Pensamento mágico e contratações polêmicas

O pensamento mágico anda de mãos dadas com os dirigentes da dupla Gre-Nal. E seus treinadores.

Não vejo mal algum em acreditar na magia e nos mistérios da vida, em duendes, nos deuses do futebol, etc. Faz parte.

O problema é quando a racionalidade, a pesquisa, o planejamento, a lógica e o estudo são colocados em segundo plano, em detrimento de devaneios, delírios e, claro, do pensamento mágico.

Por exemplo, acreditar que Negueba, jogador de biografia discreta e raros gols assinalados, possa ser um reforço, é quase como crer na inocência do ex-presidente Lula.

Negueba é uma aposta, mas uma aposta com chances pequenas de dar certo. 

Vale o mesmo para Leandro Almeida, zagueiro que o Inter está contratando do Palmeiras. Ariel é outro que entra nesse pacote.

Nessas ocasiões sempre tem quem lembre de Jardel, Paulo Nunes e outros que chegaram desacreditados e acabaram fazendo carreira, conquistando títulos.

Poucos destacam que esses nomes são, na realidade, as exceções.

Sei que os cofres estão raspados. Mas isso não justifica.

Ao contrário. É mais um motivo para fazer aquilo que está caindo de maduro: investir na prata da casa.

Tem uma lição básica, que muitas vezes é pisoteada: jogador para compor grupo a gente encontra na base. Jogadores medianos servem mesmo é para truncar os jovens formados no clube.

O Grêmio tem hoje esperando uma oportunidade – colocar Batista aos 43 do segundo tempo contra a Ponte Preta não é exatamente uma oportunidade – uma série de jovens promissores: Iago, Tontini, Kaio, Jailson, entre outros.

Dificilmente algum deles terá tão cedo a sequência de jogos que Negueba irá receber assim que pisar no CT tricolor.

Se dessem uma chance (real) para Tontini, por exemplo. Não, isso não passa pela cabeça dos dirigentes aqui no Sul.

O negócio deles é buscar fora o que já tem em casa.

Aproveitar de fato a gurizada somente na hora do desespero, quando os titulares estão fora por lesão, seleção brasileira, cartões, caxumba, etc

É o que acontece agora. São vários desfalques para o jogo contra o Fluminense. Será que o técnico Roger conhece o verdadeiro potencial da gurizada para ali encontrar substitutos confiáveis? 

Com certeza teria mais firmeza nas escolhas se tivesse testado melhor esses jogadores. A não ser que para ele bastem os treinos. Mas jogo é jogo, treino é treino.

Assim, na hora do aperto, por falta de amostragens mais seguras dos jovens, o recurso é apelar para os mesmos que faz tempo nada resolvem.

CÁSSIO

Quem me acompanha sabe que há muito tempo venho dizendo que Cássio é o melhor goleiro no país.

É Cássio e os outros. Grohe é um baita goleiro, mas Cássio é superior.

O Grêmio estaria tentando contratar Cássio, em situação de litígio no Corinthians.

Para isso, precisa negociar Grohe. Não tem como ficar com os dois. 

Mas há informações de que Marcelo Grohe está sendo negociado, abrindo caminho para a volta de Cássio.

Se isso acontecer espero que Dunga – ele ainda estiver na seleção – não o convoque.

 

Se gostou, compartilhe!

  • Gustavo Medeiros

    Negueba será o novo Fernandinho. Inacreditável.

    Também acho uma boa vender o Grohe e trazer o Cassio.

    Fred está sendo negociado com o Galo. Talvez nem jogue sábado, para não passar do limite de jogos. Boa notícia, se for concretizada. Fred é daqueles atacantes que sempre fazem gols no Grêmio.

    • Detective

      Perfeito, Gustavo. Mas o que me assusta é que esta praga de pensamento mágico sinpofista não acaba nunca. Pratas da casa no Grêmio não jogam. O que mais me irrita é que um cretino como o Roth tenha depreciado publicamente o Douglas Costa. Pior igualmente foi, depois da desclassificação do Grêmio na Copa do Brasil para o Atlético/GO, um outro incompetente, André Krieger, dizer que Roth ficaria porque “já estava na hora dele (Roth) ganhar alguma coisa”.
      Significa que um patrimônio do clube foi desprestigiado/desvalorizado publicamente por um treinador reconhecidamente colorado, e este treinador foi laureado. Quinze anos é pouco…

    • Fábio Viana

      A saudar que o Negueba veio por empréstimo.
      Se o R.Costa estivesse aqui, tinha comprado ele, assim como fez com o Fernandinho.

  • Ricardo de Cruzeiro

    Pois é.fundei o Neguebaclub.Já são centenas de simpatizantes.O bem que ele fez ao Grêmio,mandando o Edinho para Cúritiba….

    • Detective

      He,he,he! É isto!

    • Andre Peixoto – Sarandi/RS

      Ricardo, se fosse para abrir espaço para Kaio ou Arthur tudo bem. Mas parece que vão contratar outro volante com mais experiêcia…
      #15 anos é pouco…

    • Ilgo Wink

      To nessa. Agora ele é do Gremio. Vamos torcer por ele.

  • Francisco Coelho

    Este material me agradou mesmo. As direções gremista tem sido marcadas pela falta de coerência.

    Falam que o clube esta enxugando despesas e seguem contratando jogadores 1/2 boca.

    Contratar jogador mediano é mais uma boca comendo e não termina nunca a sangria ao cofre…

    Gastar bem é contratar alguém jovem que futuramente possa ser revendido com lucro como vemos muitos clubes fazendo. A Roma e o Porto são 2 exemplos. Compram aprimoram na vitrine o que compram por 5/10 e vendem por 40/50.

    Timão recebeu cerca de 8,2 milhões de reais pela venda de 50% do passe do zagueiro Marquinhos ao Roma em 18 de janeiro de 2013.

    Em 19 de julho de 2013 foi vendido ao PSG para um contrato de cinco anos, com a camiseta de número 5. O valor da transação do PSG com a Roma girou em torno de 31,4 milhões de euros.

    Hoje aos 22 anos e com 1,83 Marcos Aoás Corrêa (Marquinhos) está sendo disputado por 5 gigantes. Seu passe gira em torno de 45/60 milhões de euros.

    Eu não teria nenhuma dor de cabeça em entregar o Lincoln e o Tontini ao Josep Guardiola i Sala por empréstimo sem custo até 2017…

    O Raul, Balbino e Nicolas para o Zinédine Yazid Zidane e Denilson, Marcos, Moisés e Leandro Canhoto para o Nuno Herlander Simões Espírito Santo.

    Em 2017 contrataria mais e formaria um bom time…

    • Andre Peixoto – Sarandi/RS

      Chicão, a gente fica aqui dizendo simplesmente o óbvio. Romildo assumiu falando na valorização da base, pois acreditava que seria a saída para a falta de dinheiro do Grêmio e bons negócios no futuro. Pois do discurso a prática vemos que é uma distância enorme. Vieram jogadores de extrema deficiência técnica e, quando era centroavante, de perfil com poucos gols. Portanto, me irrito tocar nesse assunto da base, pois nós que somos leigos mas que temos uma boa visão do futebol, vemos algo que eles não conseguem ou não querem ver. E isso infelizmente nos leva a suspeitar de comissões de empresários e outras falcatruas.
      #15 anos é pouco…

    • Ricardo de Cruzeiro

      E o Júnior,e o Joilson?São tantos não aproveitados,nem sequer testados.

      • Francisco Coelho

        É que o Jr está emprestado e o Joílson parece que será bancário. Kkkkk

      • Ilgo Wink

        O Junior pelo que sei mascarou

        • Ricardo de Cruzeiro

          Então,que jogue de Máscara!

    • Ilgo Wink

      Assino embaixo, patrono

    • Marcos lena

      volto a minha tese sobre o Grêmio assim como o Inter no tocante a maioria das contratações, os Clubes tem porte de segunda linha e complexo de vira lata, vive mexendo no lixo, encontra e contrata. Com certeza em pouco tempo o Negueba vai ser titular, podem escrever isso. Pois quem indica – QI – manda na escalação.

  • Marcio Luiz

    Ilgo esse seu texto está perfeito! É exatamente isso que eu penso também. Eu duvido que o software alemão, tão propagandeado por essa direção, esteja mesmo em funcionamento.
    Eu queria acreditar no título do brasileirão, mas com um treinador que tem medo de mexer no time antes dos 20″ do segundo tempo e que não tem coragem de lançar os jovens da base não dá pra se ter confiança.

    • Fábio Viana

      Sobre o software, eu tenho uma tese.
      Montaram toda a estrutura para depto. de futebol, migraram a parte de administração do clube e aí, faltou R$. Faltou comprar a aplicação cliente do software. Ou seja, o sistema está rodando no servidor do depto. de futebol, mas faltou comprar a parte da aplicação que seria instalada nos computadores do depto. de futebol para acessar essas informações.
      hehehehe, coisas de Brasil.

      É só tese, não é informação.

      • Marcos lena

        O soft esta com bug ….

      • Marcio Luiz

        Pode ser, mas acho difícil o Grêmio não ter o dinheiro para concluir a implementação do que falta. Acho mais fácil que faltou a parte do treinamento kkkk

        • Fábio Viana

          Minha tese é só zoeira.

          Mas a parte do treinamento, faz sentido.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Marcio, gosto muito do Roger Machado, e realmente também creio que ele será um grande treinador de futebol, mas somente à partir de 2020 devido a falta de ”coragens & iniciativas” deste início de carreira. Até lá, nossa fila de espera só aumenta.
      Ele ainda carece de peito para muitas decisões e mudanças, pois ainda não se deu conta que está num time que poderia dar o grande passo ao sucesso, e fica ouvindo demais a mídia que as vezes até acerta alguma coisa, mas ele teimosamente, não faz.

  • Francisco Coelho

    Só não vale querer cortar os pulsos. Provável time: Bruno Grassi; Edílson, Geromel, Wallace e Marcelo Hermes; Ramiro, Maicon, Giuliano, Douglas e Everton; Bobô.

    Ramiro foi vendido ou não?

    • Fábio Viana

      Já coloca o Negueba na vaga do Éverton.
      Meio-campo dos sonhos dessa direção teria:
      Walace, Ramiro, Maicon, Kaio, Jaílson.
      Moisés só não entrou pq está machucado.

      Devem ter se despedido do Edinho com lágrimas nos olhos,

  • Fabio Scheffer

    Bom, nesse caso eu aqui vou nadar contra a corrente.

    Negueba pra mim foi um bom negócio, pq o cara pode não ser nenhum craque, mas tem características bem interessantes para o futebol que o time gremista joga (é veloz, ajuda na recomposição e faz assistências).
    Vai ser o reserva que hoje o Giuliano não tem pela direita.

    O brasileirão é longo e cheio de contratempos, hoje por exemplo temos uns 6 atacantes entre seleção, suspensos e lesionados, é importante ter jogadores multi-funcionais que completem o grupo.

    Usar a base pra isso é o ideal, mas talvez na avaliação do dia a dia o Roger e seus auxiliares acham que hoje Tontini, Tilica, Ty e outros ainda não estejam prontos ou não tenham bola pra serem profissionais no Grêmio.

    Quanto a negociar o Grohe e trazer o Cassio ?!?!
    Se tiver a chance faz na hora !!!
    Trocar um goleiro insuficiente em fases decisivas por outro que se acostumou a botar faixa seria um baita negócio.

  • Arthur J

    O Grêmio deve achar que guri da base fica pronto por osmose.

  • RFPoa

    Esse brasileirão é um dos mais fáceis dos últimos anos. Se pensarmos que a “nata” dos jogadores bons se encontram na Europa, todos os times da série A no Brasil possuem jogadores médios com raras exceções. Vejamos o caso do Paolo Guerrero no flamengo: jogador de seleção, porém em um time médio para baixo. Nunca a tese de que os clubes estão nivelados por baixo, foi tão verdadeira. Diria que o Atlético tem jogadores para mudar algum panorama, entretanto, com a janela do meio do ano qualquer coisa pode mudar. Alguns times vão ficar muito, mas muito médios. O próprio coco-irmão, pode perder Dourado, e o que vai sobrar? Valdivia ? Nico Lopes (esse nem confirmou), Ariel, Paulão, Ernando ? Olha, o tal de Negueba se enquadra no que sobrar para o resto do brasileiro. Não há time muito distante. Sei que não da pra acreditar muito em jogador, mas em tempos como hoje em dia, jogador com disposição de vestir a camisa do clube, é um bom começo. O que vai definir, mesmo, é a mão do técnico. Tite já larga na frente por ser o melhor técnico, e por estar em SP no Corinthians.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Ilgo Wink, e amigos do Boteco !!!!!

    Também achei a troca do Edinho pelo Negueba muito boa, afinal, nós trocamos um volante que era 4º reserva com 36 anos e salários de 180 mil por um jovem atacante de 24 anos e salários de 60 mil até dezembro e 80 mil à partir de 2017 se aprovar como 1º reserva do ataque.

    Essa mídia podre e viciada da IVI de Porto Alegre andou durante dois longos dias tentando fazer a torcida mudar de opinião sobre o Negueba, e hoje de novo amanheceram muito felizes por noticiar ”em destaque” a lesão muscular do Miller Bolaños ontem no empate do Equador 2 x 2 Perú na Copa América.
    Que antro de inúteis.

    • Eder

      Esqueceu dos 3 milhões no final do ano para continuar com o Negueba.

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Divididos por 36 meses de contrato como fazem todos os clubes.

        • Eder

          Prefiro o Tilica que não custaria nada.

          • Gustavo Medeiros

            Exatamente, pelo menos que deixem ele jogar para sabermos.

    • Fabio Scheffer

      Aí é que eu te falo.
      Negueba não vem pra ser titular e tá longe de ser uma unanimidade, mas como negócio foi bem interessante.
      Vai que estoura por aqui e o Grêmio tem um achado, se não der certo sai no fim do ano sem grandes custos.

      • Eder

        Meu medo é ele não dar certo e mesmo assim investirem os 3 milhões pelo seu passe.

    • Ilgo Wink

      Livrar-se de Edinho, sim.
      Trazer Negueba é um erro. Posso estar errado.
      Bem, agora que ele veio não corneteio mais.
      O negócio é torcer para que Negueba acerte.

      • Gustavo Medeiros

        Exatamente Ilgo, não se corrigi um erro com outro erro. Também posso estar errado. Mas se por um lado sai Edinho por outro lado, são diversos jogadores da base que não vão ter chance, pois Negueba será o novo Fernandinho, o cara que vai entrar em todos os jogos, no segundo tempo. Larguei de mão, há tempos, o nosso “professor”.

  • Fábio D.

    acho muito pessimismo e muita corneta. estão no direito de vocês, ninguém duvida, e eu no de discordar. lendo esse blog parece que tudo no Grêmio é ruim, só o pt é ladrão (ou pelo menos só se fala dos ladrões do pt). o clube trás um atacante e o pessoal fala em sinpof. isso que faz um excelente início de campeonato. se perder duas seguidas farão caminhada para tocar fogo na arena. a solução, que pelo jeito não é considerada mágica por aqui, é encher o time com guris da base que nunca ganhou campeonato jogando entre os da sua classe. sei lá. eu sempre acho que não entendo nada mesmo. até o software é problema. como se um software sozinho fosse resolver alguma coisa. mas, enfim, o time não é mesmo um espetáculo e não acho que tenha soluções prontas dentro do clube, ou mesmo fora a baixo custo, se fosse fácil os outros fariam. Assim, como a tendência é não ser campeão todo discurso de terra arrasada ficará legitimado. boa sorte.

    • Fábio Viana

      Nossa “chatice” é quanto a incoerência.
      O discurso é de aproveitar a base, mas hj só o Walace é titular, Éverton é titular, mas pq o Miller está fora. Reclamamos que um guri da base deveria ser o reserva imediato em algumas posições. O único reserva imediato que veio da base é o M.Hermes e agora, talvez, algum dos volantes, senão for o Ramiro e isso só pq o Edinho foi embora.
      Não gostamos que a direção fale em austeridade, mas traga Kadu, Fernandinho e Negueba, jogadores comuns, que tiram espaço de um jovem e que ganham 4 ou 5 vezes mais que um guri da base.
      Somos chatos, pq queremos o futebol que joga para ganhar, aquele do 1º turno do BR2015, sem centroavante Aipim. Um Grêmio em sintonia com os conceitos de futebol atual.
      Não gostamos de ir ao Maracanã só pelo empate com o Fluminense, sem ameaçar o adversário durante 90 min.

      Se para você isso é ser chato, para nós é querer um clube ainda mais vencedor.

      Abraço

  • Walter Luis Borba

    Cássio seria o líder que procuramos.
    A direção do Grêmio deveria ir a São Paulo e só voltar com o Cássio.

    Sobre o Negueba não tenho muito a dizer. Pouco vi ele jogar.
    As vezes que vi, é daqueles jogadores que gosta de “salseiro”, corre, dribla, tenta uma jogada individual.
    Não sei se tem o perfil do Grêmio.
    É jogador para o Bahia, Vitória, Sport…

    Quanto a base do Grêmio, concordo que são mal aproveitados e são preteridos por muitos medalhões e por alguns jogadores insuficientes.
    Entretanto, a base do Grêmio é limitada, tem muito guri da base que joga menos do que eles anunciam por aí.
    Urge a necessidade dos Guri da base serem reavaliados.
    Essa reavaliação eu faria após um estágio, ou contato com a base do Santos.
    (desde do método de trabalho até a capacidade de cada jogador da base).
    Não sei se é possível, mas sei lá, poderia ser tentado.

    • Fabio Scheffer

      Cássio seria o nome pro gol gremista.
      Goleiro “da casa”, de grande envergadura e que longe daqui foi muito bem inclusive colocando faixas no peito, e sendo decisivo pra tal.
      Tô torcendo muito pro Grêmio vender o Grohe, trazer o Cássio e com a grana que sobrar trazer mais gente.
      Esse brasileiro dá pra ganhar, basta ter elenco !!!

      • Detective

        E treinador, também.

  • Marcio Luiz

    Roger vai insistir com Bobô:
    http://globoesporte.globo.com/rs/futebol/times/gremio/noticia/2016/06/wallace-fica-fora-de-treino-que-define-bobo-no-ataque-do-gremio.html
    Pq não mantem o esquema que está dando certo?
    Pq essa paixão pelo Bobo??
    Ou não tem convicção nenhuma ou se deixa levar pela pressão dos empresários. Qualquer uma delas é ruim.

    • Detective

      Respondo, se me permites, com um sonoro “fora, Róger!”

    • Arthur J

      Roger tem a desculpa de não contar com o Pedro Rocha e o Henrique Almeida (lesionados).

      Mas todos aqui sabemos que o Bobô seria titular no lugar do Luan independentemente de quem estivesse disponível.

      Essa paixão é caso de estudo.