Derrota previsível diante do histórico tricolor

Ao contrário da imensa maioria dos gremistas, considero a derrota diante do Flamengo um resultado natural, que não foge ao histórico do time neste Brasileirão.

Todos sabem, e não cansam de repetir, que o Grêmio fora de casa é fraco, uma caricatura do time poderoso que normalmente amassa seus adversários na Arena – com exceções absurdas como o empate com o Santa Cruz.

Em casa, o Grêmio de Roger Machado é um leão. Fora, um gatinho dócil, de unhas devidamente aparadas.

Então, todos os gremistas sabem disso, mas, torcedor é assim, sempre acredita que ‘desta vez mais ser diferente’. Não foi. o Grêmio cometeu um primeiro decepcionante. Não fosse Marcelo Grohe (alguém sabe me dizer se ele treina chutes com a bola rolando?), o Flamengo teria terminado com uma vitória mais larga.

Portanto, a derrota não me surpreendeu. Até porque o time já sai de Porto Alegre determinado a buscar o tal pontinho fora, o que acaba determinando uma certa acomodação. Não, o Grêmio, fora ou dentro de casa, deve sempre jogar pela vitória, e deixar isso muito claro em todas as entrevistas, do porteiro ao presidente.

É claro que eu me postei diante da TV, tomando chimarrão, sonhando com uma vitória. No final, depois que Henrique Almeida marcou o gol gremista, passei a considerar o ponto fora um bom resultado dentro das circunstâncias desalentadoras.

Os desfalques contribuíram para a atuação e resultado ruins. Não tenho dúvida de que com Luan, Wallace e Edilson o Grêmio venceria, porque esse Flamengo é fraco. Mostrou isso quando o Grêmio assumiu uma postura mais agressiva no segundo tempo.

Leio e ouço muita gente dizendo que o Grêmio está alijado da disputa do título. É difícil, mas é difícil para todos os que estão na ponta de cima já há várias rodadas. Todos com credencial para brigar pelo título até a última rodada.

O Palmeiras segue na ponta, mas a apenas quatro pontos do Grêmio, que, como todos sabem e parecem esquecer, está com um jogo a menos.

Bem, é fora de casa, contra o Botafogo, e esse é um risco. Espero que até lá o time incorpore a ideia de que pontinho fora não leva ao título.

Por fim, lamentar outra atuação frustrante do Miller Bolanos. A impressão que dá é que ele joga contrariado, sem ânimo, sem disposição.

Outra coisa, espero que Roger abandone de vez o Wallace Oliveira, que voltou a jogar mal.

Espero também que Luan e Wallace voltem com grande disposição para vestir a camisa tricolor depois dessa exitosa passagem pela seleção brasileira.

Se isso acontecer, o título brasileiro pode deixar de ser um sonho e se materializar.

OURO

Foi só depois que a dupla gremista, Wallace e Luan, entrou no time que a seleção brasileira passou a jogar um futebol realmente competitivo.

Os dois deram equilíbrio ao time, o que compensou o excesso de individualismo dos atacantes.

O time que só jogava para Neymar e a correria dos Gabriel, passou a jogar também com Luan, uma espécie de maestro nas jogadas de ataque.

Brasil é ouro no futebol, um título inédito que passou pelos pés de Luan e Wallace.

Ah, e pela sabedoria de Tite, que fez uma visitinha à seleção depois dos dois empates iniciais.

 

Não tenho dúvida de que a escalação da dupla gremista passou por Tite.

REBAIXAMENTO

O Inter não vai ser rebaixado. O time está há treze rodadas sem vencer. Perdeu a maioria dos jogos nesse período. E continua fora da zona de rebaixamento.

Tem muito time ruim se esforçando pra cair. O Inter está entre eles, mas tem potencial maior para escapar.

Ou não.

Se gostou, compartilhe!

  • HENRIQUE MARTINS

    Difícil entender o que se passa com a comissão técnica e os jogadores do clube.
    O time parece que “já viaja engessado”, onde a derrota é aceita com naturalidade.
    Observando os acontecimentos e falta de títulos (o último foi em 2010), conquistar algum seria o mesmo feito que ganhar uma medalha de ouro.
    É uma carga grande e uma miragem ilusória.
    Sobre os vermelhos, concordo com o Ilgo, além do apito amigo ao lado deles, tem muito time ruim pra entregar a rapadura.

  • Querubini

    Cuidem. Para perder basta escalar o trio: Douglas, Marcelo Oliveira e Ramiro juntos no mesmo time. É a receita da derrota.

    • Detective

      Concordo.

  • Fabio Scheffer

    O Grêmio tá com mais “sorte” que juízo, pq apesar das dificuldades com seu elenco (que tem deficiências escancaradas em algumas posições), de novamente algumas escolhas equivocadas do treinador Roger e de uma postura institucional que parece ter medo de ganhar…

    Continuamos com chances de titulo !!!

    Porém para realmente alcançar esse objetivo a manutenção dos olímpicos Luan e Walace pela direção até o fim do ano e uma nova abordagem no comando técnico e diretivo onde a VITÓRIA tem que ser buscada em casa ou fora a qualquer preço.

    Não vai ser fácil, mas o brasileirão continua em aberto sem nenhum, repito NENHUM, time dando pinta de campeão.

    Então é reagrupar forças, acertar o time (com as voltas de Edilson, Jailson, Walace e Luan), e passar por cima do galo no final de semana.

    • Ilgo Wink

      Grêmio e Inter estão ‘iguais’:
      Grêmio com chance de título; Inter com chance de rebaixamento.
      Cada um no seu tamanho.

      • FePoa

        Se fosse iguais não faria diferença torcer por ou outro, kkkkkkkkkkkkkk,tá louco, eles lá eu aqui, que se estrepem na 2º e que muitos pênaltis perdidos aconteçam até dezembro…
        Uma vez encontrei o Carvalho no 72 NY, ele estava comemorando com o Dunga lá….todo feliz peito estufado, charuto, etc…e perguntei pra ele se ele estava gostando da sensação, pois eu já tinha ganho duas libertadores…me olhou, deu um sorrisinho de canto e saiu pra beber, kkkkkkkkk

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Olá, Ilgo !!!!!

    Ótimo comentário, boa visão.
    Também acho que perder do Flamengo em seus domínios é um resultado normal e também venho dizendo aqui desde maio que este ano não teremos chances de título no brasileirão, talvez, na Copa do Brasil.

    Isso está se confirmando em cada jogo fora da Arena do Grêmio, pois sem Luan, Wallace, Jaílson, Edilson, sem um lateral esquerdo, e sem um meia armador que tenha gás por mais de 40 minutos, não temos chances de título brasileiro, pois nós estamos jogando assim desde o final do ano passado fora de casa.

    Precisamos arrumar nosso lado esquerdo da defesa que vem patinando a 2 anos e esta derrota foi apenas mais uma das que ainda virão devido a estas precariedades que temos no elenco.

    Bolaños precisa de tempo para adaptação e isso vai demorar muito devido as muitas convocações que ainda virão, além de falta de empenho que ele vem mostrando também por causa desta insegurança na adaptação.

    Não vejo o Grêmio em 2016 com desempenho de campeão, mas acredito que teremos um time competitivo em 2017 conforme o cronograma de trabalho e planejamento do Romildo Bolzan desde que assumiu.

    É incrível como os times da parte de cima da tabela vem simultaneamente tropeçando, e isso nos deixa ainda com alguma esperança e a torcida numa expectativa de que isso ainda é possível, mas não será em 2016, isso é fato.

    • Fábio Viana

      “mas acredito que teremos um time competitivo em 2017 conforme o
      cronograma de trabalho e planejamento do Romildo Bolzan desde que
      assumiu.”

      Lembro que para isso Romildo “fecho por um empate” Bolzan, tem que se reeleger.

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Fábio Viana, e tu tens alguma dúvida que ele será ”aclamado” ?????
        Não esqueça que neste momento o Grêmio estaria dividindo a liderança com o Vasco da Gama, ou a 5ª posição com o Brasil de Pelotas, mas ele estancou as KH..DAS Scolarianas ainda em maio 2015.

        Lembro que para 2017, a base já está montada e com o caixa bem aliviado pelo ”crohograma” Bolzaniano, é possível ser finalmente otimista.

        Também não gosto do Simpof, mas jogamos sem seis titulares de novo na casa do adversário, e isso pesa, embora perder do Flamengo seja normal.
        Abraço e boa semana.

        • Fábio Viana

          Bah! Até acho que ele deva continuar.
          Mas deve mudar o discurso e a prática. Contratar um CHEFE para o Depto. de Futebol, pois um técnico não pode ser “senhor” do time e fazer o que quiser.
          Um diretor de futebol de verdade, não permite que W.Oliveira seja relacionado e que M.O. seja titular na péssima fase técnica que atravessa.

    • Ilgo Wink

      O problema maior que eu vejo é que o Grêmio tem um time titular com mais 3 ou 4 reservas de bom nível. O resto quando entra não dá boa resposta.
      Tem ainda a lateral esquerda, ponto fraco sem solução.
      A lateral direita melhorou com Edilson.

      • Arthur J

        Praticamente todos os times estão assim… Por isso que sigo acreditando no título, apesar do Grêmio e do SINPOF.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    REBAIXAMENTO

    Por mais que ”eles” estejam em pânico, apavorados, KH.DOS com o momento que o time deles está vivendo, também não vejo chance de isso acontecer este ano, pois tem uma meia dúzia lá embaixo que não sobe e eles mesmo com esta ”urucubaca” que assola o ambiente vermelho, não descem na tabela.

    O problema deles é o vestiário dividido em três grupos e os problemas serão muito maiores na hora de desmontar e remontar isso sem o dinheiro que eles ”pensam” que tem. Acho que aquele inferno vai longe ainda.

  • Arthur J

    Do Grêmio: se o time ao menos jogar pra ganhar dos fracos fora de casa, eu ainda acredito em chances de título. Trocar pontos com os grandes não é o problema.

    Copa do Brasil acho complicado pois temos muitos pipoqueiros no grupo. A não ser que os medalhistas Luan e Walace puxem o time pra cima.

    Vai depender da vontade do Roger, se vai seguir com medinho dos seus bruxos ou se terá coragem de escalar os melhores.

    Sobre o inter: ontem foi o típico jogo de time que vai cair. Jogou bem, perdeu gols e no final não ganhou. Algo me diz que quando entrarem no Z4 não vão mais sair…

    • Fábio Viana

      Se essa derrota fora seguiu “histórico do time neste Brasileirão” então
      há grandes chances de sermos eliminados pelo Atlético-PR na CB, vide o
      “histórico do time na Copa do Brasil”.
      O mais lamentável não é a derrota, é a postura do time, as desculpas do treinador e o discurso fraco da direção.

      Só quero um Grêmio diferente em 2017, com o discurso forte, vencedor e confiante. E claro, que nos livremos de algumas nabas.

      Abraços.

      • Detective

        Caro Fábio: Concordo. É importante a gestão Bolzan, mas precisamos de um presidente que queira títulos (por “presidente” digo presidente, diretoria e treinador). Não levem a mal, mas o Róger é isso que mostra. Muito bom. Ganhamos a maioria dos grenais, goleamos eles, mas e títulos?

        • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

          Bah, amigo, bom Presidente, boa gestão, que acertou na contratação do Roger, que ganhou goleando em Grenais, que foi para o G4, foi para Libertadores e que só falta títulos ….. bem legal isso.
          Mas para conquistar títulos, precisa de dinheiro, elenco, time, torcida, força, capacidade e planejamento.
          Amigo, entendo que tudo está sendo encaminhado, e que títulos realmente é uma questão de pouco tempo, pois já fazem duas décadas que não vejo o Grêmio tão bem administrado e ”no rumo”, por isso, tenho a convicção de que títulos virão em breve.

          • Ilgo Wink

            Nessa hora todos esquecem a herança que Romildo recebeu.

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Por isso eu valorizo demais esta gestão, Ilgo, pois mesmo vendo erros no time e no Roger, os acertos são muito superiores e isso sempre tem que ser enaltecido após a chegada do Romildo com os pés no chão ”de verdade”.
            Olha o outro lado da gangorra da dupla, e esta situação ruim deles vem se desenhando desde o Mazembaço, pois aquele tombo foi enorme, mas eles viviam maquiando com o engana bôbo e o marketing fajuto que insistem em usar para encobrir os erros.
            Agora, taí os rombos, e as brigas são enormes mas não deixam vazar porque tem a proteção da IVI & Mídia.
            Tive informações ”de dentro” que o vestiário tá um pavio curtíssimo e há divisão de 3 grupos bem alterados, e já houve até vias de fato, mas ….. tem a IVI que não deixa vazar nada disso de jeito nenhum.
            Pois é, mas os problemas são só os do Grêmio em Porto Alegre. Fácil, né !!!

          • Arthur J

            Bolzan só precisa aprender mais sobre futebol. Aprender que “assinar por empate” é coisa de cagão, que treinador precisa ser cobrado, coisas assim…

        • Ilgo Wink

          Bolzan quer mais título do que todos nós juntos. Qual o presidente que não quer títulos?
          Antes do Bolzan outros tentaram e não conseguiram, além de afundar o clube em dívidas

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Por isso que valorizo muito esta gestão, Ilgo, e não tenho a menor dúvida que o rumo é esse, pois não via o clube tão bem administrado a 20 anos.
            Torço muito para que Romildo Bolzan continue e vença a reeleição, pois qualquer outro que chegar agora, vai com certeza estragar o que foi feito na boa administração.

          • Ilgo Wink

            Aqui parece que poucos dão valor a dirigentes sérios, que não ficam gastando o que não tem, etc
            Romildo é um dirigente correto, competente, uma revelação. Está arrumando a casa e ainda com chance de título.

        • Fábio Viana

          Também valorizo a gestão, acredito que a continuidade na administração será benéfico para o clube.
          Acho que o ponto falho está na falta de profissionalização e a implementação da cultura profissional no Depto. de Futebol, com profissionais de mercado, não com ex-conselheiros, como virou costume.
          Mas o que move este clube é o futebol.
          Não estou cobrando títulos, cobro desempenho, evolução, competitividade e vontade de vencer. Assim, títulos virão com naturalidade.
          E o discurso não passa essa vontade, acredito que no seu intimo os dirigentes tem essa vontade, mas precisam acreditar no seu “cacife”, transmitir confiança e passar a mensagem clara a todos dos seus objetivos.
          A mim parece que direção tem medo de ser clara e de serem cobrados pela torcida caso o time tropece.

          Cansei desse papo de “se manter na parte de cima e no final quem sabe”, daí sobra uma vaga e vêm com o papinho de “lutamos, mas o Flamengo/Fluminense/Cruzeiro/Corinthians fizeram uma campanha espetacular e não deu para alcançar” e “pelo menos conseguimos uma vaga na LA, que é muito importante par ao clube”.

          Se o elenco é tão deficitário como alguns pregam, como conseguiram ser melhor que 17 times em 2015, atualmente são melhores que 14 e se ganharem do Bota, estarão acima de 18 clubes.

          Falta algo e não é qualidade.

      • Arthur J

        Pois é. Torço pra que o espírito vencedor dos nossos medalhistas “contaminem” o grupo.

        Só assim pra termos alguma chance.

      • Ilgo Wink

        será preciso reverter essa tendência de jogar mal fora de casa

        • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

          Também acho, e sou contra o simpof.

        • Arthur J

          Já passou da hora do Grêmio aprender a se portar fora de casa…

          Torço pra que o Luan consiga carregar esses pipoqueiros.

  • Lucio

    Simples, enquanto Marcelo Oliveira for titular, enquanto Roger deixar o Douglas em campo caminhando, enquanto o Maicon for o capitão e o Walace Oliveira e o Ramiro forem as primeiras opções o Grêmio não vai ganhar nada, nem campeonato brasileiro e muito menos a Copa do Brasil que diga-se de passagem a chance de não passarmos pelo Atl. Pr é enorme.Mais um ano brigando por vaga.

  • Arthur J

    O problema é que o Grêmio só ganhou 1 fora de casa contra os times que brigam pra não cair.

    Se não melhorar o desempenho contra os fracos, adeus título.

  • Francisco Coelho

    O problema maior é o conformismo e a expectativa de dias melhores em 2017.
    O Romildistas empolgados com um “balancete” que para mostrar sinal positivo dependeu de ADIANTAMENTO para um futuro déficit mostra que não há muito compromisso com o amanhã e sim com a manutenção da administração. É o Grêmio caranguejo do Romildo e Roger que só anda de lado.

    Tem muita gente preocupada com o Inter e não olha para os problemas do Grêmio sem identidade fora da Arena.

    Roger novamente leva nó tático e há quem culpe a Seleção, o calor, o gramado onde vários escorregaram como o Everton e até o Sobrenatural de Almeida.

    Sempre tem um SE. Se a bola entra, se o juiz marca um penal, se fulano jogasse…
    A verdade é que Roger é fraco e mesmo sendo elogiado por alguns da imprensa pós Mampituba não mostra em montagem de time e resultados fora da Arena tais virtudes. Falar modismos de linha tal e pressão X ou Y não ganham campeonatos. Pode agradar jornalistas e radialistas não a todos os torcedores. Já começam com cera ao iniciar a partida e depois ficam esperando a vida passar nos ponteiros do relógio. É só olhar o banco e ver que há coisas que não batem. O Tico não se encontrou com o Teco.

    Quem olhou a Seleção Olímpica deve ter notado que os zagueiros brasileiros tinham pouca estatura (1,82 e 1,83) e que ganharam quase todas as disputas aéreas. Quando subiam ao ataque venciam aos zagueiros adversários bem mais altos por terem mais impulsão. Claro que nas laterais não havia avenidas abertas ao transito como nos times do Roger.

    É reforço para jogar ou é só para grupo o Walter Kannemann? Com a ausência do Geromel entra Thyere ou Fred.

    Para mim é MUITO fraca esta direção que só visa $$.
    Eu só gosto de escutar este SE.
    Se acaso você chegasse
    No meu chatô encontrasse aquela mulher
    Que você gostou
    Será que tinha coragem
    De trocar nossa amizade
    Por ela que já te abandonou

    • Marcos Vargas

      Francisco, luvas não são adiantamento. Se valores entraram neste exercício devem ser contabilizados. Simples como manda a lei. Assim como +40 milhões pagos em dívidas também saem do balancete. Pagamos 10 milhões só em dividas com Amato e Astrada (incrível, ainda tinham estes esqueletos para pipocar). Um time forte precisa de um clube forte. No mais, é gastar o que não se tem para ganhar um titulo e arriscar cair pra série B como fez o Palmeiras. Ou como viemos fazendo e tampouco ganhamos algo de relevante.

      • Francisco Coelho

        Que eu saiba é adiantamento. Se verificar é de 19 ou 20 não fui conferir. O problema é que as péssimas administrações passadas não deixaram nada além de dívidas e um clube dividido em grupinhos.

        Não foi criação de recursos e sim uma boa negociação de valores e medo da Globo em ficar sem futebol no RS.

        Pagar as contas do Koff não será fácil pois tem mais esqueletos que no São Miguel.

        Só que o Grêmio vive do futebol e o futebol para o futuro não resolve.

        Uma geração não vai ficar esperando títulos. Vai assistir outros times vencedores.

        Saia nas ruas e veja as crianças com camisetas…

        • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

          Patrono, a receita de R$ 100 milhões recebidas agora foram luvas e não adiantamento de nada por ter ”antecipado” com a Globo a assinatura do negócio que vai nos render mais R$ 120 milhões por ano de 2019 à 2024. Isso foi amplamente divulgado na mídia por mais de cinco vezes e confirmado pelo Romildo.
          Por isso que o inter está buscando renegociar com a Globo também, pois ficaram muito atrás financeiramente com EI.

      • FePoa

        A contratante antecipou receita por conta de contrato de 2018 a 2024…Entendo contabilmente como adiantamento. Na realidade tiveram medo da esporte interarativo, mas eles entrarão mais forte na outra renovação.

        • Marcos Vargas

          A receita oriunda do contrato segue intocada e a ser realizada no futuro. O que houve foi pagamento de luvas, um bônus, pela assinatura do contrato. A globo queria que fosse um empréstimo a ser pago e o Grêmio conseguiu habilmente negociar e transformar em luvas e num valor exorbitante. Xou de bola, deve ser parabenizado. A crítica deve existir, de forma construtiva. O que eu falo em esqueletos é que de forma irresponsável tivemos gestões que nunca se preocuparam com o amanhã. E esta conta vem.

  • Fábio Viana

    Saiu a lista do Tite.
    Grohe dentro.
    Luan e Walace fora. EEEEHHHHHHH!!!!

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Bah, amigo Fábio, agora mesmo que o Tontini e o Kaio das categorias de base não vão ter chance no time do Roger, e isso vai desagradar alguém aí embaixo. Que fase. (rs rs …).

      Mas gostei da coerência do Tite que chamou apenas um jogador de cada clube brasileiro nesse momento do campeonato.

      Luan, Wallace e Geromel são nomes certos para as futuras convocações depois do que vem apresentando no time do bom Roger Machado.

      Aviso aos navegantes: Argel Fuk Fuk, aquele tal de ”novo” Simeone dos pampas foi demitido ontem no Figueirense, no banco de reservas, pelo Diretor de futebol durante o 2º tempo do jogo com o Cruzeiro, numa discussão forte por falta de absoluta capacidade técnica de treinar um time na ZR do brasileirão. QUE FASE.

  • Fábio

    Empate do Palmeiras devolveu o Grêmio na briga pelo título. O campeonato terá um campeão medíocre, como foi o Flamengo em 2009. Quiça sejamos nós este medíocre. Estamos a cinco pontos do líder, com um jogo a menos e o confronto direto em casa. E o Tite deu uma mãozinha ao deixar Walace e Luan para enfrentarem o Botafogo.

    O Inter vai cair. Chegou muito lentamente à Zona. Já está com a mesma pontuação dos rebaixados. Se não ganhar do Sport, em Recife, entra e não sai mais.

    Celso Roth cai daqui a 15 dias e volta o Argel.

    Saudações tricolores.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Fábio, concordo com você, mas pergunte ao Patrono Francisco Coelho se isso é possível, pois mesmo com os meus respeitos, o homem é um poço de pessimismo absoluto DE TUDO e completamente sem fundo, sem futuro, pois para ele, o Grêmio não tem mais jeito ”SE” não escutarem ou lerem somente os pensamentos dele sobre futebol de base do nosso clube. Quanto marasmo. Socorrooooo, Ilgo ….. (kkkkk).

      • Fábio

        Não perco mais tempo lendo os pessimistas.

        • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

          Bah, tens razão, Fábio.
          Teve um jogo aí que nós vencemos jogando muito bem e convencendo, aí, tiveram aqui somente 21 comentários sendo 18 otimistas.
          Após os empates com América-MG e Santa Cruz que eu também não gostei, apareceram 49 comentários em apenas 4 ou 5 horas e a maioria deles dos pessimistas de ocasião, é claro.
          Amigo, procuro analisar O TODO e mesmo vendo problemas como todos também notam, existem vários acertos que superam em muito os erros.
          Então, temos que apoiar o presidente, treinador e o time, pois realmente não via o clube num rumo tão bom e eu também quero títulos e vejo que estamos no caminho do sucesso. Saudações Gremistas. Abraço.

    • Fabio Scheffer

      É isso aí…
      Agora com o elenco completo é a hora do Roger acertar o time pra continuar patrolando em casa e buscando vitórias fora !!!

  • Gustavo Medeiros

    Quando eu era menor escutava que o Grêmio jogava com o regulamento embaixo do braço.

    Era época de competições de mata-mata. Fazia escore em casa e jogava para administrar fora. Ou jogava para voltar vivo e decidir em casa.

    Como tudo na vida, as coisas mudam. Estamos na época do ponto corrido. E o regulamento diz que ganha quem fizer mais pontos. Não importa se os pontos são feitos em casa ou fora, se são feitos contra grandes ou pequenos times.

    O que se viu domingo pela manhã, aí para vocês no Brasil, tarde aqui para mim, foi uma mediocridade sem tamanho.

    57 segundo de jogo e goleiro da seleção estava fazendo cera.

    Pará, o Pará, vou repetir novamente, o Parázinho, deitava e rolava na lateral do Grêmio. Diziam que ele não sabia cruzar, colocou várias bolas na área e uma na cabeça do Diego, que mostrou para o vovô Douglas o que um camisa 10 veterano, sem ritmo de jogo deve fazer. O cara veio, chegou e fardou.

    O Flamengo jogou, igual ao Grêmio, cheio de reservas, fora de casa, e amassou o nosso time.

    Para meu próprio bem, vou deixar de acompanhar o Grêmio, e espero que nessas eleições se escolha alguém que entenda de futebol. De contabilidade estamos cheios de empresas especializadas.

    • Ilgo Wink

      O Fla dominou no primeiro tempo. No segundo, o Grêmio foi um pouco superior. Levou o segundo gol numa resvalada do Everton, que pegou a defesa de calças na mão. O Ramiro demorou um pouco a voltar, o suficiente para Diego marcar o gol

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Concordo também com isso, mas o Patrono está inconsolável e até parece que derrota pro Flamengo fora de casa não é um resultado normal, é um enorme absurdo, embora tenhamos errado muito no 1º tempo no jogo de ontem. Um empate seria muito mais justo ontem devido o nosso 2º tempo.
        É claro que me irrito com os ”detalhes” dos gols bôbos que levamos, principalmente, fora de casa e isso me diz que vamos montar um elenco e time muito melhor em 2017. Confio nisso.

      • Gustavo Medeiros

        Joguei a toalha, definitivamente não estamos vendo o mesmo Grêmio.

        O que vi ontem foi um arremedo de time, nada muito diferente do Flamengo, mas vi muito mais disposição e vontade de ganhar do lado de lá do que o de cá.

        Me recuso a repetir o que tenho falado há um ano e meio sobre Ramirinho, Marcelo Oliveira, Douglas, Roger e direção. Soma ao grande acréscimo do Wallace Oliveira. Por sorte Kadu, Shuscter e outros já foram dispensados.

        Pulei da barca.

  • Marcos Vargas

    Nas minhas contas era um dos jogos perdíveis. Fla fora nunca foi fácil e estávamos muito desfalcados. Muito mesmo. Time sem Luan, Wallace, Edilson e Jailson já é ruim. Aí temos como reposição Wallace Oliveira (aliás, a família Oliveira do Grêmio, por favor…) e Ramiro. Ganharíamos se fosse um jogo que desse tudo certo pra gente. Mas entramos com o delírio de buscar um empatezinho fora e isto nos foi fatal. Nos salvamos de coisa pior no primeiro tempo. No segundo resolvemos jogar. Não faço terra arrasada por que estes 3 pontos eu não computava mesmo. Mas temos que recuperar aqueles que nas minhas contas eram páreo corrido como contra o Santa, Vitória e América. Não dá pra jogar pra empatar fora. Tem que entrar pra ganhar. Que se perca tentando ganhar. Gostei de ver o Lincoln aparecendo de novo. Acho que ele tem muita contribuição à dar.
    E tenhamos paciência com o Bolaños. Ele tem bola. Eu passei a minha vida inteira me mudando de cidades e países e posso atestar que não é fácil a adaptação. Leva tempo até tu adquirires certo know how e aprender como facilitar o teu encaixe no novo meio. Ele tem bola no corpo. Somos pacientes com verdadeiras perebas, não podemos crucificar o Bolaños. A bola q ele demorou a chutar me parece ilustrar q ainda não se sente 100% confiante. Vários jogos dele no Equador e Emelec uma bola daquelas era mortal. No mais, é tentar buscar o equilíbrio que ainda nos falta. E voltam Luan, Wallace, Edilson e Jailson. Vamos encorpar.
    Ah, palmeiras empatou e Santos perdeu.

  • Gustavo Medeiros

    Do mestre Galeano, fica minha mensagem aos amigos que fiz no boteco.

    “Num mundo onde palavras
    e atos tão raramente se encontram
    E quando se encontram
    raramente se saúdam
    Por que não se reconhecem?”

    ———–

    Escutamos palavras como compactação, preenchimento, terço superior do campo, amplitude, intensidade, ocupar o quadrante, pisar na área e por aí vai, do leitor Roger Machado.

    Mas na realidade o que vemos?

    Um time totalmente manco com Douglas como maestro, duas avenidas nas laterais, um capitão depressão, Ramirinho preterido, Negueba como solução e um lateral direito como Wallace Olivira que nem sabe dominar uma bola.

    A teoria sempre é linda, mas na hora de colocar em prática, Roger fecha a casinha e joga com os bruxos. Como Douglas dará essa intensidade, amplitude que o Roger quer, se o cara mal consegue jogar um tempo em alto nível? E por ele o time é sacrificado, como por exemplo Bolanos que joga fora de posição e já estão detonando o cara.

    Marcelo Oliveira é um caso que não entendo, chega a ser patético, mas ele se mantém no time.

    Ramirinho é série B, Juventude, teve um bom momento no Grêmio, mas depois da lesão voltou nervoso, arredio, afoito, só bate, muita força de vontade, nada de produtividade. Ele até fazia gols, hoje só leva amarelo e vermelho.

    Negueba, o solução da pátria, para nosso bem se machucou, poderia ser pior ainda.

    Raul é solução? Lincoln é solução? Não sei. Me tiraram a oportunidade de poder analisar eles, assim como diversos outros.

    Abraço para os que ficam.

  • Francisco Coelho

    É hora de parar também pois está se transformando em chapa branca. Agradeço aos gremistas verdadeiros e que debatem ideias pelo tempo que convivemos. Quando os homens são mais valorizados que a instituição na busca por espaço eu me afasto.

    Não fui derrotado nem vencido. Não estou competindo e sim escrevia o que pensei. Não há como dialogar com quem quer confronto. Cansei.

    Até….

    • Eder

      Francisco, esse Marcos Paulo chegou a fazer parte do grupo principal em 2014 com o Felipão, saberia dizer onde ele foi parar em 2015? Parece que voltou com fome de gol:
      O Grêmio fez valer o fator local e conseguiu sua primeira vitória na disputa da Copa José Luiz Barreto, na tarde desta segunda-feira, em partida válida pela segunda rodada. Atuando no Centro de Formação e Treinamento Presidente Hélio Dourado, em Eldorado do Sul, o Grupo de Transição gremista bateu o São Paulo-RG pelo placar de 3 a 2. Marcos Paulo anotou os três gols do Tricolor.
      http://www.gremio.net/news/view.aspx?id=19719&language=0&news_type_id=4

  • FePoa

    O flamengo esta jogando fora de maracanã, esta com uma folha de R$ 6,5 milhões e meio, razoável para RJ e SP…fez tudo o que o Grêmio gostaria de fazer..e não soube como não sabe fazer quando joga fora.
    Nao acredito em coincidências, partidas como essas de ontem não são exceção…já não é 1ª vez…exceção é ganhar do Atletico Mineiro e do Cruzeiro fora…A gestão do seu Romildo esta nota 5,5 a 7 pontos nada mais. Pra ver como realmente esta só alguém de fora pra botar os números pra fora….mas também não podemos deixar de dar continuidade ao que se imagina uma boa gestão. A decisão é dos sócios…Pelos 60 nomes do RC, eu não votaria nele pra presidente. Se no condicional, pelo financeiro que dizem, é possível…mas até agora estamos no marketing pessoal do presidente…Pela falta de ousadia de tirar o homem do Koff. Se quer realmente pacificar o clube, tem que chamar gente de dentro e de fora da situação. Condição impar para unir o clube. Nao existe processo de pacificação sem quebrar o sistema. Terá coragem pra isso sendo politico ?

    • Fábio Viana

      Com esse time cagado, o Flamengo tem a 2ª melhor campanha como visitante.
      E nós, a 10ª.
      Fora de casa, só 2 clubes dos 10 primeiros colocados tem campanhas piores que o Grêmio, o Atlético-PR e a Ponte Preta.

  • Fabio Scheffer

    Esse ano tá muito competitivo !!!
    Palmeiras, Atlético-Mg, Flamengo, Santos, GRÊMIO e Corinthians (na ordem atual da tabela) devem brigar por titulo e G4 até o final do campeonato.
    Só clubes grandes em um perde e ganha que a muito tempo não se vi na competição.
    A chance tá ai, e completo o GRÊMIO tem sim chance de ser o CAMPEÃO, principalmente se contar com a base Grohe-Geromel-Walace-Luan na maior parte das partidas…
    E ter uma melhora em peças de muito potencial como Miller Bolaños que deve continuar tendo oportunidades na posição onde rende melhor que é ao lado ou substituindo o Douglas na meia.

  • Marcio Luiz

    Dá pra acreditar no título????? Dá! Mas teria que mudar muita coisa.

    Palmeiras: bom elenco e bom técnico, mas futebol meia boca. Está vencendo os jogos no aperto, mesmo com uma sequencia de jogos fáceis.

    Atlético-Mg: ótimo elenco e ótimo técnico, apresentando o melhor futebol. Vence seus jogos fora como se estivesse em casa. Boto todas as minhas fichas no galo.

    Flamengo: elenco mediano e técnico fraco. Pará, Marcio Araújo, Fernandinho etc. Sem casa vai brigar por G4 no máximo.

    Santos: ótimo elenco e bom técnico. Muito forte na Vila mas fora é um lambari. kkkkk

    Grêmio: bom elenco e bom técnico (inexperiente). Forte em casa mas fora é um gatinho. Falta peças de reposição, lateral esquerda e criação são os pontos fracos.

    Corinthians: elenco mediano e técnico mediano. Futebol ruim, mas a arbitragem compensa. Briga por G4.

    Resumindo minha visão: Galo e Porco são melhores. Empatamos com o Peixe. E arbitragem ajuda Corinthians e Flamengo para estarem ainda na briga.

    O que mudar???? Contratações (um meia e um lateral esquerdo); Mudar a cultura do simpof. Ter mais ambição (presidente, diretor, técnico e atletas); Largar o bruxismo (Marcelo Oliveira, Maicon, Pedro Rocha, Negueba, etc)…. É mta coisa…

    • Fábio Viana

      É por aí Marcio. Muita coisa para mudar em muito pouco tempo.
      A arbitragem já deu uma “mãozinha” pro Corinthians ontem. Não marcaram um pênalti idêntico ao do Geromel para o Vitória.
      Corinthians já entra com 12 em campo.

    • Daniel Scherer

      Ou Seja Márcio, não dá para acreditar em título:
      Contratações não serão feitas, e muito menos para os setores indicados, comissão técnica e diretoria acreditam em M. Oliveira e Douglas, então esse ponto não vai acontecer.
      Cultura do SINPOF: esse está entranhado na direção de futebol, é cultural do RS, para mudar isso só em anos e não vai ser em meses, logo outro ponto que não vai acontecer.
      Bruxismo: principal motivo para não ganharmos o título, mesmo que contratassem o Lahn para a LE e o Iniesta para a meia, o Roger continuaria com seus bruxos. É assim vai fazer um ano e meio. Já perdemos todos os campeonatos disputados até aqui e ele não muda essa filosofia. O treinador é refém dos bruxos. Não muda. Esse é o ponto a analisar relacionado ao Roger. Ele vai mudar isso por si só ou a direção vai ter que fazer a limpa no vestiário para ajudar o treinador. Mas ele quer??? A direção quer???
      Então é mais um ano na fila. Eu quero acreditar sempre, Toda a rodada, embora os resultados do time as vezes digam ao contrário, eu quero acreditar, mas sem a emoção e com a razão, não dá.

      • Fábio Viana

        “É assim vai fazer um ano e meio. Já perdemos todos os campeonatos disputados até aqui e ele não muda essa filosofia.”
        Disputar nós não disputamos, apenas fizemos figuração.

    • FePoa

      Marcio, o Roger é um técnico broxante..empata foda, o time não varia sua forma de jogar, entra um ou outro e fica sempre no mesmo…já sabemos o que esperar dele. Tipico caso de casamento normal. O cara só pode ser chamado de tarado depois de estar comendo a mesma mulher por 40 anos de casado e ainda ter vontade. hahahahahha

  • Pedro de Lara

    Novo colunista do Paixão Tricolor (Barros) de ZH questiona o “Avenida”. Tomara que algum setorista corajoso questione incisivamente o Roger e ele tenha alguma justificativa para a manutenção do cara.
    É engraçado como os jornalistas esportivos, tão críticos no que se refere a esquemas e posturas, têm sido alheios à utilização desse jogador que até agora, em 2016, não jogou nada e só tem comprometido o time.