A ‘gurizada medonha’ do Grêmio

Enquanto via, espantado, o time C do Grêmio dar um calor nos titulares do Atlético Mineiro, no estádio Independência completamente lotado, não pude deixar de lembrar do ‘gurizada medonha’.

Quem transitou pela Rua da Praia, nas imediações da rua Uruguai, ali pelos anos 90 e 2000, deve ter deparado com um vendedor de bilhetes com voz de tenor, rosto sofrido, ao lado de um menino com múltiplas dificuldades, numa precária cadeira de rodas.

“Gurizada Medonha”, gritava o vendedor – já falecido se não me engano – para chamar atenção e vender seu produto ou ganhar uma esmola.

Não encontro melhor expressão para definir esse bravo time de jovens do que esse bordão.

Foi uma gurizada medonha tricolor que deu um susto nas estrelas do time mineiro. Foi lindo de ver Robinho e Fred correndo como loucos e nos minutos finais se esgarçando para garantir a vitória por 4 a 3. Um resultado, injusto, festejado como título pelos experientes jogadores do Atlético e sua torcida, que foi ao jogo pensando que veria uma goleada tranquila e acabou sofrendo até o apito final.

Na verdade, o time gremista surpreendeu a todos, inclusive sua própria torcida. Quando vi a escalação do Atlético e a do Grêmio só pensei numa coisa: tomara que não seja por mais de 3 gols a derrota.

Bastaram alguns minutos para começar a mudar de ideia. A gurizada gremista mostrou que é medonha. Saiu três vezes na frente do placar, algo inimaginável, coisa de atordoar o técnico Osvaldo Oliveira, que antes do jogo lamentava que o Grêmio fosse obrigado a improvisar tanto em função de sua situação pré-mundial. Osvaldo, é claro, previa uma vitória fácil, serena, sem sobressaltos.

Bem, vamos ao que interessa: quem teria condições de dentro de alguns meses disputar posição no time titular?

Hoje, ainda sob efeitos da atuação impressionante da gurizada, um time inexperiente que mostrou entrosamento difícil de entender num time que fazia sua primeira apresentação no Brasileirão, eu devolveria a pergunta com outra: quem ficaria de fora?

Sem titubear, apenas o goleiro Bruno Grassi, justo o mais experiente. Ele começou muito bem, mas acabou levando dois gols de falta. O segundo foi de muito longe. Está certo, foi uma bola batida pelo Otero, cobra muito bem, e a bola fez uma curva a poucos metros do Bruno. Mesmo assim, inaceitável.

Logo depois, o Atlético teve um jogador expulso, as luzes do estádio se apagaram. Quando o jogo recomeçou, após uns 10 minutos, a gurizada tricolor foi pra cima e encurralou Fred e cia. Tentaram intimidar os jovens na base da porrada e dedo na cara. Sem efeito.

A lamentar que o craque do jogo, Jean Pyerre, 19 anos, tenha saído por lesão ou cãibra. Com ele em campo para articular as jogadas, o que acabou faltando, o Grêmio poderia ter vencido. Um Grêmio que mostrou em vários momentos no jogo um futebol tão envolvente quanto o dos titulares, evidenciando que aí tem a mão do mestre Renato Portaluppi.

DESTAQUES

Bem, Jean Pyerre abre a minha de lista de destaques, ele que ao lado de Patrick já vinha despontando. Penso que ele Renato deve levá-lo para o mundial.

Num nível logo abaixo colocaria Pepê, um atacante rápido e atrevido. Depois, o atacante  Dionathã, os volantes Balbino e Machado, a zaga Ruan e Emanuel (quase não deixaram o guru dos aipinistas jogar) e o lateral Conrado.

Claro, que o futebol nesta fase é um funil apertado. Poucos passam para o time principal e se destacam.

Mas o fato é que essa geração é muito boa, ao contrário do que parecia. Como dizia o narrador do jogo pela TV, é uma meninada que dá muita esperança e que neste domingo deixou orgulhosa a torcida gremista.

 

 

 

Se gostou, compartilhe!

  • wilson santos

    Olha, acho que vem um novo Luan ou Arthur por ai hein…a base vem forte.
    Patrick, Jean Pyerre, Dionathã, Poletto, Matheusinho…acho que ao menos uns dois desses vão estourar e dar muitas alegrias à torcida gremista.

    • Ultron

      O Dionathan é um que parece jogar com a tranquilidade de um veterano.

      • Deny Camargo

        o Dionathã pra mim é o melhor de todos seguido pelo Jean Pyerre. Guardadas as proporções ele me lembra o Mbappé. Tem muita explosão, mas tembém habilidade e é atrevido.

        • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

          Também vejo assim, Deny.

          • Marcos Lena

            achei o Pepê mais liso e rápido que o Dionathã

          • Deny Camargo

            Pra mim Pepe = Everton e Dionathã = Pedro Rocha.

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Marcão, não esqueça que o Lima do Ceará e o Guilherme do Botafogo que tiveram um ótimo ano voltam em janeiro e também serão reintegrados ao elenco no planejamento de 2018, pois jogaram muio futebol em 2017.

          • Ultron

            O Guilherme melhorou muito no time do Botafogo.

    • Márcio Tubarão (PDF FIFA)

      Não esqueça do Baptista que quando entra, se não faz gol, apavora a defesa adversária. Ontem, ele já guardou um. Acredito que ele terá um futuro brilhante.

      • Eduardo

        Concordo fez um golaço contra o Botafogo no Rio certa vez, de quem sabe o de ontem tb ótimo centroavante!
        Abraço s,

        • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

          Dudu, não esqueça que o Lima do Ceará e o Guilherme do Botafogo voltam em janeiro e serão integrados no elenco para o planejamento de 2018.

  • Igor Klein
  • Eduardo D’Alascio

    Sobre os gritos que ouvi hoje no jogo, que dizia EU ACREDITO! Sim, meu Grêmio, eu acredito. Vamos buscar o bi que escapou em 95.

    • Ilgo Wink

      Temos todas as condições de título mundial

      • Eduardo D’Alascio

        Boto fé !!!

        • Humberto Ramos Roman

          Eu acho que o jogo mais difícil será o primeiro. Pela estréia e pela carga emocional de não repetir o Mazembe.
          Se passarmos vamos engolir o Real.

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Humberto, acho que ganharemos as duas mesmo que o Real Madrid nos dê muito trabalho, mas confio no time e no trabalho, pois o mano está fazendo um grande trabalho como Vice de futebol e já cravou o nome na história, pois não vaza nada depois que ele assumiu, e isso é muito bom para a harmonia do ambiente no vestiário.

  • Walter Luis Borba

    Ilgo,

    É provável que a Base tenha se inspirado no time Titular para jogar o que jogou hoje.
    Com o time profissional ajustado, vencendo e convencendo, fica mais fácil para os “Guri da Base” entrar sem “responsabilidade”, “sem medo de ser feliz” e fazer um jogaço como fez hoje.
    Quero crer que pelo menos dois nomes dessa base logo logo, possam estar no grupo principal ao lado de Artur (se não foi vendido) e do Luan. Assim, quem sabe o ano que vem tenhamos mais títulos.
    —-x——

    Não tenho procuração por ele, muito menos pedi autorização para falar dele.
    Contudo, não posso deixar de registrar as inúmeras vezes que o Chico Coelho defendeu aqui nesses espaço vários desses jovens.
    Falou e fala muito de Pepê, Balbino e Jean Pierre.
    Chico sempre pede seriedade e compromisso com base.
    Enfim, peço licença no teu espaço Ilgo, para parabenizar o Chico por não desistir da base nunca.

    ———-x————-

    Dalhe Grêmio e rumo ao Mundial de Clubes (Fifa não existe mais, a IVI acabou no dia 30, segundo o RW)

    • Ilgo Wink

      Bem lembrado, Walter.

      • Rodrigo Mello

        Ele escreve bem e entende bastante das categorias de base e se aceitasse opiniões divergentes daria até para dialogar. Mas é de difícil trato pela Internet, imagina na vida real. Mas o que é do homem a gente não tira, entende muito sobre categorias de base. Lembro que foi o primeiro a falar no Walace por exemplo.

  • HENRIQUE MARTINS

    Ilgo,
    Grande jogo da gurizada.
    Já já colheremos mais frutos do que vem por aí.
    Mas me lembrei de um fato………..aliás, ninguém mais comentou isso diante dos últimos acontecimentos.

    BOLANÕS, como você deve estar se sentindo ????

    Arrependido?

    Aproveito para sugerir um nome, um meia esquerda, tragam o Marlos (ex-Coritiba e São Paulo).
    Um centroavante deve vir também…….aí estaremos bem servidos.

    • Ilgo Wink

      bah, no fim nem precisamos do Bolanos, laranja podre no saco

    • Ultron

      Os eventos recentes perpetrados pelo Grêmio foram tão grandiosos que Bolaños hoje para mim é só o sobrenome do Chaves.

  • Rodrigo Mello

    Como tinha tomado muita ceva hoje, fiquei muito chateado quando perdemos o jogo depois de estar 3 vezes na frente, mas depois de cabeça fria fiquei muito feliz com a garotada, pois minha expectativa era de o mesmo que aconteceu contra o rebaixado Santa Cruz ano passado, sermos humilhados, mas por incrível que pareça foi um calor no atlético. Pesa muito o fato de jogar sem responsabilidade, isto ajuda muito ao atleta fluir sem tanta pressão. Um excelente início de semana aos amigos Gremistas.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Tenente, que pena, também achei que finalmente hoje iríamos vencer a 1ª partida com o time C, mas ainda não foi desta vez e gostei muito do desempenho de Jean Pyerre, Dionathan, Pepê e Batista.

      Achei que Machado confirmou ter um bom potencial, que o Lucas Poletto tem boa velocidade e domínio, mas a dupla de zaga foi totalmente envolvida pelo adversário e temos que dar um desconto pela inexperiência enquanto que o goleiro fez boas defesas e depois tomou dois gols de falta que para mim eram defensáveis.

      Agora estamos só pelo Mundial de clubes e estou muito confiante no time para este evento. Boa semana.

      • Ilgo Wink

        Esqueci de citar o Poletto como um dos destaques

        • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

          Ilgo, não esqueça que os jovens Lima do Ceará e o Guilherme do Botafogo que jogaram muito futebol este ano voltam em janeiro e serão integrados no elenco para o planejamento de 2018.

    • Ilgo Wink

      Como observou o Roman lá em cima, o apagão de ajudou o Atlético.
      Corte de luz providencial naquele momento
      Se eu fosse dirigente do Atlético faria uma limpa.
      De preferência mandando o Otero para o Grêmio

      • Rodrigo Mello

        Verdade,pedir para o Roman dar esta sugestão do Otero para o irmão dele.Como chuta bem este Venezuelano, muitos jogos são decididos de chute de longe e ou bola parada. Mas o bom jogo da gurizada deu um alento a qualquer Gremista.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Gurizada medonha do Grêmio

    Ilgo, todos nós sabemos que a base é a ”base de tudo”, mas isso não pode se transformar apenas em uma decoreba costumeira porque já lemos e ouvimos muitas vezes tantas coisas por aqui e nunca se confirmaram ”se” não fizer a coisa certa e na hora certa como foram feitas com Anderson, Lucas Leiva, Douglas Costa, Fernando, Alex Telles, Wendell, Luan, Wallace, Pedro Rocha, Arthur, senão …..

    ….. teremos mais algumas mentiras como Felipe Mathioni, Anderson Pico, Mithyuê, Saimon, Leandro, Mamute, Bitecos, Lucas Coelho, Marcelo Hermes, Raul, Junior Tavares, Lincoln entre outros que eram muito elogiados por aqui e tanta gente entendida até discutiam e debatiam exigindo a titularidade de vários deles ”nas decorebas” com críticas aos gestores, mas, cadê os ”talentos” ….. pois é.

    É evidente que nos alegra muito o que vimos hoje quando tivemos mais uma boa amostra do futuro e sabemos que poderemos lapidar mais algum talento entre Machado, Balbino, Pepê, Jean Pyerre, Patrick, Dionathan, Batista, mas vamos devagar porque o processo é lento, senão, queima uma boa promessa, mas como diz o nosso bom Presidente que sabe realmente o que faz, o estoque ”de ativos” está bom.

    • Ilgo Wink

      Esta direção faz um ótimo trabalho na base. os resultados e o jogo de ontem mostram isso

      • Roberto Naime

        Acho que esta competente direção valoriza os jovens…mas algo não “fecha”, não sei o que é…desculpe o desconhecimento…

        • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

          Roberto, outro dia esse teu ”desconhecimento” era um tal de ”panelismo & bruxismo” do Renato que tinham passado do razoável como tu disse, mas O CARA levantou duas grandes Taças conquistadas em apenas 11 meses com ótimo trabalho sendo que a última nos levou para o Mundial de clubes.

          Pergunto: se ”algo não fecha”, como que o Grêmio conseguiu negociar Wallace e Pedro Rocha além de valorizar Luan e Arthur que valem hoje juntos 75 milhões de euros após a chegada desse treinador que foi peça importante na renovação de contrato do Luan que estava aí sendo tachado de mercenário por muitos, inclusive aqui ????? Pois é.

          • Rodrigo Mello

            Ele só quer tumultuar, criar caso, faz isto sempre…………………………………..

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Tenente, acho que tem sempre uns urubus fora do ninho ”de tocaia”. Normal.
            Viva o Grêmio neste momento sublime com um planejamento perfeito, e isso ”eu” já sabia.
            Oremos ….. !!!!!

      • Rodrigo Mello

        Importante neste processo é ter o Renato, que sabe muito bem valorizar a base, tem o feeling de manter todo mundo rodando e jogando, isto faz o atleta nunca ficar na zona de conforto e estar pronto para quando chamado ao embate. A direção tem o tato de deixar o Renato trabalhar, embora muita gente para criticar os dirigentes (questão pessoal e política) falem que o técnico toma conta de tudo. Mas eu concordo, se eu não domino algo, deixo para quem sabe fazer e procuro não atrapalhar, apenas assessorar da melhor forma. Esta sintonia na direção e Renato é muito salutar para o bom desempenho e resultados que estão ai.

  • gremiocampeaomundial

    Em face da sequência atípica do City na Premier League, resolvi dar uma olhada pra ver se entendia algumas coisas.

    Embora tenha fama de “liga competitiva”, vale se comparado aos absurdos europeus que chegam a ter campeonato de um só (PSG na França e Bayern na Alemanha). De qualquer forma, é válido.

    O City sendo um dos cinco habituados ao topo da coisa, resolvi ver como foi a história com os outros quatro. Assim como o Leicester 2016, o Watford em 2017 arrancou alguns stats menos dramáticos (e levou um saco igual).
    Depois de ler stats de 15 jogos, o time do Guardiola tem mais de 70% de posse em quase todos eles.

    As exceções? Uma foi tão casual que nem lembro, acho que o Everton. A “surpresa” Watford também. E os jogos contra Arsenal e Chelsea.

    Nesses jogos os números parecem normais. Eu nao duvido que certos clubes por aqui tenham números parecidos, ou provavelmente tivesse caso não precisassem de prioridades. Caso de clubes tradicionais jogando estadual, por exemplo.

    O Guardiola foi uma espécie de símbolo, defensor e “líder” de uma idéia abstrata e pra lá de contestável, que venceu pelo cansaço após o Cruijff cansar – e mesmo assim conseguiu convencer o clube a seguir teimando. Obviamente, quando algo de errado não está certo, costuma dar errado. Por isso as bases do “Tiki-Taka”, entoadas como mantra desde o começo dos anos 90, não só levou 15 longos anos para funcionar como mais ou menos se achava que deve, como também dependeu de uma promoção atípica de uma base vencedora e, a exemplo do Ajax dos anos 70, que tinha as peças certas. Ainda que pra fazer algo muito, mas MUITO longe do Total Vöetball de Michels.

    Aí eu vejo ele vencendo e compreendo todo o contexto, mas o contexto faz parte. Se o Chelsea tivesse disparado, eu teria de reconhecer o mesmo tanto. Ele tem bons jogadores e 15 dos 19 adversários são ridículos. Mas os outros quatro também os enfrentaram e não lograram o mesmo êxito.

    E entao me dei conta que o cara não virou um gênio, só desapegou. Do óbvio. Porque a estupidez que ele mesmo criou É óbvia. “Ele” em termos, já que La Masia fez a “magia”, o diferenciado segurou as broncas quando aconteceram, e a Espanha do Aragonês convocou metade daquele time – sem o Messi – pra ganhar a Euro. Isto, somado a uma Copa regada a 1×0 das oitavas à final, já com as calças na mão e preparados pro Extra Time. Mas como o Universo sempre empata o jogo, anos se passaram e, hoje, “Pep” Guardiola é treinador de um time qualificado e que joga com uma proposta razoável, que retem a bola. Razoável, nada de tiki-taka.

    Agora, por que estou dizendo tudo isso?
    Porque estamos numa espécie de bolha. Se o time entrega a bola ao adversário mas controla o jogo, há quem levante dados com índices precisos do que quer que estejam tentando defender – e que no fundo é menos importante do que o tiki-taka que não aconteceu. Dentro da mesma bolha, uns dias chove noutros dias bate sol, já dizia o poeta. Quando o time se impõe e, talvez por força do acaso, talvez pela postura proativa, acaba com maior posse de bola. Some-se isto a alguns números de passes e isso e aquilo que são citados sem nem mesmo saber se é pouco, muito ou nao faz sentido, mas que é falado COMO SE FOSSE algo positivo.

    É óbvio que o Grêmio, em dados contextos de jogo, como decidir e conseguir se portar e adaptar àquela realidade de momento, terá dias de posse. A posse, é como o passe. Ele não é um demônio a ser exorcizado. Ele só não pode virar um – e o que não falta no Brasil hoje em dia são cópias carbonadas do ESTUDIOSO, que por sua vez são as cópias do Tite, que por sua vez entra na cachola dos boleiros como poucos. Especialmente levando em conta o estilo dele. Boleiro costuma ouvir… outro boleiro, quando ouve.

    E essa é a minha resposta à pergunta que ninguém fez: o City tem méritos, e o Guardiola também.
    Dentre os quais, posso chamar de mérito, NÃO usar o infame tiki-taka, muito menos de forma obsessiva e comprometendo a objetividade competitiva.

    Parabens, Guardiola, e parabens ao Manchester City, por jogar futebol e não pebolim da Catalunha.

    Boa sorte ao Roger no Palmeiras. Aliás, boa sorte em qualquer lugar. Quanto mais sorte ele tiver onde estiver, menor a chance de…

    … (bato na madeira) PÉ-DE-PATO-MANGALÔ (três vezes).

    Melhor nem falar pra não dar azar (nem idéia).

    • Rodrigo Mello

      Boa análise, legal ver uma ideia bem embasada, a gente aprende sempre mais um pouquinho. Vou acompanhar mais o City,tá fazendo campanha impecável.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Boa visão, ”Meu Caro” ….. é por isso que acredito muito no Roger ”do futuro”, pois posse de bola pra mim será sempre mais importante visando sempre a objetividade competitiva como tu disse aí do que só o tiki taka para manter a posse da bola ”na estatística” do jogo, sem criar oportunidades ou chutar de qualquer jeito e lugar maquiando produtividade de fato.

      Eu li ainda na época do ”Boteco do Ilgo” alguém criticar aqui um ”sábio” que dizia que ao Grêmio do Roger após Felipão faltava apenas treinar os fundamentos nas conclusões e o cara foi execrado …..

      ….. então, imagine naquele jogo do brasileirão de agosto 2016 com Grêmio 1 x 1 Atlético-MG na Arena do Grêmio onde tivemos 24 chutes à gol e 7 escanteios à favor, e eles apenas 3 chutes com nenhum escanteio cedido onde o resultado foi empate e a saída do Roger 17 dias depois para a chegada do Renato.

      ”Meu Caro”, lembro que o Roger saiu dizendo em ”nota” que agradecia muito a oportunidade do Grêmio, mas que ele estava triste por não estar mais conseguindo tirar nada desse elenco e olhe onde estamos hoje com o mesmo grupo herdado praticamente e que logo depois perdemos o Wallace, Maicon, Douglas e Pedro Rocha que jogavam na época do nosso futuroso vencedor.

      Por isso eu confio muito, torço pelo sucesso dele no Allianz Parque, e espero a volta do Roger Guardiola Brasileiro Machado no futuro, e vou torcer muito para ele não ser engolido pelo vestiário ”da Crefisa” que tem uma camisa, pois o palmeiras não tem time.

      Sobre as duas últimas frases, não creio que isso aconteça, pois Roger tem os pés marcados na calçada da fama na história do Grêmio e a chance era agora no reinício de trabalho, mas ele não é bobo.

      • Eduardo

        Acho que o medo do amigo que ele quer evitar a todo custo é o retorno do Roger um dia ao nosso Grêmio, parece que o amigo prefere até ver o Professoral no finado co-irmão…
        Abraços,

        • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

          Dudu, ”ainda” acredito no futuro do Roger Machado, mas precisa mudar o linguajar com as feras para não ser engolido de 6 em 6 meses por qualquer vestiário por aí e a Crefisa tem uma camisa enquanto o Palmeiras não tem time e isso, torna o vestiário um barril de pólvora. Aguardemos.

      • Deny Camargo

        O Roger pra mim é o perfil comentarista de futebol. Os boleiros acham ele chato. Não consegue mobilizar o time por muito tempo…

        • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

          Deny, embora eu já tenha pensado nisso e até considerado uma comparação com o Falcão que fala bonito com teorias, mas na prática é um fracasso eterno, ”ainda” acho o Roger Machado um nome muito interessante para ”o futuro” porque se dedica realmente a estudar o assunto …..

          ….. mas se ele se fixar nessa paranoia do Guardiola, Mourinho & Cia de se formar um Manager, vai sucumbir aqui no Brasil, pois boleiro aqui gosta do perfil Portaluppi de dialogar, agir e jogar e engana-se quem pensa que Renato ”não estuda” o assunto, deixemos que pensem isso.

          • Deny Camargo

            Ontem o Luan no Bem Amigos falou que o Renato inclusive pede a opinião dos jogadores sobre a forma de jogo se na final preferiam esperar o Lanús ou marcar pressão.

            O perfil do jogador de futebol mudou muito na última década. Não é mais do boleiro “semianalfabeto”. Hoje o guri lá na base já acompanha os principais campeonatos do mundo. Sabem como jogam todos os times e têm boa noção tática.

            O treinador já não é mais aquele “Deus” que era antes. E o grupo sabe quando o cara manja ou não…

            Nesse contexto os jogadores já não aceitam “ordens” tão passivamente como antigamente. Não basta mandar o jogador fazer. Hoje em dia o fundamental é convencer…Por isso treinadores autocráticos como o Roth não vingam mais.

            O Roger fazia aqueles treinos físicos de intensidade absurdos que os caras chegavam a quase vomitar. Resultado é que da metade pro fim do ano o time ficava sem perna nos jogos e tomava bangornada de Pontes Pretas e Coritibas da vida.

            Pra mim o Roger sempre foi um “Rolando Lero” que com a novilíngua que inventou agradava a imprensa e se mantinha assim no cargo. Nunca vi um treinador com a leitura tática pior que a dele…na época eu dizia que o Grêmio jogava bem apesar do Roger e não por causa do Roger. Os títulos do Renato estão provando isso…

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Lembro dos teus comentários da época, Deny, por isso que eu escrevi o que penso que ”ainda” acredito nele ”no futuro”, pois nada pode ser definitivo sem estudo, interesse, e imagine se Renato estudasse o quanto lhe cobram ”por aí”.

            Ontem o Muricy no Bem Amigos também repetiu ”mais uma vez” que nenhum Treinador faz o time jogar como o Grêmio está jogando desde a chegada do Renato, com boas e ótimas campanhas, bonito, e levanta dois títulos tão importantes em 11 meses se o cara não conhecer, não saber ou não ”estudar” o adversário e o assunto.

            É amigo, o Renato Santana, o Joel Portaluppi, o playboy do futevôlei que só pensa no Rio de Janeiro, nas folgas e nas férias, vai ganhar estátua à pedido da torcida. Imagine se ganha o Mundial. Oremos.

        • Rezende

          Eu já acho que o Roger:
          A) cometeu o maior ERRO da vida dele em achar que o Negueba poderia fazer a função do Giuliano e tendo a disposição o Kannemann, manteve-o fora do time quase dois meses dando segundas chances a um monte de perna-de-pau;
          B) Decorre de A, desistiu da luta cedo demais;
          C) Ao invés de ficar na sua até o final da temporada pegou o rabo-de-foguete do Atlético-MG cheio de veteranos e uma torcida glorificadora do estilo “galo doido” que difere em 180º do seu estilo no tricolor. Foi campeão Mineiro e melhor campanha da Libertadores na fase de grupos e mesmo assim foi derrubado pelos veteranos que não aceitam seu estilo de treino e pela torcida que não aceita o seu estilo de jogo;
          D) Agora assume um clube que valoriza o seu estilo de futebol
          MAS TALVEZ seja o único clube brasileiro MAIS CHATO que o Grêmio em termos de pressão INTERNA de política/politicagem de conselheiros de clube e PRESSÃO DE TORCIDA. O Palmeiras é o PIOR clube, mais instável e irritante para se trabalhar no Brasil. Vai sofrer com a “TURMA DO AMENDOIM” paulista….

  • Deny Camargo

    Se tivesse jogado com o goleiro do Sub 20 teria ganho o jogo. Essa derrota vai pra conta do Grassi.

    Uma pena porque a gurizada deu conta do mercado. Quem comprometeu foi o veterano do time.

    Se esses guris tivessem jogado todos os jogos em que o Grêmio poupou os titulares perigava ganhar o Brasileiro. É de se cogitar fazer isso em 2018. Porque parando pra pensar é mais fácil ganhar usando um time de guris bons entrosados do que reservas que nunca jogam partidas oficiais juntos….

    Esse jogo serviu pra ver que já tem fila de guris bons pra entrarem no time titular.Esse Grêmio lembra o SPFC que copou tudo nos anos 2000. A grande sacada deles é que antes de vender seus grandes jogadores já tinham os substitutos na fila esperando pra entrar no time. O time mudava ,mas seguia ganhando. Acho que estamos indo pelo mesmo caminho…

  • FERNANDO

    Podemos jogar o Ruralito em 2018 com esses guris da base que jogaram contra o Atlético Mineiro, enquanto o time principal descansa e treina para as competições maiores. Há muito tempo que o Grêmio não tirava do forno uma safra tão boa e promissora de jogadores das categorias de base como agora. Teremos muito em breve jogadores no time principal oriundos da base e que irão conquistar títulos e deixar os cofres do clube abarrotados de dinheiro. O Grêmio caminha a passos largos para se tornar um clube autossustentável mesmo sem ter ainda a gestão da Arena, para desespero dos jornalistas “isentos” e “imparSCIais” aqui da aldeia.

  • Alexandrebg

    Nossa torcida é MUUUUIIIIITTTTOOOOO diferente da vermelha. Por exemplo, nós valorizamos nossos ídolos.
    Escrevo isso pois gosto de ver nossos ex-jogadores jogando, especialmente aqueles que honraram nossa camisa.
    Entretanto, tem um jogador que parece sentir raiva da cor azul, do nosso time, do nosso manto. Estou falando do goleiro Victor. Em vários jogos contra o Grêmio, parece que jogava com uma “gana” de vencer, de passar por cima, diferente de outros jogos, contra outros adversários.
    Ontem, a forma como ele e o zagueiro do Atlético foram pra cima do nosso jogador, caído em campo… mereciam a expulsão!
    Torço para que fiquem de fora da Libertadores 2018.

    • Deny Camargo

      Eu queria ver o Leonardo Silva fazer o que fez com Kannemann e Edilson em campo…

      • Ilgo Wink

        Foi pra cima do guri com dedo na cara. Levou amarelo. No início do jogo ele fez falta de cartão e não levou. merecia expulsão esse cagalhão covarde

    • Ilgo Wink

      O Victor deveria ser grato ao clube que o projetou
      ele era goleiro de um timeco
      realmente, ele parece ter raiva do Grêmio

    • Márcio Tubarão (PDF FIFA)

      O Atlético MG, ontem, muito me lembrou um time oriundo de Porto Alegre que usa uma vestimenta vermelha. Quer ver?
      Gostam de fazer piada com os outros, mas acham injusto quando a piada é sobre eles. Acusam o golpe rapidinho. Quando não conseguem ganhar de uma equipe tida como inferior (e lá, era uma equipe de guris contra medalhões experientes) partem para a agressão física. E quando estão com desvantagem no placar, repentinamente promovem um “apagão misterioso”.
      Como já diz o velho ditado: se você anda como um pato, nada como um pato e grasna como um pato, então você é um pato. Portanto, não era o Atlético… era o Binter MG.

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Me fez lembrar daquele jogo do apagão de 1999 no Circo Remendado com Lonas dos Gutierrez.

        • Márcio Tubarão (PDF FIFA)

          Bem lembrado… hahahaha

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Márcio, que gurizada porreta, véio. A safra está boa, Romildo tem razão.

          • Márcio Tubarão (PDF FIFA)

            O Romildo tem razão… e o Sasha… hahaha

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Tu sabes que com esse elenco aí o BBinter será time de SEGUNDA no Z4 em 2018 e um time não se forma em um ano, portanto, que eles parem de Latir e cantem junto comigo:

            ”UM MINUTO DE SILÊNCIOOOOOO ….. SCHIIIIIIIIIIIIII …..
            ….. PARA O BBINTER QUE ESTÁ MORTOOOOOOOO …..”

            (kkkkk)

          • Márcio Tubarão (PDF FIFA)

            Meu caro amigo Copião, por gentileza, procure no YouTube um vídeo chamado “plantão da globo, um minuto de silêncio”. Por um instante, você chega a acreditar que a coisa é séria. Contudo, não tem como segurar a gargalhada. hahahahaha

  • Ricardo Gomes

    Isso foi exatamente o que mais me impressionou ontem: A gurizada jogando no mesmo estilo do time de cima, toque de bola agradável de se ver, de aproximação, movimentação e enfiadas perfeitas de Jean Pyerre. Esse é o caminho: Manutenção do que deu certo nos últimos dois anos e fazermos jogarem assim desde a base! Esse guri Jean Pyerre, aliás, deveria ir para o Mundial na vaga do Arthur que lamentavelmente se lesionou. Ah, Ilgo, uma constatação óbvia: Não adianta, os pequenos novos torcedores se firmam prá valer com ídolos. Quando eu cheguei com a ZH de sexta em casa, a edição do pôster dos campeões com uma bonita foto na capa do Luan erguendo a taça do Tri diante da torcida na Arena, os olhos do meu filho de 6 anos brilharam: “Esse é Luan, né pai? Ele é muito bom”! E no pôster o primeiro a ser apontado: Geromel! “Geromel é demais, pai! E me perguntava: “O Geromel já foi criança”? “Foi filho, teve a tua idade, sonhou jogar futebol e ser campeão”, eu disse! E olha o Grohe pai”! Daí pus no Youtube o compacto do jogo com a narração do Galvão Bueno (Convenhamos, ele representou bem nessa final). O que bastou para ele saltar, pôr a sua camiseta azul celeste com o patch da conquista da Copa do Brasil 2016, bola debaixo do braço, calçar a sua chuteira e me convidar para jogar. Ele: Narra pai! me ordenou ele. E vinha prá cima de mim e eu: “Luan, olha o gol, olha o gol, olha o gol”. Bah, eu fico com os olhos marejados de pensar: Luan é o Renato dele, Geromel é o De Leon dele. E um novo capítulo dessa saga foi escrito!

    • Ilgo Wink

      Belo relato
      As gerações se sucedem e o Grêmio vai ficando cada vez mais forte

    • Rodrigo Mello

      Perfeiro Ricardo, o mesmo acontece com meu filho. Emocionante isto. Com 6 anos minha família apontava Renato decidindo em Tóquio, foi o que me fez virar Gremista.

    • Alexandre

      Emocionante, Ricardo! Parece que vi a cena do teu filho contigo aqui. Essas coisas a gente leva pra vida toda!

  • Humberto Ramos Roman

    Ilgo,
    O gol saiu depois do apagão, para mim proposital.
    Eles esfriaram a gurizada.
    Não vi falha nos gols. Aquele desgraçado chuta como um demônio.
    Os zagueiros, que eu não conhecia, mostraram falta de experiência. Olha o gol do Fred. Ele se livra fácil da marcação só com um tapinha no Emanuel.
    Gostei também do Conrado. Os caras forçaram muito em cima dele e ele ainda assim deu conta e foi pro ataque. Falta um pouco de corpo mas promete.

    • Ultron

      Exato, vi muito mais méritos do cobrador de faltas do que falha do goleiro. Mas enfim, nessa safra nova o ataque é bastante promissor, a zaga ainda está insegura, mas isso aí se cura com mais jogos.

    • Ilgo Wink

      Chuta muito esse Otero.
      Só achei que no segundo gol o Bruno vacilou e quando foi a bola se afastava dele. Acho que falhou, mas realmente é discutível. Não são muitos os goleiros que pegariam essa bola.

    • Ricardo Gomes

      Capaz, Algoz. A luz apagou por causa do temporal, imagina!

  • Alexandre

    O que me deixou mais satisfeito foi a personalidade com que os guris jogaram. A maioria não se sentiu intimidada com o tamanho do jogo, a pressão da torcida e a grife dos adversários.
    Individualmente, me agradaram bastante os homens de frente e também o Conrado. Nunca havia visto grande coisa no lateral esquerdo quando estava na base, mas os jogos no time de cima, esse ano, foram de bom nível. Um pouco mais de rodagem e já será uma opção melhor que o M.Oliveira.
    A dupla de zaga não foi bem, o Fred pegou todas as bolas, fazendo pivô e se antecipando sempre. Como era o 1º jogo de ambos, há que se dar mais tempo pra eles.

    De maneira geral, os garotos se saíram bem em um teste complicado. Ficou a perspectiva que vários deles podem, já no ano que vem, se tornar opções mais regulares ao time principal. Creio que o Gauchão seria uma boa oportunidade para fazê-los jogar.

    Pensamento agora é no Mundial. No aguardo da situação do Geromel e no confronto entre Pachuca e Wydad Casablanca. Vencer a semi final deve ser o grande objetivo do Grêmio. Mas, chegando à final, uma vez que a fase do Real não é das melhores, por que não?

  • GremioSempre

    Só penso no momento no mundial dia 12 e se…dia 16 . E pensar que ano que vem as possibilidades continuam positivas ….como dizia nosso glorioso Paulo Sant’ana: “Ser gremista é o sonho delirante de não conseguir na vida ser outra coisa”. Tem toda a razão,cada dia mais.

    • Márcio Tubarão (PDF FIFA)

      Meu amigo, e ainda há uma possibilidade de estarmos em mais um mundial, visto o novo modelo de competição organizado pela FIFA. Só espero que haja um pouco mais de equidade na distribuição das vagas, pois a proporção atual (12 europeus, 5 sul americanos, e as outras distribuídas entre os demais continentes) não me parece muito justa para a competição. Contudo, sabemos que a “amada FIFA”, que os vermelhos tanto idolatravam, não estão pensando em um evento esportivo competitivo. O negócio é atrair patrocinadores… dinheiro.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Mundial de Clubes

    Ilgo Wink, embarcamos para mais um sonho possível e passou um filme em minha cabeça: quem diria quando Renato chegou que seríamos Penta Campeão da Copa do Brasil apenas 90 dias depois jogando uma bola redondinha após recuperar a confiança e auto-estima do time e do grupo, e que 11 mêses após esta que já foi uma grande conquista o time seria o melhor time da América e estaria seguindo para o Mundial de clubes …..

    ….. que tudo isso estaria acontecendo após a saída do Giuliano em julho, com várias contestações que Douglas Seu Barriga sofria com muitas críticas da torcida, que perderíamos Wallace em janeiro, Douglas com lesão em fevereiro, Maicon com duas lesões em março e maio, e que em junho o Pedro Rocha recuperado e afirmado após jogar bem, mas que perdia 2 ou 3 gols por jogo seria um jogador valorizado e negociado para o Spartak Moscou …..

    ….. que Edilson se firmasse na lateral, Kannemann na 4ª zaga, Cortez na esquerda, que Michel vindo do Atlético-GO também se firmasse muito bem no time, Ramiro, Luan e Bárrios encaixariam no time, que até Fernandinho elevasse o nível de suas atuações em vários jogos sendo decisivo no Tri da América, e tudo isso com alguns ”Gremistas infelizes” como tu mesmo disse ainda contestando o ótimo trabalho do Renato que evoluiu muito nos últimos 10 anos quando chegou aqui bem mais maduro, convincente, vencedor, elogiado pelo Brasil inteiro e com duas Taças em apenas 14 meses à frente do comando do futebol técnico do time onde é ídolo incontestável no clube …..

    ….. e temos hoje a nossa grandiosa realidade que é o Rei Arthur, um ”cheque visado em branco” (como diz aquele bocó Guerrinha das bochechas vermelhas da ”IVI” da Ypiranga) que foi devolvido para a base pelo Roger e que Renato trouxe de volta para o elenco de cima lhe dando mais chances de jogar e de aprimorar a parte física e hoje é a nossa grande verdade talentosa junto com o Luan que recebeu em algum momento em fevereiro 2016 ainda com Roger até pipocas jogadas por ”outros” ”Gremistas infelizes” em seu carro na saída do CT, e que hoje o aplaudem efusivamente, mas se escondem por aí atrás do ”eu não fui”. Pois é ….. Oremos ….. !!!!!

    Ilgo, sigo muito confiante no time e se antes meus receios com o jogo na Argentina eram apenas com mandingas, pressões, violência ou ”interesses estranhos” da Conmebol devido a arbitragem tendenciosa que houve no jogo de ida na Arena do Grêmio, para o Mundial por mais que toda a ”IVI” de Porto Alegre esteja desfazendo nosso adversário Real Madrid pela fase técnica ruim atual que está vivendo, acho que teremos sim um grande jogo ”SE” chegarmos à final, e qualquer que seja os 11 desse gigante que entrar em campo, merece profundo respeito de qualquer adversário que o enfrentar, pois tem uma poderosa camisa e grande poder. Estou sem palpites de placar nos dois jogos, mas confio que a Taça do Bi-Mundial vem para Porto Alegre.

    EU ACREDITO ….. dá-lhe, dá-lhe, dá-lhe tricolor, tu vais vencer, és o Campeão Mundial.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    MELHORES DA AMÉRICA

    Amigos Gremistas, vamos votar nos melhores da América, temos seis candidatos concorrendo e é só votar no Link abaixo onde teremos Marcelo Grohe, Geromel, Arthur e Luan que estão na lista concorrendo à escolha dos melhores da América em suas posições.

    O craque Luan ainda concorre como melhor jogador das Américas e Renato como melhor treinador e podem votar quantas vezes quiser:

    http://servicios.elpais.com.uy/especiales/digital/2017/encuesta/index.html

    Votem lá !!!!!