão técnica do Roger, e eu também me empolguei muito até a Libertadores do ano passado, mas é inegável que ele perdeu o vestiário diante de vários jogadores que logo após a chegada de Renato, ”decolaram” junto do time.

    Eu sempre disse aqui e agora ficou confirmado que era muito cedo para ele iniciar num time cascudo como é o nosso e logo à seguir enfrentar outra pedreira em MG sem ter tido o percurso pedregoso de um treinador que tem que passar por times pequenos e médios, mas é evidente que ele ”planeja” uma volta no futuro e eu quero muito que isso aconteça, pois ele mesmo já disse isso em outras oportunidades.

    Acho que o erro dele no Grêmio foi insistir em não escutar as criticas e opiniões em trabalhar os erros nas bolas aéreas que vinham complicando a vida do time e junte-se à isso as saídas de Porto Alegre buscando o SIMPOF (um pontinho fora) e que isso acabou desencadeando em derrotas e goleadas como ao Rosário Central, Coritiba e Ponte Preta, e assim, ele vai buscar se aperfeiçoar, com certeza.

    Vejo o Roger Machado com um futuro brilhante como Treinador, mas à partir dessa demissão, precisa ver e pensar muito antes de assumir o próximo desafio, para não queimar etapas.

    • Ilgo Wink

      O Roger foi inexperiente e talvez um pouco arrogante. Se quebrou, mas deixou um bom trabalho a meu ver

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Sim, Ilgo, concordo e foi isso que eu disse aí, pois o próprio Renato enaltece várias vezes todas as facilidades que o time encontra agora jogando fora de casa porque ele tem espaço e vai pra cima utilizando o formato do time que ele encontrou com mais vontade de ganhar, pois suas virtudes fizeram com que ele arrancasse do grupo o melhor que cada um pode dar, e isso, a gente vê com Kanemann, Cortêz, Michel, Ramiro, Arthur e também na forma como Luan vem crescendo com Renato que transformou Barrios em um goleador imprescindível e o Bolaños em reserva absoluto do Pedro Rocha ou até do Luan de meia atacante.

  • Cleiton dos Santos

    Jesus amado, que texto de bosta. Deus me livre essa ameba desse Terço Final de volta ao Grêmio. Graças a Deus temos Renato, léguas a frente do Amplitude em termos de qualidade e gestão de grupo.

    O “Pep” não dá certo porque é FRACO. FRAAAACOOO

    • Ilgo Wink

      Eu não quero o Roger de volta, mas não vou esquecer a parte boa do trabalho dele e os 5 a 0.

  • Cleiton dos Santos

    Tem técnico que precisa ler Guardiola Confidencial, precisa vir com papo de coaching, com palavra rebuscada, querendo parecer culto, ar blasé, e tem o Renato, que tá colocando o Grêmio pra disputar três títulos jogando em casa e fora pra ganhar.

    Parem de secar o Renato e o Grêmio querendo esse Pep de volta. “Tiki-taka” nunca mais. Grêmio letal de Renato, melhor ataque do Brasil, vai acabar com os secadores

    • Fernando

      Onde está escrito que lembrar das qualidades do Roger significa secar o Renato?

      • Ilgo Wink

        Exatamente, nada a ver o c com as calças

    • Ilgo Wink

      Quem é que está querendo o Roger de volta? Pirou?

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Cleiton, acho que tu misturou Urubus & Gênios, e isso não combina com os Gremistas, meu amigo.
      Urubus são os anti-Renato e anti-direção que acertam nas decisões desde dezembro 2014, e Gênios são poucos em nossa linda e rica história como Paulo Sant’Ana, Renato Portaluppi, Fábio Koff, Luiz Felipe Scolari & muitos Outros em toda a história.

      Tem uns ”Gênios” aí que não aceitam esta fase tão boa do time, do técnico e da administração do Grêmio, pois ”alegam” que críticas neste momento ”ajudam”, mas futebol é momento e eles não sabem disso, mas isso é só Corneta que faz com que eles reagem fácil e acusam os golpes com críticas à pessoas e aos 95% de Fakes nas redes sociais. Normal, véio.

      Esses caras de ”tão Gênios” do apocalipse, se transformaram em críticos do Ilgo, Copião e de qualquer outro que tenha a ousadia & Cia de vir aqui para sistematicamente não concordar com suas ”teses”, aí, Cleiton, eles vem aqui para taxar as pessoas que gostam do momento ótimo momento do Grêmio de interesseiros por cadeira no Conselho, oficialistas, andorinhas, baba-ovo da direção, chapas brancas, etc. Portanto, saia dessa ou nem entre nessa, pois são apenas meia dúzia que não se proliferam. Entendeu agora ?????

      Cleiton, meu querido, saiba separar o joio do trigo, pois a ”IVI” está conseguindo criar até entre Gremistas alguns cegos oportunistas, e isso está evidente demais. Abraço Tricolor.

  • wilson santos

    O problema de Roger foi a soberba, de tantos elogios ele passou a se achar o melhor treinador do Brasil.
    Não conseguiu arrumar a defesa e faltava garra a seu time, na maioria dos jogos era um time apático que tremia nos grandes jogos.

  • Francisco Lanferdini Serafini

    Eu nem sei direito o que dizer toda vez que leio uma opinião assim sobre o Roger.

    Só sei que subestimam demais o trabalho do Felipão e superestimam demais o do Roger.

    • Eduardo

      Exatamente, perfeito concordo!
      Abraço,

  • Deny Camargo

    Roger como treinador pra mim sempre foi uma enganação. Sempre achei que o time do Grêmio jogava bem apesar do Roger e não por causa do Roger.

    O trabalho do Renato pra mim só confirmou essa teoria. Enganou a imprensa criando uma novilíngua com termos esdrúxulos como “terço final”. Nunca vou esquecer a vez que quase joguei o rádio pela janela (e quase me joguei junto) quando depois de uma daquelas derrotas ridículas para Ponte Preta ou Coritiba o Roger veio na coletiva e disse: “fulano é um ZAGUEIRO DEFENSIVO”

    Nunca vi “treinador” mais teimoso e com pior leitura de jogo. Não dou 2 anos para estar treinando o Novo Hamburgo ou o Zequinha.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Deny, concordo em parte, pois ainda acho que nada é mais propício que ”o tempo e o vento” para que as coisas possam se ajustar, e o Roger é inteligente.
      Por isso, acho que ele realmente tem um futuro brilhante pela frente se abandonar suas frases de efeito com tantas teimosias, pois suas teorias são factóides.

      • gilberto

        Não se pode esquecer que com Roger o time era uma peneira na bola aérea, era um atrás do outro e ele não corrigia, além de ser muito teimoso, não me agrada técnico que gosta de ficar inventando para se consagrando, se acham mais importante que o time e Roger me parecer ter esse perfil.

  • Ab104598

    O time do Grêmio foi montado pelo Felipão, o Roger deu liberdade para os jogadores jogarem o que sabem, e o Renato corrigiu alguns pontos.
    Para mim, o Roger não “fez o time da posse de bola”, ele deixou os jogadores com essa características exercerem a mesma e colocou o Douglas numa posição onde ele pensava e não se desgastava.

    Pra mim ele ainda não está pronto para ser treinador, ele não precisa um “espinosa” ajudando, ele precisa, mesmo, passar mais alguns anos como auxiliar, poderia ser o auxiliar do Renato, isso sim seria interessante para ele.
    Treinaria o time, e veria como gerir o grupo e decidir as coisas, o Tinga uma vez comentou em um programa… Muita gente sabe de futebol, entende e tal. Agora, decidir no futebol, é para poucos.

  • GremioSempre

    Querido Ilgo , baita texto,agora ao final o Roger se botar em time de série Bi e do jeito que tá é suicídio e fim de carreira , acho brabo pras bandas do aterro a ladeira é ingrime .

  • Lucas Eduardo Pavão

    Mudando um pouco de assunto, mas hoje meu filho estava vendo no Futpedia os dados sobre Grenais e verificou que em Brasileiros nós temos vantagem. Por curiosidade eu fui olhar e vi que a década de 70 foi terrível também em Grenais pelo Brasileiro, nossa primeira vitória foi lá em 77 (ano que nasci), eu tinha que ser Gremista kkkk, mas pergunto ao Senhor Ilgo ou alguém que saiba, porque nesta bendita sequência só se jogava no Beira-Rio? Ai além dos caras terem um timaço ainda jogar sempre em casa, é natural que tenha vantagem, tanto que a partir do momento que se passou a ter jogo na casa de um e vice-versa não só equilibramos como passamos a frente.
    Eu sempre falo que Grenal em Gauchão não se deve levar muito em conta, pois ai sempre as Arbitragens padrão Noveletianas garantem uma invencibilidade para os Vermelhos, sempre falei pra ele que em jogos fora do Campeonato Gaúcho levamos vantagem, por isto ele foi verificar. Outro fator que pesa em minha opinião é que no período de 80 a 84, quando estivemos muito acima, não houveram clássico no CB, ou seja, estas coisas explicam tanto desta vantagem deles em Grenais, além claro de contabilizarem amistosos.

  • GremioSempre

    Querido Ilgo, baita comentário mas sobre o Roger na série Bi ….. Não iria se meter nesta ainda mais em time do beira lago mas fácil ele treinar qualquer outro time. Abraço

  • GremioSempre

    Ilgo boa noite deixei duas vezes comentários e foi deletado … Será que deixei de digitar algo?

  • Fabricio Böck

    Acho Roger bom técnico, começou uma nova era no grêmio, é gremista assim como Renato, mas ainda lhe falta aquela cosita mas, um pouco mais de vivência no futebol que os anos trarão, Renato já passou por isso é está sabendo lidar com o momento.

  • Gustavo Medeiros

    Olha, eu sou da opinião que o inter fará bem para o Roger e o Roger fará bem para o inter.

    Ele está precisando treinar um time menor, ele pulou muitas etapas, precisa dar alguns passos para trás antes de avançar novamente.

    A cobrança e nível de competitividade da série B, é muito baixa. Ele poderá ousar e inventar algo revolucionário no futebol mundial.

    Ele conhece bem o time do inter, até porque soube enxergar os pontos fracos e aplicou 5 a 0 no inter, sendo que o Grêmio ainda perdeu pênalti.

    A imprensa do RS o idolatra e ele é uma espécie de guru e orador sobre futebol que dá ibope e quase todos gostam de escutar. Mesmo que ele esteja falando de volantes que precisam marcar e saber jogar e você está escutando algo como “jogadores que ocupam o segundo terço do campo com características mais defensivas, sem abrir mão de ocuparem o terço final com amplitude e angulamento das ações no penúltimo passe”.

    Isso ai. Acho que dá liga.

  • Deny Camargo

    Só eu sonho em ver o Roger treinando o inter? Seria a versão gremista do cavalo de Troia kkkkk