Grêmio rejeitou o empate e buscou a vitória

Uma grande vitória sobre um grande time. Se não tivesse perdido titulares importantes para a seleção, o Santos provavelmente estaria liderando o campeonato. 

A vitória de 3 a 2 sobre esse Santos de tanta qualidade valoriza ainda mais os três pontos obtidos pelo Grêmio. Foi um jogo de exceção, com emoção nas duas áreas.

Penso que o gol do incansável Giuliano logo aos 2 minutos foi decisivo. Com a vantagem, o Grêmio ficou mais tranquilo, passando ao adversário a necessidade de buscar o gol. 

Éverton acertou todos os chutes que errou nos dois últimos jogos – não por coincidência duas derrotas. 

Os dois primeiros gols saíram de dois chutes do guri. O goleiro soltou e Giuliano e, depois, Douglas, mandaram para a rede.

Aliás, Douglas é outro que teve atuação destacada, tanto tática como tecnicamente.

Em tempos distantes os narradores de futebol diriam que o Santos ‘vendeu caro a derrota’. E foi mesmo. O Santos empatou não por eventuais falhas do Grêmio, mas principalmente por seus méritos. O placar de 2 a 2 não seria injusto.

Mas os deuses do futebol voltaram se lembrar do tricolor. Quando Bobô entrou parecia que o Grêmio não mais faria gol, correndo o risco de levar o terceiro. Bobô ainda se mostrou pé-frio: foi só ele pisar no gramado que o Santos empatou, um chutaço de fora de área. 

Em compensação, Roger Machado acertou ao colocar Marcelo Hermes, que viria a fazer o gol da vitória. Hermes está se firmando e não demora pode conquistar a titularidade.

Outro acerto foi a entrada de Guilherme no lugar de Éverton nos minutos finais. O guri, que poucos conheciam, conquistou a confiança de Roger. Guilherme mostrou confiança e sinalizou que é mais uma boa opção.

Assim também se forma um time vitorioso. Lesões, transferência de jogadores mais a falta de dinheiro para contratar obrigam o clube a apelar para soluções caseiras, mais baratas e muitas vezes mais eficazes.

É o que está parecendo agora.

Importante ressaltar, ainda, que o novo comando do futebol deu nova feição ao time, que se mostra mais aguerrido e muito mais indignado diante de um resultado adverso.

Foi só por isso, por estar inconformado com o empate depois de sair vencendo por 2 a 0, que o Grêmio chegou ao terceiro gol, obra de Giuliano, que tirou forças sei lá de onde, para driblar e deixar Marcelo Hermes na cara do goleiro.

Por fim, interessante observar dois volantes que disputavam vaga na seleção olímpica: Wallace e Tiago Maia. 

O eleito foi o santista, mas Wallace mostrou, ao menos pra mim, que é superior ao companheiro.

GUILHOTINA

No outro jogo da rodada envolvendo gaúchos, o Inter voltou a fracassar. Está queimando a gordura acumulada nos jogos iniciais por conta de uma tabela muito favorável.

Perdeu de 1 a 0 para o Flamengo.

O técnico Argel, que melhorava seu conceito diante dos colorados, volta a ser questionado.

O mesmo estaria acontecendo com Roger se tivesse perdido a terceira partida seguida.

O Gre-Nal, agora, é como uma guilhotina sobre o pescoço do técnico colorado.

Se gostou, compartilhe!

  • Andre Peixoto – Sarandi/RS

    Belo comentário, Ilgo. Só faltou dizer que nosso técnico assistiu o crescimento do time do Santos sem fazer absolutamente nada. A entrada de Marcelo Hermes só se deu em função da lesão do Thyere. Sem falar que Douglas se arrastava em campo (sério, achei em dado momento que iria sentar no gramado) e ele deixou o ex-jogador até o fim.
    Enfim, vou ser comedido na corneta em face da vitória, pois daqui a pouco chegam os comentaristas do “apoio incondicional” para me baixar a lenha…
    Outra: na coletiva, ao ser perguntado sobre a entrada do Joilson, Roger solta essa pérola.
    “Joilson entrou muito bem. Nós fomos criticados por liberar o Edinho…”
    COMO É QUE É? CRITICADO POR LIBERAR EDINHO? A CRÍTICA FOI POR TRAZER O NEGUEBA, MEU CARO! DEIXA DE SER MENTIROSO E MAU CARÁTER…
    PS.: estou começando a achar que a frequente entrada de Bobo é para irritar a torcida…

    • Serrano

      Apoio incondicional não se cria muito por aqui.
      Já vi um blogueiro chapa-branca tentando se espraiar por aqui e cornetear os corneteiros, mas foi uma vez só, também.

  • currachitas

    No classico da bosta deu Flamerda 1 a 0 sobre os cocoloridas.

  • Detective

    Ilgo e amigos, bom dia! Não nos iludamos com esta vitória. O Grêmio carece de treinador.

  • Francisco Coelho

    Esperei acalmar e só externar minha opinião após conversar com o travesseiro para não ser impulsionado pela emoção.

    Vencemos melhoramos na tabela más as falhas e deficiências ficam mais que evidentes.

    Só pelo SAP foram 3,5 milhões e depois complementos e treinamentos com custo de pessoal não divulgados ou estimados.

    Vários jogadores passaram do limite e podem desfalcar o grupo ocasionando queda acentuada na qualidade do grupo e a capacidade de reação.

    Roger não sabe ler relógio pelo visto e as trocas são sempre tardias. Espera o adversário igualar os superar para reagir. Não consegue ler ou antever os acontecimentos em campo.

    Isso é inexperiência. Inexperientes tem de voltar a ser auxiliar até o amadurecimento como não colocar os guris que joguem bem em detrimento de bruxos.

    É simples.
    Estou com dilatação de pupilas e vai passar alguns erros.

    • Fábio Viana

      Assustou a entrevista coletiva do Roger.

      1º Falou que se o jogo fosse fora de casa, após o 2×2 iria pensar em garantir o “pontinho”
      2º Falou que foram criticados por liberar Edinho. Quando a crítica foi pela vinda do Negueba.
      3º Falou da falta de confiança nos jovens. Ou seja, passou o sentimento para os jovens que o seu comandante não confia neles. Com que cabeça um jovem vai entrar no próximo jogo.

      Enquanto Felipão colocou o Walace no 1º jogo como técnico, lançou P.Rocha, quis colocar o Lincoln com 15 anos, Roger tem receio em confiar aos jovens a oportunidade nos jogos.

      Abs

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Sim, é verdade, por isso que também acho junto com o Ilgo Wink, Corneta RW, Blog do Demian, Bar do Beto e outros bons Blogs que tem por aí, que o Roger Machado é um dos melhores treinadores do Grêmio nos últimos tempos.
        Também acho que ele está verde ainda e vai aprender muito com tudo isso, porém, tem o apoio da maioria da torcida.
        Vejo hoje o Grêmio com futuro administrativo e técnico pela frente, pois eu não sentia isso a muito tempo.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Patrono, meus respeitos, mas você não consegue enxergar ”nada” de positivo desde a chegada do Romildo Bolzan & Roger em momento algum deste percurso?
      Entendo que em algum momento houve crescimento e produtividade, ou você esqueceu que hoje poderíamos estar jogando com Vasco, Joinville, Londrina & Cia na série B se o Felipão tivesse ficado? Pense nisso.
      Abraço !!!!!

  • Daniel Scherer

    Deculpe Ilgo, mas vou ter que discordar de você. O empate se deu porque o treinador do Grêmio assistiu por 20 min o seu time ser encurralado e não fez NADA, absolutamente NADA para tentar mudar alguma coisa, pois perdemos o meio campo e o Santos estava na iminência de fazer o primeiro gol. a entrada do Hermes só foi um acerto porque o Thiery sentiu, senão não entrava. E Hermes há muito merece ser titular, mas a bruxaria não permite. Depois o maior erro, qualquer um que estivesse assistindo ao jogo, até mesmo um cego veria que o Santos estava muito, mas muito próximo do empate, Douglas estava pregado, Luan meia boca e nosso meio ofensivo e ataque não seguravam mais a bola, nosso meio defensivo não conseguia parar as investidas do Santos, e nosso treinador NADA, absolutamente NADA. Ai Luan sente e ele coloca BOBÔ, ai os Deuses não perdoam…..
    Deveria ter alterado taticamente o time ANTES, mas ele não enxerga. Não dianta a desculpa dos desfalques, o FATO é NÃO TENTAR algo para mudar o panorama do jogo, e eu não preciso dizer o que fazer, ele é pago para isso. Então, por mais que eu já tenha defendido, não dá para defender essa inércia e bruxismo do Roger, ele já tem tempo suficiente para mostrar taticamente mais do vem mostrando. Falar da bola aérea defensiva nem precisa, e isso é treino e treino é treinador.

    • Rafael – Jack

      Não é a primeira vez que questões clínicas ajudam o Tio Roger a escalar ou modificar o time… Mais sorte do que juízo, mas vamos adiante.

      A coisa estava tão feia no segundo tempo q eu nem me abalei com o empate: era evidente q ia acontecer. Gritaria mesmo eu fiz com o gol do Hermes, q iniciou e concluiu a jogada – baita participação do Giuliano.

      Agora é só esperar a multa do condomínio chegar, rs

      • Daniel Scherer

        Pois eu fiquei tão puto quando o Santos empatou que atirei o controle, desliguei TV, rádio e internet, fui tomar um banho gelado depois de xingar a quinta geração do Roger, e só depois é que fiquei sabendo do gol do Hermes.

  • Dilamar Costenaro

    Roger tentou, mas não consegui fazer o Grêmio perder….Bobô? que cara mais sem noção, colocar essa pereba.

  • Marcio Luiz

    Boaaaa ilgo!
    Grande vitória ontem! Mas como o Roger é cego. Precisou de expulsões e lesões para escalar Jaílson e Thiery. Chega d Ramiro, Bressan e Bobô!

  • Paulo Witt

    O Grêmio deveria estar lider do campeonato.
    Só não está por dois motivos : Árbitros e nosso Técnico.

    É inexplicável a insistência com Bobo e MO

    o que esses dois fizeram neste campeonato ?

    E nem vou entrar no tema de que não enxerga o jogo e não sabe fazer substituições

  • Ricardo de Cruzeiro

    Descontando teu otimismo (do qual em parte concordo),descontando a acidez dos comentários (dos quais em grande parte concordo);foi um Jogão!bola no chão,passes rápidos,conclusões tirando tinta?Gurizada santista,ok.mas é a nossa piazada?Rafael T,Marechal Hermes,Jailson,Éverton,Luan.Guilherme(?)Wallace.Talvez até Lincoln e Tontini pudessem ter participado.Pedro Rocha idem.Depois daquela pobreza de anos passados estamos,outra vez,formando nosso time.Otimista demais?acho que sim,mas…

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Estamos juntos, sem otimismo ou só com críticas não se chega a lugar algum. Abraço.

  • RFPoa

    Acho que a guilhotina também não anda longe do nosso técnico. Onde virtudes individuais dos jogadores suplantaram novamente a cegueira constante do nosso técnico. Definitivamente ele ficaria muito bem se fosse um interino. Mexe no time normalmente atrasado, parece não ler o jogo durante a partida. Dorival em 20 minutos deu um calor no Grêmio com a gurizada do Santos que deveria servir de lição. Já voltou com o time mexido no intervalo. Experiência. Não sei até quando os Deuses do futebol “ou rabo” mesmo vão ajudar quando o próprio técnico negligencia as alternativas que caem de maduro no seu colo.
    Reconheço que o trabalho de 2ª posição na tabela na décima segunda rodada é muito boa. Entretanto, tem que se tirar uma lição porque estamos ali. E acho que não sabemos ainda. Se o Grêmio se mantiver com uma diferença entre 2 e 3 pontos el relação ao 1º colocado, quando tivermos no 2º turno, aí começarei a ter mais fé. Os resultados e desempenho individuais tem sido muito melhores que a avaliação da comissão técnica. Ainda assim, estou começando a ter mais respeinto pelos jogadores que mesmo com as limitaçções, estão indo em busca do resultado. Outra situação: A Arena esta se fazendo barulhenta mesmo com pouca gente, aquela neblina baixa…está muito bonito. Mas partidas no inverno tem esse revés.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Amigo, sem otimismo ou só com críticas não se chega a lugar algum. Abraço.

  • Luis Augusto Waschburger

    Eu só queria que o Roger tivesse 1 amigo, 1 só, que chegasse pra ele e dissesse: “Tchê, estamos perto de fazer história. Então, não inventa. Faz o óbvio!”
    – Bobô não pode fardar, muito menos se for pra tirar o Luan da sua posição.
    – Hermes não pode ser reserva do Oliveira.
    – Jailson não pode ser reserva do Ramiro.
    – Bressan não pode fardar em detrimento do Thiery.

    Não é difícil!

    • Rafael – Jack

      Ele tem vários: nós!

    • Thiago

      Luís, penso bem semelhante.
      O Chico Coelho já deu essa sugestão.
      Um coordenador/supervisor, alguém mais talhado, mais experiente, que encoste no Roger e fale esse tipo de obviedades que todo mundo está vendo e o nosso técnico insiste em não enxergar ou fazer o oposto.
      Necessidade urgente, pois o Roger, apesar de boas idéias, está se mostrando muito teimoso e até arrogante eu diria, porque isso é falta de humildade.
      Fora o apego extremo à bruxologia, que, talvez, tendo alguém ao seu lado para encostar e falar coisas óbvias, possa cair.
      Seguindo assim, não sabendo porque ganha ou porque perde, não entendendo o jogo, contrariando obviedades, fica dificil almejar algo.

    • Gabriel

      Luis, falta alguém que encoste nele e solte umas frases como ” como está jogando o Jaílson!!!” ou “o que aconteceu com Bressan que está tão mal??”

      O bom diretor não manda sugeri…

  • Robert Plant

    A cachaça do futebol me pôs na frente da Tv. Mas meu filho de 4 anos quis, ao contrário da rotina, me acompanhar. Como eu quis poupá-lo do meu descontrole, procurei me manter pacífico. Ao final do primeiro tempo, foi assistir a um desenho com a mãe na outra Tv. O gol cedo deu uma enorme ajuda, é claro. Quando o empate chegou, não dei importância (“o que tu esperavas, pensei”). Ah, dei um baita grito com o gol de Hermes, o equivalente a emborcar um martelinho, que não sou de ferro. Adiante. Grenal é nervosismo.

    • Ilgo Wink

      Ué, pensei que tu tinhas largado???
      ehehehehe

      • Robert Plant

        Ainda não reconheci que sou um dependente químico, rsrsrsrs

  • Francisco Coelho

    Mais uma vez, se o texto retirado do site final é real, estamos cobertos de razão, quando, defendemos que, o Grêmio, treina pouco.

    Roger explica por que demora tanto pra mudar o time do Grêmio.
    http://jbfilhoreporter.final.com.br/2016/06/30/roger-explica-por-que-demora-tanto-pra-mudar-o-time-do-gremio/
    30 de junho de 2016 João Filho Grêmio
    Roger fez 3 mudanças no time do Grêmio durante a partida contra o Santos.
    Aos 26, 36 e a terceira depois dos 40 minutos.
    O treinador explicou o porquê tem demorado para mudar o jogo.
    “Eu tenho um banco com muitos meninos, né. Não pela inexperiência, mas pelos minutos jogados em competições profissionais.
    Hoje, eu coloquei o Guilherme em campo que, talvez desta meninada, foi o que teve um primeiro semestre jogando um campeonato regional e se destacando pelo São José.
    No passado, eu lancei o Tilica, que tinha tido poucos minutos na Série A. O ideal era estes meninos que subiram este ano, terem experiências gradativas para que, num próximo ano, fossem jogadores mais maduros. Mas as necessidades, em função das lesões, nos obriga a apostar ou queimar algumas etapas. Não só por isso, mas também entra na avaliação do jogo esta questão.
    A experiência dos nossos jogadores, embora talentosos, a gente corre o risco de queimar um jogador e é o que a gente não deseja.”

    (Eu tenho um banco com muitos meninos, né. Não pela inexperiência, mas pelos minutos jogados em competições profissionais.)

    Os treinos do Roger, repletos de intensidade, relatado por alguns, pode ser benéfico, mas, não vai superar jogo jogado, com tempo real.

    Observamos, semanas com treinamentos e sem jogos. Jogos corridos e com situações reais, é que mostram, posicionamento e atitudes em campo. Idade, não é sinal de maturidade e, alguns amadurecem mais cedo.

    Hoje, vemos “meninos” com 16/17 anos, em diversas equipes e seleções de países disputando torneios, frente aos mais experientes e bem treinados jogadores, em atividade no futebol mundial.

    Portanto, esta é mais uma conversa, para acalentar bovinos e justificativa fajuta para os Douglas e Bobôs da bruxaria…

    Nossa casa é a ARENA e não, o Castelo de Hogwarts.

    • Robert Plant

      E permita-me Francisco, em todo caso, mesmo que aceitássemos o argumento do Roger, falta cancha porque eles não jogam! Tanta na Primeira Liga quanto no ruralito, quantas oportunidades eles tiveram? Sequência de jogos?

      • Francisco Coelho

        Pois é Robert. Alguns do grupo de transição que passam o ano de bancários além do que bem citaste poderiam disputar algumas partidas do sub 20.

        Alguns amistosos antes dos jogos da Arena para os torcedores conhecer e se identificarem com a gurizada.

        Assim torcedores e jogadores podem se identificar e sentir o que emana de ambos. Torcedores adotam os jogadores e os jogadores motivados se doam no aprimoramento.

        É jogando que diminui as lesões aumentando a capacidade atlética e aprimoramento técnico.

  • Pedro de Lara

    Fora, Roger!!

  • Ilgo Wink

    Uma pausa para reflexão

    Roger Machado, aqui considerado incompetente por muitos, é o técnico vice-líder do Brasileirão. Fico imaginando que se ele não fosse tão ‘incompetente’ o Grêmio estaria hoje, com seu time ‘poderoso’, liderando disparado o campeonato.
    Devagar, amigos. Não existe treinador que não cometa erros, que não tenha seus bruxos e que não seja conservador.
    Quem sabe a gente não curte um pouco a grande vitória sobre o Santos sem pensar no amanhã?

    Bem, agora podem continuar o bombardeio.

    • Francisco Coelho

      Ilgo; o grande e poderoso é o Grêmio por sua torcida. Treinadores passam assim como diretores e presidentes. Só ficam as lendas dos que venceram.

      Mesmo com inúmeros erros de dirigentes o Grêmio continua crescendo e ocupando seu espaço.

      Se está vice-líder era para estar líder disparado não fosse erros e bruxismo do treineiro hoje o Roger.

      Mesmo que alguns não acreditem temos um bom elenco e só falta quem saiba tirar deste o melhor resultado.

      Curtir a Vitória suada que parecia fácil é muito bom más é campeonato e faltam muitas rodadas. Só podemos “aliviar” com taça no armário e faixa no peito por breves momentos.

      Logo chega Taça SP ainda inédita e Primeira Liga. Kkkk

    • Daniel Scherer

      O meu inconformismo com Roger se dá pelo fato de que ele comete sempre os mesmos erros, nem vou listar. Errar errar errar e não aprender com os mesmos é preocupante

  • Pedro de Lara

    Ilgo. A julgar pelos comentários (“-Roger é um mau carater, mentiroso”, controles remotos voando, “-Eu disse”, ?!? “o Gremio treina pouco” ?!?) os comentaristas do boteco são muito jovens, impacientes, soberbos. Ou seja, fanáticos estúpidos. Alguns bipolares, também.
    Se fizessem uma leitura menos rasa da função de treinador e veriam que o
    treineiro (outra desqualificação imbecil) do Gremio faz, em começo de carreira, o que qualquer profissional faria, em especial lidando com a situação delicada de treinar um clube carente de títulos: se cerca de quem confia, cede um pouco às pressões e tem o máximo de cuidados em não subverter a hierarquia nas substituições sob pena de perder o grupo. No mínimo coerente.
    O resto é mimimi de quem nunca vai ver suas teses mirabolantes sendo testadas e, portanto, continuando cheios da razão.

    • Alexandre B. Galiazzi

      Bah Pedro, me refiro aos treinadores como “treineiros”, mas nunca em tom pejorativo. Em especial ao Roger, quem admiro e espero ver por longos anos na casamata tricolor.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Belíssima conclusão, Pedro. Apoiado em 100%.
      Amigo, tens razão, sem otimismo ou só com críticas não se chega a lugar algum. Abraço.

    • Daniel Scherer

      Em relação as teses mirabolantes de alguns, concordo plenamente.

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Daniel, não quebre o controle remoto, senão, domingo não irás conseguir sintonizar a nossa próxima vitória kkkkk.

        • Daniel Scherer

          Deus te ouça Copião.

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Meu querido amigo Daniel, leio todos aqui no Boteco e as vezes aceito, as vezes não aceito, mas democraticamente acho que cada um tem razão em seus aceites e suas rejeições.
            Daniel, é que tenho por hábito ser otimista desde 1977, pois nada nos levava alí a aceitar que Telê Santana com Oberdan & Cia iriam realmente frear aquela ascensão meteórica do Inter com aquele timaço da década, mas Iúra, Tadeu Ricci e André Catimba com Éder na ponta esquerda e Tarciso na direita, jogaram realmente muito naquele ano, aí, a gangorra virou de verdade no RS para o lado certo.
            Amigo, veja que desde 23/12/1979 ”eles” sumiram do RS, pois em 1992, foi um aborto da arbitragem, senão, estavam lá até hoje, e aquela Copinha do Brasil nós ganhamos 4 em 7 finais nas 12 primeiras edições seguidas e nem bordamos estrelinha amarela na camisa igual eles fizeram por décadas desesperadamente.
            Aí, em 2006 o São Paulo e o Barcelona é que perderam, pois ”eles” não ganharam nada, meu nobre. FATO.
            Pô, Gabirú para quem ganhou Mundial com Pelé, Zico, Renato Portaluppi e Raí com Toninho Cerezzo, é pracabá, né !!!!!
            Um abraço, acredite, ”tâmu juntu” e fazia tempo que não via o Grêmio num rumo tão sólido, acredite nisso.
            É só ajeitar a nossa defesa, amigo, não tenho a menor dúvida disso !!!!!

          • Daniel Scherer

            Mas era Telê santana né Copião, rsrsrsr,. Só apra descontrair.
            Eu particularmente não vejo outro treinador hoje para assumir o Grêmio. Vejo algumas teses e indicações, como por ex. o Fernando Diniz, e esse na minha opinião é o novo Doriva, quando pegar um grande, vai ser três meses e estará demitido. Onde está o Doriva hoje???? Demitido do Bahia…. Então tem muita tese que nunca será comprovada, então fica como uma verdade absoluta. Mas respeito.
            A minha decepção com Roger é que ele está perpetuando os erros, e isso é que me deixa com a pulga atrás da orelha. Mas sinceramente, tirando a emoção do momento do jogo, trocar agora não dá. Espero somente que quando o DM esvaziar o Roger realmente mostre que não é refém dos bruxos, e coloque os melhores nas suas posições e possa pelo menos nos manter com chance de brigar por um título ainda este ano, porque dá, não tem ninguém neste campeonato, é tudo japonês.

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Bah ….. me lembrei também do Guto Ferreira que mostra ter capacidade também, mas aí me lembrei que você citou o Fernando Diniz, e relembrei do Wagner Mancini, Gilmar Dal Pozzo, Silas, Péricles Chamusca, PC Gusmão que fizeram somente ”um bom trabalho” na vida apenas, ganharam oportunidades e sucumbiram logo à seguir por falta de estrutura pessoal em assumir um grande.
            É por isso também, Daniel, que acredito e acho muito bom dar continuidade ao Roger Machado até dezembro 2017 no final de contrato, pois ainda não temos uma opção no mercado que seria melhor que ele, salvo o Tite, pois todos os outros seriam mais, do mesmo e assim, fico com o mesmo por conhecer muito bem os nossos bastidores.
            Como é difícil um emergente chegar num time grande e emplacar a carreira aqui no Brasil, né, tivemos tantos exemplos aí e a aparente ”renovação técnica” nunca acontece por não ter 4 ou mais treinadores de ponta.
            Veja que Luxemburgo, Muricy, Mano, Levir, Abel Braga e até Felipão duraram 10, 12 anos no ápice da carreira e por uma razão ou outra viraram também mais do mesmo, isso é eternamente Brasil.
            Hoje, só vejo o Tite como uma real referência técnica aqui no Brasil, e olhe lá, parece que está muito deslumbrado com esta oportunidade na seleção, pois anda muito faceirinho em todas as entrevistas e isso é perigoso demais. A Seleção é um covil igual a I.V.I de Porto Alegre.

  • Fábio

    Bobô será o Zé Afonso de 1996 do Grêmio no tri em 2016, com a diferença de que o Bobô não faz gols. Vamos Grêmioooooooooooooooooo!!!

    • Luis Augusto Waschburger

      rectius, “Zé Alcino”.

      • Ricardo

        Ze Afonso mesmo. Começou como titular, fez 6 gols nos primeiros 4 jogos, e teve uma lesão na coluna… daí entrou o Alcino. No fim do campeonato ele voltou, pro banco, e foi ele o destinatário do balão do Carlos Miguel que resultou no gol do Aílton…

        • Luis Augusto Waschburger

          Ah, entendi…
          Oremos!

  • Alexandre B. Galiazzi

    Espero que nosso presidente realmente tenha pulso para segurar nossas promessas. Com o crescimento do time, cada vez mais vão aparecer propostas por Geromel, Luan, Éverton, Jailson…

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      ….. Wallace, Lincoln, Bolaños …..

  • Fabio Scheffer

    Pois eu fugindo um pouco das analises da vitória sobre o Santos já estou pensando no Grenal.

    Para o clássico a manutenção de caras como Thiery, Jailson e Hermes (que não vai pro jogo, mas deveria pq tem jogado bem e tem tido sorte) é fundamental para que possamos vencer no berâ.

    Grohe, Edilson, Thiery, Fred, Oliveira (ou Hermes); Walace, Jailson, Giuliano, Douglas, Everton (ou Miller se tiver 100% pra começar) e Luan.

    Uma VITÓRIA nesse clássico pode ser o combustível que falta pro Grêmio embalar de vez, e com alguns reforços e a volta de Geromel, Walace Reis, Maicon, P.Rocha e H.Almeida ter as opções necessárias pra se manter no topo da tabela !!!

  • Gabriel

    Observaram a marra dos jogadores do Santos? Mais preocupados em aplicar canetas, que resultavam em contra ataques, do que jogar os meninos da vila viram o Grêmio ser superior e quase marcar três vezes. No primeiro tempo tivemos uma grande atuação, mas no segundo tempo time foi muito devagar, talvez pelo número excessivo de atletas que sentiram ou sentem algum incomodo. A verdade é que os paulistas voltaram melhor é só não viraram porque o Marcelo Grohe fez outra grande partida, fazendo o penso para um goleiro pegando as possíveis e saindo bem do gol. Outros destaques foram o Éverton e o volante Jaílson, que começa a criar dúvidas sobre o Maicon.

    Destaque negativo foi, e aí discordo do Ilgo, o Wallace que não acertava passes de dois metros. O que será que está afetando o jovem volante???

  • Moretto

    Ilgo e amigos de boteco o Grêmio ganhou ontem de um time muito bem armado e que tem jogadores decisivos. Temos que enaltecer sim essa vitória pq o Santos é sim um bom time. Isso não quer dizer que o Roger não venha errando e muito. Acho que o maior erro dele foi inventar o Bressan de novo, um jogador que não deveria ter voltado pq sempre em momentos importantes falhou. Tomara que a direção contrate o tal zagueiro kannemann, pq ou tem muito erro na preparação física ou a zica ta grande. Temos que acreditar sim no Grêmio e cobrar o Roger, pois não tem bicho papão nesse campeonato. Fazia tempo que não comentava, mas ilgo e amigos depois do grupo fica mas fácil.

  • Rogério

    E essa aqui? https://soundcloud.com/user-387961931/o-trator-de-argel. Vai passar o trator? Espero que usem esse áudio para motivar os jogadores do Grêmio.

  • Serrano

    Esse Gre-Nal vai ter patifaria.

  • Alexandre B. Galiazzi

    Alguém avise o Rizek, da SporTv que não precisa ir para a Europa para ver “Patifaria e mau caratismo” na imprensa… basta passar o Mampituba!
    Para quem não viu: http://glo.bo/29bdjdg