Grêmio: um difícil recomeço

Ganhando ou perdendo, é sempre preciso seguir em frente, recomeçar, mesmo no auge da euforia pela vitória ou ainda desanimado com o fracasso recente.

É como aquelas manhãs em que é preciso encontrar muita força para sair da cama, seja pela ressaca das comemorações, seja por mais uma decepção.

Por mais que a gente apanhe, é preciso levantar, sacudir a poeira, e seguir acreditando que os bons tempos hão de voltar, e isso pode acontecer em seguida, na próxima competição, por mais que os fatos apontem o contrário. Futebol é assim, imprevisível dentro de sua previsibilidade.

Todos nós sabíamos que o time do Grêmio com uma defesa de segunda divisão acabaria afundando mais uma vez. Que com Douglas uma grande conquista seria quase impossível. Tudo previsível. Mas ainda assim acreditamos. E mais uma vez estamos aqui lambendo as feridas, buscando culpados, e nos preparando para começar de novo.

Encontrei um gremista daqueles antigos, como eu, sobrevivente dos anos 70. Ele me olhou fixamente e confessou:

– Brochei total, estou me sentindo um zumbi.

– Haja Bardhal -, retruquei.

Rimos. Rir numa hora dessa?

– Não acredito no Alberto Guerra -, cortou ele. Se bem que pior que o Rui não vai ser, não pode ser -, acrescentou, esperando talvez uma palavra de conforto, de esperança.

Pensei com meus botões: sempre pode ser pior. Mas não falei, com medo de que ele se jogasse na frente do primeiro ônibus no corredor da Protásio.

Antes de nos despedirmos, provoquei: o Guerra gosta do Portaluppi.

Ele soltou um ‘putaquepariu’, se afastou depressa, agitado. Acho que nem ouviu o que gritei, ainda bem:

– Pelo menos ele não fica abatido no banco de reservas vendo seu time se desmanchar em campo.

ROGER

Roger Machado está sendo contestado. Seu comportamento depressivo no jogo em Rosário pegou mal, muito mal. Quando mais o time precisava, ele recolheu-se, afundou na casamata.

Desconfio que ele passou um recado ao torcedor: é o máximo que eu posso fazer com esse time que foi entregue, não é culpa minha.

Por mais precário que seja o time do meio para trás, Roger tinha a obrigação de armar um sistema defensivo mais eficiente. Se os zagueiros são fracos e os laterais insuficientes, cabe ao treinador buscar soluções. Nunca aparentar desânimo e conformidade na casamata.

Como cobrar indignação do time se o comandante já entregou os pontos?

Roger está sendo avaliado.

De minha parte, acho que ele deve ser mantido. O Roger ainda pode encontrar dentro de si o técnico motivado, ousado e criativo que encantou a todos no Brasileirão passado.

Hoje, o que hoje criticamos em Roger – seu jeito tranquilo demais por vezes e seu discurso recheado de frases e expressões extraídas de livros técnicos –  era elogiado por todos.

Argel, com seu jeito rude e simples, sofreu com a comparação.

Mas penso que Roger pode render mais com dirigentes que possam lhe dar respaldo maior e, principalmente, tenha capacidade de encontrar jogadores à altura da grandeza do Grêmio.

Se Roger fracassar, penso que Marcelo Oliveira deveria ser contratado.

Ou, mais adiante em caso de desespero, naquela hora em que Jesus está chamando, Renato Portaluppi.

CONSELHEIRO

Grato a todos que manifestaram apoio à minha caminhada para ser conselheiro do Grêmio.

Não são muitos, mas são valiosos, porque demonstram confiança em mim. E isso é muito gratificante. 

Nem sei como agradecer.

Se gostou, compartilhe!

  • Ilgo Wink
  • Fabio Scheffer

    O futuro do Roger vai começar a ser definido já na partida de estréia no Brasileiro contra o Corinthians.

    Se o Grêmio aparecer em campo no Itaquerão com Douglas vestindo a 10 eu sinceramente temo pelo pior para o treinador gremista…

    Acho que perde o jogo e perde de vez a torcida.

    Um time buscando a vitória e tendo por parte da sua direção negócios concretizados, ou no minimo encaminhados, é básico pra começar a 2ª parte de competições no ano com confiança.

    Grohe, Ramiro, Geromel (cap.), Thyere, M.Hermes;
    Maicon, Walace, Lincoln, Luan, Miller; H.Almeida

    Esse seria o meu time pra começar o jogo em SP, sem o Giuliano machucado e com os experientes Fred, Edinho, M.Oliveira, Douglas e Bobô como opções de banco.

    • Celso

      Pra mim também, o futuro do Roger já está definido. Cairá antes da 5@ rodada do Brasileirão, quando estivermos beirando a Z 4 ou próximos dela.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Amigos, fiquei sabendo que Douglas não gostou do Roger Machado deixar seu amiguinho Marcelo Oliveira no banco e o Maicon Capitão de werda também torceu o nariz para isso em Rosário. Por isso, vazou da entrevista.

    O que estamos precisando é de um Diretor de futebol que domine o vestiário, e hoje ouvi o nome de Nestor Hein que me agrada muito pelo perfil, pois o bom Roger Machado está isolado desde a pré-temporada quando ele dizia em todas as entrevistas que ”contava” com Galhardo e Eraso para 2016.

    Aí, o Rui Costa não renovou com eles, dispensou com desculpas frias e disse que traria nomes para substituir à altura, e vieram os horríveis Wallace Oliveira, kadu, Fred e Bressan de volta. Socorro.

    Além dos salários desses 4 mais o Fernandinho e o Braian Rodrigues somados garantir a permanência do Galhardo e Eraso, os 4 fracassaram à partir da pré-temporada, e somente em nossa defesa está o problema.

    Entendo que acertando este setor, voltaremos a emplacar de novo o time, e o Roger tendo o apoio necessário da Direção, vai enquadrar o sistema tático necessário para o sucesso no 2º semestre. OREMOS !!!!!

    • Ilgo Wink

      Com essa nova direção de futebol e alguns reforços nós vamos pras cabeça

  • Gustavo Medeiros

    Acho que os amigos já entenderam a “jogada” da direção.

    Devem ter analisado a tabela do Brasileiro desse ano e pensado que trazer um técnico para o lugar do Roger, seria arriscado, o cara poderia se queimar até a sexta rodada. Sem conhecer direito os jogadores e ter que encarar, Cruzeiro, Flamengo, Atlético-MG, Coxa e Palmeiras,

    Então Roger fica, para encarar essas pedreiras.

    Se ele se der bem, significa que poderá continuar. Senão, podem trazer um novo técnico em um momento de jogos, teoricamente mais fáceis. Ponte, Flu, Chapecoense, Cruzeiro, Vitória e Atlético-PR.

    • Ilgo Wink

      É isso mesmo, Gustavo
      Não dá pra contratar um técnico agora

  • Pedro de Lara

    PORTALUPPI??
    Só o fato de ser lembrado já me provoca calafrios.
    Jamais cogitaria dar esse emprego para alguém que entre um trabalho (a cada 2 anos???) e outro não tenha feito um curso, uma especialização ou mesmo qualquer participação como comentarista ou convidado de programas esportivos.

    Isso seria acreditar que o cara é gênio e,… convenhamos…

    Dessas soluções sobrenaturais estou farto. (Ui-ui-ui)

  • juca

    Sobre a defesa: impossível ela ser sólida quando os volantes ficam mais próximos da área do adversário que da própria. Fica mais difícil ainda quando um dos ditos volantes é o capitão desconforto, que sequer sabe marcar.

    • Ilgo Wink

      Também acho que a defesa é ruim, mas concordo que o esquema ajuda a defesa a ser pior do que é, afetando até o goleiro, que fica inseguro com um sistema defensivo tão vulnerável

      • Arthur J

        Sinceramente, se a defesa é ruim, então que se faça um time ultra-ofensivo.

        Vamos tomar gols mesmo, não? Então que o time jogue pra fazer um caminhão de gols em cada partida.

      • Dilamar Costenaro

        Desculpe discordar do amigo, mas vejo exatamente o contrário, nosso goleiro deixa qualquer zaga insegura, pois não sai nunca do gol, mesmo em bolas cruzadas na “pequena área”, que deveriam ser todas dele, basta assistir os lances em que tomamos gol de bola aérea, 90% são bolas em que o goleiro deve afastar, e não é implicância, mas pergunto a vocês: Quantas faltas nosso goleiro sofreu na carreira até hoje, saindo do gol?

    • Gabriel

      Concordo e acrescento que o Grêmio toma gol de bola parada e chutões para área. O fracasso da defesa também passa pelo posicionamento e pelo goleiro que não sai do gol.

      Jogar Libertadores e Gauchão com goleiro que não acontece o que vimos ontem com o Atlético MG.

  • Rogerio

    Pessoal,

    Volto a dizer: o Grêmio caiu coletivamente, por isso a queda de desempenho do time. Precisam reforços? sim, mas alguém lá dentro precisa ver que mesmo com Bressan, Fred, Ramiro e M. Hermes, não podíamos perder da “forma” como perdemos. Vocês acham que a Jair, Paulão, Ernando e P. Magalhães são muito melhores? óbvio que não, a diferença é o sistema de jogo e a mobilização, a imposição. O Roger quer que o Grêmio jogue como os melhores da Europa, sem ter material humano pra isso, se o clube conseguir botar alguém acima dele, que o faça entender isso, ótimo, senão, acho bom já ir pensando num substituto.
    Isso sem falar no Douglas, porque é a maior piada do ano, esse cara correr os primeiros 15 minutos do primeiro tempo, sair aos 20 do segundo e ser aplaudido pelos idiotas da Arena e ser enaltecido pelo treinador nas entrevistas pós jogo.

    Abs

    • Ilgo Wink

      Já coloquei o nome do Douglas na boca do sapo eheheh

  • Fábio Viana

    Roger precisa de apoio e orientação da direção de futebol.
    Apoio, para tirar Douglas e M.Oliveira do time e mantê-los fora e, orientação para remontar o modelo de jogo desse time com os jogadores que estão em melhor momento.
    Por exemplo. Supondo que Douglas esteja como titular, alguém da direção deve encostar no Roger e avisar que ele não pode ser o homem da bola parada, pois não acerta nada. Que bata o Grohe, mas não ele.

    Acredito no Roger, não acredito nesse grupo e não acreditava na antiga direção de futebol.

    Aguardemos o resultado dessa troca do Depto. de Futebol.

    Abs.

    • Ilgo Wink

      Com esse time de dirigentes dando respaldo o Roger tem tudo para render mais.

  • Arthur J

    Ainda acredito que com uma direção de futebol boa, o Roger pode se recuperar. Mas pra isso o Roger vai ter que parar de querer agradar todo mundo (principalmente seus bruxos) e escalar por mérito.

    Ah, e só pra não passar batido, tens o meu apoio pra conselheiro, Ilgo!

    • Ilgo Wink

      Valeu, Arthur.
      Com essa nova diretoria o Roger tem condições de dar melhor resposta. Tem gente gabaritada como o Mosque, o Nestor e o Guerra

      • Robert Plant

        Os barbudos e Fred fardarão domingo? Se sim, adeus Roger. Ou se estão dominando o vestiário mesmo, os dois, Pitador e MO tem que ser afastados imediatamente e passarem um pito na boleirada: Vocês jogam pelo Grêmio e não pelo cachaceiro e pelo barbudo podre da esquerda!

  • Daniel Scherer

    Trocar de treinador agora, de novo?/ Colocar quem??? Ouvi falar em Givanildo, Fernando Diniz e outros menos cotados. Mas daí é brincadeira, respeitando as opiniões, se fosse para trocar agora, com nova direção que fosse pelo Sampaoli ou Sabella, mas trazer um treinador aposta agora é melhor ficar com o Roger e apostar que ele com respaldo vai acabar com o bruxismo e expatriar o Douglas para o quinto dos infernos, pois se é verdade o que o Copião de Tudo disse que ele ficou emburradinho porque o Roger deixou os bruxos dele fora, tem que mandar capar esse desgraçado e junto com ele o RC que renovou com essa bicheira. Aposta por aposta fica o Roger e se o Hein aceitar mesmo (parece que sim) acho que o tempo de bruxismo no vestiário vai acabar, pelo menos tenho fé que o Nestor tem cabelo no peito para botar essas nabas no seu lugar. E sim, sou crítico feroz dessa passividade do Roger, desse esquema mequetrefe dele, mas como falei, tenho fé que seja apenas porque ele não tinha respaldo para tirar os bruxos. Sim eu sei que gosto de me iludir, fazer o que.

  • Marcio Luiz

    Boa ilgo, o time é o reflexo de seu treinador. Time sem jogadas ensaiadas, sem bola parada e com a costumeira “peneira” q caracteriza os times de Roger Machado.

    Do jeito que o enganador Roger elogia o Douglas nos pós jogos, alguém acredita que ele irá sacar mesmo o cachaça?? Eu duvido! Se o bruxismo aparecer contra o corinthians, só voltarei a torcer quando trocarem de técnico.

    Eu já trocaria de técnico agora, mas há poucas opções e quase nenhuma soa como unanimidade. A mais aceita seria Marcelo Oliveira, mas não sei se gostaria de vir agora. O risco de contratar alguém de fora (Sampaoli ou Sabella) é o mesmo de pegar um técnico emergente (Givanildo ou Fernando Diniz). A diferença é o salário requerido.

    E tens o meu total apoio para ser conselheiro!!! Boa sorte!! Abraço.

    • Ilgo Wink

      Valeu, Marcio

  • Alexandre Sanz

    Roger, perdeu timing, na verdade ele foi perdendo, foi perdendo, perdendo, perd…
    E isso foi avisado aqui neste espaço com grandíssima antecedência, poderia ter treinado 3 zagueiros, poderia ter treinado jogar com quatro zagueiros, poderia ter feito um 3-5-2, poderia ter dado mais chances ao Thyere, poderia ter dado mais entrosamento num time jovem e de movimentação, como Luan, Lincoln, PR e Everton, poderia ter dado mais chances ao Tontini, mas ele não fez nada disso, se abraçou com ex jogador e com jogador ruim, conseguiu em uma partida escalar 4 atacantes sendo 2 centroavantes tirando os jogadores de articulação, conseguiu relacionar 3 goleiros para uma partida, 3 centroavantes, entre outras coisas bizarras, conseguiu trazer bruxos de NH, como Schuster e Fred.
    Não volta mais Ilgo, infelizmente aqui ele se perdeu, sua queda é só uma questão de tempo, o pior é que repetiremos os últimos campeonatos, onde o tempo perdido terá sido fatal.

  • Detective

    Ilgo, sou sobrevivente dos anos 70, também. Para voltarmos a ganhar, deve haver cortes sem anestesia neste corpo indolente e viciado que é o Grêmio.Saudades do Dr. Hélio Dourado. Sugiro Nestor Hein como homem de força no vestiário, junto a Alberto Guerra.

    • Detective

      Em tempo, Róger não é o técnico certo, a meu ver.

    • Ilgo Wink

      bem-vindo ao clube dos sobreviventes da década maldita

  • Marcos Renner

    Olá Ilgo e demais frequentadores do Boteco. Há muito não comento aqui. Prefiro ler do que escrever. Mas uma coisa que tem me incomodado após as duas eliminações recentes, principalmente a da Libertadores, é de que há uma opinião quase unânime (e correta) sobre a defesa do Grêmio ser fraca e ter comprometido nas duas competições mas não vejo ninguém falar nada sobre o Grêmio ter sido o único dos dezesseis times que passaram para as oitavas e perdeu as duas partidas sem fazer um mísero gol. O meio campo e o ataque não deram resposta também. Me parece qie o Grêmio está mal escalado e mal treinado.
    Abraços.

    • Ilgo Wink

      Bem lembrado, Marcos.
      Parece que desandou a ambrosia.
      Vamos ver se Roger tem fôlego para reagir. Desconfio que não.

    • Dilamar Costenaro

      Sem falar do projeto de goleiro que temos, cruzam 400 bolas na pequena área e ele não sai em nenhuma.

  • Fábio D.

    Domingo assisti Audax vs Santos. Percebi que o modelo de jogo do Audax é muito parecido com o esquema do Róger. Tão parecido que o Santos ganhou o jogo fechando a sua área e jogando em contra-ataque. Depois do gol do Santos, ele se fechou e o Audax praticamente não teve chances (na verdade apenas uma, de cabeça fruto de um cruzamento quase que no desespero). O treinador do Audax dava pulos, gritava, gesticulava, mas o time dele ficou no toque-toque sem conseguir penetrar depois que o Santos botou o ônibus na frente da área (e o Santos poderia ter feito mais nos contra-ataques). Muito parecido com os problemas que o Grêmio vem enfrentando, com o agravante que o time do Rosário é melhor que o do Santos.
    Então, além dos problemas técnicos de alguns jogadores e posições, das questões anímicas do Roger, tem a questão de que o Grêmio possui um modelo de jogo bem definido, que para funcionar precisa de muita velocidade e qualidade de passe e muita agressividade sem a bola para a recuperar e voltar a girar. Esse modelo tem extrema dificuldade quando o time adversário, com qualidade semelhante em seus jogadores, resolve marcar forte atrás da linha da bola e sair em velocidade (perdemos para o São Paulo ano passado na arena exatamente assim). Até o Barcelona se aperta todo para vencer times com qualidade semelhante jogando desse jeito. Ele deita e rola contra times mais fracos.
    Isso tudo sendo meia-verdade, por tratar principalmente dos problemas ofensivos, o Róger teria que encontrar um meio de alterar a forma de atacar quando o time adversário estivesse todo atrás da linha da bola e marcando com intensidade, como o Corinthians irá fazer.
    Defensivamente, tem que, ao menos, colocar para jogar algum zagueiro que tenha noção de posicionamento em bola aérea e agredir a posse de bola adversária. Eu era feliz com Erazo e não sabia.

  • Francisco Coelho

    Bomba : Resolvidos os problemas com escalação e avaliação dos jogadores. O Grêmio acaba de comprar oTOG Sports.

    Para quem não sabe é aquele programa que ilustra os comentários na TV sobre as jogadas e posicionamento dos jogadores.

    Serve para analisar e mostrar erros aos jogadores. É como um game do jogo. Ou jogo virtual.

    Vai ser ótimo para as concentrações. Kkkk kkkkk

  • Gabriel

    Nessas últimas semanas está bem difícil sentar e escrever algo sobre o Grêmio.

    A tempos escrevo, não tem lateral inove, saia desse enfadonho 4-2-3-1 e escale um 3-4-3. Se o ataque é o ponto forte vamos explora-lo mais então. Porém o treinador troca peças e i desnho segue inabalável…

    Ouvi que querem trazer o Edenilson para lateral. O cara é volante, será a contratação de uma improvisação.

    O Grêmio se fizer isso vai inovar na INCOMPETÊNCIA!!!!!

  • Robert Plant

    Os barbudos e Fred fardarão domingo? Se sim, adeus Roger. Ou se estão dominando o vestiário mesmo, os dois, Pitador e MO tem que ser afastados imediatamente e passarem um pito na boleirada: Vocês jogam pelo Grêmio e não pelo cachaceiro e pelo barbudo podre da esquerda! Chegaaaaaa!

    • Arthur J

      Os treinamentos até agora mostram que sim.

      Melancólico. Nem depois de todo o fiasco na libertadores esse treinador tem coragem de tirar os seus bruxinhos.

    • Detective

      Amigo, a meu ver, Róger deveria ter saído após a eliminação na L.A.

  • Gustavo Medeiros

    Ilgo, Marco Antônio não teria lugar nesse time do Roger? : )

  • Jocelito
  • Fábio Viana

    Sou só eu?
    A mim parece que essa nova direção não lembra, ou nem está aí, para o jogo de domingo.
    Tudo bem que tem contratar jogador, diretor, se informar sobre o atual Depto. de Futebol, mas o foco deveria ser a preparação do time para ganhar o jogo domingo, acima de tudo.

    Tenho impressão que Roger foi abandonado, começando a fritura.

    • Arthur J

      A diretoria está acompanhando os treinamentos:
      http://globoesporte.globo.com/rs/futebol/times/gremio/noticia/2016/05/gremio-treina-sob-olhares-de-nova-diretoria-e-com-geromel-preservado.html

      Quem tá se queimando é o próprio Roger, que é covarde demais pra tirar os bruxos do time.

      • Fábio Viana

        meu medo é que se ele for mesmo “abandonado na fritura”, vai se agarrar ao grupo de jogadores e dependendo se o grupo estiver fechado com ele, seu bruxos serão mais bruxos ainda.

        • Arthur J

          Roger precisa se desapegar dos malditos bruxos.

          Não dá mais pra jogar com o Douglas que só aguenta jogar meia hora.

          Não dá mais pra jogar com Fred e Marcelo Oliveira.

          Luan foi descolado pra ponta-esquerda e sumiu. Como falso 9 foi destaque do time.

          Se o Roger não mudar esse time do Grêmio depois de todos os fiascos, aí é caso perdido mesmo.

          E tudo indica que não vai mudar nada.

  • Arthur J

    Se for real essa história que o Grêmio quer o Edílson de volta, aí é pra matar.

    • Fabio Scheffer

      Tão falando em Edilson e… Barcos !!!
      O que é isso ??? a volta do ex que sempre fracassou ?!?!
      Tô aqui orando pra que isso seja mais uma barrigada da imprensa.
      Se é pra “reforçar” assim, deixa quieto e vai na base.

      • Arthur J

        Deve ser lance de empresário pra valorizar o seu “ativo”.

  • Arthur J
  • Gustavo Medeiros

    Ilgo, por favor, nos dê uma luz. Tem tanta coisa sendo falada.

    Vou repetir o que você escreveu nesse post:

    “Ganhando ou perdendo, é sempre preciso seguir em frente, recomeçar”

    Voltando Edilson e Barcos é retroceder e insistir no que não deu certo. Eles são pretérito.

    Escrevi, brincando, se o Marco Antônio não teria uma vaga no meio de campo. Pelo que parece, tem.

    • Arthur J

      Daqui a pouco trazem de volta o Escalona também…

  • Pedro de Lara

    E não é que o Edilson vem mesmo,,,
    Pela amostra, será que dá para se ter uma idéia dos conceitos do novo diretor??
    Nada é tão ruim que não possa piorar.

    • Arthur J

      E eu achando que tava ruim com o Rui Costa…

      Edilson é pra matar.

      Pobre Grêmio

      • Fabio Scheffer

        Edilson por 3 anos… 3 ANOS !!!

        Na boa, dá vontade de largar !!!

        • Arthur J

          Simplesmente não tem explicação.

          fosse um contrato até o final do ano eu até entenderia, apesar de ainda achar ruim. Agora, 3 anos por essa naba? Pra que?

          O Grêmio tinha medo de “perder de graça” esse craque?