Inter joga como time de série B. Grêmio só empata

O que se viu no Beira-Rio neste domingo foi o duelo entre um time candidato ao rebaixamento e outro postulante ao título.

O futebol que o Inter jogou foi de time fraco da segunda divisão. Teve sorte de não ser goleado pelo Corinthians.

A herança deixada por Argel é uma carga pesada demais para Falcão carregar.

O pouco de organização que o time possuía virou pó. Antes havia o chutão tão questionado pelos colorados de todas as instâncias – querem ver o Inter jogando como o Grêmio, de futebol bonito e eficiente. Hoje, não há chutão nem toque de bola, apenas confusão tática.

Quem caiu duas vezes, como o Grêmio, na primeira repetindo o refrão de que não havia risco de rebaixamento até a derrota derradeira diante do Botafogo, no Rio, identifica os sinais de queda.

A possibilidade de cair só não é mais concreta porque há pelo menos uns seis clubes com equipe pior. O problema é que nenhuma delas – com exceção do Cruzeiro – tem atrás de si uma torcida ambiciosa, que se torna agressiva como se viu mais uma vez após a derrota por 1 a 0, o que torna o ambiente tenso, afetando diretamente os jogadores. 

Torcedores reagiram com violência, depredando o patrimônio do próprio clube e gritando ‘fora Píffero’ entre outros. Falcão, como chegou faz pouco, foi poupado ao menos dessa vez.

Como se sabe, o Inter já escapou duas vezes de cair, em ambas as situações de maneira nebulosa, em especial a conhecida como o ‘caso Payssandu’, em 2002.

O caminho que leva à segundona começa por não reconhecer que o risco existe.

A torcida pelo jeito já se deu conta e quer providências urgentes.

Se o Inter cair leva junto a mais forte gozação dos colorados sobre os gremistas.

GRÊMIO DECEPCIONA AO SÓ EMPATAR COM O LANTERNA

Grêmio parece sofrer da (SAM) Síndrome do Adversário Menor. Enfrentou o lanterna do Brasileirão e não conseguiu se impor, e isso que vinha de uma vitória alentadora, que deixou nove entre dez gremistas – o um que falta nessa conta é de secadores – sonhando com o título.

O sonho persiste, mas entremeado de monstros assustadores como esse tal do América Mineiro do técnico ‘estudioso’ e do atacante que mudou de nome, o Vitinho, que agora é chamado de… não importa.

Não tem como não vencer o América. O consolo é que também o Palmeiras se deu mal com um time da ponta de baixo, e caiu aos pés do Botafogo.

Como se não bastasse foi duro aguentar Marcelo Grohe fazendo cera nos minutos finais. O time estava com um a menos – Edilson foi expulso após uma entrada temerária e desnecessária -, mas nem isso justifica o que Grohe fez.

Está certo, ele evitou o pior com duas grandes defesas. Mas precisava fazer cera?

E mais, a reposição de bola com os pés é ridícula. Numa delas, o Maicon reclamou. Em outra, ele que notoriamente chuta mal saiu da área para bater uma falta a poucos minutos do final. E o time deixou… A bola saiu pela lateral, claro.

Em termos ofensivos, só se salvou Miller Bolanos, que sentiu a falta de parceria qualificada, mas por pouco não fez um gol.

Enfim, um empate frustrante em que ficou evidente a falta de reposição qualificada na frente.

Mas o que importa, no final das contas, é que o Grêmio segue entre os líderes e na briga pelo título.

Se gostou, compartilhe!

  • E o nosso jogou como esse primeiro tempo? Jogando contra um arremesso de time é o melhor do primeiro tempo é nosso goleiro.

  • Ricardo de Cruzeiro

    Deixe sem adendo,esqueça que “jogamos “hoje…

  • Juninho Street

    Eu avisei que nosso Gremio só nos ilude!!!!!!!!Ainda bem que ja tou vacinado.
    Uma vergonha jogar contra o lanterninha retrancado, jogando no contra-ataque.

  • Daniel Scherer

    Problema é o Grêmio jigar como um time de segunda contra um time de segunda.

    Quando podemos colocar a crise toda do lado deles, como a madre teresa de Calcutá, empatamos com um time que todos que querem algo vao ganhar, aí nao tem desculpa. Temos um time de m… um treinador de m…. e uma direção de m….

    Se empatamos com um time rebaixado sem sermos superiores, queremos o que no campeonato? ???

    Porque ha empates e empates. Ha empates criminosos, quando perdemos 10 gols feitos. E empates fisaquentos.

    Qual foi o de hoje? ?? Escolham os colegas do Boteco.

  • Primeira máximo sobre o Grêmio: É um time razoável com jogadores ruins, logo chega-se a conclusão que só joga motivado. Por isso a dificuldade de jogar contra times ruins.
    Segunda máxima sobre o Grêmio: com esse pensamento jamais ganhará um título de expressão, brasileiro então, é utopia.
    Terceira máxima sobre o Grêmio: grande parte da torcida contribui para que isso aconteça, os caras são alienados, vivem num mundo paralelo, apoiar time ruim virou epidemia.
    Sobre o jogo de hoje, sem exagero, da vergonha de torcer para um time assim, não falo nem em vencer um arremedo de time, mas pelo menos demonstrar vontade em vencer, pelo simples fato de ser um time estar em terceiro contra o último colocado com 22, ou disse 22 pontos a menos, e mais vendo o jogo se sabe porque o América é último, porém não se sabe por que o Grêmio é terceiro.
    Algumas perguntinhas:
    – Por que não fazem investimentos em jogadores de verdade?
    – Por que com seis laterais esquerdos no plantel o pior deles é titular absoluto?
    – Por que passou dez anos jogando com três volantes sempre retrancado jogando por uma bola, passou como num passe de mágica jogando sem nenhum volante?
    – Por que Ghroe faz tanta cera fora de casa?
    – Por que sobem tanto guri ruim que não sabem dar um passe de meio metro, pior, com aval de torcedores dizendo que são magníficos?
    – Quem foi que disse que Negueba joga na função de Giuliano? Na verdade quem disse que ele joga futebol?
    Um adendo: O cara já é péssimo de atacante, o treinador bota de auxiliar de lateral, a bola pune, não seria melhor colocar os volantes fazendo essa função? Já que não marcam ninguém mesmo, só carimbam a bola memo.
    – Por que pensam que Roger é gênio?
    Até gosto dele, pelo simples fato de o time jogar todo retrancado, porém falta muita coisa pra fazer isso, não pode jogar sempre do mesmo jeito, tem que ter variantes e principalmente saber ler não só o jogo mas os adversários, mas aí falta direção.
    Por que eu perco meu tempo torcendo sabendo que os erros se repetem ano após ano?
    Essa vou responder: Porque amo demais esse clube, foi uma das primeiras coisas que aprendi na vida, paixão por um clube de futebol. Já ganhei tudo que pude com esse clube, já presenciei muitos times vitoriosos e todos tinham um por quê, não se montam timem ao acaso, num passe de mágica, aos trancos e barrancos ou como agora no tá bom assim, vai que dá pra beliscar alguma coisa ou tá bom assim não gastamos muito mesmo. Mas o pior de tudo é que nos tempos de hoje os times são todos limitados o que diferencia é a qualidade de alguns jogadores, aliado ao comprometimento deles. Conseguimos esse último desde o ano passado, porém falta qualidade. Poderiam só menos contratarem ao menos uns quatro jogadores acima da média que com certeza teríamos chance de sonhar alto.
    Mas muitos vão continuar reclamando das ivis, dos vermelhinhos, da arbitragem, dos Marcelos Oliveiras da vida e levam livre essas diretorias incompetentes, e acreditar que o importante é pagar as dívidas e ter superávit pra contratar os Neguebas.
    Não ganhar do lanterna já é terrível imagina jogar caminhando em campo é inaceitável.

  • Robert Plant

    Pessoalmente acho a situação do inter absolutamente segundo plano. Que eles caiam para a décima divisão e estou me lixando. Nos anos 90 minha última preocupação era com o inter, cuja existência eu quase ignorava. Prefiro falar do nosso time. O Roger não parece ter feito de um grupo vencedor nos anos 90. É um burocrata arrogante que acha que ganha a hora que quer. Vê um time entricheirado atrás contra o América-mg e fica de braços cruzados a beira do campo talvez porque ache que gritar e pedir atitude ao time é coisa de grosso ignorante. Um certo grosso ignorante jogou com ele. E outro o dirigiu. Viraram múmias de tantas faixas que carregavam. Tu não passas de um pretensioso arrogante que acha que empatar fora com um time que não ecziste é ponto ganho. Merece o mesmo destino dos Endersons e Caio Júniors da vida: Terminar no ostracismo treinando timecos. E ah, MO, faz um favor: Se muda para a Sibéria. E nunca mais apareça, sua nulidade podre. Leva junto esse goleiro perdedor que faz cera contra o América-Mg. Deve dar uma gastura no Danrlei te vendo jogar com essa “fome de vitória”.

    • Robert Plant

      A propósito, esse time que “não ecziste” vinha de sete derrotas consecutivas no campeonato, sendo uma delas de 3 x 0 em casa para o poderoso Santa Cruz. Conseguimos uma proeza: Sermos o clube que deu a chance ao time que terminará o campeonato em 20° lugar encerrar sua série de derrotas! Parabéns a esses jogadores cujo dna da vitória habita as suas almas. Vocês são demais.

    • E o pior, o treinador é o Anderson que mudou o time em seis posições, não treinaram e mesmo assim deram um nó tático. Em certa parte do primeiro tempo tinham 70% de posse de bola.

    • Pablo Z

      Tem gente que fica espalhando que o problema é a tal “filosofia” do pontinho fora de casa que atrapalha. O que realmente termina com as chances de ganhar alguma coisa é não enxergar o verdadeiro problema do time e do clube, mascarando a real situação, tentando impor suas teses marketeiras. Além é claro de um problama maior institucional do clube, com péssimas direções,ou que comprometem as finanças do clube, ou que para administrár a crise financeira, relevam o time e a conquista de títulos ao segundo plano, o que é um vedadeiro absurdo, pois a essência e a justificativa de existir, pelo menos dos clubes grandes, é ganhar campeonatos,o que assistimos muitas vezes pelo menos nos últimos anos quando há a chance de comquistar algum título sempre falta um detalhe, o salto para a grande conquista, explicado pela mediocridade que tomou conta do clube e desemboca nos treinadores e jogadores. E é exatamente o que está ocorrendo agora. Com este Roger incensado pela imprensa e grande parte da torcida, é um grande enganador, e terá que comer muita poeira para aprender se quiser se tornar um treinador de ponta. A sucessão de erros que este rapaz comete, compromete qualquer qualidade que ele possa ter, não adianta nada jogar bem ou bonito algumas vezes, e num campeonarto onde todos são japoneses, perder pontos plenamente possiveis por falta de iniciativa ou conformiso com a má jornada. Apenas um pequeno exemplo, o Grêmio não jogou absolutamente nada no 1ª tempo, e o treinador não fez uma substituição sequer no intervalo, até para mostrar aos jogadores que tinham que mudar a postura e a comprometimento. Mas ao contrário, manteve a mesma equipe e passou um recado subliminar aos boleiros, – e só vocês quererem jogar que nós vamos ganhar-, e se viu a repetição da atuação modorrenta e nojenta do time. Se os caras não estão jogando nada, muitos vão dizer, mas a culpa não é do treinador, e eu respondo, é sim, pois ele não está ali na beira do campo para assistir e dar pulinhos, e sim tentar mudar as situações não previstas, como por exemplo a má atuação de quase todo o time. É um time “caseiro” que só ganha dentro de casa muitas vezes á forcéps com o empurrão da torcida, mas se mostra e revela verdadeiramente o seu caráter e espírito quando sai do seu reduto e se acovarda, demonsatrando ser uma equipe sob a liderança de seu treinador, sem maturidade para atingir voos mais altos.
      FORA ROGER, FORA DOUGLAS, FORA M OLIVEIRA, FORA RAMIRO.

  • Andre Peixoto – Sarandi/RS

    Que nada guris. O importante é que estamos pagando as contas e com superavit… Ah, mais 3 anos para o gordinho…
    E quem falar o contrário é porque nunca jogou futebol. Vocês são tudo patronetes e nós somos romildetes!
    Que venha mais 15 anos de seca…

  • Robert Plant

    Eu não espero que esses mercenários amem o Grêmio. Mas seria muito esperar que eles queiram ser vencedores? Acho q sim. Esses boleiros são carreiristas. Se fossem capazes de serem analistas do tesouro do Tcu seriam e burocraticamente cumpririam seus deveres sem maior paixão levando uma vida confortável aguardando uma gorda aposentadoria. Medíocres sem ambição é o que são. Ganhando bem é a conta. E é sempre no Grêmio que esses medíocres aportam. Nos provem o contrário! Mas duvido. Tão cagando pra torcida porque são isso mesmo: Carreiristas fazendo um pé-de-meia aqui, outro ali para garantir uma boa aposentadoria lá pelos 35.

  • Arthur J

    Esquece o título, Ilgo. O Grêmio está fora.

    O Grêmio é um Time bundao demais pra ser campeão. É um time especialista em broxar a torcida.

    Quanto ao inter: o time é ruim e o falcão não é treinador. Tomara que caia pra série B, mas a concorrência é forte. Time ruim é o que não falta.

  • Celso

    Nosso time é bipolar e dirigido por retardados, saiu um (Rui Costa), veio outro igual ou pior(Alberto Guerra). Depois da eleição, teremos mais 3 anos de Tio Funério, aquele da Família Adams (Romildo Bolzan Jr.). É como diz o RW, quinze anos é pouco !

  • Fabio Scheffer

    A sorte do Grêmio é q esse campeonato está sendo “fora da curva” em relação a outros anos, onde no final do primeiro turno já haviam 1 ou 2 clubes disparado.
    Estando à 2 pontos do lider, mas jogando contra eles na Arena, matematicamente não podemos ser descartados de uma disputa de titulo.
    Pra isso acontecer é manter a pegada de não perder pontos para os candidatos ao título (Corinthians, Santos, Palmeiras, Flamengo e Atletico-MG) e criar vergonha na cara, fazer uma “Copa do Mundo” e vencer os pequenos dentro e fora da Arena.
    Quanto ao time e ao jogo duas coisas:
    O Miller não pode ser substituído em um time que tem Douglas, Negueba e P.Rocha em campo, ainda mais perdendo, saí o Grohe mas não deve sair ele.
    E outra o elenco precisa de REFORÇOS, pq talvez só com mais opções o Roger deixe o bruxismo de lado e comece a mexer melhor no time.

  • Alexandre Sanz

    Grêmio começou dar adeus ao título, nunca um campeão teve menos de 6 vitórias fora de casa até agora temos 2. Se não vencermos o Botafogo teríamos de fazer no mínimo 4 no segundo turno para igualar o Flamengo de 2009, que foi campeão com 67 pontos. Hoje o campeão tá projetando 75 pontos e o Santos e galo embalaram. Minha previsão é que nem vaga vamos conseguir, não por falta de time e capacidade, mas por postura.

    • Fábio Viana

      Pô Alexandre!!
      Não tá ligado que o planejamento dessa direção é ganhar todas em casa e empatar todas fora. Segundo eles, essa matemática dá pra ser campeão, não sei como, mas eles acreditam.

      No meio desses 15 anos o Grêmio perdeu o seu discurso de vencedor e ainda não encontrou. Acho que nem se deu conta que perdeu ou nem está procurando.

      Abs.

    • Ilgo Wink

      eu já joguei a toalha duas ou tres vezes.
      recolhi a toalha e vou acreditar no título enquanto o time ficar na ponta de cima.

  • Thiago

    Esse é o Grêmio que conhecemos.

    Na hora que precisa mostrar algo, se borra.

    Apenas para lembrar, o América-MG jogou com o Flamengo na SEGUNDA e depois na QUINTA foi ao Ceará e sofreu um atropelamento do FORTALEZA (TERCEIRA DIVISÃO – SÉRIE C DO BRASILEIRO), enquanto isso o Grêmio do Capitão Desumano jogou no DOMINGO às 16h, folgou na segunda e na terça. O que seria normal ocorrer no jogo? Grêmio, time que brigava pela liderança, descansado, voando para cima do adversário, marcando a saída de bola, pressionando ou o América, lanterna, dois jogos em 4 dias, viagem desgastante, time desacreditado, amassando o postulante ao título?

    Em se tratando de Grêmio a segunda opção. É sempre assim.

    Nem dá para se alongar e voltar a falar dos recorrentes equívocos relacionados à bruxaria, leitura de jogo pior que a do meu cachorro, preservação de Douglas…

    Mas algo merece ser salientado: VAI TOMAR NO CENTRO DO ORIFICIO ANAL MARCELO GROHE E SUA CERA. Goleiro desgraçado, derrotado do inferno, vai fazer cera em outro lugar. Inadmissível fazer cera contra o LANTERNA DO CAMPEONATO, OITO PONTOS EM DEZESSEIS JOGOS(!!!) em qualquer hipótese.

    Grêmio atual está muitíssimo bem personificado em seu goleiro: Derrotado, conformado, cagão.

    • Ilgo Wink

      A cera do Grohe é imperdoável. E seus chutes também

      • Thiago

        Exato, Ilgo.
        Jogamos com Luan/Miller e Douglas mais à frente e o Grohe INSISTE em dar chutões para que eles disputem de cabeça com zagueiros/defensores muito mais altos/com imposição física superior. Todo jogo é isso… quando não erra o chute e manda direto para fora, vergonhoso.
        Quanto a cera, o que me causa nojo é ver que ele já no PRIMEIRO TEMPO estava fazendo cera deliberadamente, algo absurdo.
        São duas coisas a serem corrigidas urgentemente:
        – Proibição de dar chutões/bicos para frente. Grohe é INAPTO com os pés, portanto deve ser orientado a lançar com as mãos e/ou sair jogando com os pés passando para zagueiros, laterais ou volantes saírem jogando. Chutes/bicos só quando tiver apertado e a bola recebida for recuo.
        – Coibir essa cera maldita que ele SEMPRE faz, na Arena, fora da Arena, ganhando, perdendo, empatando, o que for, ele vai demorar uma eternidade para cobrar tiros de meta. Isso é inadmissível!

  • Pedro de Lara

    Que merda. Nessas horas é que a gente sente mais a falta de um líder em campo. Alguém pra chamar a atenção sobre a apatia de alguns e a falta de ambição de outros. Está na cara que Maicon pode até ser um líder, mas fora de campo, o que pode ser extremamente prejudicial porque, normalmente, agem mais negativamente do que positivamente. Espero uma reação mais enérgica da direção e da comissão técnica essa semana. Os discursos pareciam afinados na semana passada sobre a importancia do jogo.
    Então, o que pesou na atitude frouxa e desinteressada de ontem????

    Sobre o título???
    Não sei. Não tenho bola de cristal e estamos a 21 partidas do fim. Não acho que seja a hora para dar tudo como perdido ou jogar a toalha.
    Sou torcedor, não secador.

    • Arthur J

      Matematicamente ainda dá. Mas a bolinha que o Grêmio jogou ontem e o discurso do Roger de valorizar o “pontinho fora” contra o lanterna mostram que o Grêmio não quer ser campeão.

      • Dilamar Costenaro

        Sem contar o grande arqueiro fazendo cera contra o lanterna….esse goleiro é a cara da derrota, difícil ser campeão com atletas desse perfil.

  • Ilgo Wink
    • Gustavo Medeiros

      Na boa. Não entendi essa.

      O cara detona a IVI e vai lá e paga para aparecer nela.

      Alguém desenha e me explica?

  • Ricardo

    O Edilson também merece um puxão de orelha. Mesmo fazendo de tudo para entregar o jogo, com aquela postura ridícula no primeiro tempo, o jogo estava fácil na hora da expulsão. O América estava morto, pedindo pra tomar um gol. Daí o Roger tira o Bolaños e logo depois o animal dá aquela voadora. Tá louco.

    Só tem um lado bom: o Grêmio “normal” dos últimos 10 anos (com medo de ser feliz) tomaria 2 ou 3 a zero ontem. Não perdemos nem PEDINDO.

  • RFPoa

    Me atrevo dizer que faltou ousadia novamente Ilgo…Ele poderia ter saído com o Henrique Almeida e o Bolanos…que ele insiste em tirar, e parece que o Douglas em partidas mais rápidas como essa, sem toque de bola…não é indicado ter o Douglas no time…se me lembro duas enfiadas durante o jogo….Como te disse, ganhar 3 seguidas começando pelo América Mineiro é uma obrigação…é que nem cachorro mijando em toda casa para marcar território…Para o Grêmio não basta ser grande, tem que se comportar como tal, e isso passa inevitavelmente por amassar times como esses….Não podemos tomar conhecimento desse tipo de time. É nesse aspecto que me refiro ao Roger….chegar perto, não é chegar…tem que ter a liderança de fazer seu time e olhar os jogadores por cima como se fosse um militar, e não depender de caras que estão no time pelo nome, e que se fossem para reserva incomodariam, tais coisas deveriam estar pipocando na cabeça do nosso técnico. Mas invariavelmente, substituições são as mesmas e não tem certa criatividade para mudar a cara do jogo. A verdade de ontem, foi que o Endris deu um aperto no Roger

    • Fabio Scheffer

      Essa história de sacar e não dar ritmo pro Miller tá ficando chata mesmo.
      O cara é do meio pra frente o jogador mais lucido, e que chuta, do time e por isso não pode ser sacado.
      Contra o Santinha tem que ser Miller (no meio) e H.Almeida desde o começo e o resto se ajeita.

  • Arthur J

    Eu ainda vou além: se o Corinthians tivesse empatado com o Inter, o Grêmio teria perdido ontem. A tremedeira seria ainda maior.

  • Marcos lena

    Sofremos de 3 síndromes: paumolice, bondamolice, Robin Hood – que coisa heim…..

  • Daniel Scherer

    Desde ontem, uma hipótese me vem a cabeça e esta me causando calafrios imensos.
    Sendo o Grêmio o time mais “fidalgo” com o seu rival, uma vez que sempre que podemos afundar a barca do rival citadino, o time por compaixão ou falta de vergonha na cara mesmo, acaba esmorecendo.
    Imaginando o final do 2º turno, o Grêmio nas três últimas rodadas vai pegar 3 times que tudo indica estarão na briga para não cair.
    O que me assombra é se o Inter manter esta draga que está, chegar ao final deste mesmo 2º turno precisando da ajuda do Grêmio para não cair, o que acham que vai acontecer:

    1 – O Grêmio vai jogar a vida para coloCar o co-irmão nas trevas da segundona, com os dirigentes, jogadores e treinador dando declarações neste sentido.
    2 – O Grêmio via disputar estes jogos como se não significasse nada para ele, e os dirigentes e jogadores evitarão falar sobre o rival e a situação deste, e jogarão normalmente sem maiores esforços, pois já estarão classificados para a LA 2017, unico objetivo possível.
    3 – Marcelo Grohe, Roger e Antonio Guerra darão um entrevista coletiva dizendo que o Grêmio se solidariza com o Inter, Porto Alegre e Rio Grande do Sul e vai colocar os sub-21 nos confrontos finais do turno para salvar o co-irmão, demonstrando assim ao Brasil e ao mundo sua grandeza e seu fair-play.

    Eu vou de opção 3……. Bando de bundões…..

    • Detective

      Matou a pau, Daniel! Cansado de jogadores apáticos e sem brio. Quem já teve Mazzaropi e Danrlei…

    • Ilgo Wink

      Calma, Daniel. Gremista que é gremista quer ver o red na segundona

  • Fábio

    Não joguei a toalha quando estávamos a cinco pontos do líder, não jogarei agora a dois e com dois jogos em casa para fazer, sendo um confronto direto. (E que eles continuem dizendo que segunda divisão não existe no dicionário vermelho).

    • Fabio Scheffer

      É isso aí xará, o Grêmio vai virar o turno muito no páreo (desde que vença o Santa Cruz na Arena).
      Daí em diante os 5 primeiros jogos do returno, Corinthians, Flamengo, Atlético-Mg, Coritiba e Palmeiras, vão mostrar as reais condições de ser campeão ou se apenas vamos brigar por vaga mais uma vez.
      Mesmo ficando com um jogo atrasado com o Botafogo o time do Roger tem a obrigação de ficar no máximo a 3 pontos do virtual líder pra ter chance de dar aquele sprint na reta final !!!

  • Francisco Coelho
    • Pedro de Lara

      Quá-quá-quá.
      Boa, patrono. Só faltou a tarja vermelha sob a legenda.

  • Pedro de Lara

    Daí copião (José Silva)… Depois do Falcão, pra repetir Roger, agora a coloradage foi buscar o laterial direito Ceará, ex-, assim como fez o Gremio com o Edilson.
    Acho que eles estão mais perdidos do que nós, qué-qué-qué.

  • Alexandre B. Galiazzi

    Novamente o Atlético Paranaense no nosso caminho…

  • Francisco Coelho

    Pouca postagem. Ficaram sem assunto as moscas anonimas do entorno gremista.

    Aparentemente o Pep Guardiroger está tentando desatar o nó tático que levou do Endris.
    Deveriam contratar um hipnotizador para o Grohe sair da depressão antes dos jogos. Grohe só pega no reflexo instintivo…

    O Romildo deve estar consultando aplicações para os Euros dos resultados das vendas.

    Enquanto o Grêmio marcou 26 gols no brasileiro só o Fabrício Daniel de Souza jogando pela Ferroviária no sub 20A paulista já marcou 12. A canhotinha do Fabrício é afinada. Provavelmente após algum dos grandes contratarem o Grêmio consulte sobre o mesmo. O pessoal do futebol adora “consultar”.

    Roger deve estar satisfeito com o Bobô, Henrique e Negueba.

    Leonardo Nascimento Lopes de Souza atacante do Santos com 11 gols ou Gabriel Buscariol Poveda do Guarani com 10 gols lideram a artilharia.

    Nem vou citar os camisa 10, pois quem vai colocar o Douglas no banco? Roger não tem aquilo roxo.

    Agora vou esperar a manifestação das moscas. Kkkkk

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Bom dia, Patrono !!!!!

      Não sou uma ”mosca”, pois parece que você não é um monte de merda onde elas vivem pousando devido a fedentina porque você tem o respeito de todos, mesmo falando demais em categorias de base que é um lugar de ”garimpagem”, e nunca de montagem de times.

      Teu time deveria ser: Léo, Weslei, Tinga, Thyere, Marcelo Hermes.
      Jailson, Kaio, Tontini e Lincoln. Tilica e Batista.

      Você acha que temos poucos comentários por aqui após o 0x0 com o time do América-MG, e isso demonstra que você esperava uma certa odisséia de críticas? É isso?

      Mas quando ganhamos do São Paulo, tivemos aqui 36 comentários durante a semana inteira com maioria de elogios, e só na segunda-feira após o 0x0, foram 37, quase todos só espetando o treinador Roger.

      É evidente que tenho algumas restrições ao bom trabalho do nosso treinador, mas de 0 à 100, pra mim ele é 75 ou 80 devido ter apenas 2 anos de profissão e um bom histórico, pois títulos é realmente uma questão de tempo curto.

      Entendo que um treinador cascudo com 15 ou 20 anos de carreira, seria mais ousado que Roger, mas não vi desde 2003 quando iniciou a era dos pontos corridos, nenhum treinador tão jovem e promissor quanto Roger Machado, por isso, meus respeitos e admiração para este rapaz de 41 anos recém completados.

      Acho muito injusto exigir perfeição de um estagiário em times grandes e Roger Machado está a apenas 2 anos como Treinador de futebol, nosso time não ganha taças desde 2010, títulos importantes desde 2001 e sendo assim, não é justo descarregar somente nele a culpa.

      É ISSO. Um abraço.

  • Robert Plant

    Voltei atrás e deletei o comentário onde esculhambei o Roger, Ilgo. A irritação é péssima conselheira. O melhor a fazer é não escutar as entrevistas dele pós-jogo. Mesmo quando vencemos. Ou respirar fundo ao escutar o que tu classificarias de asneira e pensar que é declaração para economia externa. Acho, a exemplo do RW, que ele seja o melhor que apareceu para o Grêmio nos últimos anos. Porém, tem muito a corrigir, especialmente em realção ao bruxismo e à incapacidade de mudar e motivar o time quando ele se apresenta apático como foi no último domingo.

  • Andre Peixoto – Sarandi/RS

    Tá parecendo…