Reforços do Grêmio e a República do Aipim

Renato Portaluppi e Valdir Espinosa. Eu respeito essa dupla. Respeito mesmo. 

São dois gremistas, dois profissionais vencedores. 

Então, se eles indicam/aprovam Kayke, em princípio eu apoio, tento entender. É mais um jogador de trajetória opaca que o Grêmio tenta recuperar para o futebol mundial. A tendência é que se trata de uma aposta furada, mas no futebol tudo é possível, ou quase tudo (vou morrer sem entender a contratação de Vitinho, que Roger ainda colocou a jogar). Então, quem sabe Kayke mostra ao mundo um talento até hoje oculto?

Se Renato e Espinosa aprovam, quem sou eu pra questionar? 

Agora, mais difícil de engolir é esse novo Loco Abreu, o Gabriel Fernandez, que o Grêmio tanto se esforça para contratar.

Quando alguém (acho que foi um jornalista uruguaio) comparou esse jovem atacante do Racing ao Loco Abreu logo me veio à memória aquele lance em que o uruguaio, um dos piores centroavantes com griffe que vi jogar, enterrou o dedão direito no chão ao cobrar um pênalti no Olímpico. Outro Loco Abreu é demais pra mim que sobrevivi aos anos de chumbo para os gremistas (a década de 70), e à tardia internacionalização do Internacional.

Pode dar certo? Pode, claro. Assim como eu posso ganhar uma megasena a qualquer momento. 

Vou repetir o tenho escrito aqui e nos tempos do Correio do Povo: uruguaio (ou argentino) jovem e talentoso vai pra Europa, não fica aqui para o terceiro mundo usufruir. Se ele fosse bom de verdade estaria no futebol europeu, ou chinês, ucraniano, etc.

Os exemplos estão aí, alguns ainda aqui muito próximos.

A vinda de Raul Rodriguez reafirma que aqui vivemos a ‘cultura do aipim’. Já fui um fã do atacante aipim (em SC eles dizem cone), mas pelo tipo de jogo que o Grêmio pratica não há lugar para um centroavante de carteirinha.

Estamos perto de reviver a situação provocada por Bobô, que levou o técnico Roger a se perder.

Até recentemente eu ainda aceitava um aipim para entrar faltando 10 minutos. Hoje, não mais.

Se um jogador não serve pra começar um jogo, menos ainda para resolver um jogo em poucos minutos, ainda mais se o time não está vocacionado a explorar as ‘virtudes’ comuns aos aipins, essa espécie em extinção no planeta.

Menos aqui na República do Aipim.

EM TEMPO

Kayke não vem mais. Empresário não cumpriu o acertado anteriormente e o Grêmio o mandou em frente.

Parabéns. 

Se gostou, compartilhe!

  • Fabio Scheffer

    Pior né Ilgo, é muito correr atrás de atacantes apostas tendo no grupo caras como Batista, além de outros camisas 9 para serem testados nas categorias de base.

    Certo agora é que o negócio Kayke já “afundou” a direção vai correr atrás de um atacante que realmente tenha condições de dar um upgrade no ataque, ou então é até melhor, mais qualificado, e mais barato, ficarmos com o que temos (Luan, P.Rocha, Everton, Miller e Batista).

    Quanto ao tal Gabriel Rodriguez, o “homem gol” de 15 gols em 61 jogos no glorioso campeonato uruguaio, é um caso a ser estudado.
    Gastar uma grana q o clube não tem em um jogador com um curriculum inexpressivo e “queimar” com isso uma das vagas de estrangeiro é muito estranho… e burro !!!

    • Ilgo Wink

      Fábio, é isso aí. se é pra contratar que seja gente com condições de titularidade.
      O Grêmio tem uma estrutura forte. uma base sólida, é só dar um toque de refinamento.

  • Ricardo de Cruzeiro

    Mas este”RAUL RODRIGUEZ”é um fenômeno!E aí vão contratar um tal de Gabriel Fernández…

    • Ilgo Wink

      Não sei de onde tirei esse Raul Rodriguez…
      Mas é tudo a mesma naba.

  • Nilton Oliveira

    Volto a dizer: se não for um jogador de movimentação do mesmo estilo dos que nós já temos, é perda de tempo e dinheiro ir atrás de mais um atacante.

    A lateral esquerda precisa de alguém. Os esforços tem de ser concentrados ali.

    • Rezende

      Tínhamos o Marcelo Hermes e o Junior e jogamos os dois no lixo por causa do TITULARÍSSIMO Marcelo Oliveira…
      Dois jogadores formados na BASE DO GRÊMIO por um volante dublê de lateral CASCUDO E FRACO.
      Esta ponho na conta do incensado Roger Machado e na do (graças ao Mano Menezes) ex-papa da base gremista James Freitas…

      SE o Grêmio passar a aproveitar melhor seus atletas da base a partir de agora, as pessoas vão ter de me dar razão que era DESTE gordinho sinistro um boa parte da RESPONSABILIDADE das dificuldades e fracassos que o Grêmio passou na última década desperdiçando talentos e vendendo a preço de BANANA excelentes jogadores formados no clube. Pela influência deste eminência parda INCOMPETENTE.

      Mais a diante quando (e SE) Benfica e São Paulo venderem Marcelo Hermes e Junior vamos ver o TAMANHO DO PREJUÍZO que Marcelo Oliveira, Roger Machado e James Freitas deram ao Grêmio como formador de jogadores. Este é o CUSTO de titular cascudo…

  • Pedro de Lara

    Portaluppi é vaidoso. Não só porque é um homem bonito (uiuiui), pelas 5.000 conquistas que ele mesmo contabilizou, mas também pela boa carreira de jogador que construiu – no Brasil – grande parte no Rio de Janeiro- e no Maracanã.
    Tenho minhas dúvidas sobre a manutenção do esquema-Roger, porque o fanfarrão, vaidoso que é, certamente vai querer implantar o seu esquema de jogo para tentar eliminar a sombra que o legado Roger deixou.
    E esse esquema, certamente contará com a centralização das jogadas pelas laterais, buscando-se incessantemente a linha de fundo e o cruzamento para o centroavante aipim.
    Não foi à toa que ele pediu… …um centroavante do tipo aipim.

    O problema não está nos estudiosos e suas palavras complicadas. O problema está nos não-estudiosos que insistem que o futebol é o mesmo desde sempre.
    Vide Wianey Carlet e Cacalo.

    E.T.: Repito. Não foi só coincidencia o Gremio ter conquistado a CdoB na ausência do Cacalo nos microfones e na vida do clube. Outro grande vaidoso, age nos bastidores para fazer valer sua visão do futebol.

    • Ilgo Wink

      Bem lembrado, ausência dos ‘ensinamentos’ de Cacalo ajudou

    • Arthur J

      O Espinosa é um cara estudioso e é alguém que o Renato escuta e respeita. Tenho confiança que essa parceria possa seguir dando certo.

      • Rezende

        Já até desconfio do Espinosa já que há quem diga que quem inventou o Kayke foi o Espinosa e que Renato só concordou…

        • Arthur J

          Pois é, quando surgem papos do Léo Moura a coisa começa a ficar tensa…

          Enquanto isso o vitória contrata o datolo e o Cleiton Xavier

          • Alexandre Sanz

            Não vejo nada de mais no Dátolo e muito menos no Cleiton Xavier, banco em seus times em 2016 e nunca vi uma só temporada em que se destacaram, já o Léo Moura, tem só a idade contra, pois é sem sombra de dúvidas um excelente jogador com destaque no flamengo e convocações (merecidas) para seleção brasileira.

  • Pedro de Lara

    E o lateral esquerdo????

    • Rezende

      Um tá no Benfica e o outro no São Paulo com o Ceni…
      Mas afinal é quase proibido criticar o MO no Grêmio…
      Todo mundo dentro do Grêmio acha que o Marcelo Oliveira é o cara, líder de vestiário, gente boa e titular ABSOLUTO.
      Deixa o anão Iago de reserva que não ameaça e dá tranquilidade ao TALIBAN…
      SQN…

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Rezende, meus respeitos, mas por absoluta coerência do Romildo, eu não estragaria um ambiente interno onde tens o Pedro Rocha, Éverton e Thyere ganhando 40 mil mensais dando um aumento de salário ao Marcelo Hermes que era um peão de fazenda reserva brucutu quebrador de bola que ganhava 25 mil e queria 110 mil para renovar porque fez um gol de empate no Fluminense na 1ª fase, e é a 3ª opção no Benfica na lateral esquerda.

        O Junior depois de subir ao profissional andava balançando a bunda, caminhando e pisando na ponta dos pés, além de não sair da noite e chegar atrasado em quase todos os treinos e ele conseguiu a proeza de não sair da reserva do, PASME, Joinville que caiu para a séire C, e só foi pro SP para saldar a última parcela de R$ 500 mil para quitar o passe do Maicon, pois não existe neste momento lateral esquerdo à nível dos grandes times do Brasil, só operários e sendo assim, vamos buscar na base e o SP não tinha outras alternativas e está sem dinheiro também.

  • Alexandre Sanz

    Eu penso ser importante existir no grupo de jogadores, um jogador que tenha características diferentes, mas para situações esporádicas, no caso do centroavante de área, seria útil para as seguintes situações de jogo: 1. Time perdendo e faltando 15 minutos para acabar o jogo (famoso abafa); 2. Jogo em um campo esburacado e ou embarrado (cada vez mais raros) exemplo o campo do Botafogo do RJ; 3. Enfrentamento contra um adversário com uma defesa explicitamente defeituosa na bola aérea, como a do Grêmio do Roger.
    Agora eu acho que um outro jogador deveria ser contratado, aquele meia que pega a bola e parte para cima, driblador e tenha VONTADE de jogar bola, é dificil encontrar, mas o Grêmio está “monitorando” esse jogador https://www.youtube.com/watch?v=879WnEYQfhI sei que por vídeo engana muito, mas acho esse vídeo bem feito e esclarecedor, vale a pena gastar 8 minutinhos.

    Abs

    • Currador do futuro

      Eu trocaria esse piá pelo Maxi Rodriguez no ato!

      • Ilgo Wink

        Se eu fizer uma seleção de lances e gols do Maxi Rodriguez…

        • Ilgo Wink

          Mas esse guri é bom, sem dúvida

          • Rezende

            Só um reparo, esta carinha bochechuda e branquinho NÃO ME ENGANA tem DNA e bola tipo do “craque Neto” tem de ser CONTROLADO na balança sem dó nem piedade… Senão vira outro fininho voador…

  • Arthur J

    Também sou contra o aipim. Não entendo essa paixonite de alguns gremistas (entre eles o ilustre Cacalo) por jogadores desse tipo.

    Nossos últimos 4 títulos importantes foram sem a figura do aipim:
    – brasileiro 96
    – Copa do Brasil 97
    – copa do Brasil 2001
    – copa do Brasil 2016

    Aliás, tirando 94/95, o Grêmio ganhou algum título com um centroavante aipim de titular?

  • Querubini

    Temo as indicações de cascudos amigos do Renato. Lembram do Carlos Alberto e o discurso que o Renato bancava?

  • Rezende

    Ilgo não relaxa ainda pois tem a nova estória do Renato pedir o Léo Moura…
    NÃO CONFIO nas pedidas do Renato. No passado era o Júnior Viçosa e a titularidade do Felipe Bastos que nos custou um Gauchão (dívida que o Portaluppi tem de saldar em 2017)…
    Tô em dúvida se o Lêo Moura é para reserva do Edilson ou titular da dupla de futevôlei do Renato…
    O Odorico devia cortar esta “indicação marota” do Renato com um simples “fala sério Renato” e IGNORAR…

    • Bernardo

      Gauchão??? “fala sério Rezende”. Sequer prêmio em dinheiro esse torneio de merda está pagando. Por mim, que escalem o time sub-12 nessa porcaria, e mande os jogos sempre na casa do adversário (muito caro abrir a Arena pra essa porcaria de torneiro do conselheiro-isento), e que fique se preparando pra Libertadores com torneios-amistosos (Primeira Liga e o outro aquele com uruguaios e etc), os quais são mais rentáveis, e, claro, esportivamente, mais úteis ao Grêmio.

      Gauchão???? Piada. Lamentável lembrança. Por favor…

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Acho muito melhor o Léo Moura com 38 anos do que Wallace Oliveira com 21 troteando, errando e levando caneta em todos os jogos.

      O Léo jogou 33 das 38 partidas do brasileirão, tem uma forte bola parada, bate faltas, tem um preparo físico bom porque se cuida, pode ser utilizado na meia, tem experiência e liderança de vestiário e veio para compor o grupo com um salário de R$ 50 mil mensais, sem custo no passe.

      Acho que pra jogar contra três gaúchos da SEGUNDA DIVISÃO, Binter, Brasil e Juventude no gauchinho e ser reserva do Edilson, foi uma bela contratação.