O 'Disque-Dentuço' e as pequenas alegrias da vida

Até parece brincadeira, mas criaram o Disque-Dentuço pra vigiar os passos de Ronaldinho Carioca (sim, ‘Gaúcho’ ele deixou de ser faz muito tempo).

Confesso que esse é o tipo de notícia que me dá alegria, me enche de júbilo. É um pensamento menor este meu, mas não estaria sendo sincero se escrevesse que fico penalizado, solidário ao ex-RG.

Sempre acreditei na máxima que cada um colhe o que planta.

O ex-RG, atual RC, virou o prato em que comeu e que alimentou toda a sua família nos tempos de vacas magras ao deixar o Grêmio daquela maneira traiçoeira e anti-ética, para dizer o mínimo.

Desde então, caiu em desgraça perante a imensa maioria dos gremistas.

Não satisfeito, praticamente repetiu a dose agora ao acenar que gostaria de voltar ao Grêmio. Na verdade, foi apenas uma estratégia para atrair o Flamengo, viu-se logo depois.

O Rio era o sonho do ex-RG.

Afinal, para um jogador milionário, cansado da bola e cada mais entusiasta das noitadas e dos pagodes, jogar em Porto Alegre, com uma imprensa cri-cri e uma torcida inteira no pé, seria uma estupidez.

Ronaldinho Carioca pode ser tudo, nunca estúpido. Muito menos seu procurador, empresário, conselheiro, irmão, tutor, o Assis.

Bem, a conta está chegando. No campo, ele é um caricatura do que um dia foi. É vaia em cima de vaia.

Agora, ele terá toda a torcida do Flamengo no pé. Já foram formadas várias equipes de vigilantes voluntários para acompanhar da passo do jogador fora de campo. Se uma equipe falhar, sempre haverá um flamenguista para telefonar para o ‘Disque-Dentuço’.

A vida de RC está virando um inferno. E ele pensava que o Rio seria um eterno paraíso…

UM NOME APAGADO

Quando soube que haviam tirado o nome do ex-RG de um material promocional do Grêmio citando jogadores formados no clube, custei a acreditar. Incrédulo, mas satisfeito. Depois, constatando que a notícia era verdadeira, pensei melhor.

Não tem como apagar esse nome da história do clube. Não tem, é impossível. Seria como anular o balãozinho que ele deu no Dunga num Gre-Nal, ou então os vários lances geniais, os gols.

Como ignorar o orgulho que um dia foi ter esse jogador vestindo a camisa tricolor? 

É claro que a traição cometida por alguém assim assume dimensão grandiosa.

Não tem como apagar o ex-RG da história do Grêmio. Assim como não existe a menor possibilidade de ignorar a traição cometida.

O melhor a fazer é conviver com as duas situações.

Ele começou no Grêmio. Ele traiu o Grêmio.

Não há como apagar isso.

SAIDEIRA

Este caso, me lembra o que fizeram no Colégio Militar de Porto Alegre tempos atrás: tiraram o nome de Carlos Lamarca, que estudou lá antes de se tornar guerrilheiro, combatendo a ditadura militar.

Mas a existência de Lamarca nessa escola não tem como ser anulada.

Menos ainda o fato de que o Brasil já existia antes de Lula, embora ele não acreditasse nisso.

Se gostou, compartilhe!

  • Walter

    Ilgo,

    Ronaldo Assis Moreira, jamais será esquecido como um “traidor”.
    Sinceramente, como jogador defendi o retorno dele ao Grêmio, pois tinha o sonho de vê-lo jogar futebol como ídolo mundial que é.
    No entanto, o infeliz, sem qualquer vontade própria, cedeu as vontades do irmão ganâncioso; apelos midiáticos; hollofotes; baladas….e rasgou toda sua história com nós gremistas.
    Mas, ilgo, creio que, essa tentativa de trazer o Ronaldinho, e ESSA FRUSTRAÇÃO gerada, se deve pela falta de cautela de nossa direção….
    A DIREÇÃO CONTRIBUIU PARA O FATO….DANDO COMO CERTA A NEGOCIAÇÃO e depois, aconteceu tudo aquilo que sabemos…
    abraço

  • Jaime Zitto

    O cara vive o momento mais feliz da vida dele, ele mora no rio, vive na balada, é rodeado de mulheres e celebridades, joga futvolei na barra, faz pagode em casa, é camisa 10 do Flamengo e ganha um milhão e trezentos mil pra fazer tudo isso, diante de tudo isso jogar bola é só um detalhe!

    Agora me diz, isso é cair em desgraça? eu queria uma desgraça dessas pra mim.

    Acho que só o que falta na vida dele é um cervejeiro particular, não te habilita? pode inventar a Ronalbier!

  • Rafael Targanski

    grande texto Ilgo!!
    Não poderia concordar mais com o que o Antonini disse, antes de tudo, jogador formado no Grêmio tem que ter caráter.
    Antes dele há vários outros jogadores formados na base com maior identificação com o clube e mais vencedores dentro do Grêmio.

  • ilgo

    Ronaldbier, está aí uma boa ideia.
    eu tinha pensado em Traíra, mas vcs não acreditar, existe esta
    marca em Sta. Catarina.

    Se eu tivesse que aguentar pagode todo o tempo, não gostaria
    de ter essa vida do RC…

  • David

    ilgo
    tens a informação se algm
    da diretoria do gremio é a favor do renato hj, ou se é que foi algum dia?

    abs

  • Douglas

    Na minha opinião, rg não esta entre os maiores jogadores da história do Grêmio. O que ele ganhou? Apenas gauchão. Lembrar apenas o chapéu em Dunga, mostra como ele fez pouco com a camisa do Grêmio. Andershow, Lucas, Carlos Eduardo, Douglas Costa, estes podem servir como jogadores formados no Grêmio. Até porque esse tipo de propaganda não me parece boa, porque chama atenção dos europeus para nossos jogadores.
    Perguntas.
    Paulo Odone quer mesmo demitir Renato e trazer roth?!!! Mesmo se tratando dele, seria a maior idiotice da história.
    Alguém sabe sobre o final da história sobre o Maxi Lopez? Como fez depósito, o Grêmio não tinha direitos, o que obrigaria Maxi e pagar algum tipo de multa?

  • Walter Borba

    Ilgo, esse sedizente “dirigente” o Grêmio, César Cidade Dias, responde Renato: “Não agiremos sob pressão”…
    Causa espanto uma declaração desta, já que estamos em junho de 2011 e a direção não quer pressão?
    O que ela quer???
    Estou temendo que ela quer o Celso Roth, o quanto antes….
    Infelizmente Renato vai sair do Olímpico se ter tido um time decente na mal…um atacante descente.

  • ilgo

    David, não sei se tem alguém lá que queira o Renato de técnico.
    acho que não. Renato é um cara difícil de lidar, ele passa por cima
    dos dirigentes, abre o verbo nas entrevistas. dirigente não gosta
    disso.
    Douglas, nada sei sobre o caso Maxi.
    Walter, essa direção é devagar quase parando, e ainda não quer
    ser cobrada.