Douglas e aipim: debates chatos na aldeia

Dois debates intermináveis na aldeia: o substituto de Douglas e a fixação histórica (vide excelente pesquisa publicada no cornetadorw que confirma essa paixão) do comando gremista por atacante de área, normalmente um aipim tradicional.

Minha preferência, faz tempo, é por atacantes que participam mais do jogo, recuam e buscam o jogo, tabelam, jogam com inteligência,e se distanciam um pouco mais do miolo da área, a famosa zona do agrião (expressão que teria sido criada por João Saldanha). Nilmar é um bom exemplo. Poderia citar Jonas, mas no Grêmio ele rendeu mais como segundo atacante.

São raros esses atacantes mais centralizados e de bom nível técnico.

Tanto que hoje a imensa maioria das equipes de ponta utiliza atacantes de movimentação.

O Grêmio conquistou dois títulos nacionais nos últimos 15 anos. Em 2001 e 2015. Nos dois, não havia o tal camisa 9. 

Se isso não diz alguma coisa, não sei mais nada.

Outra coisa, tem gente que considera o argentino Pratto um bom jogador para no ataque do Grêmio. Eu não concordo. Respeito, mas não concordo.

Pratto, pra mim, é um outro Barcos: marqueteiro. Se falasse português estaria jogando no Londrina ou no América Mineiro.

Fora o fato de que a presença dele no grupo acabaria detonando ou abalando o esquema vitorioso de atacantes pelas beiradas com meias e volantes entrando na área a todo instante, como fator surpresa.

DOUGLAS

Dito isso, não me preocupo com a lesão de Douglas. Há alternativas interessantes do grupo. É claro que um reforço para o meio de campo é imprescindível. Já era antes mesmo com Douglas.

Agora, é preciso parar com essa lenga-lenga de encontrar alguém à imagem e semelhança de Douglas. O Grêmio pode manter o modelo atual com muito toque, posse de bola e infiltrações precisas sem ‘um Douglas’. 

Bolanos já mostrou que pode fazer o papel do titular – que fica pelo menos meio ano parado, ou seja, está fora dos planos. 

Evidentemente o esquema precisa de adaptações. O padrão de jogo sofrerá alteração.

E quem disse que mudará para pior?

O Grêmio perdeu meia dúzia de títulos com Douglas no time. E aí?

Douglas, como qualquer jogador, não é insubstituível. Pode fazer falta, mas aos poucos aparece outro igual ou melhor.

É assim, a vida continua.

E há vida sem Douglas, podem acreditar.

Mais importante que esse debate – muito estimulado por vermelhos disfarçados – é qualificar o time para entrar na Libertadores com chances muito fortes de título.

A direção sabe disso e busca reforços apesar de toda a limitação financeira.

Agora, mais importante que ter dinheiro, é ter conhecimento e critérios para contratar.

PENETRA

O espertinho que andou postando comentários em meu nome já teve seu momento de glória. Acabou.

Mas eu sei que ele também não é insubstituível…

 

Se gostou, compartilhe!

  • Ricardo de Cruzeiro

    MBolanhos não é Douglas.Ele é muito melhor que Douglas.Logo não pode ser SUBSTITUTO de Douglas.Filosofia do tempo do Castelinho,sr Ilgo,como bem aprendeste.

    • Ilgo Wink

      Fecho contigo

  • Francisco Coelho

    O canalha e covarde que escreve se passando por mim é bom olhar para a sombra.
    Vou passar uns dias no RS.

    • Ilgo Wink

      Esse vem direto do cançago

  • HENRIQUE MARTINS

    Concordo com o texto Ilgo, porém faço uma ressalva, Barcos é o jogador que vi jogar, que mais perde gols feitos com frequência elevada, fato nem tanto comparável á de Pratto, este sim, é mais matador.
    Douglas é carta fora do baralho, a lesão pode vir a ser comprometedora e dificilmente volta a jogar em alto nível.
    Bolanos e outras alternativas podem dar conta.
    Eu, pessoalmente, gostaria de ver Paulo Henrique Ganso no tricolor.

    • Ilgo Wink

      O problema é fazer Ganso ajudar a marcar. Mas é um baita jogador com a bola nos pés

    • Francisco Lanferdini Serafini

      Ganso não. Só tem técnica. O cara se esconde durante o jogo, ignora completamente o coletivo. Infelizmente, começar com ele é começar com um a menos. O Douglas, por exemplo, é muito mais participativo que o Ganso.

  • Alexandre Sanz

    Concordo com o texto Ilgo, acho que o Douglas foi bem na Copa do Brasil, mas não foi o melhor, como a premiação da mesma destacou, se olharmos somente para os gols sua participação foi menor que a de Pedro Rocha e Everton, por exemplo, sim lembro que ele deu passe para gols de Miller (Atl PR), Ramiro (Pal), Everton (Pal) e fez contra o Cruzeiro, sendo que pifada mesmo só no gol do Miller, vale lembrar que na verdade o destaque dessa campanha foi o coletivo, e Douglas era parte da engrenagem, em comparação com o Miller, acho que ele perde em movimentação e capacidade de finalização, ganha em habilidade e se equivalem na armação, ah! sem esquecer no preparo físico, o Miller consegue jogar duas na semana e os 90 minutos.

    • Fábio Viana

      Grêmio só tem a ganhar com o Miller titular, mas teremos que ter paciência até o time se ajeitar e aprender a jogar com o Miller.
      Douglas e Miller são bons jogadores e não vejo problemas em o time se adaptar. É mais fácil jogar com o Douglas ou Miller do lado, do que com o Rondinelly ou Schuster.

      • Alexandre Sanz

        Concordo, tem que se ter paciência.

  • Alexandre Sanz

    Ilgo, gostaria de complementar sobre o Pratto, acho mais jogador que o Barcos, pois é mais participativo numa partida, agora não é tudo isto, já vi comentários que se o Pratto viesse para o Grêmio, seríamos candidatos a LA, na minha opinião o Everton e o Pedro Rocha são melhores, o Everton particularmente, será jogador de seleção, na final da CB16 ele fez jogadas de craque, precisa de tempo e principalmente JOGAR.
    outro que gostaria de destacar é o Ramiro, sempre critiquei que o Ramiro não pode ser primeiro volante, lateral e muito menos meia armador, agora na posição de segundo volante ele está muito bem, sobre desempenho é difícil ter alguém nessa posição melhor que ele, faz gols, pifa, marca e é incansável, no jogo da final da CB16 talvez tenha sido o melhor em campo, quem puder ver o vt da final e analisar (inclusive os comentários do jogo), vai perceber a importância deste jogador, eu particularmente sou contra sua substituição, a sua importância está exatamente para que outros jogadores tenham mais liberdade para se destacarem, somando-se ao fato de que, de vez em quando ele é decisivo.

    • Ilgo Wink

      É bom ver o Ramiro sendo reconhecido por mais gente. Um bom time de futebol não vive só de artistas da bola.
      Sobre o Pratto, não trocaria nem o Everton nem o Pedro Rocha por ele.
      Esses guris precisam de sequencia e para isso é preciso esquecer esse negócio de número 9 de referência

  • Francisco Lanferdini Serafini

    Isso sim é um texto bem escrito, que trata de futebol e de harmonizar com o leitor. Parabéns, Ilgo. São blogs assim que fazem o Grêmio crescer.

    Eu não tenho dúvidas que o Grêmio vá melhorar com o Bolaños jogando na posição do Douglas. Mas ele tem que jogar ali, e não nos lados ou na frente. Ele rende seu máximo na do Douglas e por isso o Renato não pode inventar.

    Precisaria de alguém para fazer uma sombra, pois o Maxi é muito fraco. Seria também necessário alguns bons jogadores como opção para jogar nos lados ou na frente, a nível de titular ou não (Luan começou meio mal, mas é começo de temporada e tende a melhorar).

    E que o Grêmio continue a investir. Que utilize aquele software alemão que comprou e garimpe bons “jacós”. Para mim, ainda estamos sem lateral esquerdo titular. De volante, precisaria alguém para substituir o Walace (eu acho que o Arthur seja até melhor que o Walace, só não teve espaço para mostrar).

    Enfim, vamos que vamos. Que o Grêmio ao menos entre em campo de forma séria e ignorando tudo que a IVI diga.

    • Ilgo Wink

      Valeu, Francisco.
      Esse Arthur tem tudo pra abrir um lugar no time
      Já gostei muito do Maxi, mas acho que é caso perdido.
      é preciso contratar

      • William Marcus

        Concordo plenamente.

    • Davi Calil

      Pegando o gancho da conversa. Penso que Arthur é uma baita reposição pro Maicon. Gostei dele contra o Flamengo. Quanto a um substituto pra Walace, acho que Jaílson da conta do recado, mas não colocaria empecilhos na contratação de um Lucas Leiva (e apenas desse nível pra cima) por exemplo.

      Tenho uma fé cega no Maxi. Nítido que tem futebol. É no mínimo estranho ele não render. Quem sabe esse ano. E o Lincoln hein? Caso perdido será?

      • Francisco Lanferdini Serafini

        Um Lucas Leiva podia vir pra ontem, bah! Seria uma baita contratação e certamente faria o Grêmio um time muito melhor.

        Já o Maxi acho que o problema dele é mais sono do que técnica. Sei lá… Parece que não rende e não rende, não importa o que se faça. Já o Lincoln tem que jogar! É muito difícil ele ter espaço no Grêmio agora (acho que o Renato é capaz de botar o Léo Moura antes que ele pra jogar na posição), por isso eu o emprestaria. Certamente, voltaria muito mais forte. Tive notícias que o Tontini que foi emprestado recentemente tá jogando muita bola no clube que ele tá.

        • Davi Calil

          Sim, Tontini ta no Ceará e jogando muito mesmo. Acho que tens razão sobre o Lincoln. Um empréstimo seria bom pra ele e pro Grêmio. Com certeza não terá chances com o Renato.

  • Walter Luis Borba

    Douglas fará falta.
    Mas sou mais Miller….é mais novo e o futebol dele é mais objetivo.

    Urge a necessidade de pelo menos duas contratações incontestáveis.
    Everton Ribeiro para meia.
    Diego Tardelli para o ataque.

  • Serrano

    O Grêmio, hoje, é Miller e mais dez. Aliás, já era pra ter sido assim o ano passado.

    Vou dar um recado pro engraçadinho que se passou por mim – é, aconteceu comigo também: a rede Multisom está fechando lojas e despedindo gente. Sei não, viu?, acho que essa tua fonte vai secar. Só um palpite.

  • Giovani Montagner

    Muito bem dito, concordo inteiramente, parabéns.

  • Fabio Scheffer

    Primeiramente acho que o esquema de ataque móvel do Grêmio é muito positivo enquanto tivermos um “falso 9” com a qualidade de um Luan e a chegada de um meia goleador como Miller.

    Mas também acho que a chegada de um camisa 9 centralizado que tenha faro de gol e uma boa condição técnica não pode ser desprezado.

    Nem precisa ser um supra sumo de centroavante como o Suarez de Barcelona por exemplo, mas um nome como o do Pottker que ainda é jovem e vem em uma crescente interessante na carreira poderia ser bem útil para o elenco gremista já que daria um opção de jogo com uma qualidade bem superior ao do Jael.

    – zagueiro (para disputar reserva imediata junto com o Thyere),
    – volante (pra ser titular ao lado do Maicon),
    – meia (pra ser um reserva imediato do Miller que vai ter muitas convocações esse ano)
    – atacante-centroavante (pra ser uma opção diferenciada pro setor ofensivo)

    …são as posições que a direção tem que fazer um “esforço” e colocar nas mão do Renato.

    • Francisco Lanferdini Serafini

      eu traria também um lateral esquerdo. Acho os que tão no plantel agora muito fracos.

  • Nilton Oliveira

    O globoesporte.com especula Bruno Cezar, ex-corinthians e que está em Portugal. Mas é pouco provável que venha.
    Se bem que com essa grana aí vindo agora do Victor dava para fazer um esforço, né, gordão?

  • Pedro de Lara

    Se o Portaluppi falasse de futebol em suas entrevistas, talvez tivéssemos algum sinal de como ele quer ver o time jogar: se com centroavante de referencia ou com transição dos alas e volantes e ataque flutuante. Mesmo que durasse uns 20 segundos do seu speech tradicional. Seria esclarecedor em relação às novas contratações.

    Desconfio que é porque tenha sido proibido falar “bonito” sobre o jogo ou o que se pretende dele após a saída do Roger. Os entendidos achavam petulância ou prepotência do jovem treinador.

    Ao final, dá-se muito mais valor àquele blá-blá-blá “meu grupo”, blá-blá-blá fuxico, blá-blá-blá “dei tudo mastigadinho”, blá-blá-blá “eu sou o cara”…, do que propriamente suas ideias como comandante.

    Estamos a um passo de retroceder 15 anos.

  • William Marcus

    Uma das maiores excrescências da era moderna no futebol gaucho é ver Bolaños no banco e Ramiro de titular. O Grêmio, historicamente, sempre teve um “troglodita” no time em detrimento a alguém que saiba jogar. Já aguentei “Loivo coração de leão” (um bosta, tipo Éverton e Pedro Rocha, que estraçalhava numa partida e depois ficava 8 jogos na corrida irritando a torcida de tantas trapalhadas e gols perdidos), Vitor Hugo, Gaspar, Flecha, mais recentemente vi Douglas Costa no banco para dar lugar ao Makelele, vi Ronaldinho no banco para Itaqui jogar, e por aí vai…
    Este comentário pode ter uma pitada generosa de “corneta”, mas é opinião de quem quer ver seu time DISPUTAR( e não apenas participar, como se prenuncia MAIS UMA VEZ) da Libertadores. Porque não se ganha Libertadores com Jailson(vai crescer, mas por enquanto é um estagiário servindo de quebra-galho), com Ramiro( apenas nutre-se uma idéia ultrapassada no RS de que precisa haver um “operário” no time) e nem com laterais que muito pouco acrescem ofensivamente e que muito, mas muito comprometem na marcação. Quanto somam os salários de Jael, Cortez, Michel entre outras nabas contratadas para esta temporada( alguma empolgou?). Não seria racional contratar umou dois que resolvessem ao invés de continuar com o “modelo Rui Costa” de empilhar “perebas” na Arena? E quanto ao substituto de Douglas…bem, já que a Arena vem transformando-se num legítimo cemitério de elefantes, já não duvido se aqui desembarcar o Paulo Bayer….

    • Ilgo Wink

      William, se tu és do tempo do Loivo, como eu, o RW, o Ricardo de Cruzeiro, minha solidariedade. Ele era muito ruim.
      Não dá pra comparar com o Ramiro, que perto do Loivo seria craque.

      • COPIÃO DE TUDO

        Ilgo Wink !!!!!

        Também gosto do Ramiro e lembro vagamente do Loivo que era ponta esquerda e foi num tempo de vacas magras para nós. Ramiro é regularíssimo.

        Gostei muito do texto acima e combina muito com minha visão sobre o Douglas que encerrou a carreira naquela mesa de cirurgia, pois com 35 anos, com a vida desregrada que leva, não espero retorno dele porque já jogava apenas 35/40 minutos em cada 90, depois se escondia até ser substituído no 2º tempo.

        Também conforme vinha afirmando aqui, vejo que Bolaños tem a capacidade de substituir o Doga até com um revezamento com Luan, e não concordo com os demais amigos que acham que precisamos ter uma referência na área, pois no futebol moderno eu vejo que até os volantes precisam chegar à frente como os atacantes flutuantes voltarem para auxiliar na marcação e recomposição.

        O RW listou uma infinidade de atacantes que passaram desde 2001 e esqueceu do Kleber Gladiador, porém, acho que dos 72 nomes que trouxemos desde então, apenas uns 8 ou 10 é que deram algum retorno, mas como tu mesmo disse, com o Douglas ”absoluto” no time, perdemos a chance de ganhar uns 8 ou 10 títulos, portanto, atacante aipim ou de referência não é ”garantia” de Taças e também prefiro os flutuantes.
        É isso. Abraço.

  • Alexandrebg

    Para os tribunais, uma garota, COM CREDENCIAL, entrar em campo para abraçar o pai, após uma classificação do time para as finais de um campeonato, é tão grave quanto uma briga absurdamente estúpida e brutal de duas torcidas. Importante frisar que estas torcidas estavam impedidas de entrar no estádio e, mesmo assim, receberam ingressos da diretoria do clube. É pra acabar…

  • diego amaral

    Na minha opinião, nosso grupo é insuficiente para o ano puxado que teremos. Perdemos 3 titulares se contarmos o Giuliano ano passado e não repomos ninguém. As contratações que fizemos não agregam muita qualidade, a zaga precisa de qualidade pra grupo e na meia também falta material humano. Não gosto deste esquema com 3 volantes, para um tiro curto e contra times que propõe o jogo até serve, mas a longo prazo compromete. Ramiro é muito esforçado e tudo, mas acho insuficiente pra um time gigante como o Grêmio. Acho até que Ramiro não seria titular em nenhum time brasileiro que disputa a Libertadores, com exceção da Chape. Enfim, essa desculpa que não tem dinheiro é estranha, cadê os 100 milhões da Globo? Verba de 13 milhões do Gauchao? 20 paus do Wallace? E agora venderam o mamute por 1 milhão de Euros. Espero que até a estréia, tenham encorpado esse elenco.