Defesa volta a falhar e Grêmio perde 2 pontos

O Grêmio saiu de casa para trazer quatro pontos em seis contra Fluminense e Chapecoense.

Voltou com apenas dois. A meta não foi atingida.

É assim que um time deixa de ser postulante ao título do Brasileiro e passa a lutar por uma vaga na próxima Libertadores. 

É cedo para afirmações como essa, mas o histórico do campeonato leva a esse tipo de conclusão.

O Grêmio terá de correr atrás para recuperar esses dois pontos que ficaram em Chapecó.

Pelo que aconteceu no jogo, era para voltar com vitória.

No final, para quem perdia nos minutos derradeiros, o empate acabou sendo bom, mas só porque um ponto é sempre melhor que zero ponto.

A defesa que era o ponto alto no início voltou a ser uma peneira, uma porteira aberta para quem quiser entrar.

O Grêmio saiu na frente com o gol de Geromel a 3 minutos. O time em vez de ir para cima jogou como se o gol achado pudesse se repetir sem maiores esforços no gramado irregular do Indio Condá.

Veio o pênalti. Edilson foi driblado com facilidade assustadora, como se fosse um aipim encravado. E não foi a primeira vez, revelando que ele é muito eficiente no apoio, mas facilmente driblável. Jailson, que acabou se firmando, cometeu o pênalti.

Aos 41, Jailson recebeu de Douglas invadiu o área e fuzilou o goleiro. Golaço.

O Grêmio foi incompetente para garantir a vantagem. Logo em seguida Thiego, ex-zagueiro do Grêmio, empatou, cabeceando sem marcação e sem saltar. Nâo deu chance para Grohe.

Quase no final, Thiego voltou a marcar de cabeça. Nesse lance o goleiro gremista poderia ter saído da goleira. Falhou Grohe, assim como todo o sistema defensivo.

Quando o jogo se encaminhava para uma derrota, Giuliano desviou de cabeça um cruzamento de Negueba, que havia substituído Éverton, de má atuação. Foi a única coisa de positiva que Negueba fez.

Difícil entender por que o técnico Roger Machado não colocou Lincoln ou Tontini, que estão na fila e mais habituados ao modo de jogar do time.

Provado está que jogador vindo de fora sempre tem prioridade, mesmo sendo, digamos, mediano como Negueba.

Agora, fica a obrigação de vencer o Cruzeiro, domingo, na Arena.

O jogo será às 19h.

Vocês não esperavam que o Grêmio fosse jogar um clássico em sua casa num domingo, às quatro da tarde, esperavam?

Se gostou, compartilhe!

  • Evandro Capitanio

    Analisando o time temos apenas um jogador com alguma capacidade no cabeceio ( Wallace Reis) mesmo com posicionamento correto é muito complicado montar um sistema defensivo assim, portanto seguiremos tomando gols em bolas aéreas por muito tempo.

    • Dilamar Costenaro

      Complicado por gardiroger, até o roth ajeita esse time….

  • Andre

    Time cuzao..assim não ganha nada

  • Ricardo

    Terceiro gol foi falha total do Grohe. Saiu do gol, tirando o Geromel, que estava na bola, do lance, e resolveu parar quando faltavam dois passos pra pegar a bola, deixando o gol aberto, como de costume. Ainda vai ser preso pelo IBAMA pelo extermínio de borboletas Brasil afora. O que foram aquelas tentativas de sair do gol (depois de tomar uma mijada do Geromel no lance do gol)?? E ainda quase tomou um gol de cobertura em um chute fraco que entraria uns 50 cm abaixo do travessão…

  • Fábio Viana

    Mais do mesmo.
    O 3º gol da Chape, foi idêntico ao gol do Victor Hugo no jogo do Palmeiras. O jogador vem correndo de trás e cabeceia livre. A falha não foi só do Grohe, foi de todo o sistema defensivo. Notem que a marcação de bola parada no Grêmio é por zona e não individual.
    Começa por aí.
    E se o gol tomado foi repetido, então falta treino. Culpa da comissão técnica e direção de futebol, que não cobra melhora.

    Outra pedra cantada.
    Negueba tirando espaço da gurizada. Não vi o jogo, mas pelo que dizem Éverton foi muito mal. Como consequência, Negueba titular no domingo.
    Aposto uma Mazembier.

    SINPOF segue forte no Depto. de Futebol.

    Abraço.

    • Ilgo Wink

      Negueb a não pode sair jogando. Chegou ontem e já senta na janelinha. Se fosse um jogador diferenciado, tudo bem, mas é só o Negueba, um equívoco.

    • Ricardo

      Mas no jogo do palmeiras ele não cabeceou a bola na linha da pequena área, a famosa “bola do goleiro”.

  • Leandro Mondin

    Oi Ilgo,

    A defesa é boa, raramente falha com a “bola rolando”.

    O problema, como todos sabemos, está na bola parada, tanto ofensiva quanto defensiva. Somos ineficientes nos 2 casos. E, na minha opinião, a culpa é principalmente do Roger.

    Na bola defensiva, observem que o Grêmio marca o time adversário por zona. Junto com o Flamengo, somos os únicos times no Brasil que eu vi praticar esta tática bizarra.

    Já repararam que nossos jogadores ficam alinhados na linha da pequena aérea, posicionados, e deixam os jogadores do time adversário se movimentar?

    Já observaram que na área do Grêmio nunca há aquele empurra-empurra típico de cobrança de falta e escanteios? É porque não marcamos os jogadores, ficamos posicionados.

    E basta ouvir a entrevista do Roger para ver que isto é a forma que ele acredita ser a certa. Ele fala de “falta de atenção”, “atacar a bola”, “se posicionar corretamente”, mas não fala em alguém marcar, por exemplo, o melhor cabeceador do time adversário. Se alguém tivesse marcando individualmente o William Thiego ontem, teríamos tomado os 2 gols?

    Já na bola ofensiva, deixar o Douglas bater escanteios é uma agressão ao bom senso e até às estatísticas (cade o SAP????).

    Não vamos ganhar campeonato nenhum assim.

    Sou contra trocar o Roger. Evoluímos em muitos aspectos.

    Defendo a tese de que deveríamos adicionar alguém à comissão técnica especializado em bolas paradas. Um auxiliar (mais um) ao Roger, especializado em bolas paradas. Alguém que treine e dê importância a este “pequeno detalhe” do futebol.

    Não sei quem, talvez algum técnico do interior, mas me parece ser a saída em que podemos evoluir sem abrir mão do que o Roger construiu até o momento.

    Abraço.

    • Ilgo Wink

      Acho que Grohe e Geromel ainda não se entrosaram direito com o zagueiro Wallace. Não há muita sintonia.

      • Gunther Meyer

        O primeiro gol foi falha do Wallace. Simplesmente ficou olhando. Mais um que vai pra seleção e volta pior. O Grohe pode ir pra reserva por um tempo. No primeiro gol podia ter defendido se não fizesse o mesmo que faz o Victor: Encolhe os braços. No penalty, se fica parado (já estou dizendo isso faz anos) ele pega pois a bola mal chegou no fundo da rede.

    • Detective

      O problema é o treinador. É visível. Não tem “cancha”.

    • Davi Calil

      É isso aí, concordo plenamente. Roger não tem cancha como diz o amigo, mas é um ótimo treinador, num ótimo começo. Só que essa marcação zona e nunca vi em time algum. Desde que o Grêmio pratica isso, ano passado, procurei em todos os times europeus imaginando ser uma marcação nova, haha. Ledo engano. E Roger não consegue enxergar. É necessário uma postura da direção do Grêmio. Pois corrigido esse problema, certamente lutaremos pelo título. Mas com ele, no máximo, um G4. Há de se fazer uma campanha. Pra ver se chega nos nossos dirigentes e comissão técnica.

  • Detective

    Ilgo, amigos… Preocupam-me algumas coisas: Primeiro: O sr. Alberto Guerra dizer que vai reforçar a defesa (contratações). Segundo: A falta de entendimento de que Róger é o responsável pelas falhas, justamente por não ser o treinador certo para o Grêmio. Não entende de jogadores. Não vê os insuficientes. Quanto ao Grohe: Criado pelo Pedro Ernesto, então já se sabe o que é…

  • Arthur J

    O que eu gostei:

    – mais uma vez o time jogou pra vencer. Parece que a mentalidade do SINPOF está momentaneamente enterrada;
    – O Grêmio tem jogado um bom futebol (que havia sumido na libertadores);
    – O Grêmio tem jogado com raça (que também havia sumido na libertadores);
    – Douglas (que eu não gosto) tem jogado bem.

    O que segue uma merda:
    – Bola aérea: não dá mais. É muito ponto sendo jogado fora pelo mesmo erro. Ficam todos marcando a bola. Se o Roger não sabe como arrumar, então tenha a humildade de chamar alguém pra auxiliar nessa frente;

    – Saída do gol: vou ter que entrar na corneta com o Grohe. Não sai do gol e quando sai, erra. O que me preocupa é que eu vi erros semelhantes no Bruno Grassi (o Thiago aquele então, nem se fala). Será que o problema não está também no preparador de goleiros?

    • Ilgo Wink

      realmente, os goleiros sofrem do mesmo mal. não sabem sair na hora exata.
      gostei também que Roger só apelou para Bobô quase no final, não de imediato como costuma acontecer

      • Arthur J

        É, a insistência com o Bobô seria mais um item do “segue uma merda”.

        Mas ao menos no lugar de um volante. Ou seja, a ideia era boa, de deixar o time mais ofensivo, mas o Bobô entrou mal e piorou o time (pra variar).

    • Alexandre B. Galiazzi

      Fecho contigo Arthur J!

    • Leandro M

      Concordo com a ideia de chamar alguém para auxiliar o Roger na bola parada defensiva (e ofensiva).

      Acho que o time está equilibrado. A defesa falha pouco com a bola rolando.

      Basta corrigir a bola aérea (acabar com a marcação por zona), e vamos para um novo patamar.

  • Detective

    E o Cássio?

  • Denigelson Da Rosa Ismael

    Ilgo!

    O que mais assusta na defesa tricolor é o GROHE! Esse 2016 tem sido terrível, ele falha sempre, único jogo com que foi uma muralha, foi lá na Argentina, contra o San Lorenzo, de resto suas atuações estão pedindo um banco bem confortável na casamata.

    • Dilamar Costenaro

      Até que enfim alguém lúcido e que conhece um pouco de futebol, esse mao de alface entrega no minimo 2 por jogo.

  • Walter Luis Borba

    Péssimo resultado. Consagraram o ridículo Thiego, bruxo do Celso Roth.

    Acho que todos aqui do Boteco já jogou bola né.
    Pois bem, qual é a preocupação para quem joga bola, mesmo nas peladas de dia de semana e fim de semana….Quem vai ser o Goleiro!!

    Se você chega na pelada e não tem goleiro, todos já ficam de cabelo em pé.
    E mais, se tem um goleiro meia boca, a zaga já começa…não deixa chutar…não deixa chutar….

    A partir disso, o que tenho para comentar é o seguinte:

    Nossos Goleiros não passam confiança aos zagueiros!
    Nossa linha de zaga é limitada/fraca? Positivo, mas se bem ajustada, é igual a qualquer time da série A.

    Contudo, nossos goleiros são DEFICIENTES em FUNDAMENTOS BÁSICOS.
    Os caras não saem do Gol.. Isso certamente coloca dúvida nos zagueiros.

    Comungo da posição do Patrono Francisco Coelho – falta treinamento e o Treinador de Goleiro deve ser cobrado…

    Depois, a direção de futebol deve chamar o Roger….e dizer para ele orientar o time do Grêmio a parar de fazer falta no bico da área e ceder escanteio em lances toscos…

  • Francisco Coelho

    Pois é, tenho até evitado comentar, para não ser chamado do soldadinho do pé certo ou remar para o lado contrário.

    A verdade está escancarada e não há peneira que consiga tapar este sol. O Grêmio, está à deriva com esta direção que é uma continuidade da gestão Koff formada, por um grupo de dirigentes mais voltados para o umbigo, que para o clube e para o futebol, que é seu propósito.

    Todas as ações são voltadas à manchetes e autopromoções em detrimento de informações reais aos torcedores.

    Falando no futebol, temos um time desentrosado muito mal treinado e com jogadores insuficientes jogando em posições chave. Um plantel de mais de 40 jogadores, por más escolhas do treinador, não consegue formar um time bem estruturado com um sistema de jogo bem equilibrado capaz, não só de vencer, os adversários, como atacar e defender com segurança e tranqüilidade.

    Este Grêmio, do Roger e do Guerra, não consegue ganhar nem do Flamengo de Alegrete que é quase um time amador sem “se acadelar” quando atacado. Jogadores mal posicionados e muito mal preparados são os preferidos do treineiro.

    Insistir com jogadores deficientes na LE e colocar meias e atacantes de babá de laterais é o que mais se observa nas partidas. Imediatamente, após um gol, o Grêmio recua, querendo segurar resultado e quem não tem vontade de jogar não pode ganhar…

    Basta o adversário, cruzar uma bola na área a defesa pede fraldão, pois é, um bando de intestinos solto.

    Grohe, hoje, é um arremedo do Grohe de ontem, tendo virado, um mão de alface e catador de borboletas. Cansei de escrever que está muito mal preparado tecnicamente e sem exigências nos treinamentos. FALTAM JOGOS TREINO, contra bons adversários, para que estas deficiências sejam tão EVIDENTES, a olho nu, para que o treinador consiga ver.

    O problema, além de VER e talvez, o maior, seja ter capacidade de corrigir, pois, são tantas as repetições de erros, que vimos, sem que a mão do treinador apareça, que até o mais fanático torcedor gremista, já deve está com uma criação de pulgas atrás da orelha…

    • Arthur J

      Discordo em partes. Se pegar o time no começo do ano, realmente estava tudo muito mal. Time fraco, medroso, entregue, etc.

      No Brasileirão o Grêmio evoluiu, na minha opinião. Tem feito bons jogos, tem criado chances e tem jogado pra vencer. Até na derrota para o Palmeiras o time jogou muito bem. Não acho que o Grêmio recua, o que acontece é que o outro time também ataca. E mesmo assim, com a bola rolando são poucos gols sofridos.

      O problema é a bola aérea. E isso tem se repetido em todos os jogos. Chega a cansar ver aquele bando de arigó marcando a bola e deixando os atacantes livres. E pra priorar, sim, o Grohe também está comprometendo muito.

  • Alexandre B. Galiazzi

    Bah, será que até na saída o anão vermelho vai nos prejudicar??? Vejam, o Dunga sai, entra o Tite que indica o Roger para o seu lugar. Ou seja, com a saída do colorado, o Grêmio fica sem treinador…
    Tenho certeza que muitos frequentadores deste boteco ficarão felizes se isto realmente se concretizar…

    • Dilamar Costenaro

      Seria a melhor notícia do ano….me explica onde e de que maneira o grêmio é bem treinado?

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Não concordo, aí, você traria quem? O Dunga, Argel, Mano, Roth e quem mais? Roger é o melhor para o Grêmio e precisa acertar as bolas altas na defesa.

      • Alexandre B. Galiazzi

        Ah Dilamar, por favor…

  • Lucio

    O globo esporte já notícia que Roger foi indicado por Tite e que o Corinthians já fez contato com ele de madrugado e que vem com tudo hoje para tirá-lo do Grêmio. Se tá ruim agora podem acreditar pode piorar…

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Ilgo & Amigos !!!!!

    Em resumo de tudo o que foi dito aqui hoje, concordo que precisamos trocar o nosso treinador de goleiros com urgência, orientar os laterais à marcar mais em cima e evitar ceder escanteios bobos e de fazer faltas nas laterais até corrigir esta bola aérea que é o nosso principal problema atrás porque leva os gols e na frente porque não faz devido as cobranças serem sempre no 1º pau buscando uma inoperante casquinha na bola para trás.

    Entendo que o time saiu para jogar 3 partidas fora contra o Palmeiras, o Flu e ontem a Chapecoense buscando sempre a vitória, e mesmo fazendo 7 gols nestes 3 jogos e tendo a chance de trazer 9 pontos, não conseguimos, e trouxemos só 2 pontos devido a falta de atenção, treinamento e posicionamento da defesa em bolas altas de novo.

    Gosto e confio muito no Roger Machado pela sua capacidade e inteligência, mas é preciso tomar iniciativas de correções firmes nesses aspectos, pois corremos o risco de ser o ataque mais positivo e a defesa mais vazada do Brasil por causa disso, embora seja o 2º jogo do Walace Reis e ainda existe uma falta de entrosamento, mas com a bola rolando já deu para perceber que a zaga está se firmando cada vez mais, porém, pecamos nas bolas altas.

    O Roger Machado acaba de recusar a proposta do Corinthians após o Tite ter indicado ele aos paulistas, e fica no Grêmio, pois tudo isso teve o início, condução, análise e solução definitiva à partir da 00:30 hs até as 08:30 da manhã com uma reunião com Alberto Guerra. Que madrugada, hein !!!!!

  • Fabio Scheffer

    Bom, eu também sou daqueles que acha que o momento do Grohe já passou no Grêmio, ele tem se tornado um goleiro “chamador de gol”, e se a direção tiver uma chance de negocia-lo tem que fazer sem pensar 2x.

    Porém ontem apesar de não ter ajudado muito nos gols a falha de marcação foi claramente do volante Walace.
    Ele estava nas duas jogadas marcando, ou próximo, do Thiego e simplesmente não colou no cara.

    Roger tem que definir no vestiário quem pega quem na área e parar com esse papo de que é o “conjunto” falhando.
    Se cada jogador tiver a responsabilidade do seu marcador e for duramente cobrado, até mesmo no bolso, por essas “falta de atenção” a coisa muda rapidinho.

  • Davi Calil

    Eai Ilgo. Ta na hora de começarmos uma campanha. Os erros da bola aérea defensiva não são falhas individuais, são falhas coletivas. E tal falha parte do princípio do treinamento. E como eu sei que o Grêmio treina MUITO a bola aérea, só posso chegar a uma conclusão. O trabalho do Roger na bola aérea é pífio. E não falo de uma maneira pejorativa ao nosso técnico, porque creio que a grandes possibilidades de ele nos dar o Brasileirão se esse problema for corrigido. Porém, dada as entrevistas do nosso treinador, percebi que ele não vê o problema como tem que ser visto. A opinião do nosso técnico é a mesma da maioria dos torcedores. Falhas individuais. E NÃO é. Explico: O Grêmio marca por zona na grande área. Ou seja, faz-se uma linha próxima a pequena área a fim de atacar a bola onde ela, provavelmente cairá, permitindo assim ao zagueiro poder tirá-la com facilidade, concorda? Eis que surge o problema, e até uma questão de física, os adversários ficam TODOS LIVRES na entrada da grande área, tomando assim o impulso necessário (pois vem correndo) para pular por CIMA dos jogadores do Grêmio mesmo a bola caindo exatamente onde os nossos zagueiros estão.

    Andei procurando em TODOS os times europeus pra saber de qual ele tirou essa ideia maluca. Confesso que não encontrei. TODOS marcam homem-a-homem evitando a corrida para o pulo e deslocando o adversário no ar prejudicando o máximo o cabeceio.

    É um problema recorrente, desde o ano passado, e nunca foi solucionado, apenas amenizado devido as características de certos adversários.

    E aí vai uma preocupação: Qual é a única jogada do rival ?? Pois é…

    abraço

  • Dilamar Costenaro

    Que goleiraço esse danilo fernandes, se fosse um certo goleiro aí estaria uns 5×2 pro galo. Vem logo CÁSSIO.

    • Eduardo

      Cássio foi escalado jogou pelo Corinthians com a saída de Tite pra seleção, até assim somos prejudicados, a globo demite o Dunga, que não convoca mais essa farsa do marketing Grohe, perdemos de vendê-lo… melou… semelhante ao Walace que não aguenta mais jogar pelo Grêmio, contra o Palmeiras entregou o jogo todo inclusive um cara dá uma puxeta dentro da área na frente dele, que tira o pé e gol dos caras, ontem primeiro gol na conta dele e terceiro na do Frangueiro. Cássio pegou pênalti e levou no rebote, final do jogo dando entrevista esta de volta na liderança do Corinthians, quero acreditar que não, mas acho que agora melou, Grohe queimador de zagueiros a IVI quer mais outro e mais e mais hahaja empilhem 7 zagueiros que com o Marcelo Grohe é só cruzar a bola alta caindo na pequena área… lamentável contrato longo estamos condenados com esta farsa… inter se arrumou legal trocando a farsa deles por um goleiro de verdade! Roger saboreando o pontinho…
      Abraço,

      • Fábio Viana

        Corrigindo:
        Walter começou como titular e saiu machucado para entrada do Cássio.
        Igual, não vem mais.

  • Rodrigo L. Iranzo

    Não foi um resultado ruim esse empate, lembrando que estamos na 8 rodada e o time perdeu apenas uma e serão poucos os times que irão a Chapecó e vao sair com uma vitória de lá, o que não se pode aceitar é um zagueiro meter dois gols de cabeça pulando sozinho isso é pura falta de atenção e um pouco de treinamento para o nosso goleiro que não sabe sair direito do gol.
    E pelo que tenho acompanhado desse brasileiro não consegui ver um time jogar um futebol mais vistoso tecnicamente do que o Grêmio.
    E fica uma observação minha enquanto tivermos o esforçado Marcelo Hermes na lateral será um terror nosso lado esquerdo… Abraço

  • Francisco Coelho

    Não vai ser só a bola aérea que vai entrar no gol gremista e já vem entrando. A bola rasteira cruzada também assim como a chutada.
    Basta apertar que a defesa gremista geme é entrega. O time está desequilibrado e muito mal preparado. Quem quiser que se engane.
    Eu assisti o VT sem som para evitar os comentários e o que observei de cabeça fresca é que muita gente está mal tecnicamente ou não jogou nada. Nem o Edílson se salvou nesta. Douglas parecia um peru bêbado em campo. O “passe” que terminou em gol na minha opinião foi um chute para a área que pegou mal e perdeu força ou teria ido para a bandeirinha ou lateral.
    A volancia meio e ataque não têm sincronismo é cada um com seu ritmo. Falta maestro para juntar os instrumentos e principalmente partituras.
    Qualquer maestro conduz uma orquestra e afina se os músicos sabem ler partitura. Já para concertos é necessário muito ensaios.
    Faltam músicos que saibam ler partituras e um maestro para juntar o caus e afinar o conjunto.
    Quem quiser que fique se enganando com o estado das coisas.

    Setembro está chegando e a eleição também…

    • Ricardo

      Bah… Parece que o Grêmio tá lutando contra o rebaixamento! Se bem que nada me espanta mais nessa caixa de comentários, aqui o Lucas Coelho era melhor que o Barcos… Douglas dá 2 assistências: não jogou nada. Time tem o segundo melhor ataque: ninguém se entende, tudo errado. 450 zagueiros e o mesmo problema persiste: traz outro zagueiro. Goleiro não sabe sair: troca treinador de goleiro, de repente acha um mágico que ensine fundamento básico prum cara de 30 anos…

  • Detective

    Ilgo e amigos. A imprensa esportiva gaúcha é realmente medíocre, para não dizer chula, ou bagaceira. Constituída por 98% de colorados, é integrada em grande parte por uns frangotes que aparecem nas fotos e blogs, de braços cruzados, dando a entender que têm algum tipo de poder, posando como os super-heróis. Dito isto, fosse um jogador (ou ex-jogador) do Grêmio que postasse uma foto com cigarro de maconha, esta imprensa chinelo já teria exigido intervenção da Polícia Federal. Mas como é um colorado, cigarro de maconha virou sinônimo de artesanato. Imprensa esportiva ralé.