Grêmio volta a frustrar expectativas

Aquilo que todos já sabem ficou ainda mais evidente no empate com o Santa Cruz, na Arena: o Grêmio tem um bom time titular, organizado, competitivo. Mas não tem um grupo forte.

A qualidade que faltou contra o América Mineiro voltou a faltar contra o time pernambucano. 

Nos dois jogos, a defesa gremista esteve relativamente bem, mas acabou salva por seu goleiro. Já o ataque foi inofensivo. Os goleiros adversários não precisaram fazer nenhuma defesa importante. Foram meras intervenções.

O técnico Roger Machado tem sua cota de responsabilidade. Ele simplesmente não sabe o que fazer sem Luan, Wallace e Éverton, que vinha num crescendo. Sem contar Giuliano, que teria sido muito útil nesses dois jogos.

Mas qualquer análise passa também pelo material humano. 

Vou simplificar: os dois laterais que jogaram contra o Santa Cruz são insuficientes para um time que almeja título nacional. Um deles ainda é possível suportar, mas os dois juntos não há time que aguente.

Na frente, Pedro Rocha está mostrando que não tem suporte emocional – nem técnico – para substituir Éverton. Por enquanto, não passa de uma promessa. Não que Éverton seja incontestável, mas diante do que há no grupo ele faz muita falta. 

Douglas é aquela coisa gelatinosa. Enquanto ele estiver no grupo irá jogar, não tenho dúvida.

Até porque eventuais substitutos, como Lincoln, não conseguem dar boa resposta. Será que é só por falta de continuidade? Só saberemos quando Douglas não estiver mais no clube.

Outra coisa: ficou claro nos dois jogos que Luan faz muita falta. Sem ele, o time ficou inofensivo.

Miller Bolanos é diferenciado, mas precisa de boa companhia e de um esquema que explore melhor suas virtudes, como o passe rápido, os deslocamentos. Bolanos não é de reter a bola, ao contrário. Até o momento, na minha opinião, não justificou o investimento.

O fato é que o Grêmio está vacilando na competição. Clubes que estavam mais atrás avançaram e encostaram em Palmeiras, Corinthians e Grêmio, os três patinando.

Hoje, a rigor, são sete clubes em condições de realmente ambicionar o título.

A continuar assim, estamos diante do Brasileirão mais disputado de sua curta história. 

Cabe ao Grêmio manter-se no pelotão da frente e reforçar-se, para chegar na reta final ainda em condições de ser campeão. 

Felizmente, o jogo contra o Botafogo foi transferido.  

INTER

Já o Inter segue sem vencer. Foi  batido pelo Cruzeiro, 4 a 2, e domingo enfrenta o Fluminense.

Tenho a impressão que Falcão, que não tem culpa do que está acontecendo, não resiste.

Há forte campanha para que um técnico de outro temperamento assuma e implante um esquema mais cauteloso, mais preocupado em não levar gol.

Celso Roth está na área. 

Se gostou, compartilhe!

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Ilgo, já que tu falou no Giuliano, então jogamos sem 5 titulares, é isso mesmo?
    Edilson, Wallace, Giuliano, Luan, Éverton …..

    O Grêmio empatando com 2 dos lanternas em sequência, ainda está a 1 ponto do Líder, e a crise INTERminável é ”deles”. Fatos.

    Que fase !!!!!

    Bah, 8 derrotas em 10 jogos, também tomaram de 4 de um rebaixado, e o
    Falcão vem falar em pênalti no Alex ????? Que jogo a Lady Roma viu ?????

    Se o Cruzeiro tivesse saído do Hotel onde estavam, e fossem para o Independência hoje a noite jogar futebol, o inter tomaria de 8×0.
    Vão se catar, inúteis colorados em crise.

    Que fase !!!!!

    • Ilgo Wink

      Tem uma coisa, mesmo sem cinco titulares o Grêmio tinha obrigação de jogar mais contra esses dois rebaixados, não é mesmo?

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Sim, concordo, e até mesmo contra o América tinha que ser 3 pontos.
        Tu ouviu a entrevista do Roger?
        Acho que vem mudanças por aí, e ele vai ter que buscar alternativas com treinos específicos, pois a falta de Luan, Edilson e Wallace foram sentidas.

  • Gustavo Medeiros

    A verdade é que o Grêmio sente muita a falta do Éverton, ele que estava fazendo a ligação do “meio-de-campo” do Grêmio com o ataque, era o motorzinho do time. Os gols do Douglas, se não me enganam, alguns foram de rebote de chutes do Éverton.

    Antes do Éverton, tínhamos Giuliano, que defendi até onde pude, sua não venda, hoje estamos vendo que ele desafogava o time, para que a patrola velha pudesse jogar.

    O Grêmio sempre teve dificuldades de jogar contra times retrancados, não é de hoje, nem do jogo contra o América. A patrola velha é da pifada, do lançamento , mas se não tem espaço, pois a defesa está sempre postada, que ele pode fazer? Nada. Aí o Grêmio não tem outro armador, Negueba, depois do bom jogo contra o São Paulo, encolheu a área de campo que ele joga, se adiantou um pouco mais, e jogando pela lateral do campo.

    Quem tentou armar ontem? Maicon. Quem errou mais passes ontem? Maicon.

    Bom, para somar a isso tudo, tem a falta do Luan, que conseguia em uma jogada individual resolver esse problema grave de falta de armação. Ele voltava para pegar a bola e tentava a tabela ou o drible para ganhar terreno e abrir a defesa adversária. Tenho certeza que o Miller jogará muito mais ao lado do Luan.

    E para finalizar, obviamente, que se o Grêmio tivesse laterais mais capacitados, poderiam ajudar no ataque (o que o Edilson vinha fazendo). Marcelo Oliveira é algo inexplicável e impossível de tentar analisar.

    No mais, grande texto e análise Ilgo, e abraço a todos.

    • Fábio Viana

      Lembro que o Roger terá 9 dias para trabalhar a equipe e tomara que não deem 4 dias de folga, já que o próximo jogo é só dia 14/08 e em casa.
      Até lá espero alguma novidade nesse time.
      Meu receio é que o jogo será contra o Corinthians, então todos vão entrar pilhados e farão um excelente jogo, daqueles que não vamos sentir falta de ninguém, onde Douglas será ovacionado, Maicon será o grande armador e ninguém vai passar pelo M.O.
      Pura enganação.

      SUGESTÃO: não dá para colocar o Mazzaropi para dar a preleção para as moçoilas desse time?

      Abs.

      • Gustavo Medeiros

        Fábio, o Grêmio é o incrível caso, de quanto mais treina, pior fica.

        Lembra da parada do ano passado? Que o Roger iria resolver os problemas e iríamos fazer as X finais prometidas?

        A gente já falou aqui. Roger precisa de um auxiliar ou um diretor muito experiente ao lado.

        Abraço

      • Ilgo Wink

        Tem treinador que não sabe o que fazer com pausas longas

    • Ilgo Wink

      Gostei do Maicon, que ao menos tentou jogadas enquanto Douglas se escondia e Jailson se perdia como primeiro homem de marcação. Ele é segundo ou terceiro do meio de campo

  • Fabio Scheffer

    O que mais me impressionou, e negativamente, foi o vestiário da direção gremista.
    Incrivelmente ao invés de falar em reforçar o time, suprir carências, repor saídas ou dar mais opções ao treinador, a tônica foi de passividade e pasmem, escancarar a chance de não ter de volta Luan e Walace por conta de possíveis propostas.
    Aí é pra matar !!!
    O returno do campeonato vai virar com o Grêmio a no máximo 4 pontos atras do líder (se esse for o Santos) e no pelotão de 7 times com chances de ser campeão.
    Com o passar das rodadas esse grupo vai diminuir, e pelo andar da carruagem o Grêmio é forte candidato a ser o 1º a deixar esse grupo por conta da direção (que está paralisada no sentido de reforçar a equipe) e do treinador (que tá refém de um grupo de “bruxos” insuficientes e que vão deixar ele na mão de novo).
    Tá ruim pro co-irmão, mas essa condição de “foguete molhado” tá me tirando todo tesão até de zoar os caras !!!

  • Robert Plant

    “Aquilo que todos já sabem ficou ainda mais evidente no empate com o Santa Cruz, na Arena: o Grêmio tem um bom time titular, organizado, competitivo. Mas não tem um grupo forte”. Ilgo, com todo o respeito, o time de ontem tem que ser suficiente para ganhar do América-Mg e do Santa Cruz em casa. Você vai me desculpar, mas antes do jogo o técnico do Santa Cruz, Milton Mendes, deu a morta: “Percebemos que o Grêmio tem dificuldades quando bem marcado”. Binguíssimo, como diria o Lênio Streck. Não tem novidade nisso. Nosso incensado treinador já foi amarrado neste campeonato por Mancini, pelo quase aposentado Osvaldo de Oliveira, pelo Enderson Moreira (aquele mesmo) e agora Milton Mendes. Nosso Guardiola dos pampas não tem solução quando seu time é marcado. É apático, conformado e passa o conformismo de quem aceita empate com times do z-4 pros jogadores. Maicon diz que foi um bom resultado. Argh! Grohe disse que “temos que aprender”. Barbaridade cidadão! Há 10 anos no clube e não aprendre nunca? Tens o dna do conformismo! Cancelada a ida à Porto Alegre no dia dos pais com meu filho de 4 anos. Esses mercenários que não tem nenhum respeito pela torcida não merecem que o meu filho os tome como ídolos. Bando de perdedores sem ambição!

    • Detective

      Perfeito, Robert.

    • Ilgo Wink

      Pra mudar isso, então, só trocando de treinador.

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        É, tire o Roger e traga o Plein, Hugo de Leon, Hélio dos Anjos, Patati, Patatá, etc & etc …..

    • Fábio Viana

      Roger já era para o Grêmio.
      Não tem a experiência, parece não aprender com os erros e não tem o apoio necessário do Depto. de Futebol.
      Refletindo sobre esses últimos 3 e meio do futebol do clube, posso concluir por que Luxemburgo, Renato e Felipão pareciam ser os donos do clube. Nunca tivemos nesse período uma verdadeiramente competente direção de futebol, tendo o treinador que acumular a função de chefe do vestiário, indicar reforços e garimpar jovens na base.
      Com esses 3 citados, era evidente que a experiência já o haviam calejado para este tipo de situação, pois, provavelmente, já haviam vivido algo semelhante em outro clube.
      Com Roger, está ficando mais que evidente a nossa falta de competência em gerenciar o depto de futebol gremista. Não há correção de rumos, nem cobrança de resultados, não há evolução do time e muito conformismo.
      Nesse pouco mais de um ano de Roger, a única mudança do time, foi quando Roger encontrou o padrão de jogo para o time e mais nada. Após isso não mudou mais, não criou-se alternativas. Um exemplo é que não temos jogadas ensaiadas para bola parada.
      Não sei quem pode ser o novo treinador do clube, mas hoje, mais do que isso, precisamos pensar em montar um Depto. de Futebol experiente, conhecedor e competente, sem isso não adianta trazer um treinador, seja experiente ou não, que dificilmente teremos o resultado esperado.

      Abraços

  • Fábio Viana

    Hoje, só há 1 candidato ao título, que é o Atlético-MG.
    Joga para ganhar todos os jogos, tem jogadores de qualidade no ataque que na hora que tem que matar, eles matam e vem crescendo desde que o Marcelo Oliveira assumiu. Crescem no momento certo, ganharam confiança e tem um técnico vencedor.
    Se tivesse R$ para apostar, apostaria nele como campeão de 2016.

    A nós, só restará comemorar balancete, vibrar com vaga e torcer pro colorado cair.

    Abraços.

    • RFPoa

      Quem é o técnico ? Marcelo Oliveira, deem um grupo pra ele e ganha titulo,

      • Detective

        Era isto mesmo que eu ia perguntar: Quem é o técnico? Plantamos e colhemos. Quem planta o ideal olímpico não colhe títulos.

  • Dilamar Costenaro

    Esse time não pega nem G4, esqueçam, não sabem fazer gols, tem uns que apanham da bola, e ainda tem fanático falando em título, kkkkk…pego o At. Mineiro e dou 5 pontos de diferença.

  • Daniel Scherer

    O Grêmio é o Barcelona paraguaio e o Roger o Guardiola chines, tudo falsificado.
    Time da posse de bola improdutiva, Douglas pensa que é o Iniesta, M.Oliveira pensa que é o Abidal, Maicon o Ivan Rakitić e vou parar por aqui.
    Larguei o Roger de mão, até umas duas semanas atrás pensava que realmente ele merecia ficar, pois poderia mudar a sua mente e acabar com as cagadas que vem fazendo há exatamente 1 ANO e depois de jogar na lata do lixo todos os campeonatos que disputou.
    Todos já falaram e todos sabem os defeitos de Roger Machado. Mas o pior defeito é a pessoa não querer corrigir os mesmos, por soberba, que é o caso do nosso treinador. Larguei. Na barca da defesa do Roger eu estou fora. Muita teoria e pouca prática.
    O tempo que ele tem a frente do time já era para ter entendido que o esquema está superado e que tem que ter alternativas, e até agora nada. Mais cinco rodadas e tudo indica que estaremos fora de qualquer disputa. Até é melhor acabar com a espectativa da torcida e planejar o ano que vem.

    • Ilgo Wink

      Repito: felizmente não temos jogo neste final de semana. Perderíamos para o Botafogo

  • Juliano

    Não concordo com a constatação de que o maior problema de ontem foi a falta de qualidade.
    O time entrou trotando em campo, tal como já fizera contra o América.
    O Grêmio teve algumas chances de bola parada, mas, com a bola rolando, o temível Santa Cruz foi mais perigoso. Vai me dizer que o time do Grêmio que entrou em campo no domingo e ontem é inferior ao América e ao Santa Cruz??
    O que irritou nesses últimos jogos é a (falta de) atitude e a apatia do time, como se fosse ganhar a qualquer momento.
    Não há razão para não ter jogado como joga sempre, marcando sob pressão; mas o Grêmio somente foi ter alguma possibilidade a partir dos 20 minutos.
    Empatar é do jogo; problema é empatar sem tentar ganhar..

  • Detective

    O problema é que o campo reflete a vida fora dele. Peçam testemunhos de cidadãos que convivem nas ruas e vizinhos do Roger. Pelo que ouco (não posso provar), ele se acha uma espécie de iminência. Então…

    • Ilgo Wink

      se isso é verdade então não tem volta

  • Arthur J

    O problema ontem não foi grupo. Então o time do Santa é um timaço?

    Quem insiste em escalar a merda do Marcelo Oliveira é o Roger, o amante de bruxos.

    Como todos aqui sabemos, o Grêmio é um bando de pipoqueiros… Inclusive o técnico. Um grupo que não quer a responsabilidade de ser líder, pra não ter que sair da zona de conforto.

    • Ilgo Wink

      Grupo: Pedro Rocha mostrou que não tem condições de fardar e ele começou jogando porque não tinha outro.
      W. Oliveira idem. Se isso não é falta de grupo não sei mais nada.
      Isso sem falar no Marcelo, no Almeida

      • Rafael – Jack

        Não apenas tinha outro, como entrou e fez MUITO MAIS do que o Pedro Rocha: o tal de Guilherme.

        Outra coisa: como eu gostaria que o Lincoln jogasse 5 partidas seguidas como titular… Só 5. Impossível que o garoto, mesmo com os possíveis “problemas extra-campo”, faça menos do que o nosso mito, o “Maestro Pifador”.

      • Arthur J

        O próprio Pedro Rocha já deu mostras de jogar mais do que fez ontem. Henrique Almeida também.

        Por pior que fossem, não são tão ruins a ponto de não furar a defesa do América ou do Santa Cruz. O problema é outro.

        Se o Grêmio não tivesse chance alguma de ser líder, teríamos vencido ontem.

      • JPFONTOURA

        Ilgo, no mlhor gremio do ano passado, Pedro Rocha era titular e estava jogando bem, fazendo gols, antes da lesão era o goleador e tinha um grande numero de assistências, no jogo contra o Santa ele não estava bem, mas o Negueba estava muito pior, e ele deixou o Negueba em campo, o Iago foi bem contra o SP, porque não dar uma sequencia, deixar o MO no banco para refletir, ele está muito mal, e que fim deu o wesley que jogou alguns jogos, não lembro de ter ido pior que o WO.

  • Arthur J

    Quanto ao inter: falcão não é treinador. Nunca foi.

    Inter apostou no pensamento mágico. Agora vão pagar o preço.

    Infelizmente, a única possibilidade de alegria da torcida gremista esse ano será a queda do inter pra série B

    • Ilgo Wink

      O Inter é o único clube que tem me dado alegria

  • Walter Luis Borba

    Nós torcedores gremistas já cantamos muitas vezes “inter cagão, inter cagão”…
    Pois bem, está na hora de mudar para “Grêmio cagão, grêmio cagão”…

  • Francisco Coelho

    Vou insistir na palavra PLANEJAMENTO. É mais que visível que não há um planejamento do futebol gremista embora seja a atividade fim do Clube Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense.
    Mesmo caindo em todas as competições disputadas na gestão Romildo aparenta não ter caído à ficha do mesmo que as coisas não estão funcionando.
    As deficiências a cada dia ficam mais em evidencias e visíveis mesmo para leigos. A torcida já faz tempo que identificou as figuras com bundamolice no elenco gremistas.
    Dos eleitos do Roger vou citar alguns para não alongar: Grohe; bom de reflexo instintivo e péssimo na reposição de bola, não sabe sair do gol nem jogar com os pés e não sabe se comunicar com a defesa.
    O Wallace Oliveira dos Santos deveria ser levado ao Salgado Filho e despachado com agradecimentos ao Chelsea.
    O Marcelo Oliveira Ferreira trocado com qualquer clube por prata é lucro na certa.
    Walace Souza Silva pode ser vendido e o Grêmio poderia tentar o volante Marcos Arouca da Silva que está encostado no Palmeiras. Bem preparado fisicamente poderia ser de grande valia já que só temos jovens e um anão.
    Lincoln tem de ser emprestado até junho 2017 para não ser queimado no Grêmio. Necessita de jogos assim como o Tontini. O Náutico com o Gallo poderia ser um bom caminho. Claro que o Santos os receberia de braços aberto também.
    Claro que seria necessário também um bom conhecedor de mercado e jogadores para refazer o elenco profissional de 2017 assim como um coordenador técnico da base. Nomes que poderia indicar são: Dorival Júnior, Ney Franco da Silveira Júnior, Augusto Sérgio Ferreira, Eduardo Alexandre Baptista ou Milton da Cruz para treinador. Para coordenador da base e grupo de transição, Muricy Ramalho, René Rodrigues Simões ou Oswaldo Fumeiro Alvarez.
    Seria bom que “aqueles” que gostam de rotular indicações também fizessem algumas para mostrar ter mais conhecimento e assim teríamos mais nomes…
    Treinadores para a base: Leandro Calixto Zago, Júlio César Costa Barros, Elio Sizenando Teixeira Filho ou Edemar Antônio Picoli (está fazendo um bom trabalho na Ferroviária).
    São necessários: um goleiro confiável, um LD, um volante experiente, um meia experiente e de boa movimentação, um atacante canhoto bom finalizador.

    Obs: o volante Arouca passou por uma artroscopia no joelho esquerdo no Hospital Albert Einstein. O tempo estimado de recuperação será de seis a oito semanas. 3/06/2016.

    • Ilgo Wink

      O departamento de futebol tentou reforços de qualidade, mas faltou grana. é o que dizem.
      Aí vem esses meia-boca como o Negueba, esforçado mas pouco objetivo.

      • Francisco Coelho

        Faltou grana com superávit?

        Este superávit será real?

        • Fábio Viana

          O problema do superávit é o seguinte:
          O R$ entrou na conta, OK.
          Mas o passivo do clube não diminui, ou não diminui proporcionalmente ao que entrou, não se fazem contratações sem “parceiros” e não se para a choradeira da falta de grana.
          Pra mim foi como se não houvesse superávit.

          Passivo Circulante DEZ/2015= R$ 176.711.038
          Passivo Circulante JUN/2016= R$ 146.031.123

          Passivo Não Circulante DEZ/2015= R$ 284.271.477
          Passivo Não Circulante JUN/2016= R$ 292.665.526

  • Francisco Coelho

    Já se passaram mais de 365 dias e não se observa nenhuma linha horizontal no time do Roger. Como já foi dito ele não consegue regularidade e o Grêmio é como índice da bolsa de valores. Um jogo em alta e quedas astronômicas nos demais. Basta diminuir os espaços e o time se perde. Já gastei teclados escrevendo que treino e rachão não resolvem. É jogo treino que mostra os defeitos e os defeituosos.
    É complicado dizer que Lincoln ou Tontini são melhores, pois não jogam e quando entram a situação é de caos total e claro que não vão aparecer. Quando um grupo é composto de jogadores consagrados e regulares é possível só com treinos (Barcelona, Real Madri) aprimorar algumas coisas junto com a preparação física. Não havendo a qualidade/maturidade é jogo treino que vai dar conjunto.
    Com a seleção olímpica foi bem visível à falta de entrosamento e mesmo com uma constelação não houve brilho. Caíram na marcação forte e velocidade do adversário.
    Foi como olhar a atuação das 2 equipes que fizeram a final da LA. Vontade, velocidade e DETERMINAÇÃO.
    O tic tac do Roger não bate com o Tico e o Teco. Para este grupo só um marca passo e muito jogo para afinar e a banda não atravessar. No meu entendimento o Roger nem bumbo toca imagina reger a orquestra…
    Agora é pensar num 10 bom de olho e pernas com idade média para jogar 2 a 3 temporadas e ser vendido.
    Para aqueles que não vivem o dia a dia gremista e pouco sabem dos jogadores além de assistir alguns jogos Roger continua com boa cotação. Fala palavras “modernas” de grandes nomes e isso impressiona os menos afeitos as coisas dos treinadores gaúchos.
    Corinthians e SP consultaram o Grêmio sobre Roger. Um dirigente experiente e vivo teria negociado trocas e até liberado o mesmo. ..

  • Concordo.

  • Thiago

    Esse jogo foi pra acabar até com tesão de nego que tá preso na solitária há 10 anos e tem escolha de comer a Ellen Roche ou a Juliana Paes, mas brocha.

    É demais, o Grêmio se notabiliza por fracassos e essa indolência que irrita ainda mais.

    Eu já falei dezenas de vezes sobre os defeitos do Roger, mas tem coisas que não estão dando pra aturar, não bastasse mexer errado, não saber ler o jogo, bruxismo acima de qualquer coisa, ele tem errado na estratégia inicial em partidas consecutivas. Faz tempo que ele tem se equivocado na postura inicial do time, coisa que não ocorria, ele até levava nó tático durante os jogos, se perdia nas alterações, mas de início até ia bem.

    Vou além, segundo jogo que deixamos de perder por carência de qualidade do adversário. O Santa podia ter matado o jogo no contra-ataque ontem….

    Ontem, somente ONTEM, com quase UM ANO E MEIO DE TRABALHO, o gênio se deu conta que precisa treinar uma alternativa, um esquema diferente, algo diverso… porra, sério???

    Grêmio não tem um grande elenco, não é o supra sumo, mas nunca, jamais, pode deixar pontos para VITÓRIA e SANTA CRUZ em casa e ser amassado pelo LANTERNA do campeonato em qualquer estádio. Jamais.

    Soma isso a postura indolente, conformada, deu no que deu.

    Todos desfalques possíveis não justificam perder pontos para times tão inferiores.

    Convém lembrar que também o Grêmio não vem tão bem… a atuação do SPFC foi enganadora, muito mais pela postura completamente inócua do time paulista do que virtudes do Grêmio.

    Vou fazer uma retrospectiva simples para atestar o que estou dizendo:

    10a rodada perdemos vergonhosamente do Vitória

    11a fomos ATROPELADOS pelo Atlético-PR na Arena da Baixada

    12a ganhamos no fim do jogo contra o Santos em casa, em partida que quase levamos a virada em um segundo tempo patético

    13a Foi o Grenal que passamos a maior parte do tempo sendo amassados pelo coirmão, jogamos o tempo inteiro borrados e acoados, enquanto os reds iam desperdiçando chance atrás de chance.

    14a Vitória no último lance do jogo contra o PODEROSO FIGUEIRENSE, em partida que levamos arrodião no primeiro tempo e no segundo foi aquela inoperância tradicional..até que no último lance Bobô e P. Rocha resolveram.

    15a Viajamos para Recife para enfrentar um Sport que vinha de três derrotas consecutivas e fomos colocados na roda, um 4×2 acachapante.

    Depois dessas vieram as partidas contra SPFC, América-MG e e esse último jogo ridículo.

    Cansa.

    • Ilgo Wink

      Bah, depois desse balanço não há muito o que dizer, a não ser podemos estar entrando numa descendente perigosa
      Acho que Roger deveria repensar seu esquema que está hoje prejudicado em função de individualidades precárias

      • Gustavo Medeiros

        Esse é meu receio Ilgo. Aprendi contigo a ver tendências. E o Grêmio parece numa descendente

    • Ricardo de Cruzeiro

      Esta é uma análise bem feita do que se passa no Grêmio.Dirigentes competentes saberiam usá-la para tomar decisões…

    • JPFONTOURA

      Cara, análise perfeita. Mas eu deixaria o Roger até o final do ano, e buscaria um técnico para oano que vem, esse ano só vaga mesmo, triste.

    • Gustavo Medeiros

      Vi o mesmo jogo que tu, tchê.

  • Serrano

    Pra mim, o único jeito de evitar uma queda ainda maior de rendimento, e na tabela, é: alguém tem que sair de uma reunião visivelmente contrariado. Pê da cara, mesmo.

    Pode ser o Presidente Romildo. Talvez seja ele quem segue dogmas do tipo “pontinho fora”, “time precisa de gente rodada”, por aí vai. ( Mas quem iria aconselhá-lo?)

    Pode ser Alberto Guerra. Talvez ele seja quem cultue e ponha em prática ideologias de futebol pouco racionais. E aí é tarefa do Mandatário Maior.

    Pode ser (?!?) tudo culpa do Roger. E aí gente é o que não falta pra podar suas asinhas e começar a chamar a atenção para alguns erros cometidos. Alguns bem grosseiros.

    E pode ser também algum jogador. Ou jogadores. De cabeça, eu penso em um certo camisa dez de barba longa e estranhamente escura, e que tem fama de boêmio. Não disse quem.

    Por que, se esse atrito não acontecer, quem vai continuar contrariado e pê da vida é o torcedor, que viu o time, no momento em que poderia assumir a liderança e abrir vantagem, resumir quinze longos anos de insucessos em duas partidas, contra adversários que não fizeram frente a ninguém da ponta de cima, com desempenhos simplesmente inqualificáveis.

    Eu não sei vocês, mas tô cansado de me sentir contrariado.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Amigos !!!!!

    Teoricamente, vocês estão todos certos, mas é teoricamente, só isso.
    Como é fácil criticar o Leite derramado, o resultado negativo, um desastre.

    Parabéns a todos, mas não esqueçam que deveríamos estar neste momento na segundona pelo legado deixado pelo Felipão ano passado.

    Esqueceram disso, né !!!!! Pois é, mandem o Roger Machado embora, pois ele é o problema, aí, tragam o Plein, Nestor Simionatto, Hugo De Leon, Hélio dos Anjos, Argel, Falcão, Patati, Patatá, etc & etc. BINGO, tudo se resolve.

    Viram como é muito fácil resolver tudo isso? Pois é. Vejam como está fácil para todos os outros 6 dos 7 que estão na ponta da tabela, vejam a enooooooorme distância de apenas 3 pontos entre o Líder e o 7º colocado. Aplausos a todos vocês, cientistas inigualáveis e incomparáveis do futebol.

    • Gustavo Medeiros

      O pastor Miguel Brun me contou que há alguns anos esteve com os índios do Chaco paraguaio. Ele formava parte de uma missão evangelizadora. Os missionários visitaram um cacique que tinha fama de ser muito sábio. O cacique, um gordo quieto e calado, escutou sem pestanejar a propaganda religiosa que leram para ele na língua dos índios. Quando a leitura terminou, os missionários ficaram esperando.
      O cacique levou um tempo. Depois, opinou:
      – Você coça. E coça bastante, e coça muito bem.
      E sentenciou:
      – Mas onde você coça não coça.

      (Eduardo Galeano – O livro dos abraços)

      Abraço

      • Francisco Coelho

        Com o Grêmio novamente na segundona após a passagem do Felipão/Koff, pois é o correto. Quem seria o sucessor do Roverde sem títulos. Seria uma revoada de azas negras das grandes no Humaitá.
        Muitos iriam chorar ao Odone para voltar e salvar a pátria.
        Não acredito em soluções mágicas e o Grêmio tem é que se renovar com quem saiba planejar e escutar as vozes roucas da torcida e não de babões.

    • Andre Peixoto – Sarandi/RS

      Sentenciar que o Grêmio seria rebaixado caso o Felipão continuasse (e eu acho que Felipão está ultrapassado) é o mesmo que afirmar que nada adiantaria tirar o Roger nesse momento, ou seja, chute.
      Também acho que a torcida está de saco cheio de Roger Machado e sua tropa de bruxos. Infelizmente a direção entregou o vestiário ao técnico. Mesmo erro sendo repetido quando entregaram a Renato, Luxa e Felipão. Fazem o que querem e sequer são cobrados. Mas como cobrar sem ter culhões para isso? Aquele estudo feito sobre o superavit do Grêmio mostra muito bem como é fácil ludibriar a torcida. Daqui uns dias estarão anunciando a compra da Arena novamente para ganhar eleição.
      Mas sempre tem os do “apoio incondicional” que estão aí aos montes, sempre por trás de um fake para apoiar e defender o indefensável. Ironia, xingamentos e puxa-saquismo são sua especialidade. Felizmente ainda existem gremistas que não se contentam com tão pouco e metem a boca no trombone. Mas quem quiser se iludir, que se iluda…

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        André, quem mete a boca no trombone é o Falcão.
        Você tira o Roger e tras quem, por favor?
        Qual o teu time ideal neste elenco aí?
        Que tática de futebol tu aplicarias para teu time jogar?
        Qual o Presidente ideal para o Grêmio na tua opinião?
        Como você faria para sanear o clube financeiramente?
        O que você faria com o estádio Olímpico ou sua área?
        Para que time tu torce no RS?

        Aguardo respostas.

        • Andre Peixoto – Sarandi/RS

          Não vivo do futebol! Tem gente que ganha muito bem prá fazer essas coisas. Sou apenas um torcedor. Sequer chego aos teus pés, oh grande homem do saber…

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Amigo, meus respeitos, não sou um ”expert” em futebol profissional, longe disso, mas vivo entre os setoristas da dupla Grenal profissionalmente desde 1982, e vejo, ouço e sei de muitos detalhes de um clube.
            Também sou torcedor do Grêmio, quero vitórias, títulos, glórias e muito mais para meu time, pois estou acostumado a isto.
            Gosto deste Blog do Ilgo, mas 70% dos frequentadores são analistas de resultados, aí, é muito fácil escrever o que acham após o término do jogo, pois quem conhece o futebol ”por dentro”, sabe do que estou falando.
            É evidente que existem inúmeras armações, falcatruas, interesses e outras coisas por trás e por dentro do assunto, mas como a torcida é sempre paixão e emoção, a razão acaba deixando as pessoas cegas.
            Vejo o Grêmio no caminho certo, pois ”a coisa” estava realmente bem complicada quando Duda assumiu e o Odone conduziu, porém, eu esperava que o nosso MITO Fábio Koff desse jeito e rumo nas coisas, mas, a idade chegou e ele foi num embalo errado aceitando a pressão da mídia ao manter o Luxemburgo e logo depois trazendo Enderson Moreira.
            O único acerto foi o apoio a Romildo Bolzan que veio para colocar ordem na casa com planejamento e organização para buscar taças e isso requer tempo, por isso, entendo que paciência é necessário neste momento já que o rumo está correto. Só isso.

          • Ilgo Wink

            Muito bem.

    • Fábio D.

      Assim como existe o apoio incondicional, existe a crítica permanente. É bem difícil enxergar o meio termo. Se o Grêmio fosse realmente tão bom quanto achamos que pode ser, seria o campeonato mais fácil dos últimos anos. Infelizmente não é.

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Por isso que eu entendo a necessidade dessa austeridade e vejo o caminho sendo seguido passo à passo. Eu apoio, pois faziam muitos anos que não via organização administrativa e financeira. Títulos virão, com certeza.

  • Francisco Coelho

    Entre 1986–2013 vimos um dos treinadores mais longevo em ação. No Brasil e na maioria dos países sem resultado cai o treinador e mais alguns buscando dar uma sacudida no grupo.
    Também já vimos inúmeros treinadores pedirem boné para treinar ganhando mais em outras equipes. Portanto, não é nenhuma novidade a troca de treineiros aqui e ali.
    Não importa se o treinador é azul, amarelo ou lilás e sim a qualidade e conhecimento traduzidos em ser o melhor disparado na temporada.
    Um bom treinador não pode ser teimoso nem ter um grupo de bruxos e sim ser o “cara” que tira leite de pedras. Com as facilidades de hoje (internet) um bom treinador busca nos sites e blogs a voz das ruas onde muitos podem dar colaborações descompromissadas.
    Claro que sempre aparece algum “soldadinho” de marcha correta frente ao batalhão na contramão.
    Ontem os jogadores que não atuaram frente ao Santinha jogaram contra o Apafut, de Flores da Cunha. O Grêmio derrotou por 6 a 0 a equipe de Flores da Cunha no CT Luiz Carvalho. Os gols foram anotados por Iago, Fred, Lima, Batista (2) e Kaio.
    Saíram jogando Bruno Grassi; Kaio, Rafael Thyere, Fred e Kannemann; Ramiro, Athur, Lincoln, Lima e Iago; Henrique Almeida. A primeira parte da atividade fechou com o placar em 3 a 0. Com todas as trocas executadas, a escalação final ficou assim: Léo; Kaio, Rafael Thyere, Fred e Kannemann; Machado, Jean Pyerre, Nicolas Careca, Lucas Lovat e Tilica; Batista.
    Acredito que um adversário mais qualificado seria mais produtivo ao grupo e ao Grêmio. Também a GremioTV transmitir tais “amistosos” valorizando os profissionais “pagos” pelo clube.
    Acredito que muitos gremistas não se importariam de pagar para receber estes jogos no seu computador ou smartphone.
    O goleiro Helton da Silva Arruda com 38 está no mercado. Não sei como está fisicamente, mas já que o Mazaropi não funcionou como treinador poderia estar ai alguém para jogar e virar treinador de goleiros ou avaliador. Da forma que estamos é que não pode continuar…
    Chegando ao ponto crítico de 8 meses a preparação do parto é importante. Ficou nítido para quem quer ver que a VERDE gestão do Romildo e seus verdinhos só andou na necessidade da Globo em manter o azul gaúcho na grade e na “necessidade” de atualização tecnológica para deleite de uns poucos…
    No meu entendimento o parto deveria ser natural por títulos e não por cesárea com nomes no cofre 100 milhões para investir e a gestão é nossa.

  • Arthur J

    Por mais que eu critique o Roger, tenho mais medo ainda dessa direção indo atrás de um outro técnico.

    Melhor ficar com o que tem e torcer pra que o Roger aprenda a ter atitude, seja mais humilde e tenha coragem de tirar seus bruxinhos de merda.

    • Fábio Viana

      Mudar ele não vai Arthur. Mal mexeu no time desde que assumiu.
      Nosso problema não é treinador, nem qualidade do time. Nosso problema é a direção de futebol, sem conhecimento, sem profissionalismo e sem experiência. Nossos últimos diretores de futebol eram ex-conselheiros do clube, por aí já se tem uma ideia.
      Precisamos urgentemente acabar com o amadorismo no Depto. de Futebol.

      Abs.

  • Detective

    Ilgo, amigos, bom dia.
    Sexto lugar com um jogo a menos. Poderia ser primeiro lugar com um jogo a menos. Pergunto: Quantos jogadores gremistas há no grupo? Falo em gana de vencer, do tipo Mazzaropi, Carlos Miguel, Danrlei, De León… A resposta é o quadro de nossas atuais conquistas.