Nova derrota acende sinal de alerta

Contra o Vitória, a derrota passou pela arbitragem e pelas deficiências do time gremista. Neste domingo, os 2 a 0 diante do Atlético Paranaense, em Curitiba, ficam na conta do time e do treinador Roger Machado. A favor do técnico, de novo, o fato de não ter quatro titulares muito importantes. Cinco, se contarmos Douglas, poupado.

Dessa vez, a arbitragem é inocente, embora quase tenha se complicado ao validar um gol em impedimento do Atlético – e depois recuar. Numa jogada em que o árbitro e o bandeirinha se mostraram tão desentrosados quanto o time tricolor. 

O Grêmio foi incapaz de criar uma só jogada de gol – se eu estiver errado me corrijam por favor. O goleiro Weverton nem precisaria ter se fardado. Não me lembro de ter visto atuação tão horrorosa quanto essa neste ano. Sei, houve outras ruins, mas não tanto.

A realidade é que o Grêmio escapou de uma goleada. O goleiro Marcelo Grohe fez pelos menos umas duas ou três defesas sensacionais.

Então, a defesa falhou – o que era de se esperar com essa dupla Fred e Thyere, este com a atenuante de estar muito tempo sem jogar.

Sertanejo universitário

O meio-campo teve a criatividade de um compositor de sertanejo universitário, e o ataque simplesmente não existiu.

Já faz tempo que escrevo aqui, e repito, assim como muitos gremistas, que o Grêmio mal e mal tem um time titular. Saindo disso, tudo se complica. Falta qualidade nas reposições e o técnico Roger se confunde, se perturba.

Roger se perde, talvez por ouvir demais pessoas que sempre buscam velhas soluções onde sabidamente não as encontrará.

Aipim que não cozinha

Entre essas soluções, está o centroavante Bobô é um aipim daqueles duros, que a gente cozinha, cozinha e nunca amolece. É um aipim ruim.

Não serve nem como alternativa.

Se Roger fosse mesmo um técnico moderno, imagem que ele plantou, aduba e rega a cada entrevista, teria mantido a proposta que dá certo: a de atacantes de velocidade, que jogam pelos flancos, mas que aparecem na área para concluir.

Por que não começar com Lincoln? Pelo menos há uma boa chance de dar certo. Com Bobô, já se viu, é perda de tempo. Meio caminho andado para o fracasso.

Agora, o que dizer de Éverton? Outra atuação desastrada. Giuliano, que eu elogiei no jogo anterior, foi confuso, parecia uma barata tonta.

Nem Luan escapou, mas muito mais pela companhia deficiente. Esforço e dedicação não faltou. 

Enfim, todos – com exceção de Grohe – estiveram abaixo da média, muito abaixo de aceitável para uma equipe que disputa o título.

Contratações já

Um título que está cada vez mais distante.  

A esperança é que a direção consiga qualificar o time titular e o próprio grupo, porque o campeonato é longo e desgastante.

É evidente que a direção está se mexendo, mas esbarra principalmente na capacidade financeira do clube.

Mas a hora é de raspar o cofre para evitar mais um ano perdido.

INTER

Já o Inter, em casa, conseguiu perder para o fraco Botafogo, imitando o Grêmio que também foi batido em seu estádio por um adversário de menor porte.

O Inter também reclama da arbitragem. A meu ver sem razão.  

O fato é que os dois times entram na semana Gre-Nal sem a confiança plena de seus torcedores.

Tem a rodada no meio da semana que pode alterar esse quadro, para melhor ou para pior.

 

Se gostou, compartilhe!

  • Arthur J

    Ilgo, é impossível um time vencer se o próprio treinador sabota o time. É de se lamentar, pois eu vejo potencial no Roger, mas se seguir assim, vai morrer abraçado com os bruxos.

    Roger só escala os seus amigos. O caso Bobô é emblemático. Ramiro então, o que dizer (menos mal que foi expulso)?
    E acho que na direção só existem idiotas, pois ninguém questiona nada.

    É melhor que não tragam mais ninguém. Tu quer ver mais bruxos na mão do Roger? Periga ele deslocar o Luan pra zaga, se vier mais alguém pra meia/ataque.

  • Ricardo

    Esse é o tão sonhado time sem o Douglas…

    • gilberto

      Não é a toa que ele é conhecido do como motorista de kombi, faltou braço, o chute vai no canto mais favorável para ele, ele estava mais posicionado para aquele canto e mesmo assim não consegue defende, foi uma paulada, mas de longe.enfim mesmo num dia que ele foi bem, marchamos de novo.

      • Dilamar Costenaro

        O problema hoje não foi o Grhoe, se não fosse ele seriam 5 ou 6, apesar de achar que ele não passa segurança pra zaga e não sai debaixo dos paus, nesse jogo ele salvou, o problema é que são vários problemas no time, quando não é um setor é outro que falha, a lateral esquerda é uma avenida, o meio campo não cria nada, o ataque erra gols feitos, o treinador escala e mexe mal, e vem de tempos fazendo isso, a direção não tá nem aí pro futebol, (não sei nem se assiste aos jogos), só quer saber das finanças, o que eu percebo pelas contratações feitas, é que POUCA GENTE NO Grêmio ENTENDE O MÍNIMO DE FUTEBOL. Não sonhem com títulos, eles não virão.

        • É isso aí. Como venho dizendo, o problema não é somente um, se fosse seria fácil resolver. Existem problema dentro e fora de campo que reflete diretamente na formação de um time ao menos competitivo. Afora as questões políticas, não existem ninguém com perfil de liderança que entenda realmente de futebol, nem ao menos pra chegar junto ao treinador e orienta-lo de coisa óbvias. Tudo reflete aí grupo de jogadores, que é muito limitado, porém se torna mais ainda quando alguns tem que jogar numa função que não possui a mínima condição de cumprir ou até mesmo estarem vestindo a camisa tricolor. Jogador mediano jogando junto de jogador ruim afunda junto.

  • Gunther Meyer

    Mas o que foi a displicência do Luan? Se não quer jogar nem se farda. Esse cara ta me irritando. O Ramiro já foi bom, agora deveria ser roupeiro. Duas expulsões idiotas em dois jogos. Deveria ser multado e mandado embora pois ninguém vai comprar esse cara.

  • Serrano

    Roger dá ouvidos a maus conselheiros, ou age conforme suas ideias? Acho que está na hora de começar a fazer este questionamento.

    Ilgo, não é que o título comece a ficar distante. É que ele nunca esteve realmente próximo. Acho que muitos de nós nos enganamos.

  • Walter Luis Borba

    O negócio é não se iludir.
    O Grêmio é que nem golfinho, faz uma graça e cai!

    Até quando Roger vai se apegar nessas nulidades que são Bobô, Ramiro, Bressan entre outros?

    O Grêmio apanha, apanha, apanha mais, e não apreende!!!

  • JPFONTOURA

    Moro en Curitiba. Fui ver o jogo. Olha o luan, o pessoal não pode cornetal-o, o cara sempre está procurando espaço, sempre tenta uma jogada, não se esconde ,marca em cima . Se ele for vendido depois vão ficar chorando igual ao Jonas. O Thierry tem algumas qualidades, ele se antecipou em algumas jogadas, deu para ver q ele tem um passe razoável, merece mais oportunidades, o MO horrível, os gols foram pelo seu lado, ele marca muito distante, fecha para o meio e deixava o nikao fazer o que queria. Agora contra o Santos é esperar superação pq o Bressan vem aí. Jaílson entrou muito bem.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Bah, o time sentiu demais a falta do Geromel, Walace Reis, Maicon, Douglas (quem diria) e do Luan na posição dele.

    Jogamos sem 5 titulares, fora de casa, o resultado foi normal, mas poderíamos trazer ao menos um ponto da Arena da Baixada.

    Gosto muito do Roger, ele é realmente o melhor treinador que pisou no Grêmio nos últimos tempos, mas segue teimando demais com suas bruxarias e trocas sem sentido algum.

    Nunca achei que poderíamos brigar pelo título, e ainda acho que ele não fica no RS este ano, pois o rival não tem time nem treinador, mas estou ainda com muita confiança numa vaga no G4 para o Grêmio devido as várias voltas que teremos de lesões.

    O Geromel, Walace Reis, Maicon, Douglas, com Luan e Bolaños na frente vai dar outra cara para o time e tem ainda as contratações que vão chegar.

    Força & confiança no time, pessoal, é isso que temos para 2016, ”A VAGA”.

    • Daniel Scherer

      Bah Copião, queria ter este teu otimismo. Até tentei, mas o Roger acaba com tudo, ele não dá nenhum indicio de que vai aprender, já devia ter aprendido que certos jogadores não podem fardar nem no banco ficar. Mas ele insiste. Não dá, atirei a toalha, Menos mal que o co-irmão já está caindo na realidade.

  • Ricardo de Cruzeiro

    Sabes o que fazer com aipim que cozinha,cozinha e não amolece?Se frita!

    • Ilgo Wink

      Fritura em andamento…

    • Luis Augusto Waschburger

      Muito Boa!!!!!
      Parabéns pela criatividade!

      • Ricardo de Cruzeiro

        Aqui em Cruzeiro plantamos muito aipim,mas aipim que desmancha na panela,seria do tipo ” Flexível “?

  • Francisco Coelho

    Pensando em 2 tempos…

    O muda tudo iniciado com o retorno do Koff e agora com o Romildo detonou a base gremista que vinha campeã nos juvenis e juniores.

    Grêmio: Vitor; Dartora, Santiago (Zé Augusto), Marcão e Christian; Felipe Machado (Conrado), Arthur (Erick), Nikolas Farias e Pepê (Yuri); Nicolas Careca e Luan (Luis Felippe).
    Técnico: Felipe Endres

    O Inter saiu classificado dos Gre-Nais da semifinal do Gauchão Sub-20. Após um empate em 1 a 1 na primeira partida, a equipe do técnico Ricardo Colbachini segurou o ímpeto do Grêmio na segunda partida e conseguiu um empate em 0 a 0 na tarde deste domingo, no CT Morada dos Quero-Queros, em Alvorada. Agora, a decisão da competição terá Inter e Juventude para definir o campeão da categoria em 2016. É uma reedição da final do Gauchão de profissionais deste ano e da final dos juniores de 2015.

    Mais uma das indicações do Roger é o treinador do grupo de transição: O técnico Felipe Endres deixou o Juventude rumo a Porto Alegre. Nesta segunda-feira, o responsável por treinar o alviverde na última Copa São Paulo de Futebol Júnior acertou com o Grêmio, onde irá treinar a garotada tricolor do sub-23. A indicação foi de Roger Machado, que trabalhou com ele no Jaconi.
    http://pioneiro.clicrbs.com.br/rs/esportes/noticia/2016/01/tecnico-felipe-endres-deixa-os-juniores-do-juventude-e-vai-para-o-gremio-4956190.html

    Bruxo pode perder que nada muda. Foi culpa do juiz, da grama, do vento ou dos quero quero que gritaram muito alto…

  • Francisco Coelho

    Romildo é o responsável pelo descalabro da base e do time gremista. Mesmo tendo contratado um CO para coordenar tudo só gosta de números. De futebol creio que só saiba que a bola é redonda pelo que fala.

    Alberto Guerra, Júnior Chávare e Roger Machado Marques não conhecem jogadores nem o mercado. Vão ter de pedir para agentes a indicação de alguns ou Roger vai indicar mais algum dos poucos com quem já trabalhou.

    Roger aparenta ter lido alguns livros de treinadores e escutado alguns, pois a diferença entre o dito e o apresentado em campo é como a distância da Terra à Betelgeuse ou Rigel.

    Desde que desembarcou os times do Roger não apresentaram mais que umas 8 boas atuações convincentes e empolgantes. Sempre há alguns probleminhas com os apresentados nas últimas partidas.

    As maiorias das pessoas zelam por seus bens e o Grêmio sempre permite maus tratos aos destaques. O RW tem citado constantemente os casos mais escabrosos que “vazaram”. O caso Kleber x Vargas, Roth x Douglas Costa e o mais recente Roger x Lincoln para não alongar. Também temos o do lateral-esquerdo Júnior emprestado ao Joinvile.

    Já pedimos para o Grêmio emprestar o Lincoln para o Santos e salvar o talento deste guri que como diz o Roger sabe por que não está sendo escalado.

    Em qualquer empresa um gerente ou diretor quando não apresenta resultados é substituído. No Grêmio é ampliado o contrato e ganha aumento. Falo do Roger…

    Rui Costa partiu e também César Pacheco más poucos dos bruxos partiram e outros se enraizaram. Aqui alguns…
    Willian Schuster Dornelles da Silva, Kadu- Ricardo Martins de Araújo, Frederico Burgel Xavier, o multi funções LE, quarto zagueiro e meio campista Marcelo Oliveira Ferreira, Maicon Thiago Pereira de Souza Nascimento, Ramiro Moschen Benetti, Giuliano Victor de Paula, Douglas dos Santos, Matheus Simonete Bressanelli e Deivson Rogério da Silva (Bobô).

    Volto a insistir que é necessária a contratação de alguém que entenda de futebol, jogadores e mercado para assessorar a presidência do Grêmio.
    Nomes como Milton da Cruz, Juninho Paulista, Gustavo Bueno (Ponte Preta) seriam alguns. Muricy quer voltar ao futebol nesta função más não sei se o temperamento permite. É caso de conversar.

    • Ilgo Wink

      A base tem revelado jogadores de bom nível. Problema é o Roger aproveitar esse pessoal da melhor forma possível. Não pode é um Negueba chegar e furar a fila.

  • Fábio Viana

    Atuação lamentável, contra um time medíocre como esse do Atl.-PR.
    Enquanto o Patético corria, o Grêmio caminhava. Desde do 1 minuto de jogo não buscou o gol. Nem jogou pelo pontinho fora, jogou para perder.

    Confesso que tive uma esperança de título, mas o Grêmio tratou de acabar com ela quando empatou com a Chapecoense.

    Tava até afim de ir no grenal no aterro, mas com esse time e técnico cagalhão, tô fora. Ir no Bêra pra ver colorido feliz, nem pensar.

    Presidente, Depto. Futebol e o Roger estão acabando com uma máxima do futebol, a falácia da tal “continuidade do trabalho”.
    Continuam 90% das peças de 2015 e o futebol do Grêmio não evoluiu. Ainda não disputou título, ideias inovadoras foram deixadas de lado, convicções foram abandonadas e o time maltrata seu torcedor com desempenhos enganadores.

    Lutar pela vaga é obrigação da turma do Humaitá, a partir de agora.

    Ah! Ia me esquecendo. Alguém avisa o Romildo e o “CEO”, que demite funcionária grávida, pra economizarem com o CT de Eldorado, fechando a base, pelo menos até o final do ano.

    Abraços.

    P.S.: A funcionária grávida teve que ser readmitida, graças a justiça do trabalho.

    • Detective

      São estas coisas que tornam o Grêmio um clube sui generis. Lembro-me que lá por 1975, estava com meu falecido pai no pórtico de entrada das sociais quando quiseram cobrar ingresso de um bebê de uns seis meses. Foi vergonhoso. Parece uma continuidade de burrices e descasos com o ser humano.

  • Serrano

    Ilgo, tu tem algum conhecimento se Miller Bolaños “está desgostoso na Arena” e que a Direção “já trabalha com a hipótese de negociá-lo”?

    Porque, senão, parece claro que Forças Nem Tão Ocultas querem ver o equatoriano longe do Humaitá.
    (Se bem que, com o tanto de mocorongo que toma decisões/gravita em torno de quem toma decisões por lá, não duvido de nada.)

  • Marcio Luiz

    Olhando pelo bom,foram duas derrotas “boas” para o grêmio: queimou o Bressan e ontem queimou o Ramiro. Além de mostrar as deficiências do time, acelerando a contratação de reforços. Chega de bruxismo!

  • Robert Plant

    Aos fortes, impávidos, persistentes, tenazes, boa sorte. Cancelando a associação, economizando um bom dinheiro e evitando de me indispor em casa assistindo os jogos, xingando, me irritando, perdendo a paciência, criando um clima ruim. Exceto por alguns que gritam aqui e em outros espaços, criticam de forma honesta e construtiva, lúcida como Francisco Coelho, eu sinto ao varar as redes sociais que já temos uma geração de Gremistas completamente conformada, atolada numa pasmaceira tal, que boas campanhas lhes bastam. Me desculpe, vaga não dá faixa no peito, taça e volta olímpica. Como essa vagas tem sido pateticamente gastas em eliminações ridículas em série no ano seguinte na libertadores, cria-se um círculo vicioso de enganação. É uma geração cujo maior feito Gremista que viram foi a Batalha dos Aflitos. Tem os mais velhos que viram os anos 70, calejados. Tem gente de várias épocas que adoram chamar de falso Gremista a quem o desânimo misturado com a raiva derrubou. Seja. Eu vi Ganhar demais. Vi duas quedas também. Fui ao Olímpico ver o Grêmio jogar contra o São José-Sp em 1991. Esse chove não molha, esse tico-tico no fubá, esse negócio de conseguir vaga na libertadores para figurar no ano seguinte e fazer fiasco. Ah cara, larguei de mão. Ninguém exige vencer sempre. Mas passamos dos limites. Blá blá blá financeiro de que nos reestruturaremos pra voltar a ganhar. Ah, ouço esse papo furado há 10 anos. Voltamos da B em 2006, aí os pedidos eram os mesmos, paciência, tinha o condomínio de credores, etc. Se livramos disso e veio a Arena. Cada quando é um desculpa diferente. Passou do limite. Me desassociar e não olhar os jogos já me fará um bem danado. Damos muito sem retorno. Chega disso. Boa sorte aos fortes!

    • Detective

      Concordo. É muita irritação, xingamento, indisposição em casa. Não vale a pena. Nós gremistas só queremos ser campeões. Tem algo errado nisso tudo. É muita derrota e frustração.

    • Francisco Coelho

      Roberto; grato. Ser elogiado é gratificante e me faz continuar pesquisando e tentando colaborar sob minha visão. Até quando terei forças e tempo não sei más sinto que está findando…

    • Ilgo Wink

      Quase assino embaixo esse teu desabafo.
      Mas vou resistir mais um pouco.
      Outra coisa, boa a lembrança do Francisco, nosso patrono e gremista lúcido e apaixonado

  • Fabio Scheffer

    Pra mim o que ficou de pior dessa derrota foi o Roger no vestiário expondo o Lincoln !!!

    Se sabe o porque do guri não que receber chances que trate isso com a direção e não faça o que fez de coloca-lo na fogueira depois que seu bruxo Bobô passou mais de um tempo fazendo nada em campo.

    Gosto do Roger, apesar de achar cada vez mais suas escolhas equivocadas e suas entrevistas chatas pra caramba, e penso que ele pode vir a ser um treinador de ponta no país.

    Mas mantendo o apego com perebas que tão atrasando a mecânica do time e apostando em soluções que já mostraram não serem as melhores (recuar o Luan que tá voando como falso 9 é o cumulo da burrice) vai acabar abreviando sua passagem do Grêmio.

    Pra finalizar o Grohe, sempre operando “milagres” mas nunca sendo decisivo para um resultado, tem sido cada vez mais broxante ver sua falta de indignação e discurso sem sangue ao sair de campo.

    Ver um goleiro depressivo e sem atitude é brabo e nos faz entender pq nesses 15 anos sem títulos no minimo 1/3 desse tempo o Grohe gravitou como titular ou reserva pela meta gremista.

    • Ricardo

      Grohe começou na base em 2000. Desde 2005 gravita como titular ou reserva.

  • Fábio

    Era pra ter sido goleada. Preservamos nosso saldo, portanto. Agora somos franco favoritos para o jogo da quarta-feira contra os Meninos da Vila. E domingo o Beira Rio é nosso.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Se os deuses não devem estar loucos, eu te apoio em 100%.
      Mas ….. sonhar é preciso !!!!!

      • Fábio

        Vamos que vamos!!! (Amanhã com o reforço da ausência do Ramiro).

  • Andre Dagneze

    Eu contrataria o Mano Menezes
    Alguem explica a burrice do Roger em tirar o Luan da frente e colocar o Bobo?
    Alguem explica a burrice do Roger em entrar com o Ramiro ?
    Alguem explica a burrice do Roger em manter o M.Oliveira na lateral?
    Teimoso, burro, bruxista,…. Eu quero outro tecnico.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Amigos do Boteco !!!!! (desculpem a ladainha, mas é preciso)

    Já escrevi aqui sobre isso, respeito muito a opinião de todos os ”clientes” deste Boteco, sei que estamos a 15 anos sem um título importante, a 6 anos sem um título gaúcho sem arbitragem e com arbitragem amestrada, mas, sinceramente, não vejo o Grêmio num momento igual a este de boa ascensão administrativa, financeira, técnica, social, patrimonial e politica a muitos anos.

    Claro que eu quero títulos, que nosso negócio é futebol, que somos um clube de futebol, mas precisamos recapitular o início dessa gestão do Romildo Bolzan, pois ele chegou e está fazendo rigorosamente o que vinha pregando por ser um politico com passado de respeito.

    A meta era já em 2015 levantar ao menos o gaúcho com o Felipão, mas a sua tão conhecida birra com arbitragens e por ser tão sisudo com jornalistas, nós sucumbimos por ele além disso, não saber conviver com a austeridade financeira necessária do Bolzan, e os resultados dele foram um desastre.

    Aí, o trocamos pelo Roger Machado que eu particularmente achava ser cedo demais para lhe dar um time do tamanho do Grêmio com apenas 2 anos de carreira, e assumiu com a missão de não cair, mas conseguiu em 2015 chegar com destaque em 3º, com o mesmo elenco, mas ”fora de hora” dentro do projeto do Bolzan na Libertadores que seria em 2017, e isso foram palavras de Romildo.

    Vejo o Bolzan num caminho certíssimo na parte administrativa, porém, também vejo que a Libertadores em 2016 nos fez errar no planejamento do gauchão por causa das viagens e atenção que a américa exige, e mesmo assim, o Inter não ganhou, pois foi o Grêmio quem perdeu por ser e estar bem melhor treinado e classificado para isso na 1ª fase onde chegou sobrando.

    Hoje vejo algumas críticas aqui ao Roger Machado, falando até em troca de treinador, mas também junto com RW e outros corneteiros, vejo ele como um dos melhores treinadores do Grêmio nos últimos anos e trocar ”ele por ele” agora e pagar mais caro, não seria inteligente, pois todos os outros que tem por aí são piores ou iguais a ele e bem mais caro, então, o Roger Machado é e será o nosso treinador até dezembro de 2017.

    Para analisar ”só os resultados” deste brasileirão, avaliem a quantidade de vitórias que o Inter teve jogando ”absolutamente” nada, por uma bola, dando chutões e os 7 pontos somados que perdemos para Palmeiras, Fluminense e Chapecoense onde em todos saímos jogando bem, ganhando os jogos e fora de casa, e só trouxemos 2 pontos.

    Agora, analisem as caxumbas, lesões e suspensões no time titular e assim, eu vejo que com os 3 pontos à mais naquele jogaço contra o Palmeiras, eles estariam com 19 pontos e nós com 21, LÍDER e não estaríamos aqui lendo tantas críticas ao time, e mesmo assim, com os 7 pontos perdidos, nossa situação na tabela hoje seria fantástica. PENSEM NISSO.

    Então, parem de avaliar ”só os resultados” procurando ”só os culpados”, pois isso a IVI faz todos os dias com as notícias negativas ”só do Grêmio”.

    Acreditemos no projeto Romildo Bolzan que assumiu e implantou a necessária austeridade, visando os resultados à partir de 2017 e 2018, ”MAS COM” uma visão de que antes disso já poderíamos conquistar títulos com este elenco e time, pois acredito que isso vai acontecer.

    Futebol sem planejamento a médio e longo prazo, não existe e quem persegue só resultados, são os treinadores que jogam por uma bola só dentro de casa e por empate fora, mas não ganham nada nunca tipo Renato Gaúcho, Mano Menezes, Argel Fusca & outros. É ISSO.

    • Fábio Viana

      O problema Copião é ver Jaílson, Lincoln, P.Rocha(qdo está disponível), Thyere(ou qq outro zag da base) serem preteridos por, Bobô, Ramiro, Negueba e Bressan.

      Acredito no Roger. Por mim ele deve ficar. Quem não deve ficar, ou nem deveriam ter vindo, eram esses jogadores citados antes.

      Roger é o nosso Guardiola. Formado no clube, tanto como atleta e como técnico. Com a mão de obra disponível atualmente, não há ninguém melhor do que ele para comandar o time.
      Temos o Guardiola, o problema é que não temos o Ferran Soriano.
      Falta um elemento com conhecimento e visão no Depto. de Futebol para que tudo que esperamos e projetamos para o clube se confirmem.

      Abs

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Fábio, tens razão no ponto que fala no Depto. de Futebol, pois com o Marcos Chitolina, Rui Costa, Cesar Pacheco e Alberto Guerra que assumiu para ficar até dezembro, é dose.
        Teria que ser alguém como o Cacalo, que conhece o clube por dentro e por fora, chega lá, assume e decide, mas sem aquela paranóia de empilhar centroavantes aipim, pois isso está se tornando chato demais e ultrapassado.
        Acho que falta ao Roger alguém para ajudar a comandar o vestiário após uma derrota, pois o time se apruma, vence 2 ou 3, empata, vence de novo e perde 2 de novo.
        Por isso, que acho o Roger verde, porém, com enorme potencial para nos comandar no futuro.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Amigos !!!!!

    Pouco sexo diminui a memória, e eu li isso a 36 anos, 6 meses e 7 dias, num adesivo azul colado ao vidro traseiro de um Fiat 147 amarelo mostarda, com placas: CBD 1979, com os pneus carecas e o farol esquerdo queimado, na esquina da Rua Voluntários da Pátria com a Rua Gaspar Martins, era um domingo as 10:58 hs do dia 23 de dezembro de 1979 e faziam 28 graus.
    Achei interessante divulgar.

  • Gabriel

    Ilgo, gostei do futebol jogado pelo Luan. Tentou, se movimentou, driblou, enfim foi o único da linha a jogar bem. O melhor do jogo foi Marcelo Grohe, que inclusive foi perfeito nas saídas do gol.

  • Arthur J

    Pra piorar, a solução pra defesa que a direção está buscando tem 1.83m

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      O cara nem chegou ainda …..

  • Detective

    Bom dia, amigo Ilgo! Parecem estar voltando as chuteiras vermelhas no Grêmio. saberias me dizer o porquê de a diretoria ou a presidência não impedirem esta aberração? Falo de Edílson e Ramiro usando chuteiras vermelhas.

  • Serrano

    É, parece que a nossa Mui Querida Imprensa está empenhada em vender Bolaños.
    Pensar em ver Miller e Luan no ataque gremista faz muita gente não cumprir as oito horas de sono recomendadas por dia.

    • Arthur J

      Espero que a direção tenha o bom senso de ao menos esperar até o fim do ano.

      Com a convocação do Luan pras Olimpíadas, o Miller vai ter um papel fundamental.

  • Serrano

    Vê se dá pra acreditar.

  • Daniel Scherer

    Bom, eu estou a partir de hoje abandonando a barca do Roger. Deu. Esta vendo o time ser dominado pelo Santos e não faz nada. Trocou por lesão. Já teve tempo demais para mostrar. Fora Roger agora, o título do campoanto já era, e com esse treinador vamos cair na tabela rodada após rodada. Não tem desculpa de lesão, estou falando que taticamente ele não faz nada de novo, é sempre mais do mesmo e todos sabem que não adianta as mudanças dele.

  • Serrano

    Hermes Trismegisto.

  • Francisco Coelho

    Vencemos e agora? Foi uma partida de muita tensão com muitas jogadas e alternativas.
    Finalmente muitos estão vendo as deficiências do Roger. Quem não sabe porque perde não sabe ler os jogos.
    Treinadores que não sabem mudar o jogo com modificações têm de voltar a ser auxiliar e distribuir marcadores no campo.
    Os doutos fizeram o Grêmio comprar equipamentos que não sabem usar.
    O DM gremista é omisso. A preparação física não pode permitir jogadores se estourar em campo.
    Colocar o Bobô em campo é caso de tratamento…