Grêmio encaminha classificação na CB

O sempre criticado Roger Machado escapou de linchamento. Ousou escalar três volantes, sendo que um deles foi outra ‘geni’ do time, o PGV (Pequeno Grande Volante) Ramiro.

Sem contar que, desprezando o bom senso e desafiando os astros, manteve Douglas no time em jogo fora de casa, onde decididamente ele não joga bem.

Pois não é que deu certo? O Grêmio fez uma de suas melhores atuações fora da Arena neste ano.

Se a proposta de Roger desse errado, as críticas cairiam como avalanche em sua cabeça.

Mas Roger, felizmente, acertou a mão. 

No primeiro tempo, só deu Grêmio. Algo que nem o gremista mais fanático acreditou que pudesse acontecer na piso sintético do Atlético Paranaense.

O gol da vitória foi o que se pode definir como o feitiço virou contra o feiticeiro.

O piso foi molhado por algum motivo, talvez para a bola correr ainda mais. O fato é que um escorregão de um atleticano no meio do campo proporcionou o contra-ataque, a bola escorregada de calcanhar por Douglas para Bolanos, que chutou cruzado na saída do goleiro.

Foi a única ‘metida’ de Douglas no jogo.

No segundo tempo, o Atlético voltou melhor, chegou a assustar até os 15 minutos. Depois, o Grêmio foi acumulando situações de gol.

Bolanos, Luan e Éverton entraram livres na área em lances de contra-ataque. Sem exagero, o Grêmio poderia ter goleado o Atlético Paranaense com o esquema com três volantes.

Aliás, antes do jogo sugeri esse esquema, mas com Maicon e não Ramiro. Ah, e sem Douglas. Mas o veterano meia parece mesmo ser ‘imexível’. 

O que importa é que o Grêmio encaminhou sua classificação na Copa do Brasil.

Domingo, contra o Atlético Mineiro espera-se que consiga fazer duas belas atuações consecutivas – coisa rara ultimamente – e vença o jogo para seguir na ponta de cima e com chances reais de título.

ATUAÇÕES

De um modo geral, todos jogaram bem. 

Kannemann foi discreto e eficiente em sua estreia.

Bolanos fez o gol, mas a meu ver precisa jogar mais e se comprometer mais com o jogo.

Wallace foi o grande nome do jogo. Soberbo.

Se gostou, compartilhe!

  • Ricardo

    Primeira vez que o Roger abriu mão das duas linhas de quatro em 15 meses no Grêmio. Hoje foi um 4312, Douglas e Bolanos nas suas posições “certas”, excelente primeiro tempo. O segundo não foi tão bom, mas tivemos quatro chances na cara do goleiro em contra-ataques, o que não acontecia sei lá desde quando. Há esperança…

    • Fabio Scheffer

      Verdade Ricardo.
      E o bom é que nesse “novo” esquema o Roger tem a condição de jogar o M.Oliveira para disputar uma das 3 vagas no meio com Walace, Jailson, Maicon e Ramiro, dando chance pro Iago ou o Breno na LE.
      Olhando o time nos últimos jogos, apesar desse eu não ter visto, a lateral esquerda é a posição mais complicada do time nesse momento.

      • Ricardo

        O problema é que nesse esquema não tem lugar pro Maicon, os três do meio precisam de uma movimentação que ele, lerdo, não tem.

        • Fabio Scheffer

          Talvez como volante mais centralizado ele seria capaz de suprir essa lentidão pq correria menos é tem bom passe.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Amigos, cheguei a Curitiba no final da tarde quase noite e fui no jogo à convite de meu genro caçula que estava à trabalho na cidade, e ví o Grêmio num 4.3.3 sendo 3 volantes com Wallace voando em campo e Douglas ganhando todos os prêmios das Rádios locais. Incrível, mas é verdade.

    O Bolaños jogou muito além do golaço que fez, ocupando bem o lado do campo, e foi uma atuação muito boa do time num todo com o placar ficando barato demais barato ao adversário.

    Marcamos, bloqueamos, triangulamos e jogamos muita bola hoje num jogo de poucas faltas, grande intensidade e ótima troca de passes. Gostei do jogo.

    Destaques para Wallace o melhor em campo, Edilson, Geromel, Kannemann, Jailson, Douglas, Luan e Bolaños, pois envolvemos o adversário desde o 1º tempo que não chutou uma bola se quer no gol do Grohe. Luan e Wallace são ótimos jogadores e a seleção fez bem aos dois.

    No 2º tempo sofremos uma pressão esperada por 12 minutos porque o jogo foi na casa do adversário, mas aí, o Grêmio tomou conta do jogo novamente e vencemos fora com uma bela atuação no jogo inteiro com boas chances claras de gol nos contra-ataques. Que noite.

    • Fabio Scheffer

      Só o fato de fazermos gol fora na CdB já é motivo de comemoração já que nossas ultimas eliminações tem sido quase sempre por conta de sair zerado fora e empatar com gols em casa.
      Jogando bem então, fica perfeito !!!

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Sim, Fabio e ontem o Atlético jogou mal dentro de sua casa com sua torcida, e o Grêmio jogou muito bem.
        Sendo assim, já vi o Grêmio jogar bem, o adversário jogar mal e ganhar o jogo com uma bola numa escapada.
        Lembro do Vitória na Arena do Grêmio: os caras tiveram 3 bolas no jogo e nós tivemos 11 com 5 chances claríssimas, mas perdemos de 1×2.
        Ontem poderia terminar 0x3 que seria normal pelo volume de jogo que Roger conseguiu empregar com 3 volantes e 3 atacantes, pois eles só foram fazer uma pressão nos 15 minutos iniciais do 2º tempo com a pressão da torcida e logo depois, voltamos a dominar as ações.
        Foi um ótimo jogo, e que continuemos assim fora de casa, pois o time oscila muito longe da Arena do Grêmio. É isso.

    • Ilgo Wink

      oba, acho que temos um candidato a contratar Douglas no final do ano

      • Daniel Ciochetta

        Ilgo, até dou um desconto para o Roger por escalar o Douglas, o que, realmente, não consigo entender é que ele não o tire quando ele “morre” em campo.

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        kkkkk, sim Ilgo, o Mário Celso Petráglia é bom nisso, pois já trouxe o ex-zagueiro Paulo André, ex-atacante André Lima, ex-lateral Rafael Galhardo, ex-atacante Walter Trakinas Antárctica e o Douglas se encaixaria muito bem nesse time ano que vem.

        Ilgo, o meia Douglas ”de novo” jogou bem, mas ”SÓ” nos primeiros 31 minutos ”e meio” kkkkk ….. !!!!! Depois disfarçou muito bem, ”de novo”.

  • Fabio Scheffer

    Esquema bom é aquele que vence.
    Não vi o jogo, mas lendo sobre ele parece que ficou claro que mesmo o Roger colocando um esquema com mais marcadores a produção ofensiva se manteve pela características desses jogadores.
    Além disso é sempre importante uma equipe ter condição de variar taticamente para enfrentar dificuldades diferentes, algo em que o Roger vinha deixando a desejar engessado com seu esquema preferido.
    4-2-3-1 ou 4-3-1-2 contra o Galo no final de semana eu não sei, só sei que com essas possibilidades e um grupo mais qualificado a disposição do treinador o Grêmio tem é que VENCER !!!

    • Fábio Viana

      Só acho que é muito chute pra fazer gol. Roger precisa botar essa gurizada pra treinar finalização.
      Uma hora vamos ter 10 chances e fazer 1, e o adversário vai chutar 1 e fazer 2.

      Tomara que façam um grande jogo contra o Atl.-MG.
      Menos de 35 mil é fracasso.

      • Ilgo Wink

        não lembro agora, mas teve jogo em que o aproveitamento foi quase 100 por cento

  • Pedro de Lara

    U GUemio ganhô fora.
    Ah! Assim eu também não brinco mais.

  • Rafael Pereira

    Apenas uma correção… Douglas pifou o Miller Bolaños no segundo tempo e este chutou por cima do gol… Teve mais de uma pifada…

    • Ilgo Wink

      bem lembrado, foi um lançamento perfeito

  • Renato Souza Aguiar

    Grande atuação. O Patético foi melhor durante 15 min. no inicio do segundo tempo, com as alterações do Autori demorou um pouco para o Grêmio se ajustar, mas depois dominou o jogo todo, não correu grandes riscos e a reclamar os gols perdidos, poderíamos ter selado a classificação. Grohe “motorista de kombi” para alguns, foi o avalista da vitória com a grande defesa na única chance clara de gol do Patético, imagino se ele toma aquele gol a turma do rancor hoje estaria em peso aqui.
    Mas hoje eles não aparecem, afinal o Grêmio ganhou e eles devem estar tristes por não terem suas teorias confirmadas.
    Aliás, é hilário ver os comentários de alguns após o jogo, teve gente reclamando dizendo que não gostou da atuação. Mas pelo amor de deus, acham que o Grêmio é o Barcelona??? Se o Grêmio ganha, reclamam porque deveria ter jogado mais e matado o jogo, reclamam se perde, reclamam se ganha, nada presta.
    Esquecem que NUNCA é fácil jogar em um estádio com piso sintético, que NUNCA foi fácil ganhar deste Atlético em Curitiba. Mas preferem sempre destilar o veneno da corneta.
    Para não dizer que tudo foi uma maravilha, Roger demorou demais para mudar o time, sorte dele que não fez diferença, mas deixar o Douglas 90 min em campo, é risco demais. Contra um Galo ou Santos isso pode ser fatal.

    • Fiscal da Pipoca

      Renato,
      Em um blog em que estavam malhando o Grohe (dizendo que ele não era decisivo e não pegava pênaltis, entre outras coisas), eu lembrei que ele havia defendido um pênalti decisivo no primeiro jogo oficial da Arena, classificando o Grêmio para a fase de grupos da Libertadores.

      Mas o crítico não se deu por vencido. Disse que ele pegou o pênalti na sorte, pois escolheu o canto e a bola lhe bateu nas pernas. A teoria dele (que nunca deve ter defendido um pênalti na vida) era de que o goleiro tem que esperar a batida para saltar.

      Bom, no momento em que um cara critica uma defesa de pênalti decisivo para defender sua tese, tu desiste de discutir com ele. É um invencível.
      E é assim, e sempre será.
      Vamos curtir essa vitória, e esperar que os rancorosos e teóricos se rendam, torcendo para comemorarmos juntos no final do ano.
      Abraço

      • Renato Souza Aguiar

        Pois é Fiscal, eu não consigo entender o cara que em detrimento de curtir a vitória, fica brabo porque vai contra suas teorias. O pior são os argumentos e dizem que somos oficialistas, deve ser porque ficamos felizes quando o time ganha.
        Ontem tinham pessoas que acharam o jogo apavorante, muito passe lateral. Meu deus, que mundo esse povo vive. Eu sinceramente acho muito difícil entender. Temos um time limitado, todo mundo sabe, mas estamos na briga. Os caras queriam o que? O Barcelona e o Real Madrid não conseguem ganhar todas, porque o Grêmio iria. Tivemos vitórias com atuações mediocres e tivemos derrotas onde fomos bem. Normal, nosso futebol é assim. Mas tudo é motivo de pau quando se trata de Grêmio. Devemo criticar o que tem que ser criticado, Douglas, W.Oliviera, M.Oliveira, teimosias do Roger, inércia da direção no futebol,mas deve ter alguma coisa boa nesse clube dentro de campo. Se tudo fosse perfeito, não estaríamos no canto de um país da América do Sul. Parece que estamos na zona de rebaixamento, é complicado.

  • Serrano

    Sou obrigado a reconhecer que fui um dos críticos da escalação antes do jogo. Talvez tenha batido muito duro. Mas por tudo que ouvi – não assisti o jogo – o Atlético teve dez, quinze minutos de pressão, e o resto do jogo foi do Grêmio. Teve chances até de ampliar a vantagem. Então os “três volantes” devem ter dado certo.

    Só espero que, Domingo, a equipe mantenha desempenho e consiga o resultado. Chega de oscilar.

  • Fábio

    Vitória garantida por uma defesa de Canal 100 pelo Marcelo Seleção Grohe pra desespero da cornetagem.

  • Christian

    Só corrigindo, o gol de Bolaños não foi a única metida do Douglas. Ele deixou Bolaños na cara do gol no início do 2o tempo. Mais boa vontade com o velhinho, por favor.

  • Walter Luis Borba

    Sinceramente a única coisa que vai me fazer crer no Grêmio de novo é FAIXA NO PEITO!
    Ganhar um joguinho contra o Alt Paraense é obrigação!

    Registro, ainda, que quando deveria ganhar – pelo brasileiro….tomou 2×0 ao natural.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Olá, Walter!

      Todos nós queremos faixa no peito, amigo, mas para isso precisamos é ganhar vários joguinhos contra vários outros dos 17 times que estão atrás de nós, pois o desempenho é realmente de 2º ou 3º lugar neste brasileirão.

      O que fez a galera se animar mais um pouco, foi a arrancada na Copa do Brasil com um desempenho fora de casa que o time não vinha tendo, e com vitória, pois nesta competição, fazer gol na casa do adversário pesa muito contra o time da casa.

      Eu ainda acho que o título do Brasileiro é possível devido o regular desempenho dos 6 primeiros times na tabela estar oscilando muito com igualdades nas atuações, SALVO, o que já começou de novo que é o apito Corinthiano, UM FATO anual.

      Quanto a Copa do Brasil, a arrancada do Grêmio foi boa e isso dá um bom gás de ânimo ao time que tem sim chances de colocar faixa no peito ainda em 2016.

      O que eu gosto neste Grêmio de 2016, é que o time vem fazendo ótimas partidas em jogos ”cascudos” e à partir desta fase da CB, são só jogos assim.

  • Arthur J

    Incrível o esforço da IVI em colocar o Bolaños e o Nico Lopes na mesma barca.

    Bolaños pode até estar abaixo do que se espera (e credito muito disso à sua terrível lesão), mas vem melhorando e jogou bem contra o CAP.

    O tal do Nico nem tinha chegado e já havia dado declaração que queria ficar no Uruguai. E ainda por cima tá no banco do Brian Rodrigues argentino, o aipim-detergente Ariel

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Prezado amigo Arthur J !!!!!

      Muito oportuno o teu cometário e por concordar com ele na íntegra, veja o que penso disso e postei na coluna do Pedro Ernesto hoje:

      PEDRO ZELOTES E SUAS FREQUENTES CONTRADIÇÕES SEMPRE TÃO BURRAS.
      NO GRÊMIO, PROBLEMAS SEMPRE, O INTER NA ZR E TÃO QUEBRADO, NUNCA. VEJAM:

      O VALOR DE BOLAÑOS X RESERVA DE NICO LÓPEZ

      NICO LOPEZ, MAIS UM DESCONTENTE, OU MAIS UMA MENTIRA COLORADA
      BOLAÑOS, EM FASE DE AFIRMAÇÃO APÓS AGRESSÃO COVARDE

      Mas a RBS/IVI diz todos os dias que o problema no RS é O BOLAÑOS do Grêmio.

      Colorados sem memória, antes mesmo deste grande ”fenômeno” Nico López ser contratado pelo inter por R$ 15 milhões por apenas 50% do passe (Bolaños custou R$ 19,1 mi/100% do Grêmio HOJE), ele mesmo dizia em Montevidéo que não queria sair do Uruguay, queria ficar no Nacional.

      Mas a RBS/IVI diz todos os dias que o problema no RS é O BOLAÑOS do Grêmio.

      Em 6 temporadas na carreira, 2011 à 2016 no Nacional, na Roma, Udinese, Verona e Granada, o Nico não aprovou e jogou apenas 97 partidas, ou 1,4 jogos por mês, isso já incluindo aí as 21 partidas que ele jogou este ano no Nacional com 11 gols.

      Mas a RBS/IVI diz todos os dias que o problema no RS é O BOLAÑOS do Grêmio.

      O que acontece no inter, pois o Scocco & Forlan com ”grifes” sucumbiram também junto com Fossatti, Abondanzieri, Dátolo, Bolatti, Luque, Sorondo, Nícolaz Freitas, Aranguiz, Diego Aguirre, Lisandro Lopez, ou o inter acha realmente que Seijas, um Venezuelano pode ser destaque de algum clube de ponta no mundo ?????

      Mas a RBS/IVI diz todos os dias que o problema no RS é O BOLAÑOS do Grêmio.

      Começo a achar que aquela cotovelada covarde do lateral Willian no Bolaños foi premeditada no vestiário durante a semana de treinamentos que antecederam aquele GREnal na Arena do Grêmio, por medo de outra surra de cinco no time do ”macho Argel”(?), pois não esqueço da cêra colorada durante 2/3 do jogo em todas as jogadas naquele 0x0 modorrento.

      Mas a RBS/IVI diz todos os dias que o problema no RS é O BOLAÑOS do Grêmio.

      PENSEM NISSO !!!!! CINCO A ZERO É CINCO A ZERO, É MUITO !!!!!

  • HENRIQUE MARTINS

    Não sou muito fã do Douglas, mas a metida dele calou até o RW.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    HOMENAGEM AO NOSSO ETERNO BUGRE
    O CÉU ESTÁ EM FESTA
    ”QUE DEUS O ACOLHA JUNTO À VOZ, NA LUZ DE SUA FACE. AMÉM”

    http://globoesporte.globo.com/rs/futebol/times/gremio/noticia/2016/08/morre-em-porto-alegre-o-ex-atacante-alcindo.html

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    HOMENAGEM AO NOSSO ETERNO BUGRE
    O CÉU ESTÁ EM FESTA
    ”QUE DEUS O ACOLHA JUNTO À VOZ, NA LUZ DE SUA FACE. AMÉM”

    http://globoesporte.globo.com/