Olina com limão e sal

Depois que o blog cornetadorw declarou que esse boteco é um fórum de debates sobre futebol e especial sobre o Grêmio, com opiniões diversas, decidi que a texto abaixo, que eu publicaria no púlpito dedicado aos botequeiros, vai sair aqui mesmo.

Se eu o colocasse no espaço tradicional de debates muita gente não o leria. Então, segue minha resposta. Aqueles que estão ligados no debate vão entender:

Gabriel, te nomeio meu porta-voz quando o assunto for ataque ao Renato.

Não posso perder tempo quando o meu amigo RW cobra que o Renato não tirou o Alex Telles para colocar o Wendell. É má vontade demais com o Renato. Se ele cobrasse algo assim em relação ao Pará, tudo certo, mas querer que Renato tirasse o melhor lateral do Brasileirão é demais. Sem contar que Wendell entrou algumas vezes, prova que Renato via nele qualidades.

Ainda o RW. Sobre times gremistas piores que o do Renato, são dezenas ao longo do tempo. Lembras do Loivo? Só nos anos de chumbo foram uns 10. Não posso discutir isso. É também questão de gosto e má vontade ou apenas uma forma para realçar o quanto não gostava do time que foi, com Kleber e Barcos, vice campeão brasileiro.

Outra coisa, para deixar muito claro: NÃO QUERO MAIS O RENATO NO GRÊMIO. Cansei de ser vice brasileiro com ele, quero um que me leve ao título. Portanto, RENATO NUNCA MAIS. Não quero mais ser vice nem ouvir, como sempre destaca o RW, o treinador do “meu grupo”.

Outra coisa, por favor, não repitam mais que apenas a torcida do Inter maltrata seus heróis. A maioria da torcida gremista segue admirando Renato, com todos os seus defeitos. Mas tem uma minoria, que nem é tão minoria assim,  que não perde chance de dar pau no Renato. Isso que ele não está aqui, está trabalhando em outro ‘meu grupo’.

Lembro que o Maxi Rodriguez começou o ano relativamente bem e logo vieram alguns apressadinhos cornetearem o Renato. “Viram? Ele nunca teve problema físico, tá correndo, iniciando os jogos…’ Nada como o tempo. Maxi logo voltou para o lugar dele: o banco, ou fora dele. Aí, silenciaram as trombetas. Tivessem honestidade intelectual e humildade viriam aqui na tribuna manifestar que estavam errados e injustos no ataque a Renato ao menos sobre Maxi. Só não cito nomes porque sinceramente não lembro de todos e seria injustiça deixar alguns de fora…

Eu e Gabriel nem falamos mais no Renato, que é passado. Só reagimos quando os ‘boi-corneta’ de plantão aparecem para atacá-lo por qualquer pretexto.

Outra coisa: nas mensagens do post anterior há gente dizendo que não volta mais aqui, que tem muita gente amarga e raivosa neste boteco, que falta otimismo e incentivo ao grupo atual e seu treinador, etc.

Esta é a má notícia: estamos perdendo público, o que é uma pena.

A boa notícia: vai sobrar mais cerveja pra nós, os amargos…

Aliás, semana que vem sai um novo lote. Eu ia parar, mas são tantos os apelos que decidi lançar mais algumas cervejas campeãs.

DERETTI

Penso que Deretti, pelos gols e alguns bons lances no pouco tempo em que esteve em campo contra o pobre Pelotas, mas principalmente pelo que mostrou outras vezes, pode ser o substituto de ZÉ Roberto. Com ele, o time vai ficar mais agressivo, porque Deretti é um jogador vertical, diferente do ZR.

Outra possibilidade é Dudu, talvez a primeira opção do treinador ‘que não joga por uma bola só’. O problema é que as jogadas de Dudu poucas vezes resultam em situações efetivas de gol. É uma usina nuclear para acender um palito de fósforo. Mesmo assim, é um atacante que entra e preocupa o adversário.

São opções mais ofensivas. Mas acho que ele vai começar com Alán Ruiz, que deixa o time mais fechadinho, mas muito dependente de Luan para vencer a marcação do NOB.

Sobre a lateral-direita: Pará segue imexível. Começou com seu ‘criador’, o Luxemburgo, resistiu com o Renato e se mantém com o Enderson. Ou esses três não entendem nada de futebol ou nós estamos errados, não percebemos a grande utilidade de Pará. Ou ainda por falta de alternativa melhor.

Pois eu quero declarar que essa alternativa existe: Tinga. Descontando a qualidade do adversário, o rebaixado Pelotas, vi que Tinga tem condições de brigar pela posição. Ele precisa ao menos ser testado pra valer, como foi Alex Telles ano passado e Wendell. Tinga pode ser a solução, mas também pode consolidar Pará por mais dez anos. Como sabê-lo? Precisamos vê-lo.

Bem, agora vou tomar minha olina com limão e sal.

Se gostou, compartilhe!

  • walter borba

    Ilgo,
    Olina, por si só, já é ruim!
    Agora com Limão e Sal é para “azedar” de vez..kkkk

    O Substituto de Zé Roberto:

    Alan Ruiz: já alertei aqui no blog, ele não é meia. Ele é o tal do enganche. (segundo jornalista brasileiro que trabalha na argentina e entrevistado pelo Frankilin Bervick)
    Tem que jogar livre, leve e solto, caso contrário irá sucumbir.

    Ilgo, concordo contigo quanto a Derreti, contudo, tem que ver como está a cabeça do guri, parece que o contrato dele vence em junho, e pode haver ai, alguma celeuma com relação a renovação.
    Pois se colocar ele, e ele “explodir”. O figueirense vai querer os “tubos” para renovar o contrato.

    Eu começaria com o Dudu lá na argentina.

    Já entraria rasgando com esses argentinos…

    Renato Portaluppi:

    Não posso tecer argumentos sobre alguém que veio para apagar incêndio e conseguiu o seu intento.
    Tenho apenas que parabeniza-lo e agradecer.

    Mas, assim como todo treinador, teve cometeu seus equívocos. E o ano passado, ele se apegou ao kleber e ao barcos, que não contribuíram nada ao grêmio.

    Contudo, isso não é problema do treinador, e sim da direção que não tem peito para dispensar essas nabas.

  • Fernando

    Tira o barcos e aí abre espaço pra acomodar o deretti e o dudu juntos… vocês vão ver do que eu to falando… e mete o luan lá também…

  • Nós estamos tão carentes de um grande título, que a nossa maior paixão deveria ser, boas partidas, bom futebol, boas vitórias, paixão por um bom esquema tático de jogo, paixão por bons desempenhos nos jogos, praticas do treinamento. Mas devo dizer larguei quando a paixão é por um treinador que já foi até gigolô do Grêmio em algumas oportunidades. A diretoria e o presidente é quem decidem e eu respeito, mas, tambem não quero: Luxemburgo, Kleber, Barcos, Dida,e os bruxos….que depois foram para o inter….

  • José Claudio Flain de Oliveira

    Ilgo, sou leitor do teu blog. Fico impressionado com os teus argumentos para defender o Renato.
    Tu defendes um pseudo treinador. O Renato é treinador nas horas vagas. Não estuda. não se preocupa em aprender. Gostaria que no programa Cadeira Cativa tu tenhas coragem para defender o GRÊMIO dos ataques de colorados como o Rech, o desembargador Aquino,
    Gostaria de ser representado por um GREMISTA DE VERDADE, que responda à altura aos ataques que o nosso Grêmio sofre.

    José Claudio

  • Alexandre Sanz (@alesanz71)

    O Renato fez o que pode,quando chegou nosso barco tava afundando, naquele momento realmente era o momento de se abraçar com o discurso “meu grupo” e foi o que ele fez, conseguiu classificar para a LA2014, o problema do futebol é que tudo está nas mãos dos jogadores e dos empresários, a única chance de sobrevivência dos clubes é apostar nas categorias de base e em olheiros com bons olhos, contratar jovens valores (Ramiro, Wendell, Luan, Everton, Breno…), nosso problema é que só agora estamos abrindo os olhos para isso, por isso vivemos em um ciclo viciado, jogadores se destacam, logo conseguem seus objetivos, renovando contratos longos e milionários (Gabriel, Kebler, Barcos…) e passam a jogar nada ou conseguem vantagens para serem vendidos baratinho e viram o cocho (P10, Jonas, Douglas entre outros) sem contar aqueles que são emprestados e continuamos pagando % dos salários. Quanto a isso não há nada que possa ser feito, somente vender esses valores que possuimos para manter o clube sem riscos de rebaixamente e talvez ganhar alguma coisa nesse ínterim, e MUDAR DEFINITIVAMENTE a politica de aproveitamento nas categorias de base e contratação de novos valores, se não, vamos ganhar alguma coisa daqui a pouco e em pouco tempo, voltar ao buraco que no encontramos, o resto é discutir o sexo dos anjos.
    Futebol, por exemplo o BRÃO, já começa com 15 favoritos, se fores apostar seria 19 contra 1 e tem muita coisa para dar errado, é um salario atrasado, é um vestiário rachado, más contratações, crise de imprensa, dirigentes que não entendem do assunto (futebol)… e em campo sempre será 11 contra 11, não interessa salário as diferenças técnicas são mínimas.

  • Alexandre Sanz (@alesanz71)

    O São paulo, por anos apostou nessa política de jovens talentos e ganhou tudo várias vezes nos anos 90 e 2000, Anos 90 foi Bi campeão da américa e Mundial, ganhou supercopa, comebol (com terceiro time) Bi da Recopa, Brão91 anos 2000: 1 Libertadores e mundial, 3x Brão, Sulamericana, e esteve sempre em finais de LA, Brão e CB, são respeitados por isso e não importa a direção que esteja em vigor não mudam a política do clube e sempre se mantêm forte esse a meu ver é o exemplo a seguir, isso é gestão, não adianta entrar uma nova diretoria e mudar tudo de novo.
    Por isso não vejo que os problemas do Grêmio sejam os técnicos ou jogadores e sim a má adm. pois se tiveres boa gestão nunca serás dependente de seus funcionários, abraços tricolores, na expectativa que nosso tricolor tenha encontrado o rumo.

  • Francisco Coelho

    Gente; o passado passou e virou história. Vamos pegar o trem do tempo e esquecer as telefonistas com os Smartphones e Tablets, pois logo virão novas gerações de equipamentos e com mais interações. Quem não se atualiza fica no museu…
    Eu já passei de 60 e continuo “ativo e atualizado” só que as pernas, braços e mais alguns órgãos já não tem a mesma eficiência de antes. Antigamente tomava 12 cervejas e ia viajar dirigindo. Hoje com 4 já caio dormindo. Com uns 18 só acertava perdiz na cabeça com 22 para aproveitar tudo e se hoje fosse caçar uma 12 e óculos seria obrigatório. Depois ao comer teria de ter com muito cuidado para não quebrar um dente com os chumbos. Kkkkkkk
    Paulo Tartaruga Autuori, Roth, Luxemburgo, Renato e mais alguns passaram. Se alguém quiser discutir o Enderson que vá ao Olímpico e reclame com o Koff. Vira e mexe e tem gente pedindo “Mestre” Jonas e mais alguns que em determinado momento tiveram um lampejo e destaque. Jonas passou de pior atacante do mundo para SALVADOR? Só não perguntaram para ele se quer voltar. Daqui a um tempo vai sim querer voltar e vai arrumar um clube para ficar mamando e enganado como tantos outros que saíram e já retornaram.
    O Jardel está ai se oferecendo… quem sabe chamar o Espinosa e remontar o time campeão…

  • Francisco Coelho

    Teve um curso de Gestão de Clubes de Futebol, lançado pelo Grêmio em parceria com a Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) e Felipão foi um palestrante. Não faltou foi um continuista para perguntar se aceitaria comandar o Grêmio NE gestão 14/15 sob o comando do Koff.
    Respeito às pessoas com mais idade e já cheguei lá com carteirinha e tudo para estacionamento e filas. Assim como tem limite para cinema, votação, dirigir e outras coisinhas mais deveriam ter para idosos. Tem um monte de aproveitadores sem capacidade que “colocam” os idosos com nome para usufruir do sucesso.
    Estou sendo pesado, mas muito real.
    Falar em gestão para quem deve é como falar em corda na casa de enforcado.

  • Francisco Coelho

    Ninguém comentou sobre a reunião antes do jogo contra o NOB. Minha ida teve de ser adiada por conta de uma “crise” de hipertensão. Não sei o motivo de chamarem de crise. Tão logo os doutores encontrem o “motivo” embarco para recarregar as baterias com água do Aquífero Guarani no solo alegretense.
    Só sei que estou sendo furado para fornecer sangue como a costa brasileira a procura de petróleo que o Lula falou que já tínhamos e a Petrobrás continua importando mais a cada dia. Será que enganaram o Lula ou o Lula que enganou a alguns

  • Francisco Coelho

    Sobre a partida com o Pelotas que leva o nome da cidade onde um de meus bisavôs se instalou após se mandar de Portugal foi um bom jogo de se assistir na TV. Como assisti no computador foi uma droga de ver com travamentos contínuos que me obrigaram a ficar acordado e ter de assistir no 38 da Claro iniciando a uma da manhã.
    No primeiro tempo foi um jogo horizontal com os canhotos abusando de passes laterais e alguns com erro no peso da bola ou força para a bola chegar até o companheiro. Típico de quem não joga jogo jogado e está sem ritmo.
    Não entendi o Tinga não ter efetuado jogadas rentes à linha e cruzado como já vi fazer em jogos de juniores. Receio de ousar?
    Também não entendi a saída do Matheus que além de bons desarmes vinha sendo o melhor em passes. Padece o Grêmio de chutadores e o Gago está sem pontaria.
    Com a entrada do Deretti as coisas andaram, pois é mais vertical que Maxi e Alán. Deretti é mais meia atacante que armador como o Alán. O Maxi finaliza, mas não tanto. Mas necessitamos de mais atacantes para abrir a porteira. Sinal que os espaços não foram criados.
    Muitas bolas atrasadas ou cruzadas na intermediária foram entregues ao Pelotas. Uma equipe mais ativa teria complicado.
    Bom, são 06:15 vou me vestir e pegar a moto para mais uma sessão de fura fura tirando sangue para mais exames e glicemia.

  • Quanta amargura!!!o tempo dira quem esta certo RW ou ILGO GABRIEL(Fusca). estou com o RW nessa.faz tempo que percebo uma predilecao do Ilgo pelos que apoiam suas teses apocalipticas nesse espaco. Mesmo assim vou continuar lendo e pouco participando.Um gremista chega da Groenlandia agora e entra no boteco vai achar q o Gremio esta com 0 pontos na ALA2014. pessoal essa amargura nao vai levar a nada abraco

  • Francisco Coelho

    Alexandre Sanz (@alesanz71); a cada gestação na administração gremista mudam tudo na BASE. Só ficam alguns que o(s) procurador (s) é amigo ou já tem reconhecimento da qualidade. Ai a falta de continuidade não permite grandes revelações. Nesta gestação do Koff a procura é por jogadores semi-prontos. É pegar jogadores com algum destaque em clubes pequenos e sem capital para manter e que se consola com 20% a 30% colocando na vitrine e vendendo os mesmos. É como o CUCO que coloca seu ovo em outro ninho que ao nascer joga os ovos do pai do ninho fora. Com o dinheiro pagam medalhões que não jogam nada e ocupam a vaga de um verdadeiro PRATA. Só que no caso vão no ninho de outro e tiram o mais belo filhote…
    É uma agiotagem no meu entender esta pratica. Pode dar resultado financeiro, mas certamente não fará muitos jogadores gremistas de coração…
    A verdade é que cada ex-dirigente quando sai deixa um rastro de dívidas e pepinos que em alguns casos são necessários varias gestações para equilibrar as contas tal o desperdício com o $ do clube.

  • Alexandre Sanz (@alesanz71)

    Francisco, concordo contigo em gênero nr. e grau, também concordo que quando pegas um clube endividado e com heranças malditas precisas fazer todo o possível para o melhor do mesmo, até mesmo essa agiotagem a que se referiste, até porque com essa lei isso tem que ser a prática do momento, pois como dizem hoje os postes mijam nos cachorros, o que acho porém, que existe a necessidade de se começar a investir pesado nas categorias de base, temos que formar gremistas de verdade para jogar no profissional futuramente (vide baidek, China, Valdo, Renato, Leandro Ovelhinha, Roger, Danrlei, Emerson, Luis Eduardo, Luciano, Murilo, Carlos Miguel…minha idade já dificulta o exercício da memória tb) mas também são aceitos os futuros gremistas de fora como H. deleon, Tarciso, Mazaropi, Dinho…
    a forma que enxergo futebol é assim, para tanto vejo imprescindível que se crie no Grêmio um dispositivo que obrigue o investimento profissional de qualquer dirigente nas categorias de base para formação de atletas, aqueles que começam desde os seus 10 anos de idade, com reforço dos que chegam de fora nas sub 17 e sub 20.
    Contratar medalhões apenas para posições mais carentes, ou que venham agregar experiência ao grupo, enfim estes seriam uma minoria, evitando assim de estarmos hoje reféns de jogadores que não dão resultados suficientes em nome de um vestiário unido.
    Quanto ao Jonas disseste tudo, só para corroborar lembro que na sua última partida ele fez gol e ao invés de comemorar se deu o desplante de xingar a nossa torcida, por isso me dá azia ver torcedores sequer citarem o nome dele para retornar ao Grêmio.
    Abraços tricolores

  • Joabel Pereira

    Calma, amigo Ilgo. Por que tanta raiva nesse coração bondoso? Sei que o Renato sempre rebentou corações desde quando ainda era juvenil (hoje, da base), mas nem isso justifica replicar na torcida o que acontece na direção tricolor. E por falar em Alex Telles, ele só ficou “bom”, depois de ser escolhido melhor lateral do brasileirão. Até então, ele não sabia cruzar nem apoiar, etc, Procurem o que pode unir, em vez de garimpar o que ajuda a separar..

  • Fabiano

    Ilgo, você vem falar em má vontade com o Renato, depois de ter escorraçado o Enderson antes dele assumir???
    As críticas que o RW faz ao Renato – e que assino embaixo – são todas posteriores ao trabalho, ou seja, estão baseadas em fatos constatados nos dois períodos em que ele treinou o Grêmio.
    Já você começou a criticar Enderson antes dele começar o trabalho; estranhamente, porém, calou-se enquanto o Grêmio vencia na Libertadores, tendo retomado as críticas após o primeiro empate, obtido junto a uma equipe evidentemente qualificada.
    Oportunismo, é o que você está fazendo.

  • marcio tremarin

    Jah concordei com varios post deste boteco… Leio e continuarei a ler este espaço… mas nessa sou mais RW… aqui todo jogo é crítica ao técnico… tá pior q a IVI já kkkkkkkkkkkkkk
    ….
    Dudu no lugar do zé??? vamos jogar sem meia estilo Renato?? jogar por uma bola de novo?? não obrigado

    Eu defendia o maxi sim… ano passado ele entrava e decidia (alguém discorda?)… mas dai começou a virar ídolo da torcida e renato nao gosta disso, logo “não estava pronto” (com renato luan seria banco hj)…. acho q falta sequencia esse ano e falta motivacao da parte dele tb… qualidade ele tem… mas alan ruiz aproveitou melhor as oportunidades.
    ….
    Renato é ídolo como jogador e eu o admiro, mas como técnico é apenas motivador… já enderson recebeu criticas do boteco antes mesmo de assumir, e a cada empate eh a mesma choradeira…tah chato já… idolatram o renato mas criticam o jonas, ultimo artilheiro do grêmio… mas tem gente q prefere atacante que nao faz gol… jonas xingou a torcida?? renato tb xingou… e ai???
    …..
    é bem provável q esse comentário nao seja publicado, pois eh contrario as ideias do boteco… já aconteceu outras vezes… paciência…

    Abraços

  • Rafael Souza

    calma pessoal, nunca se deram e agora vão brigar???? heheheh

    que tal o Luan no lugar do Ze Roberto e o Dudu de segundo atacante?

    os deuses do futebol estão nos ajudando, já tiraram cleber e o ze enceradeira do time por lesão, só falta o Pará e o Pirata da perna de pau…

  • Ilgo

    Eu não critiquei o Enderson. Critiquei a contratação dele porque acho e continuo achando que ele não tem bagagem para comandar um clube de ponta na Libertadores.
    Fora isso, me aborrece o fato de contratar um técnico dispensado do time B do Inter para uma Libertadores.
    Fosse só para o Gauchão, perfeito. É um técnico novo, bom técnico, e que merece chance num clube grande. Escrevi isso.
    Depois disso, fato consumado, passei a torcer por ele. Se eu fizesse crítica sistemática aí sim merecia levar porrada.
    Agora, sigo exercendo meu direito de analisar futebol de acordo com o meu pensamento e não de outros.
    Nos jogos da Libertadores, eu analisei e critiquei, inclusive com elogios. Os resultados foram bons, é fato, mas o desempenho do time não me agrada, mesmo com as vitórias.

    Até agora o Enderson tem jogado com o time do Renato, com os 3 volantes tão criticados. Mas é defeito? NÃO. É reconhecimento ao trabalho bem feito de seu antecessor diante das circunstâncias do momento.

    Não aceito o rótulo de oportunista.

    Repito: continuo não acreditando em Enderson Moreira, mas torço por ele porque sou gremista e porque vejo nele um profissional correto -eu escrevi isso várias vezes mas os elogios que faço são desprezados- que merece uma chance de crescimento.

    Agora, repito, não acredito nele. Posso não acreditar nele e ainda assim torcer por ele? Não acredito no Pará, mas torço por ele. Idem sobre o Barcos.

    Por fim, quando escrevia a coluna do CP na condição de reserva do Hiltor, o titular do espaço, o que mais me incomodava é leitor que não sabe ler.
    Leitor que lê o que lhe interessa, não o que está escrito.
    Infelizmente, há alguns desse tipo aqui, uma praga que me faz pensar seriamente em fechar o boteco.
    Ainda bem que são poucos, e ainda dá pra aguentar.
    Mas esses a partir de hoje vou ignorar solenemente.

  • fabio

    Meu Deus. Quanta bobagem. Não é Renato, nem Enderson…é o Grêmio, que é maior do que qualquer um deles. Maior até que o Koff, que o patrono Fernando Kroeff, que o seu Hermínio, que o Ortunho, que o Everaldo, que o Airton, que o Lara, que são enormes, diga-se. E o Grêmio, hoje, joga com a bola no chão, o Grêmio tem conjunto, ultrapassagem, triangulações e rapidez. O Grêmio de hoje me devolveu a vontade de assistir e torcer em seus jogos. Pra mim não interessa quem está a frente, treinando o time, interessa é ver o time jogar. Ficar queimando treinador porque veio de A ou de B? Tenha paciência. E quanto a questão de tamanho de treinador pra time de ponta na Libertadores…bem, o Luxemburgo tinha…né? Meu medo destes que torcem por personalidades é que as vezes torce contra o clube só pra poder ter razão. E ter razão parece ser mais importante do que ganhar um título.

  • Ilgo
  • Alexandre Sanz (@alesanz71)

    O Jonas, foi destaque no Grêmio sim, fez muitos gols durante 6 meses, foi ótimo jogador, mas foi embora xingando a torcida do Grêmio, está na Europa e aposto 1 real que não tá nem ai pro Grêmio.
    O Renato também xingou (aquela meia dúzia) mas foi campeão da LA83 e mundial fazendo só os gols na final, ah e jogou de 82 até 86 no Grêmio, sem comparação eu acho né?

  • marcio tremarin

    renato xingou como técnico e não como jogador… ganhou nada como técnico…. eu idolatro como jogador, como técnico é um falastrão q se acha maior que o gremio….

  • Gabriel

    Pois é Douglas, acontece que o mesmo gremista da Groenlândia que ler este repúdio ao treinador que levou o time ao vice campeonato (nem vou mencionar que ele é o maior jogador que vestiu este manto, porque só leem parte do que escrevo), vai pensar que caímos novamente para série B. Dúvido, se em Maio do ano passado, a CBF propusesse para a torcida gremista o vice campeonato alguém não aceitaria!!!

    Ninguém aqui pediu o retorno do treinador, que na sua época também foi bastante criticado, apenas foi cobrado coerência, pois me passaram um cachorro que havia acabado a era dos 3 volantes. Ocorre que o tal modernismo não chegou. Hoje eu tenho o ‘craque’ Edinho na cabeça de área, o mesmo Pará na direita e no primeiro desafio mais complexo, o Barcos voltou a jogar de volante.

    O cerne da discussão e NINGUÉM ME CONTRADISSE foi que demoramos uma hora para mexer o time na quinta, Maxi jogou nas costas do Wendell, Edinho e Pará foram deixados livres e o Luan foi marcado por 2 e o Professor não viu e achou bom empatar em casa.

  • Gabriel

    Apenas foi dito por mim e não pelo Ilgo, que está sendo dinamitado INJUSTAMENTE, que : “OS MESMOS QUE CRITICAVAM ANO PASSADO DEVERIAM POR COERÊNCIA FAZE – LO ESTE ANO”.

    E porque não fazem??? Porque deixaram que suas teses os cegassem, as teses viraram maiores que o bem do clube e como ovelhinhas vão seguindo sem que haja qualquer questionamento.

  • Gabriel

    Quero ser campeão, quero ver meu time dando pressão, marcando na saída de bola do adversário, não covarde como foi no durante 1 hora na quinta. A falta de argumento se nota quando quem critica é sumariamente rotulado de querer a volta do antigo comandante. Eu exponho FATOS e fiquei preocupado com a inoperância contra o News. Levamos um nó tático, que já no Grenal havia diagnosticado; após um começo muito bom no segundo tempo faltou leitura do que estava ocorrendo no campo de jogo. Isto é fundamental para reverter uma situação desfavorável.

    Li e fiquei chateado com insinuações comentários censurados neste espaço e posso dizer que sempre divergi do Ilgo e nunca me foi privado uma letra. Até o finado IMORTAL teve seus comentários publicados, não acredito que o moderador faria isto. Não conheço o Ilgo pessoalmente, portanto não tenho, além de expor a verdade, motivos particulares para defendo-lo e se soubesse que iria gerar esta polêmica para ele teria escrito apenas isto:

    Grande partida do Edinho, deu segurança ao esquema defensivo, afastou todas de cabeça na área tricolor! Seu lançamento de 40 metros é uma preciosidade. E o Enderson hein, é a encarnação do Einstein, o novo Rinus Michels, em breve perderemos ele para seleção, que visão de jogo, anulou o News, foi rápido mexeu cedo e correto no time.

  • Gabriel

    Para finalizar hoje após 25 anos ouvindo o sala, ouvi o Kenny falar algo coerente e bem apropriado para o momento, no futebol nada há verdade absoluta e mesmo entre os que concordam se forem se expor sairá uma verdade diferente da outra. Assim sendo esta história toda parece coisa de criança:” fui contrariado não brinco mais” . Não pode ser assim, temos de aceitar pensamentos diferentes e debater dentro de uma civilidade.

  • Ilgo

    Tremarin, tu nunca foi censurado aqui. Ninguém é censurado aqui e não ser que apele com um monte de palavrões e injúrias.
    Agora, te cumprimento. Tu supera todo mundo no ódio ao Renato. conseguiu extrair da cabeça do Renato, que tem muitos defeitos e nunca neguei, que ele se ‘julga maior que o Grêmio’. Parabéns, gostaria de saber de onde saiu essa conclusão.
    Outra frase absurda: Renato “não ganhou nada como técnico’.

    Pra finalizar e não entro mais nesse debate que nada acrescenta: minha intenção ao refutar certas coisa foi de combater as injustiças contra Renato, só isso.
    Tem gente aqui que despreza tudo que ele fez de positivo e enaltece tudo o que houve de errado. A isso chama-se de desonestidade intelectual. A que atribuir isso? Em nome de que?
    Nem Freud explica.

    Gabriel, te aconselho a não refutar mais os ataque a Renato. Primeiro, porque ele não precisa de nossa defesa e não tá nem aí pra essa discussão que sai do nada pra lugar algum.
    Sei que dói esse tipo de injustiça. mas é melhor ignorar.

    Aqui nesse boteco tudo acaba em RENATIZAÇÃO. Aí é phoda…

  • Rafael Souza

    Depois da saída de Mano Menezes, todos, absolutamente todos os treinadores apequenaram o Grêmio. Todos eles ficaram com esta estória de trazer 1 pontinho de fora, de voltar vivo nos jogos de mata-mata. Meu coração não aguenta ver o Grêmio jogando assim. No primeiro tempo do jogo contra o Newels jogamos assim, mas o segundo tempo foi diferente, foi do jeito que todos nós queremos.
    Torço para que o Enderson tenha se dado conta que a maneira que jogou no segundo tempo é a correta e não se acadele quarta-feira.
    Temos mais time que qualquer outro do nosso grupo, não caiam no papo dos Santanas e Guerrinhas da vida.

  • Roque Fernando

    Calma gente, o Boteco gera divergência mesmo…Eu respeito que o Ilgo goste do Renato, assim como ele ainda dá espaço pra quem não gosta, opinar…As opiniões tem sido bastante contundentes e por vezes defendidas com paixão e com certeza de posicionamento, eu não gosto do Renato por um motivo que alguém disse aqui, que ele se acha maior que o Grêmio…não me serve nem sendo competente…também não sei se é verdade. Não consigo comprar verdades no mundo do futebol. Entretanto, tenho preferências por certas coisas que por um motivo ou outro diferem daquela que o dono do boteco tem. Acho que cair pro lado pessoal discutindo futebol não eras. Vou prestigiar a leitura do boteco, não sei se o dono gosta de meus comentários, mas não tenho que concordar em 100% do que ele diz, no entanto, o espaço é extremamente democrático, então, que não se transforme em discussões marcadas por raiva, ódio ou mal estar. Achei meio forte a Olina com limão e sal…não tenho interesse em dizer o que é certo ou errado. Gosto de participar das discussões e tem muita participação boa aqui. Enfim, não gosto do Renato como técnico. Teve mérito em levar o time pra ao vice, teve. Mas nunca me convenceu tanto na primeira como na segunda passagem. Antipatia ? Sei lá. O Renato jogador foi uma coisa. Também achei muito ruim ele não ter vindo na inauguração da Arena, mesmo pela situação política. Acho que o Clube está acima das vaidades pessoais. Talvez seja por isso tamanho jejum. Vaidades. O cara me decepcionou. Não vou deixar de ler o boteco porque não concordo com o dono. Nem sempre vamos concordar e eu já concordei muitas vezes. Agora, tem uma coisa que levo comigo: Acho que nesse caso aqui, tem muitas pessoas corneteando de forma destrutiva. Não é culpa do Ilgo emitir uma opinião e uma pessoa defender essa opinião de uma forma fundamentalista. Tem muita gente achando que uma mera opinião vai tirar o Grêmio do ostracismo. Na realidade, quando pessoas com diferente opinião se resignam a não participar de um fórum de debates, algo esta acontecendo. Bem Ilgo, não encerre o boteco pois, concordar e divergir faz muito bem. As pessoas é que precisam refletir.

  • André

    O blog do tal de RW até que é bom,tem boas tiradas e tal,mas ele é um velho meio mala,cabeça dura,repetitivo.
    Repete umas histórias mil vezes que chega a irritar. E outra que não interage com ninguém,é meio metido a sabe tudo;Ou tudólogo?

    Acho que o velhinho RW tá meio esclerosado pela “IVI”,ou pelo azulzinho…

  • roger

    O ilgo gosta tanto do renato que acho que chupa o tico dele

  • arthur

    Ilgo:
    Deixeii há muito tempo de ler o teu blog.
    Tu só apoias o Grêmio com o Renato no comando.
    És o maior queimador de treinador das redes sociais.
    só Renato tem prestigio no teu blog.
    Li no RW o teu post.
    Fiquei surpreso com o teor do texto.
    Ainda mais que o RW tinha elogiado o Boteco.
    Desisti de ler o blog por causa da intervenções grosseiras do leitor Gabriel.
    Não gostei do trabalho de Renato no Grêmio e em sentia atingido pelos adjetivos que o Sr. Gabriel se referia aos que contestavam o Renato.
    Se ele é teu porta voz eu acho que as coisas vão piorar.
    O RW se referiu inicialmente as chances desperdiçadas pelo Grêmio.Nem falou no Renato
    Quem botou o nome de Renato na discussão foi o “seu” Gabriel.
    De qualquer maneira é lamentável.
    O debate de idéias é salutar.
    Mas no teu boteco a vida dos outros treinadores foram (é serão) dificeis.
    Menos para o homem do futivolei.É uma pena

  • Cristiano

    Ilgo Wink, um gigante contra os colorados da imprensa no seu blog. Um ratinho quando está nos programas do Reche…não coloque dobradiças na coluna, caro Ilgo. Seja o mesmo do blog na frente do “poderoso” Reche.

  • walter borba

    Roger,

    Meu caro! Olha a educação.
    O Boteco aqui tem opinião fortes. Mas não entra na esfera de ofensa pessoal.

  • Paulo E. da Costa

    Que é isso roger, que chinelagem! Vamos respeitar o Ilgo.

    Impressionante como os ânimos estão exaltados.

    Acompanho o blog em silêncio, mas ta ficando complicado os últimos dias. Vamos respeitar o Ilgo! E também as opiniões contrárias.

  • paulo stunpf

    sou leitor de Demian.Ilgo e RW.Lamento o ocorrido.Achei de mau gosto o teu post Ilgo!
    Falta de honestidade intelectual.”boi corneta”
    Bah! não ficou bom.
    Lamento.

  • roger

    Desculpa ao Ilgo,viajei..

  • Jocelito

    Calma gente,se toda essa crise cai na pauta da ivi,certamente darão um jeito de transferi-la para o GRÊMIO!He he he!
    E quarta tem jogo importante. Então falemos do que realmente interessa.O jogo.

  • Rafael M.

    Andei afastado do boteco, mas li todos os comentários e textos. Não me interessa entrar em brigas.
    Paulinho no Fortaleza. Tomara que ganhe maturidade por lá.
    Brandão (sim, aquele mesmo) com cidadania francesa, sonhando em disputar a copa 2014.
    Quem será o reserva do Grohe?
    Perguntinha: depois do protesto dos árbitros do RS (pelo que entendi, queriam o clube rebaixado) posso esperar isenção dos mesmos em jogos do Esportivo? Mesmo que de forma inconsciente, não pode acontecer de alguém da arbitragem fazer ‘justiça com as próprias mãos’?

  • nelsongz

    No ano passado o Maxi salvou o Grêmio em diversas oportunidades. Em quase todos os jogos que ele entrava o time melhorava. Fazia gols e/ou pifava os companheiros.
    Falta ao Grêmio um armador, desde a saída do Douglas (ao qual muito critiquei, por achar que ele não se esforçava e queria forçar sua saída do Grêmio). Eu achava que o Maxi poderia ser este jogador.

    Veio 2014 e o Maxi, após uma boa pré-temporada e uma atuação muito boa na estréia do charmosão, jogando com liberdade para se movimentar, perto da área do adversário, como gosta de fazer, foi recuado para dar lugar ao 0berto.
    Deu-se mal, jogar atrás e marcar não é a dele. Perdeu o lugar no time titular. Durante alguns jogos não entrou, ou quando entrou jogou um ou dois minutos.
    Acho que o que aconteceu, depois, foi que ele afundou emocionalmente. Ainda não se recuperou. Talvez o Renato estivesse certo, ao dizer que ele não estava pronto. Falta amadurecer. Mas acho que voltará a dar muitas alegrias para nós e firmar-se, finalmente, como titular.

    Dudu e Deretti, na minha avaliação, não são e nunca serão armadores. Podem ser segundo ou terceiro atacantes, o Dudu sabendo recuar e ajudar na marcação, o Deretti sendo mais agressivo.

    O Alan Ruiz, se receber a oportunidade de jogar no lugar do 0berto, vai mostrar a todos que pode ser o armador que o time precisa. Espero que seja ele o escolhido, para o bem do Grêmio.

  • Diego amaral

    Boa Noite pessoal,

    acompanho o blog em silêncio, sou fã do Boteco, mas realmente está pesado demais a discussão…
    Concordo com o RW, mas nem por isso vou deixar de respeitar os fãs do técnico Renato…
    Grande Abraço a Todos e Dá-lhe GrÊmioooooo

  • Rogério

    Assisti ao jogo contra o NOB pela Fox Sports Latina (link da web) e o comentarista derreteu-se em elogios ao Alan Ruiz, dizendo que era um jogador de boa movimentação, bom arremate de média distância e que era um dez de carteirinha, ,00000000000000000000000000000000000

  • Rogério, estou viajando e vou precisar deste link para ver o jogo de amanhã. Podes mostrá-lo?

    Alguém sabe se em São Paulo, capital, perto da av. Paulista, há algum local (consulado,bar, etc) para ver o jogo do Grêmio, amanhã?

  • Gunther Meyer

    Sinto, mas tenho que opinar sobre o assunto do racismo. Como em tudo no Brasil que vai indo para uma ditadura comunista com este governo, em qualquer delito que é cometido por um cidadão, até crimes e homicídios, culpam alguma entidade quando não a sociedade. Ora, se um torcedor de um estádio com 45.000 pessoas age de forma errada, que este seja identificado e punido, mas no Brasil querem punir o clube até com rebaixamento por um ato isolado de um imbecil que muitas vezes pode ser um torcedor contrário infiltrado ou mesmo um débil mental. Racismo é muito mais do que querem punir no Brasil. Racismo é quando alguém chama uma pessoa de qualquer coisa de forma pejorativa mas no Brasil apenas uma forma é crime. Temos que isolar os mal educados, os débeis mentais ou mesmo os criminosos que ainda vão aos estádios e na maioria das vezes recebendo subsídios dos clubes e sendo colocados como líderes de torcidas. O mesmo se aplica a lei seca nos estádios. Típica solução de quem não quer ver onde está o problema. Os arruaceiros já VEM bêbados de casa e mesmo não estando bêbados fazem arruaça, está no sangue deles. Tem que proibir de entrar em estádios. Mas no Brasil se pune TODOS em vez de buscar os marginais. Para esse sistema de governo, somos todos culpados pelos atos irresponsáveis de uns poucos imbecis. Nos Estados Unidos a pessoa pode até sentar entre a torcida adversária que é respeitada. Se um torcedor mostrar que não pode permanecer entre outros seres humanos, ele é simplesmente levado para fora do estádio pela segurança ou polícia, e com o apoio dos outros torcedores. Lá, vendem cerveja nos estádios, mas só até o final do intervalo. Assim, dá para curar algum excesso durante o segundo tempo. Se nossos dirigentes buscassem exemplos de fora que deram certo em vez de inventar a roda ou aplicar soluções e punem que produz e está agindo responsavelmente, o país estaria melhor. Vejam o que fez a Inglaterra, onde era impossível ir a estádios 15 anos atrás e hoje as pessoas estão separadas dos jogadores pelas placas de propaganda. E mesmo os brasileiros que aqui fazem arruaça, quando vão nos estádios na Europa ou Estados Unidos, se comportam pois se não o fizerem, eles serão responsabilizados e não os clubes ou a sociedade como querem nos convencer no Brasil.

  • Rafael M.

    Gunther Meyer, concordo com tudo o que disseste. Abraço.

  • walter borba

    ALAN RUIZ não é 10.
    Pessoal, não se enganem por favor!

    Procurem a entrevista do Frankilin Bervick, da Rádio Grenal, com um repórter brasileiro, que trabalha na Argentina.
    Este reporter foi taxativo, se o Grêmio procura um armador no Alan Ruiz, ele NÃO É….

    No San Lorenzo, o armador era o Romagnoli.
    Alan Ruiz era o enganche….o cara que joga atras dos atacantes e na frente dos meias, com libertadade….
    O grêmio não joga assim, e nenhum time brasileiro joga.

    Independente da minha má vontade com jogador argentino.
    Este não é o caso.

    Assim, como o Zé nunca foi 10, o Alan também não é.
    Ainda estamos carantes de jogador nessa posição.

  • Rafael Souza

    Walter,

    o Alan Ruiz pode não ser 10, mas na libertadores ele ja deixou o Pirata-perna-de-pau pifado e já fez gol de fora da área, após driblar o zagueiro. Se somar todo tempo que ficou em campo talvez não tenha dado nem 45min. Ele pode não ser o 10 que precisamos, mas é 1000 vezes mais vocacionado ao ataque que o enceradeira…

    abraço

  • walter borba

    Rafael Sousa,

    Concordo contigo.
    Contudo, a direção gremista continua contratando jogador que não é o ESPECIALISTA da função.
    No início do ano, saiu na mídia que apesar da contenção dos custos, o Rui Costa teria carta branca para contratar um 10 de verdade, podendo gastar para isso. Por ex. um diego ex-santos.
    Contudo, o cara contrata o Alan Ruiz?!!

    Ps: Independente da posição do Alan, para mim, já valeu a contratação dele, só pela aquela BOTINADA que ele deu, no 8 do Newels……..

    Libertadores é assim, do pescoço para baixo vale tudo, especialmente contra argentino…tem que dar para moer.

  • Roberto

    Diego, ex-santos, ganhando 1 milhão por mês? por acaso tens visto os jogos do atlético de madri? já chega o kleber, barcos e toda a nau ganhando o que ganham

  • Rafael Souza, concordo contigo.

    Se o Alan Ruiz é armador (nem a seleção brasileira tem um) ou meia atacante não importa, o que importa é que ele arma jogadas e pifa seus companheiros, além de bater bem em gol, de média distância. Não é especialista na função? Quem o é?
    Não tem ninguém no grupo que possa funcionar melhor do que ele nesta função (o outro que poderia atuar nela seria o Maxi Rodriguez, mas está “em má fase”).

  • Gabriel

    Walter com a trinca e volantes e mais dois velocistas, será o Alan não pode funcionar como enganche entre os volantes e zagueiros adversários??? Pois nesta pate do campo ele pifou o Barcos e fez o seu gol.

  • ArthurJ

    Walter, me desculpe a ignorância, mas há muita diferença entre armador e ‘enganche’?

    Sempre entendi que enganche seria aquele jogador que fazia a ligação do meio-campo com o ataque (pifar os atacantes) que seria praticamente a função de um meia armador.

    Ou não?

  • Rogério

    Nelsongz, procure por firstrow.eu (assim mesmo) no Google. Abraço!

  • Valeu, Rogério, muito obrigado, mas vou deixar para utilizar noutra oportunidade.
    Hoje a tarde eu descobri o endereço onde se encontra o turma do consulado do Grêmio, em SP. Decidi ir ver o jogo lá, confiante numa grande vitória, seja qual for a escalação.
    Otimista, eu? Sei lá, mas acredito sempre.

  • Some times its a pain in the ass to read what website owners wrote but this internet site is real user pleasant!.