Renato renova e começa a montagem do time

Confirmado Renato Portaluppi como treinador, vamos agora à montagem do time para enfrentar um ano de Libertadores. 

Vamos ver se Renato é bom também como técnico de um ano inteiro, começando a temporada e, portanto, em melhores condições de mostrar suas qualidades.

Há quem acredite que Renato é técnico de tiro curto. É que vamos ver. Como disse o empresário dele, em cinco jogos tudo pode mudar. Dependendo dos resultados, ninguém lembra que o treinador é o mesmo que acabou de vencer uma grande competição.

Em 2011, Renato também começou como treinador, mas sem o apoio pleno da diretoria como acontece agora. Perdeu o Gauchão, num jogo em que o Centroavante Pigmeu cobrou um pênalti acertando o pipoqueiro que passava fora da Arena. O mesmo que foi expulso na Libertadores com poucos minutos de jogo, deixando o time na mão e prejudicando o trabalho de Renato.

O que eu vejo é desta vez Renato terá todo o suporte necessário para acertar e se consagrar também como um técnico de tiro longo. Capacidade ele tem para isso. Resta saber se ele quer mesmo levar sua carreira a sério, com total dedicação – sim, com pausas para um banho refrescante no Leblon, que ninguém é de ferro.

Levo fé no Renato e no trabalho comandado pelo presidente Romildo.

O presidente e sua diretoria já acenam para reforços de qualidade, um atacante ‘fazedor de gols’, por exemplo.

Penso que as contratações devem ser cirúrgicas, nada de ficar amontando jogador mediano.

Penso que o time precisa de dois bons laterais para disputar posição e quem sabe assumir a titularidade.

Para manter o esquema atual, se faz necessária a contratação de um ‘outro Douglas’. Lincoln, que poderia ser esse jogador, ainda precisa evoluir muito.

Eu investiria em Éverton Ribeiro. 

Tentaria, também, o Marinho, do Vitória. Diego Tardelli é outro nome a ser pensado.

Enfim, com mais dois ou três nomes de peso o Grêmio encara bem a Libertadores. Isso se não negociar Luan e Wallace, por exemplo.

No mais, acredito na capacidade de Renato para indicar jogadores. 

Em 2013, ele indicou apenas um jogador: Rodolfo, zagueiro que deixou saudade até o surgimento de Geromel.

Se gostou, compartilhe!

  • Fábio Rübenich

    Ilgo. A saída do Jonas logo no início de 2011 (logo após ser vaiado pela Social durante um jogo no qual marcou DOIS GOLS gols contra o Zequinha) ESTRAÇALHOU o time do Renato. Todos sabemos que o André Lima só virou artilheiro por causa do Mestre Jonas. A engrenagem ficou comprometida.

    • Ilgo Wink

      Realmente, perder Jonas foi um golpe. Ele consagrou o André Lima, que ganhou a vaga de Borges
      A direção não se esforçou para trazer alguém para o lugar

    • Nelson Zambrano

      Fábio, eu era e sou grande admirador do Jonas, mas só reclama das vaias que ele recebeu quem não estava no Olímpico quem não estava lá.
      Eu estava e vaiei, mesmo sendo um torcedor que raríssimas vezes vaiou jogadores do Grêmio com o jogo em andamento.

      O que ocorreu naquele jogo foi que o time estava pregado em campo, mas toda a torcida estava compreendendo, pois era a primeira partida do ano.
      Segundo tempo, o Grêmio perdendo o jogo por 1 a 0, Maylson erra mais uma jogada e é vaiado por uma parte pequena da torcida. Ninguém mais havia sido vaiado.
      Jonas faz dois golos e vira o jogo. Obviamente a torcida vibrou.
      Acho que foi após o primeiro gol ( mas pode ser que tenha sido após o segundo) que aconteceu algo que eu nunca havia presenciado no Olímpico. Ao invés de comemorar o gol, Jonas pegou a bola e chutou com violência contra as sociais, num ato de desrespeito ao Grêmio.
      A torcida, que vibrava e comemorava , parou e deu a maior vaia que eu vi um jogador do Grêmio tomar no Olímpico.

      Vaia merecida, pois nenhum jogador está acima da instituição Grêmio.

      Na minha opinião, Jonas fez o que fez porque já tinha decidido sair do Grêmio.

      • currachitas

        A maior vaia foi para o Pilantra em um Grêmio x flamerda

        • Nelson Zambrano

          Deve ter sido, até pelo numero de torcedores presentes. Eu estava viajando e não fui a este jogo, mas aí se tratava de vaiar um jogador adversário, traidor do Grêmio.
          Eu falei na maior vaia que um jogador do Grêmio levou. Jogador, goleador e ídolo, naquele momento.

      • Luis Augusto Waschburger

        Perfeito o relato.
        Eu também estava lá.
        Jonas realmente já tinha decidido sair.
        Acho que este jogador é superestimado.

        Entre os nomes citados, prefiro Calleri ou Marco Rubem.

      • Ilgo Wink

        Bem lembrado. Sem esquecer que a direção, meses antes, tentou trocar Jonas pelo lateral Vitor, do Goiás, que não aceitou.

      • Fábio Rübenich

        Já eu sou da opinião que vaia para o time ou para algum jogador DURANTE O JOGO é injustificável, além de ser ridículo. Desestabiliza ainda mais quem já está jogando mal. Por essas e por outras é que deixei de ir com freqüência ao estádio. A corneta burra ao redor me irritava muito.

        • Eduardo

          Ó ser supremo perante ao qual sou um ridículo injustificável, fale mais sobre como é ser um ser superior, possuidor de inteligência elevada, e condenado a cohabitar o Planeta ou um estádio de futebol, com pessoas de inteligência inferior, burros mesmo, imagino que deva ser extremamente irritante, a ponto de abandonar as idas frequentes ao Grêmio, lamentável!

          • Fábio Rübenich

            Não é fácil… Nem um pouco.

            Mas também tem suas vantagens. No estádio hoje em dia só podemos beber álcool fora das suas dependências — a não ser dentro dos camarotes, onde o preço do ingresso está fora do alcance mesmo de seres superiores.

            Já em casa, sentadão no sofá, o trago é livre. O que não deixa de ser perigoso, já que o uso abusivo de álcool prejudica a avaliação do que realmente está acontecendo dentro das quatro linhas.

            Grande abraço!

  • Fabio Scheffer

    Nessa história de montagem de time e contratações para 2017 só digo uma coisa:

    HERNAN BARCOS NÃO !!!

    O Grêmio não pode retroceder como time trazendo um medalhão decadente, que até fez seus golzinhos, mas nunca foi decisivo ou valeu o custo que tinha quando jogou no tricolor.

    Tardelli (meu preferido pelo estilo de jogo),
    Jonas (vem de lesão, porem até pouco tempo fazia muito gol),
    Calleri (banco no West Ham, mas com muito potencial)
    Marco Ruben (um aipim refinado)

    Esses 4 são exemplos de atacantes de 1ª linha que apesar de caros podem ter alguma possibilidade de negociação e acrescentariam um “algo a mais” no ataque do time.

    • Ilgo Wink

      BARCOS NUNCA MAIS

    • Arthur J

      Borja do Atlético Nacional…

  • Querubini

    Prefiro que mantenham Luan e Wallace no time. Chega de vender “Douglas Costa” para pagar salário de Barcos, Kleber Gladiador e Morenos contratados a peso de ouro.
    Além disso, penso que Renato deu certo agora muito também pelo suporte do Espinosa.

    • Fabio Scheffer

      Manter o Luan e o Walace seria sensacional, mas como já ouvi em entrevistas da própria direção ambos estão bem valorizados e devem receber boas propostas do exterior.
      Aí não tem né meu velho, o jogador e seu staff forçam uma venda e para o clube só resta fazer o melhor negócio e trazer boas reposições.
      A direção já foi fodona em mante-los pós Olimpíadas !!!!

    • Ilgo Wink

      é difícil que o Gremio não venda pelo menos um desses dois citados.

  • Tito Ortiz

    Quero nomes! Sugestoes! Marco Rubem? Tardelli? Pratto? Rafael Marques? Barcos? Maxi Lopez? Jonas? Alguem tem mais nomes?

    • Eder

      Gignac.

    • GersonSSA

      Rafael Marques

  • Rezende

    Sem qualquer contratação já há coisas preliminares que eu ESPERO que a dupla RENATO/ESPINOSA faça de imediato nesta pré-temporada gremista:

    ALTERNATIVAS de formação para a falta de Marcelo Oliveira e/ou Douglas SEM ALTERAR O ESQUEMA DE JOGO !!!

    Primeiro sem MO, TESTAR Kannemann como lateral e a zaga ser formada com Rafael Thyere e Geromel. Minha dúvida é se Rafael Thyere pode jogar na esquerda pois ainda não o vi jogar na esquerda. A princípio o Geromel seria uma opção mais segura na esquerda onde já jogou (BEM) com Rodolfo. Imagino uma ALA ESQUERDA quase inexpugnável com Kannemann e Geromel. Rafael é melhor zagueiro que WR e Fred reunidos…
    Precisa apenas que confiem nele ao invés da preguiçosa opção preferencial pelo mais cascudo.
    E também como ALTERNATIVA espero que MO volte a treinar como VOLANTE E SEJA CAPITÃO num planejado time alternativo MISTO que logará eventualmente as partidas das competições paralelas ao longo do ano.

    Escolher um substituto FIXO E DE MESMA FUNÇÃO de Douglas é algo que o Grêmio não enfrenta ou resolve a dois anos. Se há algo que eu não queira mais é que o Grêmio tenha um substituto DEFINIDO do Maestro pifador, estou CANSADO de vê-lo se arrastando em campo no segundo tempo em jogos mais puxados ou ser substituído por um atacante ou um volante desfazendo o esquema de jogo (com Roger e Renato).
    O Grêmio tem de fazer no início do ano um VESTIBULAR para reserva do Douglas:
    Bolaños, Lincoln, Tontini ou mesmo Max Rodriguez se o Grêmio retorná-lo.
    É INDECENTE E IRRESPONSÁVEL o time titular do Grêmio continuar com esta LACUNA em sua equipe.
    Na frente tem se que dar mais chances de testar o Batista que tem chute e POTENCIAL antes de sair a feira para comprar AIPIM VELHO E CARO e dar um dá ou desce para o Negueba, Henrique Almeida e o Guilherme Rato todos quase inúteis…
    No meio continuar trabalhando forte os fundamentos com o Walace que melhorou muito na reta final da temporada na aproximação vindo de trás como homem surpresa na área e de chutes de entrada da área que se não resultaram em gols gerou muitos lances de perigo. Lapidá-lo ainda mais como POGWALACE. E os guris Guilherme Amorim (em alta), Kaio, Jaílton e Moisés tem de compor um meio defensivo FORTE para as muitas competições paralelas que teremos em 2017.

    • Ilgo Wink

      Uma opção para Douglas , de alto nível, deve uma das prioridades

      • Fabio Scheffer

        O que acha do CÍCERO do Fluminense Ilgo ???
        Não é um meia clássico como o Douglas, mas joga em praticamente todas do meio pre frente sempre com boa qualidade. E ah, já foi jogador do Renato.

  • Fabio Scheffer

    Li agora que o Fluminense tá colocando o meia CÍCERO em um possível negocio com o São Paulo.

    Acho que esse seria um reforço interessantíssimo pra fazer a reserva do Douglas (apesar de não ter as mesmas características) e compor o elenco já que joga também de 2º volante e atacante de lado, sempre com boa qualidade.

    Abre o olho direção !!!

    • Rezende

      Que tal devolver o Walace Oliveira pro Fluminense pelo Cícero ???
      HE HE brincadeirinha, com certeza essa não cola…

  • Fábio Viana

    Em uma possível venda, prefiro que Walace seja vendido, e como sou um entusiasta de jogadores formados no clube, confiaria em Jailson para o lugar dele. É rápido, tem mobilidade(importante no futebol atual), bom passe e muita disposição, acredito que dará conta do recado.

    Lembro aos amigos que este ano teremos uma LA inédita, com jogos durante todo o ano e levando em conta a fragilidade econômica do futebol sul-americano frente a Europa e China, é bem provável que teremos “duas” Libertadores. Uma antes da janela de meio de ano e outra após o encerramento desta.
    Portanto, além de contratar, será preciso resistir às investidas estrangeiras e manter possíveis destaques, para que se consiga manter o desempenho e buscar o título dessa LA.
    Também será interessante assistir como os times irão se planejar, para uma competição com duração mais longa, já que até ano passado se jogava 14 jogos em cerca de 5 ou 6 meses e agora esses mesmos 14 jogos serão diluídos em 10 ou mais meses.
    Aquela história de poupar jogador no regional e início de Brasileiro, para recuperar depois, terá que mudar.
    E se o time estiver disputando o título do BRA2017 e ao mesmo tempo jogando as fases eliminatórias da LA, como poupar? E o desgaste das viagens longas, tanto no BRA quanto na LA para os times Brasileiros, como fazer?

    Ou seja, amigos, mais do que nunca o grupo de jogadores que antes era importante para ganhar o BRA, será ainda mais importante para quem disputará SÉRIE A e LA em 2017.
    Grêmio deve priorizar a qualidade na avaliação de uma possível contratação para 2017. Creio que necessitaria de uns 2 para titular e mais uns 3 para compor.

    Abraços.

  • A fila anda

    Barcos é bananeira que já deu cacho. Na época fez seus gols, não decidiu nada, mas, para ser justo, até três/quatro meses atrás, ninguém decidia nada pra gente. Agora a chave virou e a fase é outra.
    O Grêmio deveria apostar em algum atacante mais jovem e promissor. Atacante velho/rodado no futebol rápido e físico de hoje só atrasa o time.
    Manter o Wallace ou o Luan seria fundamental para o ano. Um deles, pelo menos, infelizmente, será vendido.

  • GersonSSA

    Barcos, acompanhei a trajetória no Grêmio, ele queria todas jogadas passando por ele, intimidava os jovens que vinham da base com reclamações acintosas dentro de campo caso o passe não fosse para ele, fiquei com a imagem de um jogador desagregador de grupo. Fez os gols deles, mas o resto do time intimidado não produzia.