Roger Machado sinaliza fim de um ciclo

O técnico Roger Machado teria colocado o cargo à disposição depois dos 4 a 0 em Curitiba.

Eu mesmo sugeri, aqui neste espaço, que ele, como bom gremista, fizesse isso para o bem do clube. Roger fez a sua parte. Mostrou que é um bom gremista. O pedido não foi aceito.

Nesta noite, em Campinas, outra atuação deprimente. Levou 3 a 0. Nos últimos cinco jogos, três derrotas fora de casa, sendo que duas por goleada diante de equipes medianas, e dois empates em casa. 

Não há nada no horizonte que sinalize para uma melhoria. Nada. Pelo contrário, a maionese desandou. Não tem mais salvação.

E escrevo isso com amargura, porque Roger foi uma luz no cenário de penumbra que vivia o Grêmio na no período Felipão.

Foi com Roger que o Grêmio chegou a empolgar não apenas a torcida gremista, mas todas as torcidas pelo beleza e eficiência de seu futebol.

Provocou muita inveja, muito rancor dos adversários, mas houve também reconhecimento. Não durou muito tudo isso.

Mas durou o suficiente para o Grêmio, com Roger Machado no comando, proporcionar uma das maiores alegrias deste século ao torcedor gremista: os 5 a 0 sobre o Inter.

Então, é com tristeza que vejo o ciclo de Roger terminar. 

Não há muito a escrever sobre a derrota diante da Ponte Preta. 

Apenas registrar que falta qualidade, mas a qualidade que hoje existe no clube não é inferior a da Ponte Preta, nem a do Coritiba.

Roger Machado, ao que parece, embaralhou suas convicções, não encontrou outros caminhos para superar adversidades e acabou se perdendo nos labirintos que o futebol cedo ou tarde reserva a todos.

Então, no momento em que escrevo, minutos após outra humilhação, Roger deve estar pedindo as contas, agora de maneira mais enfática.

Dificilmente a direção recusará esse pedido.

Uma pena. Mas a fila anda. E no futebol não anda, atropela.

Se gostou, compartilhe!

  • Arthur J

    Também lamento a saída do Roger, pelo seu potencial, mas era visível que ele parecia perdido e sem forças para reagir.

    Talvez com uma direção de futebol melhor (e mais preocupada com o Grêmio do que com política e vaidade) a coisa não teria desandado tanto.

    Mas agora é tarde.

  • Rogerio

    Ilgo,
    Espero que o Grêmio mantenha o conceito, que troque as pessoas mas mantenha a ideia.
    Gosto de treinadores emergentes, a minha sugestão são Guto Ferreira ou Eduardo Batista

    • Fábio Viana

      Gordiola não dá. Treinador que coloca Muriel de goleiro titular não pode treinar o Grêmio.
      Eduardo Batista acho uma boa, pesa contra a péssima passagem pelo Fluminense.

      Meu sonho é ver Marcelo Bielsa na casamata tricolor.

    • Luis Augusto Waschburger

      Bah, velho, Guto Ferreira é emergente há uns 10 anos…

    • Ilgo Wink

      Bah, Guto não. Até porque já não cozinha na primeira fervura

  • Marcio Luiz

    Eu tb acreditei que Roger iria dar certo e me empolguei com o início. Mas esse ano foi desastroso. Nem gauchão e Primeira Liga q eram competições fáceis chegamos. Libertadores e Brasileirão demos vexame. Não dá pra botar a culpa na política ou de não haver continuidade.

    Roger tem um time com 5 jogadores de selecao: Grohe, Bolanos, Geromel, Luan e Walace. Tinha Giuliano no primeiro semestre tb. Praticamente meio time. E joga menos q Coxa e Ponte. Na verdade leva um baile.

    Tem outros bons valores na base como Iago na esq, Raul na dir, kaio e tontini, mas sempre insistia com Ramiro, MO, Fernandinho, Bressan e wallace oliveira.

    Infelizmente perdeu o controle, a soberba foi maior, mas teve a coragem de pedir as contas. Boa sorte na caminhada. Valeu.

    • Fábio Viana

      O que faltou ao Roger foi direção de futebol. Só trabalhou com amadores paraquedistas.

      O projeto era mesclar jovens promissores com jogadores experientes. O problema é que os experientes eram MO, Douglas e Maico, tudo perdedor sem história vencedora na carreira.

  • Fábio Viana

    Concordo que Roger se perdeu no meio do caminho, mas nossos problemas são maiores.
    Passa por uma reformulação de parte do plantel. Quem deveria dar experiência ao grupo demonstraram-se jogadores incipientes, de qualidade duvidosa e sem as características anímicas típicas do tricolor, sendo direto, são uns molengas.
    Este grupo tem um bom nível de qualidade, frente ao demais, porém lhes faltam o espírito aguerrido e platino que o clube e torcida querem, e isso em certos momentos faz diferença, principalmente em jogos de mata-mata.

    Acredito que a preparação para 2017 deva começar agora, reformulando e profissionalizando o Depto. de Futebol, definindo um treinador efetivo e não um tampão e que o trabalho seja única e exclusivamente visando preparar 2017, afastando aqueles jogadores insuficientes e colocando os jovens para já irem ganhando experiência e se podendo avaliar quem tem bola para permanecer para o ano que vem ou quem careça de melhor preparação, seja física ou psicológica. Pois acredito que cada jogador tem o seu tempo para entrar no time.

    E o mais importante, passar a mensagem clara para a torcida do que querem para este restante de 2016 e para o ano de 2017. Não adianta vir com o papo furado que vão buscar vaga na LA e título da Copa do Brasil, pq a torcida sabe que este grupo já demonstrou que não tem condições.

    Então, que o presidente seja sincero e realista com a torcida.

    Que dia para comemorar 113 anos, triste, sem perspectiva e sem esperança.

  • Robert Plant

    O importante é que foi um bom aprendizado.

    • Detective

      Como diria o Róger. Como diriam os atletas: “O grupo está de parabéns.” Como diria o RW: “Quinze anos é pouco.”

  • Marcos lena

    Se foi o Boi com a corda. Romildo esta com os dias contados. Na eleição os sócios vão mudar a direção, pode crer. Não tenho lado, mas o ultimo campeão foi o Odone, de la pra cá muita esperança e pouca alegria, não é mesmo ? Eu não aguento mais ver MO, Douglas, Negueba, Ramiro, Bolzan, Roger. Devolvam o nosso Grêmio. PQP. Se brincar nem o Ilgo se elege por estar na Chapa da situação.

    • nelsongz2

      O último presidente campeão foi o Duda, em 2010, e não o Odone.

      Na tua lista de jogadores eu incluo o Capitão Depressão, que fica mais tempo machucado do que jogando, além da lentidão em campo.

  • Daniel Scherer

    Infelizmente demorou demais para acontecer. Era visto a olhos nus que o Roger já tinha atingido o seu limite. Faltou direção de futebol para dar respaldo no vestiário e acabar com a confraria do barba roxa??? Sim faltou. Mas o treinador contribuiu demais para chegar onde estamos. Desde janeiro não conseguiu corrigir a bola aérea defensiva, não temos uma jogada ensaiada, nosso escanteios são uma vergonha. Isso é treino, apenas treino, qualquer treinador de várzea sabe como corrigir estes aspectos. Então Roger tem seus pecados sim, assim como seus méritos. Problema é que chegou a hora que a balança pesou demais contra ele.
    Agora, tem coisa podre no vestiário e não passa só pelo treinador a correção de rumo. A declaração do Geromel ontem depois do jogo foi grave, é preciso urgente identificar o que está ocorrendo, senão corremos um risco muito grande de acabarmos o ano disputando outro tipo de vaga.
    Para treinador acho que Eduardo Batista seria um bom nome, mas ouvi que ele já está acertado com o Corinthians para 2017. Poderia ser o do Rosário Central, mas a questão de adaptação e entendimento (por causa do idioma) neste momento acho que treinador estrangeiro não é o ideal. A menos que fosse um que saiba se comunicar em português (Arce, Aguirre, Sabella)

  • Dilamar Costenaro

    A tempos que venho falando, o Grêmio é um Juventude com cores diferentes, mas com a grandeza e o futebol da mesma série, “D”.

  • Robert Plant

    Eu acho que a montagem do elenco para 2017 deve começar por MO, Maicon e Douglas. Devem trazer de volta Werley, Bressan e Fernandinho. Além de buscarem Sheik, Dagoberto e Rafael Moura, o He-Man. O técnico deve ser Leão, Luxa ou Geninho! Para Presidente, Obino com Rafael Bandeira dos Santos de Vice de futebol.

    • Dilamar Costenaro

      O Sheik viria correndo, se juntaria as 16 gangues que tem no Grêmio, e venderiam bastante drogas nos jogos e nos treinos, é um lucro a mais, Bolzan ficaria satisfeito, mais grana no “cofre”.

    • Tu pensa que está sendo irônico. Mas esse time é melhor do que está jogando. O problema é que torcedor gosta de teses. Bom é o que não joga. Um time que tem Pedro Brocha, Neguebas, Guilherme Tropeço, Cebolinha corre-corre, e o cara quer tirar sarro do He-Man e do Sheik. Não te preocupa esse pensamento é da maioria gremista, corroborado pelo Conselho e que se reflete nas digníssimas diretorias que montam elencos como a cara deles. E outra, as categorias de base é de chrar, os meninos sobem sem ao mínimo saber chutar uma bolae pra piorar com os times caóticos montados afundam junto.

      • Detective

        Júnior Chávare e companhia.

  • Dilamar Costenaro

    AHHHH desculpem esqueci de mencionar, O ÚLTIMO QUE SAIR APAGUE A LUZ!

  • Serrano

    Troca de técnico a treze rodadas do fim do Brasileirão.
    Jogadores dando declarações indiscutivelmente infelizes.
    Corneta entre dirigentes.
    O mandatário Máximo acumulando as funções do Futebol.
    Retrocesso crescente rodada após rodada.
    O time com o melhor ataque do Brasil não consegue mais nem chutar a gol.

    O cenário não é desolador ou deprimente. É preocupante.

    Em tempo, feliz aniversário ao Grêmio e aos gremistas.

  • Fábio Viana

    Quem tiver tempo, dá uma olhada nos melhores momentos do jogo de ontem, feito pelo canal do youtube +Lancestv.
    https://www.youtube.com/watch?v=BFpobB-cKzA

    Destaque para os lances do Marcelo Oliveira. Deprimentes e vergonhosos.

    • Fábio

      Só o Tite não vê as qualidades dele!

    • Detective

      SABE POR QUÊ? NÃO TEM CORAGEM NO FUTEBOL DO GRÊMIO.

  • Ricardo de Cruzeiro

    Um pouco antes do nosso jogo,ví o Enderson ou Ederson, do América,até hoje não sei o nome certo do dito cujo.Porém lembro perfeitamente que um dia nos aplicou o 171 com seu futebol moderno,com suas teses.Por que,assim do nada, lembrei-me disto?Porque acho que passamos pelo mesmo conto do bilhete? Parece impossível alguém cair no conto do “treinador” premiado ?Fique uns quantos anos na seca e veja como é fácil ser ludibriado.Então o que passou,passou.Cuidado com o que vem pela frente.Sem “pojetos “,sem futevôlei no Rio,sem família no vestiário,sem teses e teorias.Dificil?Te vira chapa 4.

    • Ilgo Wink

      Ricardo, não me lance esse desafio, a bronca é grande.
      Até porque minhas chances de eleição agora ficaram muito reduzidas.

  • Fabio Scheffer

    Roger foi vitima das expectativas de um clube ávido por um grande titulo a 15 anos, de uma direção perdida em rixas politicas e “entendedores de futebol” que avaliam errado e contratam ainda pior, e principalmente dele mesmo.

    Sinceramente não tinha como dar certo uma relação que começou a mais de um ano, e que trouxe um sopro de esperança no inicio, dar certo com um trabalho que acabou perdendo tudo que disputou muito por teimosia, erros estratégicos e até uma certa soberba do nosso treinador.

    Tiago falhando no gol ano passado e sendo mantido, a dupla Fred/Bressan jogando no lixo nosso 1º semestre com aval do treinador e agora a insistência com M.Oliveira, a imagem dessa campanha ladeira baixo, são argumentos mais do que suficientes pra comprovar que o Roger ainda não estava pronto e talvez demore mais do que a gente imaginava pra ficar.

    Que Roger reflita e aprenda com os erros em casa, e que o Grêmio contrate um treinador tampão atá o final do ano não cometendo loucuras em nomes como Renato Portaluppi ou Adilson Batista.

  • Fábio

    Foi apenas coincidência a saída do Giuliano e a decadência do time na tabela? Sorte que já estamos perto da faixa dos 45.

    A cara de bunda do Wallace pós Olimpíada também contribuiu para a desgraça, assim como o infeliz do Marcelo Oliveira.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Fábio, com Giuliano no time, nós perdemos TUDO o que disputamos, 2 gauchinhos, 1 Liga Sul, MG, RJ, 2 Copas do Brasil, 2 brasileiros e uma Libertadores.
      Ele apenas fazia as orações no vestiário e após cada gol puxando todos para de joelhos, abraçados levantar os dois dedinhos insinuando que não era ele quem jogava no Grêmio, era DEUS.
      Giuliano e Marcelo Grohe não tem cabelo no peito para vestir a camisa da seleção brasileira, e foram pra lá apenas por politicagem do Tite com o nosso estado do RS. FATOS.

  • Detective

    Ilgo e amigos:
    Observem as propagandas do Grêmio na Rádio Grêmio Umbro: “.. a marca que trAZ AR alfaiataria…”
    A propaganda do Gatorade é horrível.
    O hino do Grêmio tocado em homenagemn ao aniversário, em nossa rádio oficial, diz em um dos versos: “Nós SOMOSbons torcedores,…

  • HENRIQUE MARTINS

    Enquanto permanecer esta divisão política dentro do clube, nada mudará.
    O clube só tem a perder.
    Pelo andar da carruagem “a fila” vai longe.
    De nada adianta debater sobre jogadores, técnicos………alguns irão ser campeão, mas em outros clubes, menos no Grêmio.
    Hoje, cancelei o pay-per-view.
    A paciência se esgotou.
    Comparando, tem sido pior que os anos 70.
    O GRÊMIO HOJE EM DIA É UM CEMITÉRIO DE JOGADORES E TÉCNICOS.

  • Ricardo de Cruzeiro

    Vitória!Quando Deus fecha uma porta…abre uma janela!

  • Fábio Viana

    MEDO!

    http://globoesporte.globo.com/rs/futebol/times/gremio/noticia/2016/09/com-alvo-preferido-gremio-se-fecha-para-anunciar-sucessor-de-roger.html

    Bolzan diz que quer anunciar no inicio da semana e a reportagem informa:
    “Antonio Carlos Zago está focado no jogo decisivo da equipe de Caxias do Sul contra o Mogi Mirim, domingo…”

    Palpite:
    Se Juventude cair fora, que é bem provável, acho que vem o Zago. Daí só resta rezar.

  • Alexandre Galiazzi

    Nosso jogo de domingo pode definir o próximo comandante. Uma vitória nossa pode derrubar Levir Culpi… e eu gostaria de vê-lo em nossa casamata.

  • Arthur J

    Estão falando do Espinosa de Coordenador técnico e Portaluppi de técnico.

    Espinosa pode ser uma boa (tivesse vindo antes, talvez estivéssemos numa situação melhor e ainda com o Roger).

    Renato é aquela coisa. É mais adorador de bruxo que o próprio Roger, e seu último trabalho aqui foi de doer, apesar da boa campanha, era um futebol sofrível (parecia o inter do argel, antes da derrocada).

    Enfim, não me empolga, mas acho que o ano está perdido mesmo…