‘Aipim’ faz gol salvador no ocaso de Douglas

O fim do horário de verão pode estar marcando também o fim do atacante ‘pelos lados’, ‘flutuante’, e a volta do atacante mais fixo e centralizado, mais conhecido como centroavante ‘aipim’.

Sei de muita gente que vai vibrar com isso. Não é o meu caso. Por mim, pode jogar até um zagueiro na frente, desde que faça gols decisivos e em profusão.

Bobô marcou um gol salvador substituindo um congênere, Henrique Almeida. Isso bastou para ser considerado por muitos um dos destaques do Grêmio na vitória sobre o Novo Hamburgo.

Aliás, o melhor da tarde foram os três pontos obtidos. O resultado de 1 a 0 foi minguado e não corresponde ao que o time produziu. O fato é que o resultado contribui para pacificar ânimos e tranquilizar o vestiário gremista.

O técnico Roger Machado enfrenta seu primeiro momento de contestação e crítica. Ainda poucas e contidas, mas que neste domingo poderiam ter subido de tom caso não viesse o gol salvador.

A substituição de Douglas por Fernandinho aos 18 minutos do segundo tempo causou murmúrios reprovadores. A torcida, o vendedor de churrasquinho e o pipoqueiro fora da Arena esperavam Lincoln.

A sorte de Roger foi que três minutos depois Luan cobrou falta da intermediária, na área central do campo, e Bobô, que minutos antes havia substituído o discreto Henrique Almeida, mandou para a rede de cabeça.

Um tipo de gol raro nesse Grêmio que desaproveita 99,9% das cobranças de bola parada, tanto escanteio como faltas.

E por que dessa vez marcou? Ora, o cobrador oficial, Douglas, estava fora. Se estivesse em campo a cobrança seria dele. E, talvez, quase certo, o gol não acontecesse.

Henrique Almeida deve estar lamentando até agora ter saído antes de Douglas.

Bem, o gol abriu a retranca do NH – não entendo por que trocar o azul pelo vermelho nada a ver do seu uniforme -, e isso abriu espaços para jogadas mais verticais, em velocidade.

É injusto atribuir apenas à ausência de Douglas essa mudança de característica do time.

O NH deu espaços e o Grêmio conseguiu chegar com perigo algumas vezes. Numa delas, Éverton invadiu a área pela direita, recebendo passe de Bobô, e o goleiro defendeu. Outra boa chance foi com o volante Kaio, que apareceu de surpresa. Mais uma vez o goleiro salvou.

O fim do horário de verão pode marcar o término do esquema que empolgou o país no ano passado com a escalação de um camisa 9 e também o ocaso do ciclo Douglas, que a cada jogo escancara que sua presença como titular é injustificável.

Acredito que Roger esteja esperando Bolaños para fazer a mudança que os fatos exigem: a saída de Douglas do time.

COTAÇÃO

Qualquer avaliação de jogador fica prejudicada pela qualidade do adversário. Os alvos principais, Wallace Moreira, Fred e Marcelo Oliveira, foram favorecidos pelo pouco poder de fogo do adversário.

Mesmo assim, Grohe fez uma grande defesa. Depois, destaque para Éverton.

Luan, estrela do time, mais uma vez esteve apagado. Não esquecendo que foi ele quem cobrou a falta do gol que vale três pontos no Gauchão.  

 

Se gostou, compartilhe!

  • Walter Luis Borba

    Ilgo,
    Sobre o uniforme do NH.
    Eles aderiram uma campanha do cancer de mama.

    Sobre o jogo:

    Nada a declarar….

    • Anne

      -Estranho q essa campanha é em outubro OUTUBRO ROSA…..
      -O nosso 10 anda pelos 5….

      • Ilgo Wink

        Pois é, Anne. Bem lembrado.
        Acho que eles estavam com vontade de vestir rosa, porque realmente a campanha é em outubro.
        Preciso ir a um oculista, porque eu vi vermelho nesse uniforme.

        • Gabriel

          Somos 2!!!

  • Gustavo Medeiros

    Achei decepcionante a atuação gremista.

    Sinceramente, esperava uma goleada. Para mostrar que o que aconteceu no México foi sob circunstâncias, para mim, ainda inexplicáveis.

    Fernandinho naquela sequência de 3 escanteios, 3 bolas desperdiçadas me deixou fulo.

    Pior que isso só aquela finalização dele, de frente para o gol, no meio das placas de publicidade.

    Cancei dessa história: Valeu pelos pontos. Importante foram os 3 pontos.

    Aaaa. O Novo Hamburgo jogou de rosa, não de vermelho. Campanha contra o câncer de mama.

    PS II. O Toluca levou 5 X 1 do Leon.

    Abraços amigos

    • Ilgo Wink

      Rosa? pensei que era vermelho.
      O Toluca é um time médio, a gente viu. Um Coritiba da vida. e olhe lá.

      • Gustavo Medeiros

        @ilgowink:disqus e , @@disqus_cQQ6tsj2yk:disqus vocês estavam no estádio?

        Parecia vermelho através das câmeras de vídeo que corrigem as cores. hahaha.

        Me disseram que tem muito time de vermelho que quer jogar, vamos dizer assim, com uma tonalidade mais rósea.

        Abraços amigos

    • curra-chitas

      Aonde tu viu goleada na Arena??? (mazembados nao conta) estádio meio neutro. Saudades do Olimpico. Quem viveu, viveu…

      • Gustavo Medeiros

        No meus sonhos eu vi goleada.

        Achei que iam honrar esse manto e mostrar que tinham culhões.

        Quem viveu, viveu… E já viu time assim.

  • Fábio D.

    Mais do mesmo … Pode ser que seja o início de temporada, mas o time está lento muito lento e não conclui a gol. Fernandinho de 12 jogador é para testar a paciência …. Vamos torcer que é o que nos resta .

  • Celso

    Roger foi engolido pelo vestiário, claramente deixou que uma panelinha de cabeças-de-bagre assumissem seu lugar, vai “sangrar até morrer”, não é possível que uma pessoa que detenha o controle de uma equipe escale Douglas como titular e coloque o Fernandinho no segundo tempo, em detrimento de outros sabidamente com mais técnica e disposição. Foi outro salvador da pátria que sucumbiu ante a inércia de uma direção, não sei se omissa,mas claramente incapaz de gerir um clube com o tamanho do nosso. O time está piorando a cada jogo, aquele toque-toque improdutivo, sem penetração, sem atacar pelos lados e que só resolveu o jogo através de bola alçada para dentro da área.é forte indicativo, de que quando o adversário for um pouquinho melhor, um São José por exemplo o desastre será iminente. É como diz a música aquela do Martinho da Vila : “Foi começando bem, mas tudo teve fim” ! Mais uma vez, mais um ano.

  • Andre Peixoto – Sarandi/RS

    Não vi o jogo. Apenas ouvi voltando de Venâncio Aires. Mas nem precisava assistir para saber que Roger se perde a cada jogo. Sabemos que sairá Douglas e entrará Fernandinho. Que sairá um atacante e entrará Bobo.
    Infelizmente a paciência da torcida está por um fio.
    E pensar que Roger tinha tudo para se tornar um grande treinador. Um daqueles diferentes, que enxerga o jogo diferente. Que não tem medo de colocar os jovens em campo. Que não é teimoso e morre abraçado a suas convicções furadas mesmo que o resultado mostre o contrário.
    Que pena…

    • Ilgo Wink

      Calma, André, vamos acreditar mais

  • Francisco Coelho

    Posso me enganar más acredito que vai passar muita água por baixo da ponte até a correnteza diminuir.
    Não acredito nesta escalação e para mim a preparação técnica está deficiência. A falta de qualidade na finalização é o maior sinal.
    No meu entendimento Walace e Giuliano com Lincoln e Tontini Luan e Miller seria o ideal e muito mais equilibrado para evolução do time.
    Giuliano têm mais mobilidade e rapidamente pode se adaptar além de mais fôlego para o vai e vêm.
    O calo vai estar nas laterais e talvez o Kaio o Ramiro ou o Wesley possam resolver na direita. Na LE pessoalmente me agradou muito a força do Iago. Queria ver mais a consistência.
    Walace é o cão de guarda da defesa e Giuliano o que cerca e dá o bote na defesa e no ataque faz a distribuição e orientação aos jovens meias.
    No ataque Luan faz a movimentação e Miller alterna com um dos meias as criações de espaços para finalização o seu forte.
    Claro que alguns vão contestar más para quem pensa vai ver que não é complicado.
    É só questão de treinamento e deixar a qualidade de cada um aflorar e logo o conjunto vai aumentar.
    Eu acredito nesta formação e mescla de experientes com jovens meias com qualidade e mobilidade.
    Tontini já mostrou atuar nas laterais e meio assim como Lincoln.
    O problema é o treinador abrir mão dos bruxos…

    • Ilgo Wink

      Pois é Francisco. Onde está Tontini? Esse guri é bom de bola

  • Andre

    Time cu de merda.

  • Daniel Scherer

    Mais do mesmo. time lento, sem jogadas pelos lados (no começo do jogo até ensaiou, mas depois caiu na mesmice), espaços generosos no meio e nas laterias para o adversário dominar, pensar e jogar. Falar de Douglas nem vale a pena mais, nosso treinador vai morrer abraçado. Fernandinho então, é desanimador. Nem vale mais a pena falar as obviedades, pior é que tem quem esteja gostando, vai saber. Enfim, já que não adianta reclamar pois somos pessimistas e não somos gremistas, resta torcer e ver onde isso vai terminar, embora a maioria já saiba.
    Para constar, Everton o melhor do time, pelo menos tenta algo em direção ao gol, o time tem que chutar a gol, cisca, cisca , cisca e nada acontece. Não entendo essa postura, parece que falta vontade de fazer o gol.

  • Gabriel

    O que mata num afogamento é o primeiro gole de água( é quando bate o desespero) e a água estava batendo no nariz do técnico Roger e do elenco gremista.

    Por isso era imprescindível a vitória hoje de qualquer maneira para acalmar um pouco os ânimos. A atuação serve para Libertadores? Claro que não, mas o alívio de três pontos podem tranqüilizar um pouco os aguapés gremista.

    Deu para observar que após o gol o time foi outro, tranquilo, consciente, veloz e quase ampliou com Éverton, Kaio e numa descida a dribles do Fernandinho, que fez tudo certo e errou no último passe. Neste momento, sabedor que muitas vezes três pontos arrumam a casa e talvez resfriem um pouco a bola que ultimamente teima em queimar nos pés dos gremistas, prefiro falar que ” o copo está meio cheio”.

    • Ilgo Wink

      um pouco mais de otimismo e confiança em Roger vem bem nessa hora.

  • Gabriel

    E o Pedro Rocha ???

    Foi arquivado???

    Bastou jogar bem que não entrou mais.

    • Ilgo Wink

      Ainda acho que essas entradas estranhas do Fernandinho são pra colocá-lo na vitrine. não tem outra explicação. pedro Rocha hoje é melhor que ele

  • Alexandre Sanz

    Eu de minha parte estou com a maioria, ele se abraçou na panela de perna de pau, sou gremista e vou sofrer pelo time, me perguntaram quem escalaria, minha resposta é, ninguém, tem que continuar com os mesmos, mudar agora não vai adiantar, só queimar os jovens, Roger já jogou no lixo todas as oportunidades de testar outras opções, agora é isso ai, vou torcer que é a única coisa que posso fazer, mas acho que existam jogadores melhores que esses ai, veremos até onde vai.

  • Marcos lena

    Ja falei aqui que o Roger vai morrer abraçado nos Bruxos se não mudar de conceitos sobre jogadores. Mais um ano que ao que parece já era. Até pra aparecer no BID o Grêmio é sempre o mais retardado, que coisa.

  • Eder

    enquanto estiver aquele senhor grisalho perambulando pelo campo vou apenas observar os jogos, ainda mais depois da entrevista do treineiro defendendo seu bruxo. Eu posso engolir nulidades como capitaõ desconforto e vice capitao moleirao, mas esse bruxo eu nao suporto mais.

  • Dilamar Costenaro

    Que futebol horrível vem jogando o Grêmio, que esperança tem a torcida com esse time, Douglas não consegue terminar o 1º tempo interio, e o Roger não tira essa lesma antes dos 30 do segundo tempo (deve ser cláusula de contrato), Luan voltou a dormir em campo, M. Oliveira capitão? Parece que o time está sendo treinado pelo Roth, que coisa terrível, acho que se foi o gato com as tripas.

    • Marcos lena

      Eu conheci um Costenaro na faculdade em Passo Fundo, Valicr Costenaro, falecido, tu eh parente dele?

      • Marcos lena

        Valcir Costenaro

        • Dilamar Costenaro

          Bah amigo, não conheci, mas a família Costenaro é descendente Italiano, então devia ser parente.

  • Fabio Scheffer

    Sem duvidas, como todo mundo tá falando, o que vai acabar fazendo o Roger naufragar como treinador gremista é o apego aos bruxos.

    Ter seus bruxos e insistir um pouco neles é natural de todo treinador que até pensa que com isso mantem a ordem do grupo e tal.

    Mas ver a mecânica do time degringolar a olhos vistos por conta de uma peça que não tem a mesma dinâmica das outras (Douglas) e mesmo assim bancar de teimoso… aí é pedir pra tomar choque !!!

    De importante foi a vitória, que sempre dá uma animada no ambiente, e a perspectiva do Miller estar em condições para o próximo jogo.

    Daí é o Roger fazer o óbvio, “descansar” o Douglas e colocar o Miller, e vamos ver se melhora.

    • Dilamar Costenaro

      Sai o Éverton, mas nunca o EL PIFADOR.

      • Ilgo Wink

        e não aparece nenhuma proposta da China por esse táLENTO.

        • Alexandre Sanz

          Porquê será que o Benfiquinha não aparece com uma notícia dessas?

      • Marcos lena

        O Homem nem meter mete mais, ta um broxa.

        • Dilamar Costenaro

          kkkkkkk, pior!

    • Eder

      O óbvio dele sera tirar o Everton.

      • Ilgo Wink

        se ele sacar o Everton vai provocar uma revolução

  • Marcos lena

    Em esporte de competição, quem fume e bebe não pode participar.

  • Dilamar Costenaro

    Li vários comentários abaixo, me chamou a atenção a tamanha preocupação com a cor da camisa do adversário, talvez esse seja nosso maior problema, nos preocupamos com tudo e todos, inclusive COR DE CAMISA, e esquecemos o nosso.

    • Ilgo Wink

      Ninguém aqui se preocupou com a camisa vermelha (rosa) do NH.
      Só chamou a atenção pelo fato de ser um clube com uma bela camisa azul.
      Se o Grêmio for campeão da Libertadores neste ano nunca mais falo em camisa do adversário pra não te aborrecer.

  • Perpétuo Dezazero

    Prezados Ilgo e amigos: Não digo que Róger seja um mau técnico. Mas não tem vivência. Qual o mundo dele como treinador? O interior do RS e seu medíocre futebol. Exceção feita a Tite, quando veio treinar o Grêmio, o treinador moderno deve ter conhecimento de jogadores, não apenas de esquemas. Necessário faz-se o contato com outros centros, como por exemplo o interior paulista e o futebol mineiro. Agora, outra pergunta: É possível, nos anos 10 do século 21, uma direção de futebol viver nos anos 70 do século 20?

    • Gustavo Medeiros

      Concordo contigo. Já falamos sobre isso no Boteco. Do Roger ser verde.

      Tite, quando foi treinar o Grêmio, já tinha na bagagem um campeonato gaúcho, com o Caxias, sobre o Grêmio de Ronaldinho.

      • Perpétuo Dezazero

        Pior, amigo. E outra, Tite não tinha um Rui Costa por trás. Mesmo que tivesse, não aceitaria determinadas “sugestões” de cunho comercial. Abração.

    • Mas olha a diferença de jogadores que tinha o Titi quando assumiu o Grêmio. Brabo é tirar leite de pedra. Todo mundo tem uma tese para os fracassos do time. Eu tenho a minha: temos muito jogadores ruins no elenco, muito abaixo da média.

      • Gustavo Medeiros

        O fracasso do Roger está ligado ao sucesso do Roger.

        Com esse mesmo time, ele encantou o Brasil no ano passado. Ganhou de todos os líderes e vice-líderes. Goleou o rival. Jogou o mais bonito futebol.

        E agora se afunda nesse mesmo barco que ele construiu.

        • Alexandre Sanz

          Quando o time vai bem, ele tirou leite de pedra, quando perde é porquê os jogadores são insuficientes, na minha opinião nem uma nem outra, o fato é que ele conseguiu um sistema de jogar adequado as características dos jogadores, depois resolveu mudar, por pressões externas, ai os jogadores esqueceram ou se acomodaram, pois eu me lembro muito bem que se falava em intensidade, do time atual vejo intensidade no Everton e Geromel e em mais ninguém, o Douglas e o Luan se arrastam, o Giuliano tem jogado com intensidade mas tem errado muito tecnicamente (o quanto a falta de vontade de Douglas e Luan, que sucumbem a marcação o têm atrapalhado? Não sei), ele precisaria dar um sacode, antigamente se colocava no banco aqueles que vinham acomodados, lembro que o Felipão fez isso com o Arce em 1996, se ele tivesse aproveitado mais as oportunidades desde o ano passado já teria em Lincoln e Tontini como sombras dos ditos insubstituíveis, até poderia ter recuperado o futebol dos mesmos.

        • Arthur J

          O problema é que o Roger parece estar descontruindo a própria obra.

          A gente vê o Grêmio jogar hoje e parece que os jogadores se conheceram ontem.

      • Perpétuo Dezazero

        Concordo, amigo. Esqueci deste detalhe. Abraço.

  • Gustavo Medeiros

    Gostaria de compartilhar algo.

    Muito me incomoda essa história de “modernismo”. O Grêmio TEM que jogar com um falso 9. TEM que ter o controle do bola. NÃO pode ter um centroavante fixo. NÃO pode dar balão. NÃO pode dar carrinho. TEM que jogar elegantemente. TEM que ter mais posse de bola. Volante NÃO pode sujar o calção.

    Sinceramente, não me importo com isso. Não me importo com esquemas de jogo. O Tite jogava num 3-5-2 alegre. O Felipão, fechadinho, num 4-4-2 clássico. O Espinosa no seu estilo.

    Importante é ganhar. A raiz do Grêmio é de um futebol aguerrido e forte, igual ao hino do RS. De entrega total. Do suar sangue.

    Por que não pode existir essa entrega, essa garra, INDEPENDENTE do tipo de esquema e jogadores em campo?

    Não gosto de nomes, não gosto de rótulos. Não gosto de esquemas. Gosto de vitórias. E principalmente, de Títulos.

    • Alexandre Sanz

      Gustavo, concordo contigo em relação aguerrimento e força, independente do estilo, há que se ter muita vontade, ontem a noite estava vendo Real e Roma, e quase todas as vezes que a Roma tinha a posse de bola se via James e CR7 marcando em seu campo defensivo, com força aguerrimento e vontade, sem fazer faltas mas sempre na bola até forçar o adversário errar o passe, o Luan e principalmente o Douglas não fazem esse trabalho, quando joga o Henrique Almeida ou o Bobô ai são 3 jogadores que não marcam, no máximo fazem uma pressão alta, no momento que a bola passa ao campo defensivo acabam-se as tarefas deles, o Real Madrid, Barcelona, Bayern, PSG todos fazem as ocupações de espaço, o que deixa o adversário quase sem saída, apesar disso esses times também correm riscos, imagine um time que se dá o displante de ter 3 jogadores que não fazem esse tipo de função?

      • Gustavo Medeiros

        Aí você enxerga nosso Grêmio. Os dois volantes ficam sobre-carregados, precisam fechar o meio de campo, e abrem espaço entre as nossas linhas laterais. Sobre-carregando ainda mais os zagueiros que precisam fazer a cobertura.

    • Ilgo Wink

      Gustavo, pra ter esse aguerrimento é preciso temperamento para isso. A maioria dos jogadores do Grêmio não tem, são entes passivos, sem sangue nos olhos. E o treinador me parece um cidadão pacato, embora inteligente, conhecedor, etc.
      Não é preciso ser violento para ser aguerrido, lutador e indignado. O Grêmio sabe disso, tanto que tentou trazer Henrique, um jogador que não se conforma com resultado negativo.

  • Gustavo Medeiros

    Peço desculpa se para alguém parece chato aqui. Para mim, muitas vezes, aqui é o meu muro das lamentações.

    Se alguém escutou o Roger com calma ontem, depois do jogo, sabe que nada vai mudar.

    Marcelo Oliveira é capitão. Ninguém tira o capitão do time.

    Wallace Oliveira está em fase de readaptação ao futebol brasileiro.

    Fred, precisa de sequência para mostrar do que é capaz.

    Giuliano, só não joga como goleiro ou zagueiro para o Roger. Por causa da altura.

    Douglas é um, ou o único jogador do Brasil, que tem uma média, de uma “metida” por jogo, de deixar um companheiro na cara do gol.

    Luan é a referência técnica.

    Ou seja, só tem duas vagas em disputa. A do pobre Éverton. Um dos mais interessados do jogo. Mas como é novinho, pode ir para o banco. E a do atacante de referência. O “aipim” como gostam de dizer.

    • Alexandre Sanz

      Segundo footstats do BR2015, Douglas dá uma metida a cada 3 jogos.

      • Gustavo Medeiros

        Acho que nosso Roger não tem acesso as essas estatísticas, hehehe. Ele falou claramente ontem, que no mínimo, uma bola por jogo, o pifador coloca um colega de cara para o gol.

        • Alexandre Sanz

          Ontem foi o dia zerinho dele. Nosso comandante tá defendendo o bruxinho.

          • Gustavo Medeiros

            Agora, o Giuliano colocou uma bola para o Kai, ou Kaio, não lembro direito, que foi lance de craque. O guri, ao se ver cara a cara com o goleiro, na Arena, tremeu. Mas faz parte da aprendizagem. Pelo menos tentou, como volante subiu, se ofereceu, e apareceu no meio da defesa. Gostaria de ver mais dele jogando.

          • Alexandre Sanz

            Não achei que tremeu tentou o canto e o goleiro foi bem, outra, conclusão não é sua especialidade, se não ele não era volante.

          • Ilgo Wink

            Esse Kaio leva jeito.

          • Dilamar Costenaro

            No primeiro jogo dele, pelo time principal, acho que entrou no segundo tempo, eu comentei em casa, esse piá é bom de bola, tomara que tenha mais chances.

          • Perpétuo Dezazero

            Também acho. Acrescento Tontini e Wesley, além de Lincoln.

        • Alexandre Sanz

          Eu tenho, são 5 assistências para gol, 1 assistência a cada 6,2 partidas.

          • Ilgo Wink

            Eu dou duas seguidas. Duas desistências…

        • Ilgo Wink

          uma bola por jogo é muito pouco. Se ele ainda compensasse com movimentação, marcação, etc

    • Alexandre Sanz

      Dando uma metida a cada 3 jogos, se considerarmos que a cada 3 metidas saí um gol, então veremos o Douglas dar uma assistência para gol a cada 9 partidas, dessa forma sou favorável o esquema do Porta, 3 zagueiros e 3 volantes.

      • Gabriel

        Alexandre, se os laterais não derem resposta ofensiva e suas costas continuarem uma avenida não tenho dúvidas que pelo menos um zagueiro será deslocado para lá.

    • Perpétuo Dezazero

      Não tens que pedir desculpas, Gustavo. O Ilgo, de forma legal, nos proporciona é isto mesmo: um local para externarmos nossos pensamentos e expectativas sobre o Grêmio…

      • Ilgo Wink

        esse boteco não tem dono

        • Perpétuo Dezazero

          Obrigadão, amigo Ilgo Wink!!!!!

    • Ilgo Wink

      Fica tranquilo. Gostamos de saber que outros também estão sofrendo como nós, ehehehe

  • Luis Augusto Waschburger

    Ontem eu quase fui no jogo.
    Sou sócio desde 1994, quando tinha 17 anos.
    Aí pensei: “Pra ver o Douglas e ficar de bico seco? Em casa, pelo menos, a cada passe errado “do senhor grisalho” (como disseram mais abaixo) eu posso tomar um gole de whiskey.

    É muito brochante ter o Douglas no time.
    Ver o Grêmio despencando em rendimento e este senhor travando o crescimento dos jovens.
    É fevereiro e eu já estou de saco cheio deste time do Grêmio.
    Alan Ruiz podia não ser a melhor coisa, mas era o único jogador que chutava de fora da área.
    Já o Douglas não tem força nem pra cobrar os escanteios. É deprimente.
    E, a esperança que eu tinha dele sair do time com a chegada do Miller, vai diminuindo.
    Estou muito triste com o Grêmio e com o Tio Roger… “Traz nosso Grêmio de volta, Tio Roger!!!”

    • Alexandre Sanz

      Baaahh, agora lembrei daquele chutinho que ele deu da entrada da área livre, livre, livrinho da silva, kkkk, se fosse o Ruiz tinha enfiado goleiro e tudo pra dentro.

      • Marcos lena

        deu um traquesinho, um peidinho de chute, 6 digitos de salario para fazer isso. O que não faz um cigaretz num corpo.

      • Eder

        O Grêmio investiu la plata para ficar com o maicon. Alan ja marcou 4 no campeonatto argentino, é o artillheiro.

        http://www.ellitoral.com/index.php/id_um/126415-de-algun-lado-juntaremos-la-plata-para-comprar-a-alan-ruiz

        • Ilgo Wink

          Alan deveria ter vindo

        • Luis Augusto Waschburger

          Eu acho o Maicon importante para a mecânica de jogo do meio campo. Não sei se tem ligação a “não vinda” do Alan com a renovação do Maicon…

          Acho que foi inépcia da direção mesmo. Preferiram ficar com o Douglas…

          • Stiven

            preferir Douglas a Alan Ruiz… Um dos motivos da nossa sequência sem títulos! Grande Rui Costa…

    • Ilgo Wink

      os dias dele estão contados

      • Luis Augusto Waschburger

        Opinião ou informação, Ilgo?

        • Ilgo Wink

          Reservo-me o direito de nada declarar

          • Luis Augusto Waschburger

            😉

          • Marcos lena

            boa essa – hahahahaha

          • Alexandre Sanz

            É informação então, vai pra China????? 😀 😀 😀 😀

  • Francisco Coelho

    O grande problema é o desconhecimento de mercado tendo dependência de programas e empresários por diretores. O Roger têm problemas com administração de pessoal e falta quilômetros em experiências.
    O ideal seria ter um respaldo de um coordenador tipo Zagallo ou alguém assim para segurar as pontas e ajudar na montagem da equipe. Falo Zagallo por todos conhecerem.
    Sem este anteparo é complicado pois sabemos que o meio é um ninho de cobras.

    A alteração de peças é fundamental para melhoria do desempenho. Bugre também não possui experiência nem rodagem para montagem de equipe.

    • Fiscal da Pipoca

      Não me fala em Zagallo que eu lembro daquela Libertadores em que ele convocou o Paulo Nunes pra passear na Europa, enquanto o Grêmio decidia uma semifinal com o Cruzeiro.

      • Francisco Coelho

        Leia: tipo Zagallo ou alguém assim. Kkkkkkkkkkk

      • Ilgo Wink

        Zégalo nunca. persona no grata

    • Ilgo Wink

      Falta um cara forte no futebol.

    • Gabriel

      Esse homem forte do futebol gremista poderia ser Luís Felipe Scolari, mas esse ainda tem mercado como treinador. Talvez valdir Espinosa.

      • Luis Augusto Waschburger

        Eu gosto do Espinosa. Mas não sei até onde não seria uma espécie de “solução mágica”.
        Acho que o último que fez este trabalho bem foi o Rodrigo Caetano…

        • Gabriel

          Esse é um erro comum no Grêmio, tanto o Rodrigo Caetano quanto o Rui Costa são gerentes. O cara de voz forte no vestiário e discurso externo não pode ser eles, precisa ser um vice político, a figura do velho vice de futebol, que transmita a voz oficial sobre o que o clube quer para o futebol. Os gerentes são mais operacionais.

          • Luis Augusto Waschburger

            Que é o que hoje deveria estar fazendo o Pacheco. É isto? Se sim, eu trocaria os dois: RC por Rodrigo Caetano e Pacheco pelo Espinosa

          • Alexandre Sanz

            Espinosa seria o nome certo, tem experiencia é gremista e está conectado ao futebol atual.

  • Marcio Luiz

    Não sei se alguém já falou, mas o Douglas não acerta nenhum escanteio, todos são curtos, sem força. Se eu fosse zagueiro do Grêmio nem mais subiria ao ataque nas bolas paradas. Dai saiu o Douglas e foi o Fernandinho cobrar 3 escanteios na sequencia. Os 3 curtos sem força. Q raiva.

    Será q Roger não vê isso??? Todo jogo é a mesma coisa. E é sempre os mesmos q cobram. É inútil continuar assim.

    Se Roger insistir com Douglas, cairá antes do Grêmio na LA e na Primeira Liga

    • Luis Augusto Waschburger

      Também comentei isto mais abaixo: “Já o Douglas não tem força nem pra cobrar os escanteios. É deprimente.”

      É isto mesmo. Luan faz gol de falta e nunca mais cobra. Luan faz assistência pra gol depois que o “senhor grisalho” saiu, mas certamente continuará sem cobrar enquanto este “senhor”, que é a suposta, pseudo, referência técnica estiver em campo.

      Este “senhor”, além de não produzir, atrapalha e atrasa a produção e o desenvolvimento dos demais.

      Estou muito triste e irritado.

      Enquanto este “senhor” fardar, não vou mais ao estádio.

      Estou cogitando passar a ir ao cinema nos dias de jogos enquanto este “senhor” estiver em campo.

      • Marcio Luiz

        Concordo ctg. E olha, acho q vou assinar o Netflix kkkkkkkkkkkkkkkk

        • Ilgo Wink

          Ainda não assinou?

          • Marcio Luiz

            Ainda não, o torrent funciona bem aqui!

  • Fábio D.

    A torcida está pessimista, mas como não ser assim. Em 2013, o Grêmio começou a libertadores um tanto quanto vacilante. Nos classificamos para a fase de grupos, o Grêmio estava na pré-libertadores, nos pênaltis. Em um jogo duro. No primeiro jogo da fase de grupos perdemos, em casa, para o time do Brain, o Huachipato, depois, fora, contra o Fluminense, vencemos por 3×1 com show de Barcos. No jogo seguinte, na Arena, contra os colombianos, metemos 4×1, em novo show do time. Pensei comigo “agora vai”, “ninguém segura”, então o Grêmio foi a Colômbia e perdeu de 2×1, depois empatou em casa com o Fluminense e fora contra o Huachipato, por fim, caiu fora no gol qualificado para o Santa Fé. Cris arrebentou o time duas vezes sendo expulso contra o Fluminense (casa) e contra o Santa Fé (onde cometeu um pênalti ridículo).

    Em 2011 a decepção foi o time de Renato, que tinha acabado o Brasileiro fazendo um segundo turno espetacular e chegado até a Libertadores. Nem começou a libertadores e já tínhamos perdido o Jonas e fomos de Lins, Viçosa e Gilson para a libertadores, por milagre chegamos as oitavas, e, óbvio, ali ficamos.

    Resumindo… é disso que temos medo. Róger é um bom treinador, fez um excelente primeiro turno e um bom segundo turno, ano passado. E o ano passado, óbvio, está no passado. O que ele vai conseguir tirar do time, daqui pra frente é que vai fazer a diferença para 2016. Acredito em classificar para as oitavas, mas, conforme os dois exemplos acima, o risco é grande de novamente ficarmos nas oitavas. Mesmo quem gosta muito do Róger, como eu, não pode deixar de reconhecer que os sinais não são bons.

  • Walter Luis Borba

    Alguém assistiu o Resenha – ESPN – o Rodrigo Fernandez e o Sorin, estavam com Djalminha, Raí e Pintado.

    Raí e Pintado, o primeiro mais polido e o segundo mais “porra” loca, cada um no seu estilo, ESTAVAM INDIGNADOS com a “atitude” do time do São Paulo.

    Falaram várias verdades sobre os jogadores atuais:

    1º Pensam NELES. E não no Clube.
    2º Para JOGAR num time, por ex. como o São Paulo, eles TEM QUE SABER PORQUE ESTÃO JOGANDO NO SÃO PAULO!
    3º Se três ou quatros jogadores estiveram mais ou menos A FIM, nada dá certo, isso aflige o grupo e tudo dá errado.

    Enfim, tudo que eles falaram SE aplica ao Grêmio.

    Tem jogador pensando só nele. Tem jogador que NÃO SABE o que é o GRÊMIO. E ainda, tem uns três ou quatro que REALMENTE ESTÁ com tesão.

  • Ilgo Wink
  • Bruno Adler

    O caso Douglas escancara todo amadorismo da imprensa “especializada” em esporte no RS. Essa nulidade afunda o esquema do Grêmio, não acerta um passe. É uma vergonha para o time do Grêmio ter como 10 um semi obeso cachaceiro.

    • Fábio Viana

      Pelo contrário, Douglas acerta a grande maioria dos passes.
      O problema é que são sempre “tapinhas” para o lado.

  • Francisco Coelho

    Vai um acarajé?

    Engraçado o misere de alguns clubes e a gastança de outros. O Atlético MG acabou de contratar o Clayton disputado por uns 5 clubes más não paga o Grêmio pela compra do Victor.
    Com 201 advogados o Grêmio leva uma eternidade para receber um dinheiro que faz falta. Deveriam ter pego alguns jogadores más não têm conhecimento para isso. Estou até sendo bonzinho…

    RC segundo me venderam faz o que é solicitado. Vasculha jogadores com contrato vencendo e que não vá renovar por não ter se adaptado ou aprovado onde andou.
    Todos têm direito à uma segunda ou oitava chance. Douglas é o exemplo…
    No funil podemos destacar o Geromel que conseguiu dar a volta por cima e até ser considerado por diversos clubes e grandes treinadores.
    Dos afastados lá fora a grande maioria chega cheia de banca más o futebol sumiu. É a grande maioria…
    Mesmo com os agentes prometendo empenho o resultado no campo é pífio.
    Têm muito ouro de tolo sendo oferecido.

    No elenco procurando o Roger pode encontrar a solução mais fácil que esperar por readaptação ou soluções mágicas vindo do exterior.

    • Walter Luis Borba

      Francisco,

      Também não entendo, posso estar errado, mas é possível que 70% dos Dirigentes “ilustres” do Grêmio, aqueles “bambam” sejam Advogados (donos de grande escritórios), desembargadores, Juízes…..

      E não tem uma viva alma que possa “auxiliar” o Clube, de uma maneira mais clara, sem floreios….

      Já vi, um excelente advogado e gremista, ir em rádio dizer que o Contrato da OAS NÃO poderia ser levado a apreciação do Judiciário?!!

      Já vi, outro ótimo advogado, que nesse caso do Atlético MG o grêmio deveria aguardar a decisão do Judiciário…

      A partir dessas opiniões o que eu acho, é que POUCOS, MUITOS POUCOS se importam com o Grêmio.

      Não falo de torcedor. Mas sim de DIRIGENTES.

      Se não fosse por nós torcedores, acho que o Grêmio seria um Guarani.

      • Francisco Coelho

        É bem por ai…

  • Fábio Viana

    Gosto de ganhar. Mas gosto de ganhar jogando bem.
    Dá confiança aos jogadores e intimida os adversários.

    Se houvessem pessoas competentes no futebol do Grêmio, a estadia de Roger na casamata, poderia ser revolucionária no clube. Assim como foi Foguinho, Telê Santana e Felipão.
    A filosofia de futebol do clube se modernizaria. Desde treinamentos, até estilo de jogo. Seríamos pioneiros no futebol, novamente.
    Chegamos bem perto disso. A incompetência, sempre ela, atrapalhando o clube. Nosso diretor de futebol é o homem de R$ 80 milhões de déficit.

    Falam em aproveitar a “base”, mas os reforços NUNCA vem da base. Sua última passagem pelo Grêmio, pode ter sido ruim, mas uma coisa não se pode negar. Felipão tem culhão. Ele que lançou, Wallace, Lincoln e Pedro Rocha.
    Falta a Roger a coragem e discernimento de colocar os jovens para jogar. Wesley e Raul, não podem ser piores que o W.Oliveira. M.Hermes e Júnior, não podem ter seu desenvolvimento atrapalhado pelo M.Oliveira. Antes fosse um lateral como Gilberto, Roger ou Wendel.

    Me nego a falar de Douglas.
    cornetadorw.blogspot.com/2016/02/giuliano-e-luan-foram-osa-grandes.html

  • Francisco Coelho

    O RW e os aipiNistas mostra os rachas. Eu falo mandioNista ou macaNista. Kkkk
    No Alegrete é mandioca e no Recife macaxeira.

    Independentemente do nome a verdade é que todos têm chance menos o Batista ou qualquer outro da base. Se contratarem o Zé da couve vai ter 10 jogos para mostrar o futebol más guris da base alguns minutos e em jogos encardidos.
    Outros que viraram banqueiros foram Lincoln e Tontini. Vão engrossar as pernas treinando más na hora que bater o desespero Roger vai jogar um ou os dois na arena aos leões.
    A história e o retrospecto mostra isso. Falta aquilo roxo e direção de futebol competente.

  • Jorge Hohmann

    O Grêmio do “estudioso” é exatamente igual ao Grêmio do Luxa e do Renato. Não há absolutamente nada de diferente. Tirando aqueles espasmos ocasionais no primeiro turno do Brasileirinho do ano passado…é o mesmo Grêmio de há tres anos. É preciso parir uma bigorna para se conseguir um chutinho a gol. E como os laterais inauguraram na defesa duas avenidas de fluxo fácil, entra quem quer na área onde existe um só zagueiro. O Grêmio conseguiu a proeza de NÃO tomar gol do NH( porque toma pelo menos um em todas as partidas) mas fez apenas um golzinho de “chiripa”. Ou seja, aritmeticamente, é correto afirmar que o Grêmio, para ganhar uma partida, é preciso fazer, no mínimo, dois gols. Ora, se para fazer um é um calvário pela frente, imagina o quanto vem de sofrimento por aí. Ficar na dependência de “Évertons”, “Pedros Rocha”, “Almeidas”, “Douglas” e “Giulianos” ( o reserva do Inter que veio para solucionar os problemas do Grêmio vem mal há horas mas…deixa ele lá, senão eles inventam a volta o “Ramirinho”) é dureza para esta torcida que sofreu demais com Pará, Cris, Adriano, Felipe Bastos, André Silva…ufa! Pensamos que desfazendo-nos destas perebas a coisa iria melhorar? Eis que conseguiram a proeza de trazerem coisa pior. Parece até que as comissões dos empresários estão bem acima dos interesses da torcida.

  • Marcio Luiz
  • Eder

    Francisco, Qual tera´sido o motivo do nao aproveitamento do menino Erik no grupo principal? No Lajeadense marcou 3 no campeonato, mais que os atacante gremistas:
    “Depois de trocar passes em meio aos volantes do Brasil, Erik recebeu na área, pedalou na frente de Xaro e concluiu com chute cruzado, fazendo a bola morrer no ângulo de Martini, vencendo assim, a meta dos pelotenses.”

    • Francisco Coelho

      Eder; mistérios do treinador e do Grêmio. Pode ser para não ofuscar alguém ou questão de contrato e agente muito comum com o RC.
      Erick Samuel Correa Farias .
      É a famosa CX preta e falta de transparência…

  • Francisco Coelho

    http://jbfilhoreporter.final.com.br/2016/02/23/gremio-preserva-alguns-jogadores-e-este-deve-ser-o-time-em-rio-grande/

    Provável time: Grohe; Wesley, Geromel, Fred e Marcelo Hermes; Edinho, Kaio, Luan, Lincoln e Everton; Henrique Almeida.

    Banco: Bruno Grassi, Bressan, Thyere, Jailson, Tontini, Fernandinho, Batista e Bobô. (um deles vai sobrar)

    _____000_____

    A minha pergunta é quem sai já que só podem ficar 8. Thyere, Jailson ou Tontini???

    Eu não usaria o Luan que já vem com problemas de pé num gramado desconhecido. Miller não tem condições de jogo e perdendo Luan complica e muito.

    Esta seria a partida para Lincoln e Tontini com Henrique Almeida e P. Rocha. Já que o Éverton foi o escolhido deveria ser preservado como os demais (Wallace, Marcelo Oliveira, Douglas e Giuliano) além de Maicon num DM providencial. Kkkkkkk

    • Arthur J

      Levo mais fé nesse time do que no titular (Sem Walace e Miller, claro).

      Sobre quem sobra, Jailson é o único volante reserva relacionado, deve ser mantido.
      Pela lógica, deve sobrar um dos zagueiros ou um dos centroavantes. A dúvida deve estar entre Thyere e Batista. Acho que sobra o Batista (injustamente, diga-se de passagem).

      • Francisco Coelho

        É provável.

  • Francisco Coelho

    Estava procurando o que não perdi no controle da ClaroTV e entrando nas rádios escutei a Gaúcha na sala de babação.

    No pouco tempo que fiquei ouvi que os vermelhos assinaram com o canal Esporte Interativo ou EI da Turner Broadcasting System Latin America (Time Warner).

    Procurei ler mais sobre o assunto, mas não encontrei até o momento. O Grêmio vai acompanhar ou aceitar as imposições da Globo?

    A aparente revolta dos clubes já fez a Globo elevar as cotas, mas ainda há muita diferença e espaço para SP e RJ. Os mineiros aceitaram pelo que li e alguns nordestinos por medo de sumirem.

    Terá o RS briga para união e enfrentamento contra a injustiça da distribuição?