Que bom ter um matador no time

Que bom ter um atacante matador, capaz de fuzilar o goleiro com frieza e sem dó na primeira oportunidade que aparece.

Que bom ter um Lucas Barrios!

O jogo contra o Atlético Paranaense estava complicado. O Grêmio dominava amplamente, mas era um jogo enroscado, com um se defendendo e o outro tentando chegar ao gol.

Até que Pedro Rocha – que a cada jogo mostra evolução técnica e tática, fruto de treino e do amadurecimento – abriu a retranca, aos 22min, com um giro de corpo sobre seu marcador e lançou Barrios. Ele clareou o lance e, de fora da área bateu forte. Golaço.

Um lance que o velho Osmar Santos narraria assim:

-É ripa na chulipa e pimba na gorduchinha.

O ótimo goleiro Weverton bem que tentou, mas não conseguiu evitar o gol que eu defino como “abridor de lata”, ou ainda “onde passa um boi passa a boiada”.

A partir daí tudo ficou mais fácil. Aos 29, Pedro Rocha tabelou com Barrios, recebeu de volta e chutou. Barrios, como um legítimo camisa 9, aparou o rebote e empurrou para a rede.

Depois, o gol de Kannemann, um cabeceio forte, sem chances para o goleiro. Importante registrar que foi mais um gol de cabeça em cobrança de escanteio, coisa rara até a chegada de Renato.

Por fim, Éverton fez o quarto gol ao receber um belo passe de Fernandinho. Éverton é o melhor finalizador do Brasileirão, pelo percentual de acertos.

Além da vitória que encaminha o Grêmio para a fase semifinal da CB, o que se viu na Arena foi outra atuação grandiosa.

Os gols que o Corinthians escapou de levar ficaram na conta do Atlético PR. E a goleada até poderia ser maior.

Luan deu show. Aqueles que foram à Arena são uns privilegiados. Viram todo esse talento de perto, ao vivo.

Não vai demorar muito e esse privilégio será dos torcedores europeus.

Assim como Lucas Barrios clareou o lance para chutar e fazer o primeiro gol, Luan ilumina o jogo sempre que domina a bola e chama a responsabilidade para si.

Luan, quem viu, viu!

GROHE

Aplausos aos torcedores que foram à Arena com faixas de apoio ao goleiro gremista, alvo de ira de torcedores, poucos, mas ruidosos.

Este não é o momento de atacar o goleiro que temos para conquistar títulos.

Felizmente, a maioria da torcida tem consciência disso.

Parabéns também ao técnico Renato, que conversou longamente com Grohe após o jogo contra o Corinthians.

Se gostou, compartilhe!

  • Francisco Coelho

    Como foi a conversa do Renato com o Grohe Ilgo? Falaram sobre treino e o que mais?

    • Fábio Viana

      Religião.

      • Robert Plant

        Futevôlei e estudo da apostila para curso de treinadores da Uefa em Ipanema.

        • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

          kkkkk, boa. Mas assim acho que ele vai melhorar mais ainda, Robert, e isso pode não vai ”apreciável” para alguns.

    • Ilgo Wink

      Francisco, não sei detalhes. Mas foi no sentido de levantar o moral do Grohe

      • Francisco Coelho

        É pela “forma” que escreveu pensei que estavas junto. Kkkkk

  • Ricardo

    Que partidaça do Grêmio! Ilgo, será que a vinda do Arroyo não é indício de proposta pelo Pedro Rocha? Por sinal, ele tem jogado muito, hoje foi sensacional… de repente alguém veio ver o Luan e acabou optando pela alternativa “mais barata”. Será?

    • Nilton Oliveira

      Quando fecha a janela de transferências? Meu sonho (o de todos) é que o Grêmio não perca ninguém.

      • Ricardo

        Janela é de entrada, cada país tem as suas: uma de 12 semanas (na europa normalmente de julho a setembro) e outra de 4 (em janeiro por lá). Não existe janela de saída, pode sair do país a qualquer momento, desde que a janela do destino esteja aberta.

    • Alexandre

      Espero que não, a saída do Pedro Rocha seria muito ruim para o time. Eu não lembro do Arroyo jogando, dizem que é de lado de campo, que bate bem na bola. Será uma opção a mais em uma temporada cheia e desgastante, onde é necessário ter elenco.

    • Ilgo Wink

      Ricardo, acho que alguém importante será negociado
      levando em conta o custo/benefício, eu negociaria o Bolanos.
      Podem me apedrejar

      • Ilgo Wink

        Esse Gaston Fernandez é outro que quase não joga

        • Fabiano SC

          Gaston e Miller tornaram-se dispensáveis e boas opções de venda e alívio da folha.

      • Ricardo

        Eu vejo a contratação do Arroyo com dois objetivos “possíveis”: substituir o PR ou agradar o Miller (colega de seleção). Me parece indício de que o Miller FICA.

        • Diego Stein

          Miller e Arroiyo têm o mesmo empresário…é por aí a razão.

  • Serrano

    E quando forem dois matadores? E quando Miller estiver apto e entrar no time e alcançar os números de 2015 que eram 75% de aproveitamento e tudo for felicidade porque essa é a inevitável conclusão da existência todos os seres sencientes marchando rumo à felicidade plena e absoluta? Heim? Heim? Heim?

    • Ricardo

      É o melhor Grêmio que já vi, e o melhor jogador (Miller) está fora!

      (Melhor jogador junto com o Luan, pra mim)

      • Rezende

        Estás por acaso esquecendo do Douglas ???
        E o Arroyo que está por chegar ?
        REALMENTE é o melhor Grêmio desde 1983…

        • Ricardo

          Acho que o Douglas vai virar opção pro segundo tempo, entrando junto com os jogadores rápidos (Everton, Fernandinho, etc) pra meter bola nos contra ataques, ou pra segurar mais a bola. Luan e Miller são melhores que ele nessa função de meia atacante, por se movimentarem mais, servindo como segundos atacantes além de armadores…

        • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

          É, as boas dores de cabeça do Renato vão aumentar, e isso é bom, pois o Pedro Rocha colocou realmente Bolaños no banco, quem diria, e tem ainda Arroyo chegando e Douglas voltando, que ano.

    • Fernando

      Felicidade plena e absoluta é a do Renato, por saber que é o único técnico no Brasil a olhar para o seu elenco e efetuar aquele questionamento “hamletiano”: “Lucas ou Miller, eis a questão”

    • Fábio Rübenich

      Será que ele estará apto um dia? Central de boatos está em chamas.

      • Ilgo Wink

        Fábio, se o Bolanos não jogar contra o Palmeiras será porque a coisa é mais feia do que dizem
        Ele não tem mais desculpa pra não jogar

        • Rezende

          Ilgo acho que tudo é muita onda da ivi. O Grêmio trouxe o Arroyo que conhece e é companheiro de seleção do Miller e os dois atletas tem o mesmo empresário.
          Se o Miller estivesse descontente ou de saída não teria a menor chance do Miky Arroyo estar vindo para o tricolor, não teria o menor sentido lógico.

  • Propostainutilprodouglaschina

    e ruim esse time em

    so 4 a 0

    a goleada sonora do cruzeiro na casa do palmeiras ao que tudo indica vamos repetir 2016 ( ate o galo pode ir a final novamente se passar pelo botafgo e flamengo/santos )
    so não pegariamos o palmeiras novamente

  • Rezende

    Vendo mais um jogo de Cucabol e upa upa do Palmeiras contra o Cruzeiro dá para entender direitinho porque o Barrios não conseguia jogar no Palmeiras e caiu como uma luva no Grêmio.
    Ele recém começa a se entrosar melhor com Pedro Rocha e Luan. E se vê claramente a alegria que ele está de jogar no Grêmio com as jogadas fluindo cada vez mais naturalmente.
    Este time entra neste segundo semestre podendo com os reforços de Miller, Arroyo e Douglas subir a alturas inimagináveis em termos de jogo em campo.
    Imagine o Douglas pifando para o Barrios, Luan e o Miller vai chover gol de todo jeito e o rodízio vai ser mais que necessário !!!
    A nova máquina tricolor está cada vez mais azeitada e nem deu seu desempenho máximo…

    Vamos ter um interessante jogo de “reservas” de ambos os lados no Sábado contra o Palmeiras, mas agora o foco é TOTAL na Libertadores na Argentina e na terça-feira…

  • Robert Plant

    Um belo espetáculo para os hoje privilegiados torcedores Gremistas. Eu era uma criança em 1983, 6 anos. Assim, “lembranças” só de vídeo, embora os gols do Renato em Tóquio tenham sido decisivos para fazer a minha opção por esta religião. O time dos anos 90 consolidou o meu Gremismo e depois teve o do Tite, em 2001. Do que eu vi jogar, esse, o do Renato 2017, é disparado o que joga o futebol mais vistoso e objetivo. E receberá esse reconhecimento definitivo com as taças que vier a levantar. Mistão quente contra o Palmeiras sábado que além de estar todo esgualepado pelo jogo de ontem contra o Cruzeiro, também vai poupar, pois tem viagem ao Equador no meio da semana que vem e foco total na mais importante das competições que disputamos, a Libertadores. A Copa se mira. Importantíssimo fazer um bom jogo na Argentina, buscar vencer lá para jogar com tranquilidade o jogo da volta.

    • Fernando

      É isso aí… Sábado agora é assegurar uma vitória contra o Palmeiras para que Terça-Feira o time jogue sem ter que aguentar aqueles discursos “pós-Curíntia de que tudo está errado”.

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Verdade, Fernando ….. o time vem de 11 vitórias e um empate nos últimos 14 jogos, mas tem ainda quem acha tudo errado. Eu lamentei muito o lance do Grohe, mas mesmo assim, eu vi que a vitória poderia ter vindo após o gol dos gambás paulistas. Que pena.

    • Ricardo

      Eu incluo os times entre 87 e 90 entre os melhores que vi, além dos que tu citou. Em 87 caímos no grupo das máquinas do Atlético e do Flamengo, só entravam dois por grupo e ficamos em 5º, 88 aquele grenal criminoso, 89 campeão e 90 roubados na semi contra o São Paulo. Mas mesmo esses timaços abraçavam o sinpof e se acadelavam.

      • Robert Plant

        Tens razão. Em 88 inclusive tivemos o famoso “Grêmio-Show”. Grenal do século foi um crime e em 90o pênalti não dado na semi contra o São Paulo que valeria a ida à final do BR, tendo um time muito melhor do que aquele Corinthians!

      • Gabriel

        Essa semi contra o SP foi um assalto. Um crime pela bela campanha que fizemos.
        O Grenal do século foi um dos maiores bombardeios que esse clássico já viu.
        O time de 2017 joga um futebol que jamais vi uma equipe tricolor jogar

  • Francisco Lanferdini Serafini

    Que jogador, o Barrios. Puta merda! Jogou demais!

    E o cara, além de matador, consegue segurar os zagueiros, o que facilita e muito a vida do Luan.

    O Grêmio, no segundo tempo, pisou no freio novamente. Se tivesse continuado no pique do primeiro, o goleiro do CAP ia ter sido muito agredido. Felizmente, o Renato viu que dava para diminuir o ritmo, sem prejudicar o placar e sem desgastar mais os jogadores.

    E apesar da larga vitória, alguns pontos negativos me chamaram a atenção. 1) O Luan demorou demais para soltar a bola e isso matou algumas boas jogadas. 2) Ramiro está abaixo dele. 3) Edilson é reserva do Léo Moura.

    Coisas pontuais, mas que em jogos como contra o Corinthians pode ser cruciais.

    Como todo mundo erra, o Grêmio também vai errar em alguns aspectos. O lado bom disso tudo é que o Grêmio erra muito pouco e acerta demais. Que continue acertando e, principalmente, nas horas certas.

    Se fosse semana que vem o segundo jogo das quartas-de-final, já daria pra cravar como classificado. Sendo daqui um mês, infelizmente, não dá pra cravar nada. Mas as chances de classificação são gigantescas. Muito bom!

  • Alexandrebg

    Os corneteiros do PR hoje não vão se pronunciar???

    • Ilgo Wink

      ehehehe
      não provoca, deixa quieto

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Que bola redondinha o PR vem jogando, hein, Ilgo. Ele colocou o Bolaños no banco. Fato.

  • Querubini

    Pedro Rocha reencontrando o bom futebol. Excelente notícia.

  • GremioSempre

    O time que nos enfrenta que deixa o Grêmio jogar e vai pra cima certamente leva na cola . Aos urubus de plantão que estão nas esquinas espiando….lamento mais esse ano e outros cumprindo as estratégias de curto prazo…será de Grêmio .

  • Dilamar Costenaro

    Dá gosto ver esse time jogar, espero que as lesões deem uma folga, imagina Arroyo e Miller jogando no time reserva.

    • Jack Nogueira

      Circula pelo Twitter um post com 3 escalações do Grêmio: titulares, Banguzinho e time C.

      Fica fácil dizer q temos o melhor grupo de jogadores da história do clube.

      E felizmente talvez tenhamos o melhor time da história do clube também…

  • Luis Augusto Waschburger

    Estou feliz de ter ido a Arena ontem.
    Que espetáculo!
    Uma aula de futebol!
    Arthur é um monstro!
    Um amigo colorado me disse hoje que prefere que o Grêmio ganhe o Brasileirão do que a Libertadores.
    Segundo ele, Grêmio x Real Madrid dá jogo.
    Aí começamos a falar e a conclusão é que este time do Grêmio estaria disputando de igual pra igual qualquer campeonato do mundo.
    Eles estão apavorados.
    Que fase! Que momento!

    • Daniel Scherer

      Ontem não assisti ao jogo, por motivos familiares. Mas estava em um local onde haviam muitos colorados e conversando sobre futebol, a conclusão é esta mesmo: eles estão cagados. Um deles chegou a confessar que dá gosto ver o Grêmio jogar, por mais que doesse ele confessar isso.
      Então, mesmo que não ganhemos nada, o sentimento é de que o clube está encontrando o caminho para retomar suas glórias. Precisa de alguns ajustes, mas não dá para deixar de sentir orgulho neste momento.

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Grande Daniel Scherer, acho lamentável ainda haver opiniões contrárias a esta tua perfeita visão e de tantos outros Gremistas nas redes sociais que são maioria.

        É evidente que respeitamos opiniões contrárias, que vemos defeitos, necessidade de aprimoramento em alguns setores e ações, mas as virtudes são infinitamente superiores aos erros, porém, estas figuras carimbadas fazem questão de criticar para defender suas teses e com isso, não dão crédito algum ao excelente trabalho técnico e administrativo executado nos últimos 3 anos no clube e na remontagem do time à partir de setembro 2016.

        Por isso, convivo e aceito ser taxado aqui de oficialista, andorinha, puxa-saco desta gestão porque vejo evolução e gosto dos resultados sentindo também muito orgulho de ver todos os acertos do time neste ótimo momento jogando um futebol bonito e vistoso.

        Mas também sei que surgindo algumas derrotas dentro de algumas partidas tudo será de novo contestado, criticado, execrado e vão aparecer alguns sumidos e oportunistas, pois isso é normal nessas horas.

        • Daniel Scherer

          O que eu acho copião, é que: 1- é desnecessário rotularmos A, B ou C de isso ou aquilo porque não concordam com nosso ponto de vista, temos que respeitar, portanto termos como justinos, baba ovo da direção, chapa branca, urubulandia, amrargos eu sinceramente acho desnecessário. Somos todos antes destes apelidos, gremistas. 2 – Também acho desnecessário a cada comentário e ou postagem feita, ficar alfinetando a ala “contrária”. Vou dar um ex: eu continuo achando o Grohe com mais defeitos do que qualidades, é minha opinião. Se ele falhar vou criticar e se ele brilhar vou elogiar. A minha opinião não pode me cegar diante dos fatos, senão me tornarei uma pessoa medíocre. 3 – Tudo isso gerou aqui neste espaço uma divisão que eu não consigo entender, sinceramente qual a dificuldade de aceitar que Renato está fazendo um bom trabalho e elogiar o que deve ser elogiado, mas também criticar ele quando faz algo errado. Assim como o Romildo, como o Ico. O Luis mesmo aqui criticou a biometria e já entraram com um discurso com viés político. Poxa, o que tem a ver o c… com as calças???? Enfim, acho que falta um pouco de humildade em reconhecer que não somos os donos da verdade.
          De minha parte, vou continuar por aqui elogiando e criticando, sem rotular a opinião de ninguém, pois de todos os blogs, este ainda me dá prazer de ler.

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Sim, exatamente por isso venho aqui todos os dias, pois a maioria dos conteúdos são sinceros até nas criticas necessárias sem teses, e disso eu gosto porque vira debate e isso é a razão deste espaço existir. Valeu.

      • Fernando

        Se até colorados, ainda que seja baixinho para poucos escutarem, conseguem tecer elogios ao Grêmio, é sinal de que a coisa está andando.

      • Ilgo Wink

        Eu começo a me sentir recompensado pelos 15 anos de seca

        • Jack Nogueira

          Lembrando q os ciclos vitoriosos na Dupla geralmente ocorrem em períodos de 10 a 15 anos – e a Copa do Brasil foi recém no anos passado…

        • Rezende

          Falando nisso como sou espiritualista uma coisa me chama atenção.
          Analisando estes 15 anos o Grêmio como clube em muitas vezes teve chances reais de ser campeão tanto pelo seu trabalho dentro como fora de campo e a vitória nos escapava entre os dedos. Parecia uma força sobrenatural, muito se falou de “um enorme e poderoso trabalho colorado”, que o Carvalho em escritura vendeu sua alma pro demônio e tem aquela previsão de um astrólogo que publicavas e não tiveste coragem de colocar no jornal.
          De qualquer forma espero que a Lei da retribuição do Karma e do Dharma se aplique plenamente neste caso, onde o equilíbrio Universal exige retribuição agravada para quem trabalha para o mal de outrem no plano espiritual.
          Quando cessa o poder da intervenção, o efeito retorna em DOBRO para quem apelou (e continua apelando) para o MAL…
          É só o que eu desejo ao INTERNACIONAL…

          • Ilgo Wink

            idem

  • Luis Augusto Waschburger

    A única coisa que me desagradou ontem na Arena é que a Geral continua entoando cânticos racistas e homofóbicos.
    Uma pena.
    Uma parte da torcida começa a cantar por cima: “Grêmio, Grêmio, Grêmio”, mas ainda são muitos que se empolgam pra cantar “macaco, rola e cu”…
    Impressionante!
    Talvez Freud explique.

    • Querubini

      Inaceitável.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Luis, a primeira vez que ouvi esse canto ”macaco, rola e cu”, foi em outubro de 1993 num Atletiba de 0x0 lá em Curitiba no Couto Pereira na melodia Pink Floyd – Another Brick In The Wall, onde os 5 mil atleticanos ali presentes abafaram os 15 mil coxas porque sufocaram, mas não ganharam.

      Aí, parece que isso viralizou Brasil à fora e hoje é cantado em vários estádios, mas também acho isso desagradável entoando homofobia e racismo com letras iguais para clubes diferentes. Que pena.

      • Luis Augusto Waschburger

        José, eu frequento estádio de futebol há mais de 30 anos.
        Na década de 80, mesmo as mulheres da nossa torcida eram hostilizadas na arquibancada.
        Felizmente isto mudou e hoje temos belas companhias femininas nas partidas.
        Creio que hoje, em pleno 2017, este tipo de coisa não tenha mais lugar.
        Lamento por aqueles que ainda não entenderam.

    • Diego Stein

      Justinão, vai dormir. Ou vai pra popular.

      • Luis Augusto Waschburger

        Desculpa, querido.
        Sou sócio do Grêmio desde 1994, quando você provavelmente nem era nascido.
        De nada tem de Justino combater racismo e homofobia.
        Mas se você é daqueles que torcem mais pra geral do que pro Grêmio e sequer consegue debater educadamente, sequer permite que critiquem a “barra” da geral, só lamento.
        Definitivamente não somos da mesma turma!

        • Robert Plant

          Acho linda e fundamental a festa da Geral. De outro modo o estádio seria um teatro insosso. Mas só me resta sacudir a cabeça para essa e outras que escuto de alguns piás geraldinos como taxarem a mim, que sou torcedor engajado no Grêmio desde 1983, sócio há 9 anos ininterruptos, de “turista”. O guri saiu das fraldas, nada mais tem a fazer na vida, se bobear até a escola abandonou, ganha passagem para viajar e ingresso, é quase um torcedor profissional e chama a mim de “turista”, eu, que em que pese meu fanatismo, moro há 150 km de Porto Alegre (embora seja nascido na capital) por força do trabalho, tenho família e filhos e nem sempre tenho recursos ou tempo para ir ao estádio. E mesmo assim pago religiosamente em dia uma cadeira na Arena… Só fazendo “tsc tsc” para um moleque desses!

          • Luis Augusto Waschburger

            aham… bem assim!
            Discutir com este tipo de figura é mais ou menos como jogar xadrez com um pombo: ele derruba as peças, caga no tabuleiro e volta voando pro seu bando para cantar vitória”
            Eu encerro por aqui.

        • Diego Stein

          Bah, papinho esquerdóide em boteco de futebol é dose. Volta pros fóruns do PT e deixa a torcida fazer festa, justinão mala.

          • Robert Plant

            Baita argumentação! Esse sabe o que fazer com as mãos, ops, com as mãos e os braços!

        • Eduardo

          Acho que tem nada a ver desde quando tu é sócio numa argumentação com outro gremista, ele nem te disse que ele é sócio! Mas se você é mais velho que ele provavelmente verá menos tempo de Grêmio que ele e isso é ruim para qualquer um de nós gremistas… Saí do mérito da questão mas enfim só acho nada a ver essa de quem é mais velho no clube, até pq soa que tem sido ruim tipo ‘estou desde 1994 sofrendo nesta merda aturando o Grêmio e a sua torcida racista homofóbica etc etc etc e agora vem tu um novato me questionar?’
          Abraço,

          • Diego Stein

            Deixa ele. Outro panaca que foi influenciado pela mídia de que “O Grêmio é racista e homofóbico em seus cânticos”. E quando o sujeito vem com papinho de mais velho e te tira pra piá mostra q nem vale a pena discutir.

          • Luis Augusto Waschburger

            Não velho, não é por aí.
            Muito cantei, na década de 80 “ela, ela, ela, silencio na favela”
            E isto me envergonha hoje.
            Citei a minha data de associação só pra mostrar que pra Justino não sirvo.
            Acompanho o clube e a torcida faz bastante tempo.
            Vivo o grêmio desde o mundial.
            Várias fases, portanto.
            Fui apoiar o gremio em TODOS os jogos da série B.
            Então, em um debate, é ruim aguentar um argumento ad hominem de quem nem me conhece.
            O que eu lamento é ainda ter gente entre nós, e aqui incluo uma boa parte da geral, que se orgulha de entoar preconceitos tão rasteiros.
            Saludos!

  • Deny Camargo

    Perfeitas as colocações do Ilgo. Sobre o Grohe penso que seria caso do Renato antes dos jogos dar um “dedinho” de cachaça pra ele antes dos jogos, não mais que isso. Seria o suficiente para ele perder o medo sem atrapalhar os reflexos…

    • Ilgo Wink

      Um martelinho cai bem mesmo

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Bah, cara, martelinho lá nas praias de Floripa é cachaça com uma pitada de Underberg …..

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Que jogo, que goleada, que noite …..

    Foi sepultado ontem o azar na derrota pro Corinthians com mais uma atuação ”de gala” do time Tricolor que cada vez mais mostra que está focado, bem treinado e unido em torno de objetivos em 2017 e isso faz os caras entrar bem concentrados e determinados à jogar com intensidade, mesmo se poupando visivelmente no 2º tempo porque o placar estava decidido.

    Mesmo tendo muito espaço, Edilson pecou nos cruzamentos e Cortêz não teve tanta liberdade no setor, mas a dupla de zaga abafou de novo e Grohe esteve perfeito no jogo mesmo errando numa bola atrasada quando fez intervenção proibida com as mãos.

    No meio e na frente tudo funcionou muito bem com destaques para Arthur, Luan, Barrios e Pedro Rocha que não fez gols, mas teve uma atuação espetacular, a melhor desde o jogo da final da Copa do Brasil com o Atlético no Mineirão e mais uma vez Fernandinho entrou bem mostrando que é jogador para o 2º tempo quando entra a dribles fáceis.

    Meu time para sábado contra o Palmeiras: Marcelo Grohe, Léo Moura, Thiery, Bruno Rodrigo e Marcelo Oliveira. Jailson, Maicon, Kaio e Gáston Fernández. Bolaños e Éverton ou Arroyo ou Fernandinho.

    • Luis Augusto Waschburger

      Concordo com a análise, em termos gerais.
      Não chegaria a dizer que Grohe foi perfeito, mas esteve seguro nas intervenções.
      Edíson, talvez pela ausência de ritmo de jogo ou por não estar na plenitude da forma física, esteve um pouco abaixo dos demais.
      Cortez também já fez partidas melhores.
      Mas foi um grande espetáculo.
      Eu estou me sentindo de volta à adolescência, onde acompanhava todos os programas esportivos possíveis e só falava sobre o Grêmio.
      Como é bom voltar a viver este momento!

    • Ilgo Wink

      eu escalaria o Léo no lugar do Grohe. O guri precisa mostrar se tem ou não condições para substituir Grohe se for necessário

  • Fabio Scheffer

    Grande jornada de um time que tá “encaixadinho” em um grupo com muitas, e boas, opções.

    Do meio pra frente talvez o elenco tricolor seja um dos mais fortes de toda sua história.

    Afinal que clube no Brasil tem hoje Luan, Barrios, Miller, P.Rocha, Everton, Fernandinho, Gata Fernandez, Lincoln, Beto da Silva, Douglas, Jael e agora Arroyo a sua disposição ???

    Certo que negociaremos alguns agora na janela para fazer caixa até o final do ano, só espero que os valores sejam muito altos e que se os envolvidos forem Luan ou Miller possamos segura-lo até o final do ano.

    Já no quesito revival esse time me lembra muito o do Tite, tetra campeão da CdB e que depois ainda fez ótimas campanhas em brasileiros e libertadores da época.

    Um time de muita movimentação, sólido defensivamente e que tinha em individualidades como Zinho e Marcelino Paraíba (depois Rodrigo Fabri, que até artilheiro do Brasileiro chegou a ser) como os exponenciais técnicos ofensivos.

    Tomara que dessa vez consigamos traduzir esse bom futebol em mais títulos !!!

  • Walter Luis Borba

    Essa Geral é a doença do Grêmio.
    Cópia fajuta da torcida do Boca Jr.
    São uns paga paus de argentinos.

    Só para registrar, as ‘inchas’ argentinas estão andando e cagando para essa turminha que faz uma imitação barata.

    Luis, concordo em numero , gênero e grau quanto ao seu posicionamento em relação aos cânticos defasados dessa irrisória torcida!

    • Francisco Coelho

      Não é necessário ficar feito estátua, mas também não necessita ficar fazendo qualquer coisa para aparecer. Tem gente sobre as cadeiras pulando e danificando. Tem os maestros que não assistem aos jogos por ficarem de costas para o campo “regendo”.
      Deviam se espelhar em coisas boas e não nas ruins…

      • Walter Luis Borba

        Exatamente.
        Todo jogo que vou volto rouco para casa.
        E não preciso socar ou ofender alguem para demonstrar que sou gremista.

    • Querubini

      De pleno acordo

  • Francisco Coelho

    O Cesar Bueno e grupo venceu ao Corinthians por 3 a 1. Parece que acertamos o caminho…

  • Antonio

    Que máquina esse nosso time. Os corneteiros sumiram.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Nenhuma novidade, amigo. Normal.

      • Antonio

        A urubulândia e a IVI tá perdida. kkkkkkkkk

        • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

          Sim, e todos quando não somem daqui por causa da boa fase do time e do treinador, acusam os golpes muito rápido com ”baixo nível”, pois todos eles se consideram
          Os Intocáveis. Que fase, Antonio. Oremos …..

  • Gabriel

    Foi uma bela partida. Esse time enche os olhos ao jogar. Intenso, veloz , está sempre na área adversária roubando a bola, seria um pecado sair alguém agora.
    Sobre o Grohe, nem escrevi no posto anterior para não quebrar o teclado. Goleiro medíocre que falha o tempo todo , não consegue sair do gol sem que não haja um pânico no torcedor e além de tudo isso falhou em 3 dia 10 jogos que disputamos no Brasileiro 2017. Isso é grave são 30% dos jogos do time com falhas do arqueiro em gols.
    Falta um grande número debaixo das través para termos um grande time. Goleiro vimos domingo na Arena, mas esse não vem mais, pelo menos por enquanto…

  • Márcio Tubarão (ADOBE-PDF)

    Excelentes comentários Ilgo! Mas dizem por aí que o Brasil estava poupando jogadores para a Libertadores.

    • Ilgo Wink

      rsrsrs

  • Gabriel

    Que bom ter matador no time
    Ilgo, te referiste ao Barrios ou Marcelo Grohe?

  • Querubini

    Bressan, MO e Fernandinho – sempre que jogaram junto o Grêmio perdeu!!!! Tomara que a estatística falhe.