Bressan e a imprudência da direção tricolor

Alguém poderia criar a campanha ‘Somos todos Bressan’. Seria um mutirão para blindar Bressan das críticas e, principalmente, criar um clima positivo em torno dele, lembrando, se possível, alguma atuação segura e convincente dele – tuitando seus gols de cabeça – e frisando que isso pode acontecer de novo. Vamos acreditar!, e por aí a fora.

O que não podemos é desacreditar completamente na capacidade do ser humano de renascer, de reinventar-se, de superar-se e mostrar que ali está outra pessoa, mais forte, mais segura de si, melhor preparada para enfrentar as agruras da vida, e dos gramados.

De minha parte, confesso que fico emocionado com essas situações da segunda chance – no caso, mais do que duas. Há muitos filmes que tratam disso, da segunda chance. Todos nós merecemos essa oportunidade de reverter expectativas.

Quando tudo parece perdido, eis que o desacreditado surpreende e no final abate os inimigos e casa com a ‘mocinha’ – no meu tempo de adolescente, frequentador do Cine Avenida, em Lajeado, é como a gente chamava a protagonista, aquela que cairia nos braços do ‘mocinho’ enquanto a música sobe e aparece na tela o ‘the end’.

Com a lesão de Geromel, só nos resta torcer pelo ‘mocinho desastrado’, que é o Bressan. Sinceramente, é sério, vejo potencial no Bressan. Não tenho dúvida de que ele ainda vai crescer como jogador assim que adquirir mais confiança, ficar mais tranquilo e controlar a ansiedade. Vejo nele um Baidek no futuro. Mas no futuro. O problema é que no caso do Bressan o futuro é daqui a alguns dias.

Bressan tem 23 anos, ainda pode evoluir, eu acredito nisso. Mas talvez isso demore um tempo, um tempo que o Grêmio não tem.

Mas que teve e não aproveitou. Bressan foi empresado ao Flamengo. Voltou. Foi cedido ao PeÑarol. Voltou. Ele não foi bem nos dois clubes. Nem gosto de entrar em detalhes de como foi sua passagem pelo futebol uruguaio.

O fato, inquestionável, é que Bressan só poderia ter sido incorporado ao grupo se a direção tricolor tivesse feito o bêabá, o básico, o tema de casa: contratado um zagueiro mais ou menos do nível de sua dupla de titular. Muita gente clamou nesse sentido nas redes sociais. Então, não foi por falta de aviso. Falta de dinheiro e/ou de humildade, pode ser.

Hoje, o Grêmio tem dois grandes zagueiros. E três reservas de um nível bastante abaixo.

Essa direção de tantos acertos cometeu alguns erros, o que é natural, normal. Entre eles está esse de não ter três zagueiros de respeito para enfrentar uma temporada tão dura, tão exigente, tão desgastante.

A conta dessa imprudência, infelizmente, pode vir na próxima quarta-feira.

 

 

 

Se gostou, compartilhe!

  • Ancião Imortal

    Mas bah, como tem gremista frouxo!
    Essa turma, que já morreu de véspera, deveria convencer a direção de que é melhor o Grêmio nem ir para BH, o jogo já está perdido mesmo.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Não escreva uma coisa dessas, cara, pois tu serás taxado aqui de mais um Fake do Copião de Tudo que é otimista ”dimoaaaaaiiiiisssss” ….. (kkkkk). Vamos rindo, Ancião, as colorida pira.

    • Heraldo

      Nunca esquecer que Bressan foi pra seleção

  • Humberto Ramos Roman

    Ilgo,
    O Bressan, se tu estás lembrado, estreou no Grêmio numa fogueira contra a LDU. E foi muito bem. Ele teve altos e baixos.
    Certamente o Renato e a direção estão preparando-o psicologicamente para quarta-feira.
    Quanto a contratar outro zagueiro, a direção tentou vários mas não conseguiu. Trouxe o Bruno Rodrigo que foi titular no Cruzeiro por bom tempo. Por alguma razão não foi considerado primeira opção.
    Importante é que o Renato gosta do Bressan e já fez muito jogador criticado jogar muito.
    E, por fim, me indica um zagueiro com preço do tamanho do bolso do Grêmio que seja melhor do que os nossos reservas.

    • Francisco Lanferdini Serafini

      O que me preocupa é que ele falhou bisonhamente contra o Cruzeiro, há 2 dias atrás, e contra o CAP, no jogo da volta. Como dizer que ele evoluiu? Impossível!

      Sei que não é hora de ficar cagando na cabeça do guri, até porque ele não é o responsável por ele ainda ser opção de jogo.

      Sobre o Bruno Rodrigo, faz muito tempo que ele nem opção é. Ou seja, uma contratação que deu errado. Tinham que ter trazido outro, pois, como o Ilgo falou, os reservas estão bem abaixo dos titulares.

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Francisco, o Humberto aí acima tem razão absoluta, pois quem diria que o Edilson, Léo Moura, Kannemann, Cortêz, Michel, Arthur, Barrios iriam dar certo no Grêmio ?????

        Menos, amigo, sou taxado aqui nesse Blog de tudo, pois apoio esta Direção e o nosso bom Treinador que está fazendo os Urubus & Lorpas engolir à seco esta fase e campanha do bom time que Renato Pentaluppi montou após a saída do Roger Machado.

        Cara, até o Marcelo Oliveira que eu “detesto” de montão teve alguns bons jogos, o Ramiro que jogava só 30% com Roger e que o Renato agora tira dele 100% do que é capaz, o Luan que está ”bailando” com a bola e o corpo, o bom Pedro Rocha que era taxado aqui de pé murcho como péssimo finalizador, o Fernandinho que foi recuperado também pelo Renato, e o Éverton que entra no 2º tempo e cria aquele salseiro na defesa.

        Amigo, sou otimista sim, mas só um péssimo Gremista não enxerga que o momento do Grêmio desde que Renato chegou está diferente de tudo o que vimos com Felipão e o bom Roger Machado que é novato ainda. Oremos.

        Tudo à partir disso é pura especulação e medo dos 15 anos que já passaram. ACORDEM.
        Abraço, e seja mais confiante, rapaz, acredite na ”velha guarda”, nós não somos cegos.

        • gremiocampeaomundial

          Tem horas que eu começo a acreditar naquela história do Renato “ensinar” os guris a chutar.

          E se conseguiu ensinar o Fernandinho a chutar merece outra estátua (já estamos devendo uma).

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Grande amigo, como dizem os Urubus & Lorpas, você é ”meu fake”, não esqueça nunca disso por aqui nesse ótimo Blog do Ilgo Wink (kkkkk).

            Véio, é evidente que vejo erros em alguns momentos, mas o percurso é tão positivo que fico aqui imaginando o sangue de barata tonta ou morta que circula nas veias de alguns Gremistas, pois existem alguns erros e inúmeros acertos nesta gestão.

            Mas os caras insistem em taxar você de Copião, eu de Pavão de Mello entre outros só porque pensamos de maneira pura igual e racional neste momento, mas é evidente que eu vejo alguns erros, porém, os acertos que levam o time ao percurso correto do sucesso é evidente demais, e mesmo que não cheguem as Taças, o caminho é este para que essas Taças aconteçam e sendo assim, como não acreditar, véio.

            Onde que você está errado como Gremista em apoiar quem está confiante de que as Taças são sim possíveis com esta gestão administrativa e técnica ?????

            Deixemos as críticas para depois, pois o caminho está perfeito nesse momento em que vejo o time, técnico, direção e imensa maioria da torcida acreditando no que pode acontecer ali na frente.

            SOMOS TODOS GRÊMIO ATÉ O FIM ….. PONTO.
            Abraço, e que sejamos felizes no final, pois acreditamos no projeto.

          • gremiocampeaomundial

            O irônico nessa história é que nunca aconteceu. O Odorico e o Espinosa deram entrevista no dia seguinte, exatamente como eu achava que deveria ser – e foi. O Daniel Matador postou antes disso em defesa de práticas injustificáveis e com argumentos extremamente frágeis. E o criador do blog é justamente…

            Como esse erro nunca aconteceu de verdade (me deixei levar pelo texto do cara) esse ano a direção não teve um único erro que eu consiga lembrar e apontar com gravidade o bastante pra chamar como “erro”. Claro que se você apertar na definição da palavra… mas aí o Pelé também matou uma bola de canela na Copa de 70.

            É cedo pra julgar o Odorico de forma definitiva mas a princípio, é bom. Não vou ficar em cima do muro até porque ele fez o certo, direto e reto nessa história aí em cima, quando infelizmente outros no futebol brasileiro se esconderiam atrás de argumentos como os do post que citei. Há mérito nisto também.

            Claro que no futuro pode-se entender que houve um equívoco na questão do Espinosa, mas nesse ponto concordo com você: não dá pra antecipar. Só quem morre na véspera é peru.

            Também não cobro dele (nem do Espinosa) que falem demais, pois isso seria cometer o erro descrito pelo Daniel. Sobre este último, o que foi brabo de digerir foi o texto em “juridiquês” e aquele teor velado de “calem a boca e torçam”… mas isso nem vem mais ao caso.

            As críticas eu até não deixo pra depois, estou sendo sincero: não tenho nenhuma mesmo.

            O abraço eu devolvo e concordo que sejamos felizes. Acredito no Grêmio (tenho trauma dessa palavra: “Pojéto – tá xéto?”)

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Também acredito, sou Gremista nato e o ”pojéto”, é o do Renato, sem traumas.
            Valeu, segue o jogo, que beleeeeeza.

        • Francisco Lanferdini Serafini

          Eu tenho a sensação que tu achas que eu não gosto do trabalho ou da pessoa Renato. Isso seria de um equívoco sem tamanho, pois, como já disse várias vezes, o Grêmio tá jogando muita bola, justamente pelo Renato saber tirar o máximo dos jogadores. E tenho também a sensação que tu achas que eu não gosto muito do trabalho do Odorico. Bom, ali tu tens uma certa razão, mas faz tempo que não tenho pegado no pé dele, pois decidi dar uma chance ao seu trabalho.

          As contratações que deram certo, maravilha, mérito total que de quem as fez, tal como o Rui Costa tem méritos por trazer o Geromel. As que deram errado, como o Bruno, tem que servir de alerta que a posição está carente de um bom jogador. É o que acontece com a nossa zaga hoje. O Bruno está atrás do Thyere e do Bressan, que são insuficientes. Assim, um jogador de mais futebol tinha que ser trazido para substituir o Geromel e Kannemann sem comprometer.

          E o Bressan compromete. Se achar que o Bressan é entregador é estar dormindo, estou tendo bons sonhos agora.

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Claro que concordo contigo, Francisco, pois sempre temos o mesmo pensamento e desde o início de teu histórico por aqui, eu vi em você um admirador do Renato, isso é fato porque você já provou gostar de coisas e momentos bons do time e do clube.

            Já o Odorico Roman, não apoio e não critico porque não tem histórico para assumir o cargo que ocupa, porém, no momento é o que temos e merece nosso apoio pelo bom desempenho do time e do treinador que mantém os caras produzindo o tempo todo. Abraço.

    • Ilgo Wink

      Como eu disse, Somos todos Bressan, não falo mais sobre isso.
      Todos aqui sabem a trajetória do Bressan. Chega de adjetivos.
      Vamos torcer que ele esteja iluminado, que esteja num dia especial.
      Já vimos jogadores limitados se superarem e se destacarem.
      Acredito nisso. Acredito em Bressan.

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Humberto, como dizem os catarinas: ”matasse à pau, porra” (kkkkk).

    • Ilgo Wink

      Roman, outra coisa: quando Geromel saiu o Mano mandou o time jogar em cima do Bressan, aliás, o que qualquer técnico faria.
      Imagine como será no Mineirão.
      Mas vamos lá, temos time para superar também isso

      • Diogo S

        Não sei se não seria ideal o Renato montar um esquema tranca rua pra proteger a zaga. Se bem que fazer gols é melhor que ficar defendendo fora de casa. Mas esse guri me apavora demais.

        • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

          Ei, você não é um Fake do Copião de Tudo ????? Como podem vocês dois escrever ao mesmo tempo ????? ( kkkkk ) ….. ”taca-le pau, Diogo véio” …..

          • Diogo S

            Essa é a argumentação da Lorpa mor cover de jurado. Mas há que se dar o desconto pois, alem de afetado dazidéia o coitado deve ter sido machucado pelo Renato ou algum dirigente. rsrs

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Diogo, acho que ele é um doente insano e demente. Oremos.

        • gremiocampeaomundial

          Primeiro acho que o Renato não iria fazer, mas segundo: não sei se temos material humano pra isso. Quem joga assim e bem é o Corinthians.

          Nossos volantes tem técnica e qualidade (defensiva e ofensiva) mas não sei se vocação ou cacoete pra cães-de-guarda.

          O PIFA ano passado contratou um mestre em trancar rua (com todo respeito à entidade de mesmo nome, claro…) e acabou em “La B”.

      • Humberto Ramos Roman

        Mas deu resultado?

    • Diogo S

      Eu lembro do Medina, aquele crackeiro do Santa Fé passando pelo meio dele e nos eliminando da L.A. É Imprudência sim ter deixado esse cara indo e voltando pro Grêmio, zagueiro ao nível série B.
      Classificaremos apesar dele.

      • gremiocampeaomundial

        Eu não estava e não estou receoso pelo Bressan, mas preciso confessar que teria ido dormir mais calmo se você não lembrasse dessa cena.

        O Medina nem era tão ruim mas INFELIZMENTE eu nem preciso de Youtube pra lembrar como foi ridículo. Nem lembrava que era o Bressan ali. Mas não era só ele, lembro claramente de DOIS (teoricamente um deles o Bressan) jogadores olhando como se pegos de surpresa!

        Menos mal que o Renato sabe que no futebol existe algo chamado DRIBLE (fundamento desconhecido por seu antecessor, multicampeão no Atlético-MG e ídolo de alguns por aqui). Talvez ele avise ao Bressan e nossos atletas não fiquem catatônicos quando um adversário tentar aplicar este recurso.

        • Diogo S

          Fiquei meses com raiva daquilo. Jamais engoli tamanha furada. Be a bá de zagueiro, se ele fica na frente do cara é FALTA DE ATAQUE. O cara passou como se não tivesse zagueiro ali. Certos erros declaram se o jogador é do ramo ou não. Repito, apesar dele PASSAREMOS À FINAL.

          • Ricardo Gomes

            Até porque hoje nosso ataque raramente passa em branco. Porque depois de termos tomado o gol, vais lembrar que o Vargas jogou fora a classificação perdendo na cara.

          • gremiocampeaomundial

            Sendo sincero, nunca vi esse Vargas jogando um pentelhonésimo do que dizem que ele joga na seleção do Chile. Sim, porque o parâmetro até onde sei É a seleção do Chile. Porque em clubes ele nunca jogou absolutamente NADA (tanto que o Napoli se aproveitou do maldito Pojéto que não tava xéto e despachou pra cá).

            Na seleção do Chile vejo ele jogar MELHOR do que joga nos clubes, mas nem um pentelhonésimo do que dizem. Quem joga ali o que dizem que o Vargas joga é o Alexis Sánchez.

  • gremiocampeaomundial

    Senti uma obrigação moral de comentar o post, o famoso “meaculpa”. Afinal, quando eu fiz aquele desabafo, fui motivado por um silêncio que acabou não se confirmando. Eu deveria ter esperado, mas tudo bem. É certo que o fanatismo é bom enquanto for apenas lazer. No momento em que se tornar prejudicial é saudável ter os pés no chão.

    Mas é verdade. A direção não fez silêncio sobre o Espinosa, manifestou-se exatamente da forma que eu gostaria. AGORA, sim, passam a fazer sentidos os argumentos sobre os limites do que pode ser dito. O problema, em primeiro lugar e vamos deixar isto bem claro, foi ter me precipitado e a culpa portanto foi só minha. Isto posto, registre-se, fiquei até um pouco chateado com um post em outro blog, defendendo com exageros e tecnicalidades o que seria indefensável. Só que o autor do post não é o Grêmio, e o Grêmio acabou fazendo o que tinha que fazer. Ficam AS DUAS lições (porque mais cedo ou mais tarde, nem que seja daqui a vinte anos, a probabilidade de um choque de realidade não ser só alarme falso é bem considerável).

    Por isso me senti na obrigação de discordar, lembrando que a direção tem suas obrigações, mas não vejo como descumpridas. Explico:

    Quer queiramos quer não, reserva é reserva. Quem hoje no BR tem defesa à altura da nossa? A Crefisa tem um (que já está de saída inclusive). Os urubus tem o Rodolfo, que nem sei se e como anda jogando. Tenho um amigo flamenguista que há uns dez dias me disse as seguintes palavras: “não sei o que (a diretoria deles) tinham na cabeça ao contratar o Juan”.

    “E o Corinthians?” – pois é, e o Corinthians? O Corinthians tem reposições do mesmo nível, e todas (titular e reserva) abaixo do nosso. Agora quem quiser descobrir o “mistério” é só pensar na peneira que era a nossa MESMA zaga nas mãos do ESTUDIOSO, e quem ainda não entender procure algum atleticano em BH que ele explica e explica bem.

    Próximo ponto: quem seria esse nome (o terceiro zagueiro de nível)? Vou deixar essa pergunta só pra constar, porque na prática dá pra jogar a responsabilidade no departamento de futebol. Mas mesmo assim vamos pelo menos admitir que não é uma tarefa fácil. O Kanneman foi cornetado quando veio.

    Próximo ponto: eu vi no programa X do canal Y (pra mim é tudo igual e assim eu digito menos) uns caras falando a mesma coisa que eu, que o Bressam era um “rebatedor”. E é. Se o problema for as falhas dele COMO ZAGUEIRO, eu concordo e faço eco à preocupação. Agora esperar que toda dupla de zaga seja Anchetta e Mauro Galvão é sacanagem. Esses caras foram quem foram porque faziam a mais do que a posição deles exige. Pra dar um exemplo análogo, o Falcão foi assim no rival e na época, pra função dele. É tipo essa mania que o Sábio da Catalunha inventou que precisa de dez meias no time (com essas palavras, acredite quem quiser, trocando só “precisa” por “gostaria”). Agora todo volante que não for igual ao Xavi, não presta. Vamos com calma, não é assim também. Se o Bressan não fizer nada construtivo de efeito mas NÃO FALHAR NA PARTE DEFENSIVA, “tá feito o carreto” como se dizia antigamente.

    Por fim, o Bressan sequer é a unica alternativa. Temos Bruno Rodrigo por exemplo. Se a direção tentou não foi por omissão. O Bruno Rodrigo, numa análise bem rasa, tinha mais chances de dar certo por ter jogado no time bicampeão das Marias que o cornetado Kanneman, reserva sei lá onde no México. Como culpá-los então?

    Ainda sobra o argumento da obrigação, afinal, mesmo com tudo isso, eles estão lá pra acertar. Pra “tentar” vários aqui serviriam e, quando alguém acerta e quase nunca erra, vira lenda como o Fábio Koff. Mas é assim que o jogo funciona. Então não é como se eu discordasse nesse ponto. Só estou atenuando pelos fatores acima. Inclusive, se tudo der errado e caírmos nas duas Copas, não verei culpa da direção. “O erro deles é não ser o Koff que acertou e ganhou tudo!” E a torcida do Barcelona pode pensar que o erro do Messi é não ser o Cruijff nem o Pelé. É uma opinião válida, mas eu já dei a minha. Complementada, aqui, pela noção de que passarei a cobrar no ano seguinte, usando como critério o resultado do que garimparam e lapidaram como novos talentos. É um dever! Afinal, dinheiro não é capim…

    A defesa reserva do time dos anos 90 era tão macabra, mas tão macabra, que um acho que era o Vágner Fernandes e o outro era “tão bom” que nem lembro mais o nome…

    • gremiocampeaomundial

      Hmmm…. deixei uma bola perigosa quicando…

      Sei que me expressei de forma estranha mas não estou dando mais méritos ao Carille do que ao Renato, NEM A PAU! O que eu quis dizer é que qualidade defensiva não depende só dos zagueiros, e sim do sistema todo e qualidade coletiva e individual.

      O Carille é mais um desses novatos que nasceu ontem e está dando certo como já foram, além do ESTUDIOSO… bem, nem preciso falar. Só lembrar que, se realmente quisermos, a coisa chega de volta ao Jair Picerni.

      Só que o time dos gambás, embora tecnicamente limitado (em TODOS os setores inclusive a defesa), joga priorizando esse fundamento. Sendo sincero, nem vou chamar de retranca pq “retranca” pra mim é o que o Celso Roth faz. Retranca de 82% eu, pelo menos, não consigo chamar de retranca. Tipo aquele Chelsea campeao europeu em 2012, ou os times do Mourinho.
      EDIT: Mentira, eu vi aquele time do Chelsea em 2012. Era retranca sim. Não precisa fazer sentido. Basta eu morrer de raiva olhando e pronto.

      Então pra esclarecer: os gambás tem uma filosofia de jogo eficaz mesmo com limitações, por isso dá certo mesmo sem grandes zagueiros. Mas não vejo os zagueiros deles individualmente superiores aos nossos (falo NO GERAL e não comparado ao Bressan, porque a questão principal era se a direção deveria ter se preparado melhor e eu quis mostrar que não tem nada óbvio sobrando por aí).

    • Ricardo

      Era o Luciano, inclusive era titular até chegar o Rivarola…

      • gremiocampeaomundial

        Ricardo, do Luciano eu lembro porque foi titular um tempo mesmo quando o Rivarola estava no clube. Inclusive alternava bastante, mas não lembro se era por lesão, preservação, etc. Faz tempo e sem Internet minha fonte na época era a IVI do Centro.

        Depois do Rivarola se firmar não lembro mais do Luciano, se ficou como reserva ou foi negociado.

        • Ricardo

          Segundo a Wikipedia ele foi pra Bélgica em 97 e voltou em 99 pro Corinthians, depois jogou no Fluminense. Eu só lembrava dele no Corinthians.

          Pior é que ele e o Emerson (goleiro) eram as grandes revelações do Grêmio na série B de 92… e o Alcindo era o craque do time. Não sinto saudades dessa fase.

  • Serrano

    Eu devo ser a única pessoa que eu conheço que não está preocupada com essa estória do Bressan. Sério mesmo.

    • Ricardo

      Dois. Eu estaria bem mais preocupado se jogasse o Thyere… mas não estaria fazendo escândalo. Ruim por ruim, torço até pro Grohe…

      • gremiocampeaomundial

        Trẽs.

        • Ricardo Gomes

          Quatro.

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Cinco.

          • Pedro de Lara

            Trinta e dois.

          • Diogo S

            Lorpa. (rsrsrs)

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Amigo, a falta de ”cliques” em determinados Blogs fazem coisas incríveis por aqui.
            Segue ”a tocaia” ….. e nunca esqueça, Diogo S, você é um Fake do Copião de Tudo no Blog do Ilgo ….. kkkkk ….. !!!!! Oremos ….. !!!!!

          • gremiocampeaomundial

            Eu só gostaria de entender seu posicionamento em relação ao Bressan, “piadinhas” à parte.

          • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

            Não faça perguntas difíceis à Urubus ou Lorpas, amigo, eles não raciocinam assim tão fáceis conforme tu imaginas ….. (kkkkk).

      • Eduardo

        Seis!

  • Luis Augusto Waschburger

    Eu torço que o Bressan fique protegido por um sistema defensivo bem montado. Sem precisar ficar exposto no primeiro combate, jogando na sobra, tem chance de dar certo.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    A conta dessa imprudência, infelizmente, pode vir na próxima quarta-feira”.

    Ilgo, meu querido amigo (o inútil Pedro de Lara côver pira), você está ”agourando” o nosso jogo de volta, pois quem teve de suplentes Cassiá e Vicente em 1977, depois Vantuir e Newmar em 1981, Leandro e Rogério em 1983, Vilson, Trasante, Astengo em 1989, Grotto e Paulão em 1994, Luciano e Scheidt em 1995, Luciano e Éder Gaúcho em 1997, Alex Xavier e Rodrigo Costa em 2001, Fred, Kadu e Wallace Reis em 2016, não pode reclamar do Bressan, pois vai que o cara faz o gol da classificação de cabeça após o jogo estar no placar com Cruzeiro 2 x 0 Grêmio, o que será que vamos ler por aqui, principalmente pelos Urubus ?????

    É evidente que eu acho o jogo de volta mais tranquilo devido a vitória de 1 x 0 feita em casa, pois o Cruzeiro tem que fazer 2 gols de diferença, mas como o time do Renato faz gols em todos os jogos fora da Arena do Grêmio, entendo que o Cruzeiro terá que fazer 3 gols ou mais para se classificar e isso é impossível nesse time do Renato que vem assombrando o Brasil inteiro, menos os Urubus, é claro. PENSE NISSO.

    • gremiocampeaomundial

      Interessante é que eu li o blog do torcedor do Cruzeiro depois do jogo de quarta. Tinha uns dizendo que nem precisava ter a volta em BH argumentando exatamente isso (que era óbvio que levariam um gol e que com o ataque deles seria impossível fazer dois, quanto mais três).

    • Lillian Moraes

      Ninguém, nem Cassiá, nem Luciano, muito menos Baidek ou Rivarola, conseguiram sem piores que este Bressan. Lamentável situação (específica) em que nos encontramos, em meio a um momento tão bom.

      • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

        Concordo.

  • Ricardo Gomes

    Como disse antes, nada mais a fazer a não ser torcer que o sistema defensivo o cubra. Alguém aí lembrou que o Luciano foi titular nos anos 90 à época do Felipão. Eu lembrei da dupla Vilson e João Marcelo no Campeonato Brasileiro de 1990. Olha cara, eram toscos. E foram muito bem naquele ano!

    • Ricardo

      É… mas foram rebaixados 6 meses depois.

      • Ricardo Gomes

        Verdade. E João Marcelo em especial desceu ladeira abaixo!

        • gremiocampeaomundial

          Cavalo quando é REALMENTE paraguaio não engana nem bobo.

          É assim que eu diferencio por exemplo o Koff do Eumico Ciranda (Vasco).

    • gremiocampeaomundial

      Os dois grandes times vencedores do Grêmio sempre tiveram um “rebatedor”: Baidek na década de 80 e Rivarola na de 90.

      Superstição e coincidência não entram em campo mas já dão alguma moral e além disso comprovam ser totalmente possível, dado que já foi feito.

      A questão do sistema defensivo vai passar pelo Renato e um pouco pelo jogador. Explico: não é muito realista supor que a primeira linha vai passar o jogo inteiro sem ser acionada. Então, realmente, não dá pra ensinar o Bressan a ser o Mauro Galvão, mas dá pra treinar POSICIONAMENTO. Se ele vai assimilar e executar bem na prática é outra história, mas até aí faz parte.

      Melhorar velocidade, timing, técnica de desarme… acho que só se nascer de novo. E nem acho ele tão ruim assim defensivamente. Está na média de outros (não muito talentosos, admito) zagueiros da Série A. Não é o Anchetta mas longe de mim ter pesadelos por causa disso.

      Como disse um aí embaixo: se é pra me preocupar com falha individual o nome do Grohe me vem à cabeça bem antes do Bressan, e nem acho o Grohe ruim (mas toma bolas pegáveis às vezes);

  • Fabio Victoria

    Portugal ganhou a Euro depois que o CR7 saiu por lesão ainda no primeiro tempo do jogo contra a França. Parem de ficar falando nesse assunto e vamos pra cima.

  • Alexandre

    Bem que eu gostaria de estar com a mesma confiança que tu, Ilgo, e muitos outros aqui no Bressan.
    É um zagueiro que não se impõe no corpo, não tem técnica, não se posiciona bem. Quando veio pro Grêmio, lá em 2013, achei que poderia evoluir e se tornar um jogador razoável, um reserva seguro. Mas, para mim, ele involuiu ao longo do tempo e, hoje, é um erro gigante tê-lo no grupo principal. Não que eu veja diferença entre ele e o Thyere, que é outro que deveria andar.
    Infelizmente, o Bruno Rodrigo não deu certo aqui. Quando contratado, comemorei, pois acreditava que seria o reserva ideal. Bom no jogo aéreo, forte, titular e vencedor por onde passou (Santos e Cruzeiro).
    De qualquer forma, quarta-feira ‘Somos todos Bressan’. Espero muito que ele faça um baita partida e cale minha boca.

  • Igor Klein

    E não é que os gambás perderam o cabaço hoje?

  • Ilgo Wink

    Por mais que eu acredite que não há chance de título no Brasileirão, sempre que o Corinthians tropeça (e hoje perdeu a virgindade em casa) volta aquela esperançazinha de título. É mais forte que eu …

    • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

      Todos nós pensamos assim, e ainda anularam um gol legítimo do Vitória no início do 2º tempo num impedimento que não houve, mas foi contra o Corinthians, então, seeeeegue o jogo.

      Sem Geromel e Luan, impossível, amigo. Hoje surgiu mais uma notícia que temos 3 jogadores muito importantes ”no limite” físico de lesões devido a maratona de viagens e jogos, Ilgo.

      Eu leio por aí e escuto alguns ”sábios” falando a muito tempo que Messi, CR7, Neymar & Cia jogam todas as partidas as quartas e sábados, mas vamos respeitar o nível do povo, cidades, estádios e dos gramados além da Logística européia que é muito branda em comparação ao Brasil, pois lá um vôo entre países vizinhos dura entre 1h30m à 3h15m e aqui na província do Português Cabral levamos 6h20m de Porto Alegre à Goiânia, por exemplo, com escalas e conexões.

      Imagine nós gaúchos que estamos no tacão da bota brasileira em 2018 se subirem mais dois ou três times do nordeste e norte brasileiro onde as viagens são modorrentas e muito estressantes de tão demoradas devido a Logística maluca da aviação brasileira.

      Definitivamente, a maior aberração mundial na história do futebol profissional, são os campeonatos estaduais do Brasil inteiro, pois nunca deixamos de ser um país tupiniquim em nossas atitudes.

    • gremiocampeaomundial

      A esperança pode até ser a última que morre mas também costuma ser a primeira que mata.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Relaxe, Tapiti ….. (kkkkk).

  • Serrano

    Finalmente alguém resolveu fazer com o Corinthians o que o Corinthians faz com todo mundo. Já tava na hora.

  • José da Silva – COPIÃO DE TUDO

    Ilgo, cadê os inúteis defensores da base Gremista ?????

    Pois é, temos que ler e ouvir certas pérolas de alguns ”sábios” por aí sobre esse assunto, e nesta semana ouvimos que um ”excepcional” Lateral esquerdo cujo nome é Marcelo ”Vermes” foi emprestado pelo Benfica para um time do Piauí da Croácia e quando saiu daqui, escreveram várias barbaridades sobre a renovação deste fenômeno que não aconteceu e saiu de ”graça” para Portugal porque era muito bom.

    Aí, surgiu um outro fenômeno chamado Junior Tavares que foi emprestado para o Joinville e conseguiu até ser reserva naquele timaço de primeira de SC, mas entraram em êxtase outra vez porque esse fenômeno foi para o São Paulo (como troco do Maicon) onde vive as voltas com lesões, noitadas (novidade?) e a reserva.

    Em Julho, nossa maior revelação da base na Copinha de 2015 na lateral direita chamado Raul que nunca convenceu, após várias lesões sérias no púbis foi para o, PASME, Toronto F.C do Canadá e andavam por aqui vomitando a sua titularidade no Grêmio.

    Lembro que surgiram juntos como boas promessas na mesma faixa etária esses dois, mais os volantes Jailson e o Arthur, porém, vingou apenas uma das quatro promessas que hoje é titular do time, pois o Raul, Junior Tavares e Marcelo ”Vermes” continuam patinando por aí no Canadá, São Paulo e Croácia enquanto o Jaílson continua uma opção para o time ”C” do Grêmio, mas os ”sábios” pensam ainda que é assim que se promove ”qualquer bagaça” porque é da base do clube. OREMOS ….. !!!!!

  • Rezende

    Da mesma forma que nunca lembram no Grêmio que o Marcelo Oliveira já foi VOLANTE de ofício, recusam-se a lembrar que ele já foi ZAGUEIRO improvisado.
    Sempre falam que é uma coisa importante que um jogador moderno possa exercer mais de uma função em campo.
    Ramiro pode ser volante, meia pela direita e lateral direito.
    Léo Moura pode ser lateral e meia pela direita.
    Kannemann é zagueiro e dizem que já jogou de lateral esquerdo na Argentina (mas no Grêmio eu nunca vi).
    PORQUE DIABOS o Marcelo Oliveira no Grêmio só pode jogar (MAL) na lateral esquerda?
    Pergunta para perder o SONO, quem seria melhor como zagueiro num jogo decisivo como este contra o Cruzeiro no Mineirão? Bressan ou Marcelo Oliveira?
    E aí seu Renato vai de Bressan MESMO ???

  • Serrano

    O melhor do Grêmio até agora é Paulo Victor. Tá ruim assim.

  • gremiocampeaomundial

    A (falta de) vontade e motivação de ambas as equipes reflete a bizarrice que é esse campeonato arrastado e modorrento.

    Ainda bem que o Corinthians perdeu. Aí entramos “só” a oito pontos de diferença, com possibilidade de baixar pra cinco no máximo, e eles ainda tem um jogo a menos.

    Até outubro se continuar assim (o que, note-se, é o perfeitamente natural e esperável, baseando-se na realidade dos fatos) vai se tornar o novo Ruralito 1994 só que em escala nacional.

    • Heraldo

      Por favor pare de desmerecer o principal campeonato nacional.
      Só porque o Gremio desistiu dele para focar na copa do brasil e libertadores agora não vale nada ?

      • gremiocampeaomundial

        Os motivos já expus várias vezes aqui. Essa fórmula não existe. Estamos todos quase concordando sobre quem será o campeão. As demais posições acabam se “desvirtuando” à medida que um time já se livrou de cair, outro ainda pode pegar G-algo.

        O lugar na tabela pode até ser decidido assim mas ainda acho um absurdo não haver final. Acho absurdo não ter playoffs como tinha, mas que seja, falemos então ao menos de uma final.

        “Ah mas os ingleses…” – não, os ingleses não. Mudou tudo lá da noite pro dia também, veja como era antes.

        “Ah mas na Espanha” – não, lá também não. Quando o Perez assumiu o RM amargava um jejum considerável.

        “Ah mas…” – e não adianta tentar trocar de país. Foi a mesma coisa com todos que pesquisei exceto a Itália. Todos sofreram uma “revolução inspiradora” em meados dos anos 90, criaram as Ligas, e o campeão passou a ser um grupinho de um ou dois clubes, no máximo uns 5 em casos como a Inglaterra (e essa “competitividade” só foi “restaurada” após mais de dez anos que só dava MU ou Arsenal, e porque o Chelsea foi comprado pelo Roman Abramovich)

        Pontos corridos é uma bela merda, isso sim.

        EDIT: Sabe que relendo teu comentário senti uma certa ironia… mas em todo caso, caso tenha sido uma pergunta “séria”, é como eu falei aí em cima.

  • Serrano

    “Pensar pequeno”, porque um clube prioriza esta ou aquela competição, é uma manchete digna daquilo que a Sabedoria Popular convencionou chamar de Imprensa Vermelha Isenta. Vamos ter que verificar a imprensa do centro do país também, agora?