O Grêmio e seus três grandes candidatos

Grande é o clube que dispõe de três candidatos de tamanha envergadura.

Um ex-presidente glorioso, um atual presidente arrojado e um conselheiro que representa a renovação, o futuro.

Ao longo da história, centenas de gremistas dedicaram seu tempo e sua energia para o crescimento do Grêmio. Alguns com mais sucesso do que outros, mas todos buscando fazer o melhor. Todos, de uma forma ou de outra, contribuíram para consolidar o Grêmio como um dos maiores clubes de futebol do mundo.

Não tenho a menor dúvida de que aqueles jovens que no entardecer de 15 de setembro de 1903 fundaram uma agremiação para começar a praticar  um novo esporte jamais imaginaram que começava ali, singela e despretenciosamente, uma rica história de vitórias, conquistas, frustrações e superação.

Se grande é o clube, maior ainda é sua torcida.

É a torcida que faz um clube ser grande.

É grande a responsabilidade de cada torcedor.

Eu, que sobrevivi aos terríveis anos 70 e que ainda hoje comemoro o Gauchão de 1977 como se fosse um título de Libertadores, um título mundial, arrisco dizer que a eleição deste domingo vai definir qual será o tamanho desse grande clube nos próximos anos, nas próximas décadas.

Que o Grêmio continuará a ser grande, não resta dúvida.

A questão é saber qual o candidato que poderá dar a melhor contribuição para tornar o Grêmio ainda maior do que já é a partir de sua nova casa, prenúncio de uma nova era.

A resposta parece complexa, mas é simples, tão simples que muitos deixam de enxergar.

Odone é arrojado, audacioso e mobilizador, mas sua bagagem de títulos pode ser acomodada no bagageiro interno do avião.

Homero Bellini representa a renovação, o futuro. Se é o futuro, sua vez não é agora, é mais adiante, no futuro.

Resta Fábio Koff. Em seis anos, ele comemorou um título mundial – o segundo foi perdido no detalhe -, duas Libertadores e outros nacionais e regionais. Depois, comandou o Clube dos 13 durante década e meia, eleito por suas qualidades inquestionáveis.

Depois de Koff, o Grêmio diminuiu gradativamente de tamanho. Mas como havia crescido tanto, continuou grande apesar de anos e anos de insucessos e decepções.

Grande é o clube que dispões de três candidatos de tamanha envergadura.

Imenso pode ser o clube que tiver no comando um dirigente vitorioso como Fábio Koff.

Feliz – e invejada – é a torcida que pode votar em Fábio Koff para presidente.

Se gostou, compartilhe!

  • walter

    Olha a boca de urna Ilgo……kkkkkk
    Estou brincando…
    É duelo de Titãs.
    Para mim, Odone pecou em boicotar e dispensar Renato Portaluppi, de modo sorrateiro, dando a ele jogadores do naipe do Lins e Viçosa para jogar uma libertadores…
    Ilgo, seja sincero, esse time do Grêmio de 2011, não foi o pior time que jogou uma libertadores pelo Grêmio????

    Quanto ao Koff, a restrição que tenho, é que quando estavamos no inferno da segunda divisão jogando contra o CRB, Asa, Anapolina….quem segurou o Rojão foi o Odone…Koff….não sei onde estava.

    Minha opinião: está na hora de renovação, resta então: Homero Belline Jr.

  • Francisco Coelho

    Walter; foi Odone que deu ou Renato que pediu? Que me lembre sem ir reler os jornais da época e sites Clementino & cia só desembarcaram com aval ou interferência do Renato.

    Concordo com Homero Belline Jr.. Chega de ranço…

  • Francisco Coelho

    Eu só vou aguardar o resultado das urnas e ver quem será o CARA do futebol. Ai saberemos o tamanho da bronca.

    Como não voto vou me preocupar com o Coritiba que tem um bom elenco e deve jogar buscando vitória.

    A lavoura está plantada na ARENA e logo estará VERDE.

    Vamos ver como jogará a ala esquerda com o Julio Cesar. Se vai ocorrer alguma triangulação.

    A boa noticia e em minha opinião por conta da eleição e preferência da torcida é a provável entrada do Facundo.

  • Francisco Coelho

    Também quero saber qual o jogador que a “torcida” quer e que está apalavrado. Se for como a palavra do Assis & CIA estamos mui mal. Vamos ver se tem gato na tuba e não passou de jogada eleitoreira ou coisa séria e bem pensada.

    Vou aguardar e acompanhar.

  • Francisco Coelho

    A eleição também passa pelo resultado de hoje pois os indefinidos podem mudar o voto.

    Lucca do Criciúma ao que tudo indica passará por cirurgia no joelho direito por rompimento do ligamento cruzado.

  • MAZEMBIANO

    Pra quem assiste o vídeo no youtube sobre a tentativa de agressão ao Koff, pensa no quanto idiotas e miseráveis são esses “ditos” gremistas que agem daquele jeito…o que mais me lamenta é o mau carater do Odone não se pronunciar sobre o fato, dando o tapa e escondendo a mão!!! Essa é a cara do Grêmio que queremos? Essa corja sem vergonha e cretina! É muito fácil escolher, pergunte a um colorado o que ele prefere? Odone é claro! Daí tirem suas conclusões!Considero ele como um aproveitador! E pra aqueles que não lembram, o Koff quando assumiu o Grêmio em 93 não tinha nem cheque pra dar! E mais, todos os títulos e glórias que ele nos deu, não merece uma oportunidade de pegar o clube em uma situação favorável? Porque Odone com sua mascara interesseira se salva sempre pela série B? É pouco pra grandeza do clube, é só pensarem um pouco…

  • Adriano Schtscherbyna

    Só tenho três palavras para digitar…

    FÁBIO ANDRÉ KOFF

  • douglas

    A única dúvida, pelo menos pra mim, é se junto com esse bagagem multicampeã não viram Felipão e André Krieger como vice de futebol. Krieger, tantas vezes mencionado aqui como o que esperou o Autuori em meio a Libertadores.

  • RW

    Ilgo:
    Gostaria que os grandes ilustres aspones que cercam os 2 favoritos fizessem um PACTO pela paz.
    Os vermelhos ali do lado quando pararam de fazer oposição em tempo integral nos restaurante da cidade ao Presidente eleito…..começaram a ganhar titulos.
    Jamais negaria a importância de Fábio Koff.ele me deu as maiorias alegrias.
    Mas a “cercania” dele é preocupante
    Adalberto Preiss (Planejamento Estatégico 2003 – Gestão Obino)
    Marcos Hermann (Lazaroni)
    Krieger (Paulo Autuori)
    Evandro Krebs (Tavareli,Rico,Baloy e Ratinho)
    são 3 grandes candidatos.
    sorte ao Grêmio.
    E que fumem o cachimbo da paz:

  • Deni

    O Koff tava em outros compromissos. quem derrubou o gremio pra segundona nao foi o Koff!
    O Koff só nos deu duas libertadores, um brasileirao, duas copas do brasil e o MUNDO
    Só.
    O Odone nos deu o auxiliar tecnico do inter como treinador, mandou portaluppi ir se ferrar, nos deu o vexame de esperar por un ronaldinho mercenario, nos deu a esperanca de ter um ganco no time e pior de tudo:
    Ele diz que o gremio tem uma divida com ele!!!
    KOFF KOFF MEU PRESIDENTE É O GREMIO FORTE DE NOVO

  • Antonio

    antes de ganhar este último mandato, Odone mandou um recado para Duda: “não assumo o Grêmio se cair para a segunda divisão”. Recebeu o time na Libertadores…

  • Francisco Coelho

    Esta eleição está dividindo mesmo.
    Para os que gostam do Luxemburgo ele cavou a cova do Odone com o time que escalou na porta da eleição.
    No meu entender já podem colocar a faixa no Koff e depois das escolhas chorarem ou respirar.
    Mas falando em futebol o Coritiba sem 80% dos ditos titulares segurou e por pouco não ganhou.
    Fica visível que faltam atacantes e Luxemburgo vai morrer abraçado ao MA e ao Pará. Luxemburgo está queimando o Fernando. O motivo não sei… Julio voltou bem.
    Mesmo tendo algumas falhas de colocação gostei do Tony que chegou e cruzou bem. Claro que falta ritmo assim como ao Facundo. Mesmo o Zé tendo feito uma boa partida não teve o Elano para completar e sem o meio criar não sobrou espaço para o Leandro que tentou, mas ficou na marcação cerrada.

  • Adriano Schtscherbyna

    Ilgo e amigos…Por favor…
    cliquem http://www.koffpresidente.com.br e escutem o pronunciamento de Hugo De León…

    É DE SE EMOCIONAR

    Abraços

  • Just to let you know your site appears a little bit different on Safari on my laptop using Linux.