As dificuldades de ser gremista

Depois de sobreviver aos anos de chumbo, a famigerada década de 70, eu pensei que estava pronto para superar qualquer dificuldade e enfrentar qualquer desafio.

Hoje, percebo que minhas forças estão se esgotando. Fosse participar de uma daquelas provas calhordas do BBB, eu sucumbiria facilmente.

Sobrevivente dos anos 70, quando o Inter foi tri brasileiro depois de acumular uma atordoante série de títulos regionais, então muito valorizados, eu imaginava que depois de festejar o Brasileiro de 1981, nunca mais viveria pesadelo semelhante aqueles anos de Figueroa, cotoveladas e cia.

Foi nessa época que comecei a trabalhar como repórter esportivo – ironia, saí da arquibancada do Olímpico para ser setorista do Inter. Lembro que uma de minhas poucas alegrias foi uma rara vitória sobre o Inter, com atuação mágica do ponta Zequinha, um dos jogadores mais habilidosos que vi.

Lavava a alma, mas logo vinha outro golpe.

É mais ou menos assim neste século. Algumas alegrias esparsas, isoladas como uma flor no pântano que é essa fase já tão longa de vitórias vermelhas.

Nunca me perfilei entre aqueles gremistas que acreditaram que com a Arena tudo passaria a ser diferente.

Acompanhei, incrédulo e maravilhado, o entusiasmo de gremistas caminhando do Olímpico à Arena, como uma peregrinação de fiéis rumo à salvação.

O abraço emocionado no Olímpico. No jogo de despedida eu estava lá, mesmo acreditando que ainda haveria mais jogos no velho estádio.

Manifestações de amor, de paixão, de esperança.

O fato é que os últimos acontecimentos reafirmam uma antiga convicção que tenho:

– Nada está tão ruim que não possa piorar.

A Arena, que seria a redenção, o paraíso, por enquanto parece mais o inferno.

Ouvi relatos revoltantes de torcedores que não conseguiram ou tiveram dificuldades para ingressar na nova casa no sábado.

Um torcedor teve ataque de fúria, tentou forçar a entrada, foi contido e acabou acertando um soco num funcionário. Foi detido e encaminhado ao Jecrim.

Outro, também do Interior, chegou a exibir um volume de cédulas a um porteiro para entrar. Acabou entregando seu ingresso ao filho de uns 12 anos, pedindo que o funcionário encaminhasse o guri ao local determinado.

– Por favor, leve o menino. Eu já conheço a Arena, ele não. Eu fico aqui escutando o jogo pelo rádio -, conformou-se.

Esse tipo de coisa não pode acontecer. E pelo jeito vai continuar acontecendo enquanto uma empreiteira estiver administrando esse aspecto tão sensível da relação clube/torcedor.

Mas o pior mesmo é essa questão de fluxo de caixa. Uma situação que precisa ser resolvida o mais rápido possível.

Então, o que resta ao gremista é o bom momento do time, que apesar da instabilidade dá esperança de uma campanha vitoriosa na Libertadores.

O time está bem e tem tudo para melhorar.

O problema mesmo é o seu entorno, que fornece munição aos secadores de todas as instâncias.

Se gostou, compartilhe!

  • walter borba

    caro Ilgo….

    Tens toda razão.
    E o pior é que, há comentários apocalípicos para o futuro do Grêmio.
    Hoje o Lazie Martins no JA se superou, disse que o Grêmio vendeu a alma.
    Para piorar, o Mauricio Saraiva, comparou não comparando, o momento do Zé Roberto com o do Josimar do Inter, dizendo que o futebol que o Josimar tá jogando é “fino”….
    Quase tive um ataque….
    Temos que rescindir esse contrato com a ARENA, que voltamos para o olimpico e lá ficamos….
    Pelo menos estaremos no que é nosso.
    Na ARENA/OAS gremista com ingresso não entra.
    Na ARENA;OAS gremista que leva familiar para tirar foto de lembrança NÃO ENTRA é proibido.
    Na ARENA/OAS não tem mais avalanche.
    Enfim, tá tudo errado.

  • Emerson

    Ilgo, e a entrevista rápida do Odone?
    onde ele ironizou o Arena, lembrando da Ford. Será que ele considera os gremistas que votaram no Koff como “petistas” que tiram o “brito” do governo do RS em 98?

    depois falou do “pojeto”, que também lembrou-me do Obino, o futebol tá uma merda mas o Onibus e o site são ótimos, como o time tá bom, mas foda-se como se paga.

    mas fico triste pelo povo que não é sócio que migrou.

  • Rodrigo

    A cada dia mais apavorado só noticia ruim, os Secadores, Colorados e Cornetas estão realizados.

  • Ilgo

    Walter, a Arena ainda vai dar muita alegria. Não tenha d´´uvida disso.

    Odone ironiza e quer reduzir essa discussão a questão de ciúme, inveja, algo político, quando se trata de rever um contrato mal feito por ele.

    Tá difícil ser gremista, mas é preciso focar no futebol, no time, que agora é só o time que pode dar alegria a curto prazo.

  • Paulo Araújo Ribeiro

    É… vem aí a ArenaBier: uma cerveja encorpada, linda dentro do copo. Mas ao primeiro gole, você descobre que está “choca”.

  • José

    Ilgo, tenho pensado sobre a relação Grêmio/ OAS e cada vez estou mais convencido de que ela vai dar certo porque tem que dar certo. Para que a Arena dê resultado financeiro positivo para a OAS e em conseqüência, para o Grêmio, o time do Grêmio tem que estar bem. Isto significa grandes jogos, grandes públicos, grandes rendas e alto consumo na Arena (bebidas, lanches, produtos das futuras lojas, comidas dos restaurantes, venda de camarotes, etc…). A Arena só dará resultado paa a OAS se a torcida do Grêmio estiver de bem com o time, não tem outro jeito. Portanto, um pouquinho de calma (menos com a incompetência ds serviços aos torcedores, nos jogos) e o velho bruxo ajeita a casa.

  • MAZEMBIANO

    Imaginem que a questão de escolha de conselheiros e presidentes é um critério de que não pode ser qualquer pessoa que não tenha um histórico de futebol, o que concordo, mas no Grêmio isso não tem valor, quanto mais gente enfeitada, mais cagada acontece…e o Luxa vendendo vinhos!Não é mole…

  • Ricardo de Cruzeiro

    Ilgo.Só me responda:o Grêmio vai quebrar por causa de “uns”20 mil sócios que migraram para lá ou para cá?Eu contribuo,compro camisetas,fundo azul,fundo preto,fundo branco,qualquer coisa pra ajudar e este dinheiro vai todo para o Grêmio.Meus pilas a OAS nāo bota a māo…Parece que o Grêmio é de meia dúzia…

  • Ricardo

    Que amargura, Ilgo… tá botando muito lúpulo na cerveja!

    Eu fui a todos os jogos na Arena e tive “azar”, não aconteceu nada de errado.
    Para quem sabe ler (a minoria absoluta, parece) a sinalização é facílima.
    Eu chego em casa (na Tristeza) 40 minutos após o final do jogo. No Olímpico demorava bem mais, era um inferno para chegar, para comprar ingresso (tinha que ACAMPAR em jogos grandes, ou ninguém lembra?), para entrar (e ficava gente com ingresso de fora em todos os jogos importantes), para sair, para ir ao banheiro, aos bares.

    E o (mesmo) contrato foi discutido à exaustão.

    Estou de saco cheio de tanto colorado palpitando, motivados pelos gremistas que tiveram problemas, mas principalmente pelos gremistas idiotas que não foram ao estádio e ficam reproduzindo merda que ouviram no rádio de gente mal-intencionada.

    Vão ao estádio, depois falem, por favor.

  • Carlos Cesar

    Para desespero do estádio remendão que nunca poderá ser uma Arena, tudo ficará azul para nós tricolores. É impressionante o que uma ARENA causou e causa a turma do remendão da Dilma: inveja, raiva, ódio, despeito, etc. Estão abaladíssimos e procuram diariamente denegrir a nossa maravilhosa ARENA. Pergunto porquê só demonstram o contrato com a OAS? Porquê não demonstram o contrato com a construtora deles? Vão ficar estarrecidos quando souberem que vão pagar para sua sócia durante 20 anos por um estádio remendado. Grêmio e OAS vão se acertar, até porque o pessoal da OAS são empresários e sabem que para terem lucro vão ter que se acertarem com o tricolor. Conversocomamigos de outros estados e todos estão de queixo caído com a faraônica ARENA DO GRÊMIO. A falência do Grêmio é só na cabeça perturbarda dos vermelhos. Nunca eles esperavam, e diziam a elite vermelha que a ARENA não sairia do papel, e está aí erguida majestosamente na entrada de Porto Alegre, por terra e pelo ar. Em alguns vôos o comandante fala: estamos sobrevoando ao lado da ARENA DO GRÊMIO, ahahahah… Tem vermelho que se morde de raiva no avião, ahahahah…

  • ilgo

    Ricardo, não tem jeito de o Gremio quebrar. É grande demais, é maior que a OAS.
    Alguém sabe que alguém que torça pela OAS?
    Na parceria com o Grêmio, a poderosa ISL quebrou.
    Se a OAS se fresquear…

  • Francisco Coelho

    Como já escrevi o assunto ARENA para mim passa mais por desinformação que por razão. Durante uns 20 anos viajei no Brasil de sul a norte semanalmente indo e voltando uma das dificuldades era sentar no local que escolhia na compra da passagem. Sempre tem alguém por má fé sentado com a desculpa de estar com a mulher ou parente. Na verdade muitos eram por burrice mesmo e não sabiam ler os números nos indicadores. Noto que muitos que vão a jogos da ARENA não sabem aonde vão (local) e não olham a numeração de fila e cadeira. Recentemente fui a um cinema com meus filhos onde os ingressos são comprados com antecedência e com lugares numerados. Chegando na sala nos deparamos com uma senhora sentada em um dos acentos escolhidos. Falei que havia reservado o acento e a mesma respondeu que quando foi comprar não tinha 4 locais seguidos e ela queria ficar com os seus. Respondi que eu também estava com os meus e que o local e horário me pertenciam. Só faltou ter de chamar a polícia, mas não abri mão do meu direito de sentar onde escolhi e paguei. A mulher e os seus foram embora falando pelos cotovelos. Até poderia ter cedido, mas como ela foi sacana sentando onde sabia não ser o seu lugar tive de dar exemplo aos meus para fazerem valer seu direito.
    Já cansei de comprar mesa em baile ou lugar marcado em teatro e sempre ao chegar encontrar alguém no local. Hoje não abro mão do meu direito. Que aprendam a comprar certo e com antecedência. No meu lugar é que não vão sentar.

  • Francisco Coelho

    Enquanto a turma se preocupa com a ARENA Luxa, gremistas e os vermelhos se reúnem para degustar vinhos. Luxa fatura e nois atura.

    É um sigilo só a BASE gremista e com a saída do Fernando a legião estrangeira vai avançando e ninguém mais sabe a letra do Hino do RS. Será sigilo ou abandono?

    É a verdade escancarada que entre o discurso e a pratica promessas não passam de engana bobo. A folha passa de 11 milhões e a conta chega mensalmente onde a provisão para o 13 se faz necessária.

  • Silvio

    Vai dar certo,vai dar certo, vai dar certo, vai dar certo, vai dar certo, vai dar certo, vai dar certo…

  • Francisco Coelho

    POR DASSLER MARQUES*
    Em novembro de 2007, nos gramados de Bento Gonçalves e Porto Alegre, se forjava um campeão durante aquele Sul-Americano Sub-15. Um volante de muito poder de marcação, personalidade e bom passe e que, naqueles tempos, ainda não tinha a batida na bola como virtude. Acima de tudo, um vencedor sem precedentes na história da base da Seleção Brasileira. O gremista Fernando (92), campeão naquela ocasião no Rio Grande do Sul, ainda repetiria a dose mais duas vezes. Em 2009, no Sul-Americano Sub-17, e em 2011, no Sul-Americano Sub-20.
    Surpresa da convocação de Luiz Felipe Scolari para os amistosos dessa semana, Fernando foi surpresa mais uma vez nesta terça-feira. Esperava-se de Felipão que os experientes Luiz Gustavo (87) e Hernanes (85) fossem os escolhidos para a cabeça de área, mas o último foi preterido para a entrada do volante gremista. Sua exuberante atuação pela Copa Libertadores contra o Fluminense, no último mês, teria sido a razão para ganhar tanto espaço com o treinador da Seleção.
    O peso da camisa, é mais provável, Fernando não vai sentir. Em 2007, foi um dos nomes de equipe que ainda tinha Wellington Nem (92), Phillipe Coutinho (92) e outros jogadores que ficaram pelo caminho como os ex-vascaínos Guilherme Morano (92) e Belchior (92), o ex-colorado Felipinho (92) e o ainda gremista zagueiro Gérson (92), capitão do time. Foram os campeões do Sul-Americano Sub-15, um torneio ainda incipiente.

    http://esportes.terra.com.br/futebol/prata-da-casa/blog/2013/03/19/novo-xodo-de-felipao-e-unico-dono-em-triplice-coroa-na-base-da-selecao/

  • Francisco Coelho

    Catarinense: Criciúma está próximo de anunciar volante Bruno Renan

    O jogador foi revelado pelo Grêmio e viria por empréstimo do Shaktar Donetsk.

  • Oi Ilgo! Que alegria ver o Nestor Hein encarando o Ozires Marins agora na band, chamando-o de detrator do Gremio.

  • ilgo

    Francisco, Bruno Renan me chamou a atenção quando junior. Um volante de qualidade.

    Maynara, e eu perdi essa. Chamou o Ozires de detrator do Grêmio mesmo?
    E o Ozires não retrucou?

  • Ivan Lima Colorado

    E hj 16.05.2013 mais uma vez o greminho faz minha felicidade eliminado da libertadores. rsrsrsrsrsrsrrs Lá se vão 12 anos sem título. Obrigado gremio vc nunca me decepciona.