Brasileirão tem hoje apenas 2 favoritos

Depois de seis rodadas do Brasileirão está claro que o Corinthians é candidato ao título.

Falo do Corinthians verdadeiro, não desse que nasce da rivalidade Gre-Nal. Essa brincadeira de dizer que o Inter deveria se chamar Corinthians do Sul depois dos quatro pênaltis e das duas expulsões na vitória por 4 a 2 sobre o Náutico. Pura maldade.

Outra sacanagem é dizer o Inter encontrou seu esquema ideal no ataque: dois bandeiras pelas pontas e o juiz penetrando pelo meio. Coisas de torcedor, não liguem amigos colorados.

Mas voltando a série A. O Corinthians se firma na liderança e, como se trata de um grande clube, com um futebol de estilo bem definido e consolidado, vai seguir na ponta de cima.

O Brasileirão é longo e desgastante, uma maratona em que é preciso dosar energia, jogar com sabedoria e contar com um pouco de sorte para não ter muitas lesões.

Olhando a tabela neste final de tarde de domingo – faltando dois jogos para fechar a rodada – me detenho nos seis primeiros times. Desses, vejo apenas o Grêmio com potencial para disputar o título com o clube paulista. E não é visão de gremista.

Poderia ainda colocar o Fluminense, mas o time de Abel “vamu pra dentro deles’ não é confiável. No entanto tem alguns bons jogadores e costuma contar com erros ‘humanos’ de arbitragens a seu favor.

Então, Corinthians e Grêmio disputando pau a pau, sem favoritismo para nenhum deles, são hoje os mais fortes candidatos. E é muito bom que a direção do Grêmio trabalhe convencida disso, investindo forte no Brasileiro, trabalhando com inteligência como tem feito.

Todos sabemos que não é fácil, mas o Grêmio tem a rara possibilidade, pelo que já mostrou sob o comando do melhor treinador do campeonato, de conquistar três grandes títulos no mesmo ano.

Neste santo ano de 2017 seria a glória suprema para compensar 15 anos de amargura e frustrações.

Coritiba, Chapecoense e Ponte Preta a meu ver não irão ficar muito tempo entre os seis melhores. São equipes médias e sem um grupo homogêneo, equilibrado, para competições de tiro longo.

Bahia, São Paulo, Vasco e Botafogo, que completam os times da primeira página, os dez primeiros, também devem ficar pelo caminho em termos de briga pelo título de campeão.

O São Paulo, aliás, apesar de clube poderoso, não evolui sob o comando do treinador Rogério Ceni, um estudioso que terá de voltar aos bancos escolares.

ÉVERTON

O Grêmio enfrenta o Bahia com todas as condições de vencer e ficar no encalço, bafo na nuca do Corinthians.

As ausências são preocupantes, mas há bons substitutos. Léo Moura, uma das referências técnicas do time, será substituído por Edilson. Quer dizer, mantém a qualidade na lateral.

Na frente, Lucas Barrios, também lesionado, cede seu lugar a Éverton. Duvido que Renato não comece com o guri. Seria um balde de água gelada sobre o guri depois dos três gols sobre a Chapecoense.

Com Éverton, Pedro Rocha e Luan na frente, o Grêmio fica com uma linha ofensiva difícil de ser neutralizada.

Agora, o jogo não é fácil. O Bahia sabe que o que o espera. Por isso, vai jogar fechadinho, especulando contra-ataques.

COMENTARISTA DE ARBITRAGEM

Não lembro quem inventou o comentarista de arbitragem.

Só sei que houve um tempo em que o tal comentarista falava em cima do lance, segundos após a marcação do juiz.

Hoje, os ‘especialistas’ em  arbitragem (ex-juízes e jornalistas com um curso na área) dão seu parecer depois de umas duas ou três olhadas no replay. O narrador prolonga o grito de gol, chama o repórter e só depois entra o ‘especialista’ para dizer, normalmente, aquilo que eu estou vendo sem ter estudado arbitragem.

O problema é que às vezes nossas opiniões divergem frontalmente. Eu vejo uma coisa, ele vê outra muito diferente. Não é questão de estudo, mas de visão mesmo.

Faz parte. O que mais me irrita é quando o tal especialista usa critérios variáveis, dependendo da cor das camisetas envolvidas, do momento, dos ventos sul ou norte, etc.

Então, o mínimo que eu espero é que o comentarista de arbitragem acerte mais que o árbitro, este tem de decidir na hora, sem direito a repeteco.

Para isso, é fundamental a isenção, a honestidade ao opinar, ou dar seu parecer ‘especializado’, que pretende ser definitivo, mas que, definitivamente, não é.

 

Se gostou, compartilhe!

  • Nilton Oliveira

    Ganharemos do Corinthians na décima rodada. E o jogo de amanhã, de fato, não será dos mais fáceis. Prevejo situação semelhante a da partida contra o Vasco.

  • Francisco Lanferdini Serafini

    Analisando o que foi jogado até aqui, que é o que de fato temos de concreto, concordo com a coluna.

    Fica a dúvida se Palmeiras e Flamengo não podem crescer, embora acho que esses dois times incomodariam mais nas competições de mata-mata.

    Grêmio está na frente do Corinthians em futebol. Corinthians tá frente do Grêmio em calendário. Vai ser interessante, a disputa pelo caneco, se o Grêmio perder (jogar fora) poucos pontos como perdeu (jogou fora) contra o Sport.

    • Fernando

      Sobre o Palmeiras, eles contam com o Fernando Prass que, assim como o Grohe, é um bom goleiro “ruim”. Além disso, eles ficam fortes quando o Roger Guedes, o Dudu e aquele tal de Keno jogam bem. Sem esse power trio ou, até mesmo quando um desses está mal, o Palmeiras se torna um time comum.

      • Francisco Lanferdini Serafini

        Verdade, o time tem jogado mal mesmo. A única ressalva é pelo poderio técnico que o time tem. Numa dessas engrena e vai. Mas tem que engrenar, senão de pouco adianta.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Eu li num outro comentário de alguém uma opinião sensata sobre como o Corinthians está jogando no limite e não tem grupo para aguentar o tranco este ano e eles tem ainda dois confrontos contra nós, mas o calendário deles é bem mais fácil mesmo.

      Tem ainda a janela de julho e agosto que vai mexer com vários clubes e nós também estamos neste contexto pelo que o time vem jogando em sequência.

      Agrada muito que temos no grupo 16 ou 18 jogadores que podem entrar e sair sem fazer com que o time baixe o ritmo e assim, estaremos no páreo da ponta da tabela.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Ilgo !!!!!

    Vou repetir, amigo, olhe as datas da final da Libertadores, da última rodada do brasileirão e do início do Mundial Fifa nos Emirados Árabes Unidos, e veja que não temos a menor chance disso acontecer, nem o Palmeiras da Crefisa teria.

    Como a Diretoria fala que a prioridade são todas as três, ”maaaaaas” que a Libertadores é a menina dos olhos de todos os Gremistas, eu acho ”até” possível duas Taças, aí serão ou as 02 Copas (Libertadores e do Brasil), ou a Copa do Brasil e o brasileirão por causa das datas 29/11, 03/12 e 06/12 que na sequência respectivamente seriam a final da Libertadores, última rodada do brasileirão e início do Mundial, e mesmo assim, nós teríamos que ”combinar” tudo isso com os adversários, né !!!!!

    Enquanto isso, os sábios da ”Urubulândia” só estão aguardando um fracasso do Treinador Renato para voltar aqui. Normal (kkkkk).

    • gremiocampeaomundial

      Querer, como todo mundo, quero as três mas LA é “prioridade”. Inclusive tem essa euforia momentânea com o BR mas é pontos corridos. Não gosto desse modelo, tende a privilegiar o primeiro a disparar com um mínimo de regularidade. O exemplo é precoce mas já amanhã entraremos em campo sabendo que nem vencendo alcançamos o líder. Campeonato em que você precisa esperar outro perder, não basta ganhar, é dose.

      Só não ganhamos essa m…. em 2008 pq o Roth é como o Felipão ou o Bianchi – só que ao contrário. Em termos de desempenho os três são extraordinários e fora da curva. Só que no caso dos outros dois é positivo.

      Por falar em treinadores, você é que pensa que estão aguardando o Renato tropeçar. Olha no post anterior que o participante do Qual É A Música está lá insistindo em chamar nosso treinador de Father Joel com 6×3 e tudo. Isso que the treinador with método is perdendo one depois da other. Today foi to Vitoria in Salvador.

      • Francisco Lanferdini Serafini

        Já eu gosto do Brasileirão assim, pois premia justamente o time mais regular da temporada. O time do melhor planejamento, o time que sai de casa para vencer. O Brasileirão é bom porque não dá espaço para bobeira.

        E em outro formato temos a Copa do Brasil e, aos time que conseguem a disputar, a Libertadores.

        O foda de um time ter que priorizar campeonatos em detrimento a outros é ter que dedicar 3 meses ao ruralito. Se o estadual fosse enxugado para um mês, o Brasileirão ficaria mais estendido e seria mais fácil descansar os jogadores.

        • Fernando

          Certa vez já vi gente propondo a ideia de fazer um brasileiro por pontos corridos e, quando chegasse em novembro/dezembro, o campeão seria decidido em um mata-mata entre os quatro primeiros.

        • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

          Também acho isso sobre o estadual modorrento de todos os anos, e a 1ª Liga quando fundada era exatamente para esfriar os regionais, mas aí, o Noveletto vermelho e RBS subiram as cotas de TV de 6,5 para 12 milhões ”exigindo” que colocassem os times titulares à partir das oitavas por causa do Ibope nos jogos.

          Os estaduais são realmente um grande atraso para quem tem calendário de Elite todos os anos, tens razão.

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        kkkkk, o Celso BuRoth foi lá em Florianópolis em 2008 e teve 8 bolas naquele jogo fazendo 7 gols, lembras disso ????? Depois na entrevista estufou o peito contra quem o chamava de retranqueiro e no final do ano, chupou o dedo porque jogava sempre por uma bola.

        Quanto ao ”Joel de Lara”, participante do Qual é a Música, esquece, está doente e delirando por absoluta culpa do time do Renato Machado, pois o Roger Pentaluppi que estuda futebol é que está levando surra até em Salvador. Mas a culpa disso, amigo, agora e do Cinco Muito. Oremos, e vamos rindo.

      • Nilton Oliveira

        Não sou entusiasta dos pontos corridos. Mas a verdade, querendo ou não, é que esse modelo exige estrutura e planejamento nos clubes, coisa que não era comum na era do mata-mata.

        • Fernando

          E no formato mata-mata, composto por muitos times, chega setembro e outubro e já tem várias equipes de férias.

      • Ilgo Wink

        O Pedro de Lara nao vale, não serve para efeito de uma análise séria do trabalho do Renato

        • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

          Sinceramente, o que ele precisa provar de verdade é se é Gremista, pois me parece mais um BBolorado enrustido querendo se vingar do Renato por ter lhe roubado alguma mulher no passado. (kkkkk)

          Como sofre esse jurado fracassado do SBT e agora ele tem mais um problema lhe atormentando, é o teu amigo Cinco Muito de Florianópolis que ele diz ser eu.
          Chega a ser bizarro. Oremos. (kkkkk)

    • Nilton Oliveira

      Acho que dá para ganhar as 3 sim. Muito difícil, mas não impossível.

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Claro que é possível, mas para isso teríamos que ser campeão brasileiro a 3 rodadas antes do fim devido a viagem e preparação para o Mundial.

        Pense nisso.

        Nilton, sinceramente falando com os pés bem no chão, seria difícil até para uma estrutura igual ao Real Madrid ou Barcelona. Vamos apenas sonhando.

        • Robert Plant

          Optaria pelo Brasileiro. Real ganhou o Espanhol e a Champions.

    • Ilgo Wink

      Interessante esse dados sobre as datas dos jogos do Brasileirão no final de novembro início de dezembro.

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Pois é, Ilgo, e isso que haverá conflito de datas entre as 4ª de final da Libertadores que coincide com a finalíssima da Copa do Brasil dia 12/10/2017.

        Por isso, temos que reavaliar ”nossas vontades” e possibilidades de Taça ou Taças em 2017 devido a todas estas datas onde tem Gremistas querendo ganhar TUDO. Por isso acho difícil.

        • Robert Plant

          Vamos ganhar a Libertadores. E garantir o Br com duas rodadas de antecedência. Copa do Brasil acabamos de ganhar!

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Eu topo.

  • gremiocampeaomundial

    Em 2015 só pra dar um exemplo recente houve uma comoção em relação ao Corinthians ter sido favorecido a uma certa altura do campenato por erros de arbitragem. Eu achei um pouco de exagero. Procura bem que acha ano passado uma sequência de erros parecida, mas pró-Crefisa, ou daquele time bicampeão das Marias em 2013/14 – inclusive contra nós, 1×2 na Arena com o Felipão e outro em BH que não lembro se foi 2013 ou 14. Só lembro que foi um deus-nos-acuda e 1×0 pra eles com gol do chinelinho Dagoberto!

    Só tem um problema aí: pela frequência, não é o PIFA que deve ser chamado de “Corinthians do Sul”. É o Corinthians que, ao ser favorecido, deveria ser chamado “SCI do Sudeste”…

    E não é só nessa área que o rival vem se tornando referência. Durante anos quando algum time apelava ao Tapetão era comparado ao Fluminense. Mas os cariocas que eu saiba nunca foram a Lausanne…

    • Fernando

      Só sei que aquele tal de Náutico chora de ruim e mesmo assim achou dois gols em cima deles com jogadas trabalhadas.

    • Francisco Lanferdini Serafini

      Eu e uns amigos chamamos o Real Madrid de Internacional de Madrid justamente por esse apoio incondicional da arbitragem.

  • Daniel Scherer

    Comentarista de arbitragem é mais uma daquelas figuras que só estão ali para fazer número. Não serve para absolutamente nada, zero a esquerda. Isso falando se for competente, que no caso, este Diori nem se enquadraria. sobre o brasileirão, ainda é cedo para apontar favoritos, a gente sabe que no inicio sempre tem uns 4, 5 cavalos paraguaios, que logo ali na frente perdem o fôlego. Espero que não seja o nosso caso, e acho que é o caso do Corinthians. Não vejo grupo para ser campeão de um campeonato longo como o brasileiro. A vantagem é que só tem isso para disputar.
    O jogo de hoje vai ser um horror, daqueles de excomungar a quinta geração do Pedro Rocha e Luan, como de hábito na maior parte da torcida. Eu já estou vacinado desde já, vitoria por 1 x 0 com gol contra dos baianos pra mim será goleada. Vão vir fechadinhos, e este tipo de jogo sempre é ruim para o Grêmio. Eu não sei se o Éverton terá condições de apresentar um futebol de qualidade contra um time retrancado, Mas com certeza Renato sabe muito mais do que eu, e ele está com crédito de sobra para fazer o que quiser.

    • Francisco Lanferdini Serafini

      Momentaneamente, é correto dizer que são favoritos, mas não é no momento em que se conquista o título. Os colorados podem dizer sobre isso melhor que nós, hehehehe.

      Sobre os comentaristas da arbitragem, eles tão aí só para lavar o cérebro das pessoas. Não bastava o narrador e o comentarista, tinha que ter mais um “especialista” para o que a TV diz ser verdade.

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        É brabo, né, Francisco ….. eu acho uma canalhice o que esses comentaristas de arbitragem fazem com os árbitros, pois eles no estúdio opinam só após rever o lance 4 ou 5 vezes e isso não é justo com o árbitro que só tem uma chance e mesmo assim, as vezes tem uma visão encoberta do lance.

      • Ilgo Wink

        é uma baita de uma enrolação, o problema é que tem gente que se deixa influenciar

    • Fernando

      Concordo. Partida contra time retrancado é um jogo de paciência, não um jogo para dar balão.

    • Luis Augusto Waschburger

      Daniel, vou dizer antes pra que depois não pareça corneta.
      Não acho que hoje seja jogo pro Everton.
      Ele joga muito melhor de frente pro gol, explorando contra-ataques. E este espaço não vamos ter hoje.
      O melhor dele é a velocidade e a conclusão.
      Hoje, se jogar centralizado, ficará de costas pro gol.
      Vai encontrar dificuldades.
      O Miller não tá pronto?

      • Francisco Lanferdini Serafini

        Miller não foi relacionado.

      • Ilgo Wink

        Concordo, o Éverton precisa de mais espaço, mas é o que temos para hoje.

    • Ilgo Wink

      Tem gordura pra queimar. Se ele escalar o Maicon e não o Éverton vou aceitar numa boa

      • Luis Augusto Waschburger

        A entrada do Everton é a que mexe menos no time, por isto deve ser a escolha natural.
        Uma outra hipótese seria colocar o Gastón Fernandez na do Luan e empurrar o Luan para falso 9.

  • Robert Plant

    O Palmeiras foi campeão da CB em 2015. Em 2016, disputando o título do BR, o que fez? Poupou na CB contra nós. Por que? Porque recém tinha ganho uma CB e inteligentemente focou no título que no caso não ganhava há 22 anos. Portanto, sou da opinião de que se tivermos que poupar em alguma competição, que poupemos já contra o Cap pela Copa do Brasil dia 28 e vamos com força total no Brasileiro e Libertadores. CB ganhamos uma há 6 meses, a quinta por sinal. Tá na hora de ganhar um Brasileiro que não vem há 21 anos e que não atrapalhará a Libertadores! O São Paulo foi finalista da Libertadores em 2006 (e a final foi em Agosto) e foi campeão do BR. O Inter foi vice do Br daquele ano e ganhou a Liberta. Dá para chegar nas duas!

    • Francisco Lanferdini Serafini

      Pelo futebol que o Grêmio vem jogando, eu também tentaria o Brasileirão. Sinceramente, tenho mais vontade de vencer um Brasileirão do que uma Libertadores.

      Mas vindo o que vier, é lucro.

      • Ilgo Wink

        A visibilidade da Libertadores e a disputa do mundial em seguida projetam o clube para o mundo.

        • Robert Plant

          Sem dúvida, Ilgo. Mas ainda acho pelo grupo que temos que é viável levar o Brasileiro e a Libertadores. Pego como o exemplo o São Paulo e o inter. Em 2006 o São Paulo foi campeão Brasileiro e finalista da Libertadores. Perdeu a Libertadores, é verdade. Mas ainda assim, a final foi em meados de Agosto e pelo que eu lembre, não perdeu pelo “excesso de competições” ou porque a disputa das duas simultaneamente tenha atrapalhado. Perdeu porque eram dois bons times na final, mais ou menos equivalentes. O inter por sua vez ganhou a Libertadores e foi vice no Brasileiro daquele ano. “Ah, mas nosso grupo não consegue”. Prefiro perder tentando. Uma das competições a gente leva. Com esse futebol, leva.

        • Francisco Lanferdini Serafini

          Nesse ponto, é bem verdade. Mas eu, como torcedor, quero muito o Brasileirão por jugar mais difícil de conquista-lo e por te-lo deixado escapar entre os dedos em 2008.

    • Fernando

      Não que eu aprecie priorizar campeonatos, mas nas atuais circunstâncias eu iria com os reservas dos reservas era na Primeira Liga.

      • Francisco Lanferdini Serafini

        Mas aí vai ser o que vai acontecer. Grêmio sempre jogou com o 3º time a Primeira Liga esse ano.

        • Fernando

          E por mim que continue assim, hehehehe

        • Andre Peixoto – Sarandi/RS

          Se for prá disputar a Primeira Liga sempre dessa forma, que ano que vem anuncie a saída do torneio. Já tá ficando ridículo…

          • Daniel Scherer

            Também acho, embora eu prefira a 1ª liga que a m… do gauchão

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Sim, isso já é feito.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    A Batalha dos Apitos

    Sábado no Circo remendado da Copa continuou o festival de ajudas ao time falsificado que teve à seu favor 4 pênaltis e 2 jogadores do adversário expulsos para ganhar os 3 pontos. Já está muito visível.

    O Julgamento dos PDF’s no STJD

    Amanhã, os BBolorados terão que rezar muito para sairem vivos daquele tribunal, salvo, se comprarem todos os auditores daquela bancada ”de novo, senão, é morte na certa.

    Que fase ….. que ano ….. !!!!!